História Forbidden Passion - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Justin Bieber, Ryan Butler, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Advogado, Jelena, Romance
Visualizações 75
Palavras 1.261
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteeeei, como prometido mais um capitulo
Espero que vcs gostem e até a próxima semana amores.

Capítulo 4 - Um beijo


Fanfic / Fanfiction Forbidden Passion - Capítulo 4 - Um beijo

Selena Gomez Point of View.

Quando o Justin pronunciou: “Selena Gomez minha nova namorada.” Eu quase cai ali mesmo. Me desperto com os aplausos da maior merda que o Justin disse.

- Sério Jus? – uma mulher morena pergunta.

- Que engraçado. Até semana passada não tinha ninguém. – Vanessa fala ironicamente.

Que ótimo! Além de não namorar ele, agora acham que não sou amada.

- As coisas mudam e vi que Selena é a mulher da minha vida. – Eu não acredito no que eu acabei de ouvir. Miro um olhar de interrogação pra Justin e falo:

- Meu amor, acho que precisamos conversar. – falo puxando ele. Saio da casa e vou até o estacionamento com ele. – Mas que merda foi aquela ali dentro? Você está louco? Não, você está mesmo louco. – Justin me olhava com os braços cruzados.

- É, eu estou ficando maluco. – ele passa a mão entre os cabelos.

- Eu sei! – grito. – Porque eu fui trabalhar com você? – falo andando de um lado para o outro.

- Calma Selena! – Justin me segura. – Você está agindo como uma garota de 18 anos.

- Eu sou uma garota de 18 anos Justin. – falo me soltando dele. – Ah e você pode ser preso tá? Sou 12 anos mais nova.

- 9 anos mais nova. – ele fala rindo.

- Justin 12 anos. – falo séria.

- Nessa noite você tem 21 anos. – Ele estende o braço dele. – Vamos voltar.

- Você só pode estar ficando louco. – começo a andar. – Você está indo contra o que você acredita.

- Nem todos os advogados são bonzinhos Selena. – ele sorri de lado e me puxa. – Agora vamos entrar lá e agir como um casal apaixonado e fingir que está tudo bem.

- Você está me usando porque aquela mulher vai casar né? – como ele pode me usar desse jeito.

- Selena não é. Eu prometo que quando a reunião acabar eu te explico. – ele diz me levando para dentro.

- Certo. – respiro fundo. – Que eu não me arrependa, amém.

Entramos novamente no local e um cara grita: para comemorar a volta do casal, que tal uma dança?

- Só nós dois? – Justin ri sem graça e me olha. Péssima ideia de aceitar isso Selena.

- Que sem graça só 1 casal dançando, por que não todos? -  Pergunto olhando para o homem.

- Que assim seja. – Ele olha para mim e para Justin, que está rindo agora.

- Do que você está rindo? Salvei nós dois. – falo enquanto a música começa a tocar e os casais vão se formando.

- Da sua postura. Nem parece que tem 18 anos.

- 21 está noite. – sorrio.

Dançamos uma música sem graça e a reunião realmente começa. Fico um pouco afastada vendo tudo, até que Vanessa vem até mim.

- Olá querida. – ela se senta ao meu lado.

- Oi. – sorrio.

- Você e Justin não tem nada, não é mesmo? – Mulher direta essa.

- Quem disse que não? – sorrio e me levanto indo em direção ao Justin. – Senhores me desculpem, mas já estamos indo embora.

- Já? – Justin pergunta franzindo o cenho.

- Sim amor. Nos desculpem. Temos uma noite longa se é que me entendem. – e sorrio. – Vamos?

Justin se levanta e se despede de todos, e passamos juntos por Vanessa.

- Que desculpa falsa. – Justin diz enquanto entramos no carro.

- Melhor que sua mentira de hoje a noite. – Falo colocando o cinto. – Agora me explique.

- Certo. – Justin liga o carro. – Eu e Vanessa tínhamos um caso até hoje quando descobri que ela iria se casar. Para piorar as coisas, meu antigo colega de trabalho começou a jogar piadinhas falando que eu não adianta ser o melhor advogado da cidade sem arrumar minha vida, e claro ai me veio a ideia de arrumar uma namorada.

