História Forbidden Paths - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Crime!au, Jikook, Namjin, Sope, Surubinhas, Taegi, Tudoflexnessacaraia, Vhope
Visualizações 14
Palavras 2.334
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


nem sei como vai ser esse capítulo.
vamo lá...

Capítulo 9 - A proposta.


Seoul, Coreia do Sul.
10PM, 18/03.
Narradora.

Estupefato. Era exatamente assim que SeokJin estava se sentindo. Enquanto seguia Jimin e os outros homens de vermelho se perguntava o que estava acontecendo, claro que conhecia aqueles seis de algum canto, e sabia muito bem de onde. Sabia o nome de cada um ali, estava pensando em que problema havia se metido nesta vez. Pôde perceber que não era o único confuso ali, queria saber o porquê de um homem tão rico e prestigiado, como Park Jimin estava se mostrando, ter convocado aqueles seis homens que estava mais que óbvio que eram totalmente diferentes um do outro. 

Namjoon se encontrava da mesma maneira de Seokjin, após analisar cada rosto ali percebeu que eram iguais aos de seus sonhos. Se perguntava se era por isso que Jimin havia os convocado, se perguntava se era possível, sete pessoas terem os mesmo sonhos, será que ele era o único que estava começando a ter dores de cabeça todas as vezes que tinha lembranças que nunca existiram? Não queria saber, iria perguntar para os outros cinco se eles também tinham os mesmos sonhos que ele e seu melhor amigo.

Hoseok ainda se encontrava encantado, nem pensou nos sonhos, um sentimento de conforto se fez dentro de si quando ficou perto dos seis homens. Taehyung se encontrava encabulado, como poderia ser possível? Provavelmente era o destinho lhe pregando uma peça e apenas isso, no final Park poderia estar apenas precisando de seus serviços, nada mais. Yoongi estava com fome, não pensava direito de barriga vazia, depois de comer processaria melhor o porquê das mesmas pessoas que sonhava toda noite estarem no mesmo local que ele.

Um sentimento de ciúme se instalava no peito de Jungkook, não esperava que a sua salvação já tivesse uma pessoa, ficou triste ao ver a moreninha ao lado do loiro, mas os sorrisos de felicidade que ambos davam faziam o coração de Jungkook se sentir em casa, apesar de não conhecer a garota, havia sentido o dever de cuidar da menor, assim como esperava que o loiro fizesse consigo. 

Jimin estava nervoso, mas seu melhor amigo estava ao seu lado lhe passando apoio, sabia que conseguiria se o tivesse lá. Havia preparado um grande discurso, mas ainda sim se perguntava, Por que trazer pessoas desconhecidas? Para quê precisava deles? Não tinha a miníma ideia e esperava ser o único a pensar assim. 

- Bom... Acho que eu devo deixar vocês sete à sós. - E'dawn disse interrompendo o silêncio. 

Todos se dirigiam ao camarote de Jimin, um local que era acoplado de vidros na frente para que pudessem ver o leilão, mas ninguém poderia ouvi-los de lá. 

Jimin olhou desesperado para seu amigo, não acreditava que ele iria deixá-lo na mão, justo quando o mais novo precisava dele. E'dawn notou o desconforto do melhor amigo e lhe lançou um olhar de desculpas, logo voltando para o salão principal.

Jimin abriu as portas do camarote e deu espaço para que todos passassem e logo em seguida fechou a porta, trancando-a. 

- Então, Park Jimin, você não é um tarado fetishista não, né? - Namjoon perguntou quebrando o silêncio que havia se instalado no local. 

Jimin o olhou e não conseguiu segurar o riso, de onde ele havia tirado isso? 

- Por que todo mundo ri de mim quando eu falo isso? - Namjoon perguntou. 

- Talvez porque isto seja uma bobagem estúpida? Acha mesmo que se Jimin quisesse fazer alguma coisa conosco não teria nos prendido em um local menos chamativo não? - Seokjin respondeu sem paciência. 

Au, essa doeu. Namjoon pensou.

- Calma, SeokJin, Namjoon tem uma mente muito complexa, o que o faz pensar demais. - Jimin disse, fazendo Jin o olhar e depois analisar o de cabelos loiros escuros. - Bom, senhores... 

- Calma, calma! Só começa quando eu estiver comendo, onde tá a comida, meu irmão? - Yoongi atrapalhou Jimin. 

O loiro riu da impaciência do azulado e foi até um armário cujo ele gostava de guardar seus suprimentos quando os eventos estavam muito chatos. Pegou um pacote de Hambúrguer de microondas e um pacote de algas do mar, sabia que uma certa pessoa era apaixonada pelo alimento, jogou o pacote para Jungkook e se dirigiu até mini-forno que havia no local e deixou o hambúrguer esquentando, foi até o frigobar e pegou latinhas de cerveja.

- Se servem? - Perguntou levantando uma cerveja, Namjoon levantou a mão e o mais novo jogou a lata para ele.

