História Forbiden Love - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 15
Palavras 752
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - Capítulo XII


Pov Ben

Pela primeira vez na vida eu me sentia em paz comigo mesmo a sensação era a de estar flutuando em uma nuvem fofa pelo céu azul e eu não quero que essa sensação acabe porque é algo divino. Bom talvez o motivo seja eu ter assumido quem eu realmente sou e ter me aberto com o Devon só melhorou tudo confesso que fiquei um pouco surpreso quando ele disse que sentia o mesmo podia jurar que ele ia dizer que sou louco me chingar de tudo quanto é nome ofensivo mas ao invés disso se declarou apaixonado por mim e pelos céus que beijo! Seu gosto adocicado, que muito me lembra aquelas gelatinas de tutti fruit, não sai da minha boca o seu toque quente em minha pele até gostaria de ter feito algo mais mas ainda não estamos prontos, eu não estou pronto pra bom entrar no meu irmão embora eu queira muito é tipo a minha primeira vez eu meio que queria mas ao mesmo tempo não.  Mas também que culpa eu tenho se a escola me traumatizou com aquelas imagens da região íntima feminina sério a escola devia era ser processada, mas no fim deu tudo certo e foi menos nojento do que eu esperava. 

- Tá cozinhando o que? 

- Tô fazendo aquele bife acebolado que você adora e a batata tá fritando naquela panela que a mãe deu quando nós mudamos. - Falei jogando um pouco de vinagre na cebola o cheiro da carne temperada preenchia o apartamento e provavelmente estava fazendo os vizinhos salivarem. 

-Hummmm.- Senti sua mão pousar em minhas costas ao se aproximar para olhar a panela, quer saber não sei porque demorei tanto tempo para descobrir que amo meu irmão todos os indícios estavam na ponta do meu nariz o problema é que nunca percebi e me sinto meio mal por isso. 

- Com fome? 

- Claro ou você acha que eu ia acordar pra dar uma volta? 

 -Não me surpreenderia se você quisesse sair hoje o dia está lindo. 

- Verdade. 

- Pode mexer o arroz pra mim? - Pedi entregando um garfo ele pegou indo até o micro-ondas em seguida tirou a vasilha colocou sobre a bancada e mexeu.  - Obrigado. 

- Disponha...  Ben eu tava pensando em uma coisa e bom...  se somos gays isso quer dizer que... 

- Nunca gostamos de mulher? Bom pelo menos não de verdade. - Chutei me encostando na pia ele revirou os olhos sorrindo ironicamente. 

- Não...  quer dizer que teremos que contar pra nossa mãe não agora é claro Hmmm... mas algum dia e em algum momento...  Eu posso não estar certo mas não contar é errado poxa ela é nossa mãe foi ela que nos trouxe  ao mundo e... 

- Não você tá certo. Mas contar pra ela vai ser o mesmo que assinar o nosso atestado de óbito. 

- Verdade mas como eu disse é errado não contar.

Precisei de alguns segundos para pensar sobre o assunto nós dois estamos certos não contar é errado mas se contarmos será como nos matarmos, eu me lembro que ela sempre falava com o pai sobre tentar ter uma menina ou então falar que devíamos ao menos dar uma neta acho que o sonho dela é decorar um quarto todo rosa desde o tapete até o mínimo detalhe no canto da parede e sem contar as várias compras milionárias nas lojas de roupa para criança. 

- Ben você tá bem? 

Não pude deixar de rir porque meu apelido tem que ser Ben? Assenti indo pegar dois pratos entreguei um para ele e fomos pegar a comida nos sentamos na mesa de jantar na sala a tarde aos pucos ia dando as caras o sol ficando mais ardido. 

- Porque você ta quieto? 

- Por nada...- Respirei fundo notando que ele sabia de algo, provavelmente não consigo mentir tão bem. - Estava pensando na nossa conversa. 

- E... 

- Você tem razão mas vamos dar uns três meses, só pra gente ter certeza de tudo entende? 

- Claro. 

[...]

A noite caiu mais rápido do que eu gostaria olhei para o apartamento vazio,Devon tinha compromissos com os amigos e não queria que ele cancelasse por minha causa até convidaria os meus para fazermos alguma coisa mas depois do que aconteceu não tenho falado muito com eles sem ter o que fazer coloquei um pacote de pipoca no micro-ondas enchi meu copo do Homem Aranha com Pepsi  e fui para a sala assistir filmes. 

 


Notas Finais


Me desculpem se tiver algum erro não tive tempo de revisar espero que tenham gostado.
Até o próximo capítulo.
Bjs.
E de novo me desculpem por qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...