História Forbidden love. (larry stylinson!¡) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Visualizações 33
Palavras 1.100
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oooi, eu sou larryporra e começa mais um capítulo no ss

Capítulo 2 - {due.}



Louis rolava em sua cama tentando inutilmente descansar, sua cama o incomodava e sempre que fechava os olhos o passado era visto como um filme de terror. O céu ainda estava escuro, tateou o criado mudo a procura de seu relógio ou qualquer aparelho eletrônico que pudesse mostrar as horas. Três da manhã.


O ar estava abafado e o corpo pregado nas roupas pelo suor trazia desconforto. 


O mafioso se deu conta que não conseguiria dormir mais, colocou-se sobre os pés sentindo seu corpo protestar pela noite mal dormida. Afundou seu corpo na banheira deixando sua cabeça apoiada na borda, seus dedos prendem um cigarro mentolado. 


Conforme a música ia tocando, seu corpo se afundava mais na água até que por completo seu rosto estava na água. Sentiu sua respiração falhar, segurou nas bordas e levantou seu corpo respirando ofegante.



— Harry, tem uns bêbados chatos brigando lá em baixo. — Harry rolou os olhos, massageou as têmporas e levantou da cadeira. 


— Vamos botar ordem nessa porra. — Os quatro saíram do pequeno escritório em direção a pista de dança, com seus rostos cobertos por máscaras escuras. 

Contaram até três e dispararam na multidão vendo alguns cair e outro gritarem por socorro, os seguranças fecharam as portas impossibilitando a saída de qualquer pessoa. 


— Morram desgraçados. — Niall gritou prestigiando a cena das pessoas pedindo socorro e outras mortas com os olhos abertos como se sua alma não estivesse mais ali.


Assim que os tiros foram cessados, os seguranças abriram as portas e as poucas pessoas que havia sobrevivido saíam correndo pedindo ajuda. 


Os quatro mafiosos saíram pelas portas dos fundos, dando a ordem para limparem tudo, cada um saiu em seus carros de luxo chamando a atenção de alguns moleques que tomavam vinhos baratos em uma praça. 


Hoje por volta das quatro horas da manhã, os adolescentes que estavam na Boate Fire foram mortos brutalmente por quatro homens de máscaras escuras, a dona do local não quis gravar entrevista. Os polícias estão investigando se foi um ataque terrorista ou as facções fazendo terror novamente. 



Gemma desligou o noticiário assim que viu pela vigésima vez a boate nos noticiários. Jogou o controle no sofá e marchou até a sala de jogos onde estavam os quatro rapazes.


— Seus filhos da puta, quantos anos vocês tem? Matar pessoas que estavam em uma boate se divertindo? — A loira caminhou até a televisão desligando-a, o cacheado rolou os olhos enquanto Gemma tagarelava o quanto eles eram irresponsáveis. 



— Chega Gemma. Minha cabeça dói e Josh já está cuidando disso tudo. — Gemma lançou um olhar para o moreno que estava com os olhos fixados nas telas dos computadores. Josh digitava as coisas rapidamente, até que encostou suas costas na cadeira que sentava e olhou para a loira com um sorriso no rosto. 



— Não precisa agradecer loirinha. — Josh levantou suas mãos e sorriu ainda mais quando a loira mostrou seu dedo do meio e saiu da sala de jogos. 



O crepúsculo já havia tomado conta de todo o céu, os olhos azuis vivos do garoto vagavam por toda extensão do galpão.  Engatilhou sua ponto quarenta e atirou no alvo que vinha em sua direção, as luzes do galpão foram acesas e Louis caminhou até o depósito de armas. 


— Eu tenho novidades. — Zayn chegou atrás do amigo que se assustou, Louis mirou a arma em Zayn que levantou suas mãos em forma de rendição.


— Porra, Malik. O que é? — Louis indagou o muçulmano. 



— Descobrimos que Harry Cummings está aprontando na cidade e ele mesmo quem fez o massacre na própria boate. — Zayn apoiou seu corpo na mesa de mármore, Louis ocupava- se em limpar uma nova Taurus 82.4 de ouro.



— Se Harry quer diversão, ele terá. — Louis sorriu para o muçulmano antes de atirar no alvo que estava atrás de si. 



O som da boate era extremamente alto, por ser quinta-feira a boate não estava tão cheia como de costume, Louis entrou com Charlotte, Zayn e William entraram uma hora mais tarde. 



As mãos do muçulmano foram parar na cintura da platinada, Charlotte dançava sensualmente com o corpo colado em Zayn, William foi ao banheiro e voltou com sua máscara azulada que cobria somente os seus olhos. 


O mafioso  aproximou de Zayn e o empurrou, jogando o líquido de seu copo no rosto do muçulmano. 


Charlotte tentou segurar o irmão que avançou em cima de Zayn, Charlotte foi empurrada para longe batendo suas costas na parede. Era tudo um pequeno teatro. 


William estava ao lado de dois aliados esperando o momento certo para destruir a boate. 


— O que diabos está acontecendo aqui? — Gemma gritou e o som foi desligado assim que colocou seus pés no hall, a loira foi empurrada pela multidão que tentava escapar dos tiros. 


William e Zayn atiravam no teto recém reformado por Harry, Gemma correu até o bar ficando de trás da bancada com alguns funcionários. Os seguranças eram imobilizados pelas armas na mira de suas testas, Gemma não podia intervir no ataque estava sozinha e odiou por fazer parte da máfia e não ter ninguém ali. 


Os tiros se cessaram quando havia corpos o suficiente no chão, Charlotte entrelaçou seus dedos nos cabelos curtos de Gemma e arrastou seu corpo pelos estilhaços de vidros no chão e as poças de sangues. 


— Avise aos Cummings que os Cottingham estão prontos para brincar. — E assim, os Cottingham deixaram a boate destruída e Gemma Cummings com suas mãos e pulsos amarrados na cadeira no meio da pista. 


— Eu não posso deixar você dois dias no comando dessa merda que tudo vai pra água abaixo. — Harry esmurrou a bancada de mármore, Gemma encolheu os ombros enquanto o irmão esbravejava. 


— Harry, eu estava sozinha! — A loira exclamou, Harry não queria ouvir mais desculpas, levantou sua mão e pediu que irmã parasse de se desculpar tanto. 


— Eu trouxe pra você uma Taurus 86 banhada a ouro, tá em nosso depósito. — Gemma beijou a bochecha do irmão e saiu correndo para o sótão. 


Harry conseguiu chamar atenção de Louis, agora só faltava o pequeno Cottingham cair em seus encantos. 


— Louis, você não sabe da melhor. — Zayn deitou nas costas nuas do amigo sonolento. 


— Eu não irei caso você não sair de cima de mim. — Louis jogou o corpo do amigo no chão frio, Zayn protestou  na mesma hora pela dor em suas costas e nas nádegas. 


— Você tá insuportável, vai se foder. — Zayn fechou a porta do quarto com força deixando Louis sem resposta alguma. 



Notas Finais


não esqueçam de favoritar e comentar!
xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...