- Que nojento Justin! – falo irritada. – E me usou ainda por cima. Que advogado de merda você em. – falo virando para a janela.

- Ok. – ele diz olhando para a rua. – Eu aceito, eu sou.

Seguimos em silencio até lembrar que trabalho para ele e que minha necessidade de um emprego é maior que meu ego.

- Desculpa. – olho para ele. – Pelo o que eu falei.

- Você não está errada, e não se preocupa que não irei te demitir. – ele fala enquanto entra na minha rua.

- Certo. – sorrio fraco.

- Está entregue e me desculpa por hoje. Esqueça isso por favor, pois eu já esqueci. – ele sorri.

- Certo. – saio do carro e vou para meu prédio.

Justin Bieber Point of View.

Eu estou perdidamente ferrado. Estou agindo como um adolescente e essa noite eu ultrapassei os limites. Assim que Selena sai do carro percebo que ela esqueceu sua bolsa. Abro a janela do carro e grito para ela esperar. Saio do carro com a bolsa dela e a entrego.

- Boa noite Selena. – Sorrio.

- Boa noite sr. Justin. – pode ser um pecado mas eu acho ela extremamente sexy quando ela me chama de sr. Justin.

- Por mais que tenha sido errado, obrigada por esta noite. – eu estava distraído olhando para seu prédio que não percebi quando ela se aproximou e ficamos próximos demais.

É estranho me ver nessa situação, por mais que eu já tenha tido casos com minhas clientes e secretárias a Selena era diferente pelo fato dela ser mais nova. É extremamente errado, mas extremamente atraente e sexy.

Me aproximo de Selena e seguro seu queixo.

- Justin é errado. – ela se afasta. Ela abaixa a cabeça e pega sua chave, mas para por um momento. Eu já estava pronto para ir embora quando ela fala alguma coisa. – Mas isso não quer dizer que eu não queira. – ela sorri e eu puxo a sua cintura até que meu celular toca. Era Ryan. Me sinto constrangido por motivos de ser errado, e por estar agindo como um adolescente.

- Preciso ir desculpa. – solto ela e entro no carro sem olhar para ela.

{...}

Chego em casa e o carro de Ryan está na garagem.

- Tira folga toda semana agora? – falo rindo.

- Vou ficar de folga por 1 semana então ficarei aqui. – ele diz jogando vídeo game.

- A casa é quase sua também. – falo desanimado.

- O que aconteceu? – ele diz pausando o jogo.

- Eu estou entrando em uma furada. – falo jogando a mala pro lado e sentando no outro sofá.

- Deixa eu adivinhar... A menina de 18 anos. – ele ri sarcástico.

Eu não deveria confirmar para Ryan. Por mais que ele seja meu melhor amigo, ele também é policial.

- Não sei. – falo deitando no sofá.

- Eu não vou te prender. – ele diz rindo. – Nossa amizade em 1º lugar.

- Tá. – respiro fundo. – Vanessa está noiva, inventei que eu e Selena somos namorados, e quase beijei ela.

- Caraca. – Ryan fala. – Você está ferrado. – ele ri,

- Me fala o que eu não sei. – coloco a mão na testa.

Selena Gomez Point of View.

Entro no meu prédio ainda em choque com o que aconteceu. A noite foi longa demais e aconteceu muitas coisas para começar a falar qual foi a pior. Graças a Deus hoje é sexta.

- Alo? Ash vem correndo para cá. – falo enquanto abro a porta do meu apartamento.

- O que aconteceu Sel? – ela diz preocupada.

- Além de eu ter quase beijado meu chefe nada. – falo tirando meus sapatos.

- Chego ai em 20 minutos. – ela diz isso e logo desliga.

Será errado pensar que eu quase beijei meu chefe, um cara mais velho e ainda por cima gostoso e ter gostado disso? 


Notas Finais


Espero que tenham gostado
fiquem com Deus ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...