- Pensava que pessoas ricas não gostasse de beber cerveja... - Hoseok brincou e logo recebeu uma bebida também. 

- Você quis dizer pessoas frescas, pois eu não deixo de beber uma sagrada cerveja por nada. SeokJin, quer? - Jimin perguntou ao de cabelos pretos que observava o salão de cima, o mesmo apenas o olhou e negou com a cabeça. 

- Já sabemos quem é fresco aqui. - Yoongi disse recebendo uma também. 

- Taehyung. - Jimin jogou uma para o acinzentado que observava tudo maravilhado. 

Pegou uma lata de coca-cola que deixava guardada para sua irmãzinha e jogou a mesma para Jungkook que comia seu salgadinho.

- Ei, eu quero cerveja! - O moreninho disse de boca cheia, logo recebendo um tapa na cabeça. - Ei!

- Coma primeiro, depois você fala. - Yoongi o repreendeu. 

Todos riram, menos Jungkook e Seokjin que estava ocupado demais observando lá embaixo. 

- Você é muito novo para beber, Jungkook. - Jimin disse indo até o mini-forno e tirando o hambúrguer de Yoongi de lá, estava meio quente, mas o loiro não ligou, levou até Yoongi e deixou em cima de uma mesinha. 

- Claro que eu não sou. - Jungkook respondeu e Taehyung o olhou. 

- É sim. - O acinzentado disse e o mais novo fez um bicou, tomando sua coca.

- O que quer conosco? - Jin foi direto, não havia gostado nem um pouco daquelas pessoas, eles pareciam ser felizes demais para seu gosto. 

- Onde eu estava? - Jimin se perguntou olhando para cima, na verdade só queria poupar tempo. - Então... Eu... estava à procura de pessoas para fazerem parte da minha equipe de... Negócios... Vocês se encaixam no que eu preciso, quando eu soube oque vocês faziam, decidi que seriam de grande ajuda para mim...

- Tá, gênio, isso a gente viu nos bilhetinhos que você deixou. - Yoongi disse, interrompendo Jimin, não gostava de enrolações e conhecia uma quando via.

- Ou vídeos... - Taehyung sussurrou e apenas Jungkook ouviu, o olhando confuso, Taehyung apenas negou com a cabeça.

- A pergunta é, como nos encontrou? - A pergunta veio de Seokjin surpreendendo a todos.

- Engraçado esta pergunta vir de você, Seokjin, mas, realmente... - Jimin coçou a cabeça e olhou para todos ali presentes, que o observavam atentos. - Digamos que... Seus nomes não saem da minha cabeça, eu realmente não sei o porquê, só venho tendo...

- Sonhos. - Hoseok completou sua frase. - Ok, agora eu sei que não sou o único.

- Vamos lá, está na cara que todos aqui dentro vem tendo esses sonhos. - Namjoon disse impaciente.

- Mas... Por que? - Jungkook perguntou confuso.

- Nem vem dizer que deve ter alguma explicação cientifica pra isso, Namjoon, porque não tem. - Yoongi disse ao ver seu amigo abrir a boca para falar. - Eu acho que isso tem haver com alguma bruxaria.

SeokJin soltou uma risada sarcástica e olhou para Yoongi.

- Que bobagem, essas coisas não existem. - O mais velho do local disse aborrecido. - Você jura que me chamou aqui só para dizer que está tendo os mesmo sonhos que eu? Eu percebi isso assim que olhei na cara de cada um de vocês, não quero perder meu tempo aqui, pensei que tivesse uma proposta de trabalho para mim, Park Jimin. 

Jin se virou e foi em direção da porta. 

- Acha mesmo que se fosse apenas pelos sonhos eu teria os chamado até aqui? Sou um homem de negócios, Hyung, não tenho tempo para brincar de adivinhação. - Jimin disse chamando a atenção de SeokJin, que se virou e o encarou sério. - Se os chamei aqui tenho um porquê. 

- Então diga, já cheguei até aqui, pare de enrolar. - SeokJin disse sério.

- Se me deixassem terminar... Bom, não vou negar que no começo queria apenas descobrir quem você eram, mas depois acabei me interessando nos seus trabalhos e artifícios. - Esperou que alguém o interrompesse, mas ninguém o fez, gostava assim. - Então tive uma brilhante ideia, estava precisando de homens novos em certos negócios e vocês fazem exatamente o que eu preciso. 

- Olha, Jimin, eu realmente tô tentando achar um motivo para um rico dono de hotéis e salões de festas chiques de classe alta precisar da ajuda de motoristas de corridas como eu e Yoongi, mas eu não estou entendendo, e o que diabos esses outros fazem para que você precise deles? - Namjoon foi direto. 

- Estava esperando algum de vocês me perguntarem isso, obrigado, Namjoon. - Jimin sorriu e puxou seus cabelos para trás, mania que todos ali notaram assim que puseram os olhos no magnata. - Pois eu lhe respondo, Namjoon... - Passou seus olhos por todos naquela sala novamente e sorriu ladino. - Essa coisa de hotéis, salões e minhas boates são só minhas pequenas diversões, coisas para investir minha fortuna, minha verdadeira forma de ganhar dinheiro vem de outra maneira, mas infelizmente eu não posso contá-los agora. 

