História Forbidden Passion - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Amor, Justin, Megan
Exibições 4
Palavras 513
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá lindas!Olha quem não demorou pra voltar!Eu disse que estou ansiosa,leiam as notas finais!!!!! Boa leitura.

Capítulo 2 - Reviravoltas.


-Estou falando com você mocinha-Jeremy havia abaixado o tom de voz-onde você estava?E não me diga que estava com a Sara porque eu liguei lá e a mãe dela disse que ela está em um retiro.

-Ah papai..é que..assim sabe..-pensa Megan rápido!-Matt estava feliz porque ganhou a final do baseball,ai ele me levou pra jantar,depois fomos ao cinema,depois ele me trouxe embora.-falei tão rápido atropelando as palavras,nem sei da onde tirei isso.

-Matt jogando baseball?E que filme é esse que termina às quatro da manhã?-Ele estava com uma das sobrancelhas arqueadas.Droga!Não colou.

-Ah papai sabe como é,Filmes de romance eu gosto,fico até os créditos,ainda mais que eu chorei,ai tive que ir banheiro retocar toda a maquiagem.E tudo mais sabe.-sorri amarelo.

-É Meg,dessa vez passa.Você sabe muito bem que mesmo com 17 anos,seu horário é até as duas da manhã explodindo!Agora vá dormir,amanhã vamos visitar seus avós.

-Tá bom papai,me desculpa por isso não vai se repetir.Boa noite-passei por ele e lhe dei um beijo na bochecha entrando no meu quarto

-Eu também te amo viu Dona Educada!-gritou do corredor.

-Não mais que eu papai!-gritei de volta.

Entrei no meu quarto já deixando meus tênis pelo caminho,eu estava exausta!Então fui direto para um banho.Sai do banheiro enrolada na toalha,fui até o closet e vesti uma lingerie lilás,uma camiseta enorme da nirvana e um shorts folgadinho.Me joguei na cama,peguei meu celular dei uma checada no papel de parede com a foto da minha mãe.

-Boa noite mamãe,eu amo a senhora.-sussurrei e capotei. 

Acordei com barulho de algo caindo no andar de baixo,peguei meu celular para checar a hora "4:46 a.m". Não acredito que só dormi por minutos,ignorei o barulho e voltei a dormir,deve ser só o Donald -meu gato- brincando com algo.Estava quase pegando no sono quando ouvi de novo barulho de coisa sendo derrubada,mas algo ainda pior me fez dar um pulo da cama,um grito.Grito masculino,masculino,Ah meu Deus,papai!

Abri a porta do quarto lentamente,e coloquei só metade da cabeça pra fora,silêncio e escuro.Fui andando lentamente até o saco de tacos de golfe do papai que ficava no canto do corredor e peguei um.Fui me direcionando até a escada,em passos leves comecei a descer.Quando eu cheguei no último degrau,meu mundo caiu,Jeremy estava caído no chão,com uma poça de sangue em volta do seu corpo.

-PAI! NÃO PAI POR FAVOR,VOCÊ NÃO PODE ME DEIXAR.-Gritei o chacoalhando.Meus olhos estavam embaçados por conta do choro.

Levantei no ato de desespero para pegar o telefone e chamar a emergência quando alguém me empurrou com força me fazendo cair em cima da poça de sangue que havia se espalhado pela sala.

-Finalmente te encontrei sua vadia.-Era um garoto,eu chutava uns 20 anos,braços cheios de tatuagem,correntens de ouro no pescoço e uma arma na mão.

-Q..quem é você?O que você fez com meu pai?O que você quer?Me deixa em paz!-Gritei tudo rapidamente.Em um movimento brusco ele me pegou pelo braço e me colocou de pé.

-Escuta aqui sua vagabunda,você não está em vantagem de fazer perguntas.-Ele soltou meu braço e me agarrou por trás colocando um pano branco cobrindo meu nariz e boca.-Bons sonhos princesa.-Adormeci com a imagem do meu pai caído no chão da sala.






Notas Finais


Quanto suspense né gente,Justin matou o próprio pai :oooo,por que?bem espera pro próximo cap beijoooooo suas lindas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...