História Forbiden Love - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 17
Palavras 1.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 13 - Capítulo XIII


Pov Devon

As ondas quebravam na areia tranquilamente o cheiro de água salgada penetrava em minhas narinas me acalmando eu gosto do período pelo qual estou passando, tirando é claro o fato dela estar grávida e insistir em dizer que é meu, bem lá no fundo eu sei que é meu mas tem uma pequena parte de mim que sabe que não fui o único a ter relações com ela naquela noite e sabe também que as chances do bebê ser meu são bem pequenas, se bem que pelo momento que estou vivendo e a descoberta que fiz diria que ser pai não está na minha lista de desejos e muito menos de interesse. 

- E ai cara tentando achar uma sereia? 

Josh meu melhor amigo desde a quinta série falou alegremente ao se sentar ao meu lado ele não mudou desde aquela época seus olhos negros continuam penetrantes por debaixo dos óculos quadrados o cabelo cor de ferrugem continua bagunçado e espetado para todos os lados nem mesmo conseguiu emagrecer dois gramas, pra mim ele sempre pareceu o Salsicha do Scooby Doo.

-Pensando em umas coisas malucas que estão acontecendo na minha vida na verdade. - Cruzei as pernas apoiando as mãos na areia entre elas  peguei um punhado na mão e joguei formando um montinho de areia distraidamente fiquei fazendo isso sem parar. 

- Deixa eu adivinhar: Mulheres. 

- Quem dera. - Resmuguei sorrindo torto olhei para ele que me encarava como se eu fosse louco joguei o pouco de areia limpei a mão e a coloquei em sua nuca, seu pescoço era tão fino que podia quase fechar a mão em volta dele. 

- Não liga pras minhas palavras. - Amenizei o tom da conversa com uma risada que logo foi acompanhada por ele balancei a mão apertando um pouco. 

- Sei seus problemas estão atrapalhando seu raciocínio certo? 

- Quase isso. 

Tirei a mão voltando a formar os montinhos eu não sabia como explicar para ele que da noite para o dia, literalmente, me tornei gay e nem que sou apaixonado pelo meu irmão na verdade não poderei contar a ninguém eu apenas espero que o Ben também entenda. Pensei em algum assunto que pudesse puxar com ele mas não conseguia pensar em nada então ficamos em silêncio observando o horizonte escuro a luz vinha apenas das laterais por causa dos prédios, hotéis, bares e restaurantes mas no centro era escuro como o breu. 

- Sabe a Kate? 

-Sei sim o que tem ela? 

- Vai se mudar para o Brasil. 

Olhei na sua direção seu olhar estava distante e a expressão vazia pela primeira vez reparei que ele vestia uma camiseta do Diário de um Vampiro  ergui uma sobrancelha ao notar que ele continua com um péssimo gosto para séries. 

- E o namoro de vocês? Acabou? - Tentei ser delicado mas não conseguia, delicadeza não é meu forte esse é o forte do Ben. 

- Ainda não decidimos ela diz que vai ser fiel e que podemos nos comunicar através das redes sociais e pelo telefone...  o  problema é que ela não confia tanto assim em mim sabe? - Sua voz grave aos poucos foi sumindo eu podia ver o quanto ele a amava e também o quanto ele estava disposto a sacrificar tudo por amor, isso ainda é um tema que não consigo compreender como alguém que ama pode querer a outra longe só para ver ela feliz? Ou deixar a pessoa amada viver com outra porque a ama e a quer feliz não importando com quem seja. 

- Sinto muito cara. -  Falei por fim meu celular começou a vibrar no bolso da frente o peguei vendo que era uma mensagem da mãe pedindo pra mim comprar uns grampos para o grampeador bloqueio a tela guardando o celular no lugar de antes. 

- Eu vou ter que ir...  tenho que encontrar a Kate pra conversar. 

-Eu te dou uma carona. 

- Não quero te atrapalhar. 

- Não vai me atrapalhar e além disso olha esses babacas. - Apontei para nossos amigos que pulavam na água e as vezes jogavam algumas garotas no mar que gritavam por causa do gelo que ela estava. - E além do mais eu tenho que compra um negócio pra minha mãe e minha antiga casa fica no caminho da sua esqueceu? 

- Verdade...  você tá morando onde agora? 

- Sabe aqueles prédios novos que inauguraram ano passado? 

- Aqueles naquele bairro chique? 

- Isso mesmo. 

- Tá morando lá? Uau você ta bem de vida e tá morando sozinho? 

- Não o Ben veio comigo ele tava ficando louco naquela casa. 

Chegamos no meu carro destravei as portas e entramos antes que eu pudesse colocar a chave no contato Josh colocou o cinto de segurança balancei a cabeça rindo. 

- Mas e ai é em que andar estão. 

- Cobertura. 

- Uau..  de novo. 

- Pois é.

Sai da vaga em que estava próximo a um poste e comecei a dirigir pela avenida iluminada vários restaurantes e bares estavam abertos e lotados de gente e turistas animados uma pequena feira de artesanatos atraia vários turistas para uma pequena Praça.  Me desliguei um pouco do que o Josh começava  a falar,  acho que era algo sobre uma série que envolvia uma Ilha e uma fumaça preta. Meus pensamentos foram para os acontecimentos dessa manhã meus lábios queriam e muito os dele novamente e meu corpo já reclamava a falta do calor dele. 

[...]

Entrei no apartamento tentando não fazer barulho fechei a porta com cuidado colocando a chave no prato de inox que fica em cima de uma pequena mesa redonda ao lado da porta olhei em volta logo a TV ligada chamou minha atenção na tela passava um filme do Mr. Bean caminhei até lá encontrando o Ben jogado no sofá em sua mão estava o controle sorri tirando ele de sua mão desliguei a TV fui até o quarto dele peguei uma coberta voltei para a sala e o cobri, achei melhor deixar ele dormindo no sofá com certeza é melhor do que acorda-lo as duas da manhã antes de sair me dei ao luxo de depositar um selinho em seus lábios acaricei seu rosto tirando a franja de cima de seus olhos caminhei até meu quarto tirei a calça, a camiseta e os sapatos me joguei na cama apagando em poucos minutos. 


Notas Finais


Eu não curti muito o capítulo anterior espero que esse possa compensar.
Espero que tenham gostado.
Até o próximo capítulo.
Bjs!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...