- E como você espera que nós trabalhemos para você? - Taehyung que até agora estava caladinho, pergunta com uma sobrancelha erguida.

- Simples, meu caro Taehyung, eu não espero que vocês trabalhem para mim, vocês esperam que eu queira que vocês trabalhem para mim. - O loiro disse risonho. 

- Espera, me confundi todinho, como assim, doido? - Jungkook já estava com o nervos queimando de tão confuso.

- Eu sei que pelo menos cinco de vocês gostam de uma boa adrenalina, Yoongi que o diga, e o grupo de pessoas que preciso para trabalharem para mim é exatamente assim. - Jimin diz e pisca para o azulado, que lhe lança um sorriso ladino. - Eu preciso de uma equipe que tenha pessoas boas na direção, caso precise de fugas, de um hacker extremamente rápido e que não tenha dó de suas vítimas, de um cabeça, uma pessoa com uma mente brilhante, que tenha ideia de planos que tenham 0% de chance de falha, de uma pessoa de sangue frio e calculista. - Olhou para Seokjin e o mesmo sorriu sem mostrar os dentes. - claro, preciso de alguém bom na mira, não importa com qual instrumento que seja, sou bom apenas com brinquedinhos de fogo, - Jimin olhou para Jungkook e o mesmo se encontrava prestando muita atenção. - E para o grande final, preciso de uma pessoa que seja boa nas questões medicinais, não vou poder correr o risco de levar meus homens ao hospital, isso pode ser crucial para minha operações. 

- Você tá querendo me dizer que é um mafioso? - Yoongi perguntou de olhos arregalados. 

Jimin sorriu sádico e olhou para baixo, aquilo dizia tudo. 

- Olha, eu já entendi tudo e bom... É lógico que eu topo. - SeokJin disse decidido. - Você iria precisar de mim, gatinho. - Disse sorridente.

Era incrível como seu comportamento mudava tão depressa. 

JungKook encarou a cena com uma pulga atrás da orelha, estava escrito em sua testa que não vivia sem o perigo, claro que aceitaria. 

- É óbvio que eu tô dentro, vai precisar de mim, gatinho. - O mais novo disse, afinando a voz na última parte de propósito. 

SeokJin revirou os olhos. 

- Se o Kookie-ah está dentro, eu que não vou ficar sozinho em Daegu. - Taehyung disse animado. - Também tô dentro. 

Namjoon e Yoongi trocavam olharem cúmplices, sabiam exatamente o que um queria dizer apenas naquela troca. 

- Nós temos algumas condições, Park. - Namjoon disse logo. 

- Claro que vão poder continuar brincando de corrida, rapazes, farei questão de acompanhá-los em algumas, mas... também tenho condições. - Jimin o respondeu sorridente. 

- Como você sabia que... - Yoongi o olhou com os olhos semicerrados. 

- Eu sei de tudo sobre vocês, vou providenciar tudo que precisarem, não se preocupem, terão um local apenas para treinamento com todos os brinquedinhos que quiserem. - Jimin disse e os cinco que estavam confirmados sorriram cúmplices.

Hoseok encarava a cena sério, sua mente trabalhava de forma ágil e ele já havia se tocado de tudo, mas se negava a acreditar, não esperava que as mesmas pessoas de seus sonhos fossem tão sujas, da forma que ele estava percebendo. 

Negou com a cabeça, não participaria daquilo, todos o observavam.

Jimin se aproximou do ruivo e como o mais velho estava sentado pegou em seu queixo e o ergueu delicadamente para que olhasse para si, Hoseok arregalou os olhos, mas estava assustado demais pra se desvencilhar do toque. 

- Não se preocupe, Hobie-ah, você tem tempo para pensar, sei que não pensa como nós, tem cinco dias para me responder, só lhe peço para que não conte nada a ninguém. - O loiro sorriu e levou o indicador até os lábios, pedindo um silêncio mudo, logo piscando um olho. 

Se afastou do ruivo que ainda processava tudo e suspirou, sabia que seria difícil para Hoseok, mas precisava do mais velho, ele era uma peça importante para este quebra-cabeças. 

- Que tal irem curtir a noite, senhores? - Jimin disse mudando totalmente o clima. - Amanhã vou mandar meu motorista ir buscar vocês no meu hotel, explicarei tudo melhor em meu escritório. 

Todos assentiram e se retiraram, Jimin deixou que Hoseok ficasse um pouco lá, sabia que o ruivo precisava pensar. 

Quando já se encontrava sozinho no local, Hoseok bagunçou seus cabelos e se jogou no sofá.

- E se eles precisarem de mim? 

Pode ter certeza, criança, eles precisaram e muito da sua ajuda. 

 


Notas Finais


Tá confuso? Tá. ma nós liga? liga naaada.
beijo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...