História Forbiden Love - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shugo Chara!
Personagens Hinamori Amu, Tsukiyomi Ikuto
Exibições 37
Palavras 1.209
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olaaa minaaaa, mais um capítulo fresquinho vamos lá!!!

⏳⏳⏳⏳⏳⌛⏳⏳⏳⏳⏳

Capítulo 15 - Meu Passado


Fanfic / Fanfiction Forbiden Love - Capítulo 15 - Meu Passado

Era umas três horas da manhã ikuto acorda suado atacado dos nervos, ele respira e desce pra tomar um copo de água. Quando ele vê Shima também desce pra tomar algo os dois estavam com dificuldades para dormir agora, então resolveram ir olhar TV para esperar ficar com sono novamente...

- Shima você conhece a Hinamori a muito tempo não é mesmo?

- Sim a conheço.. por qual razão está me perguntando isso? 

- Bom, eu queria contar a ela sobre meu passado... Mas não creio que ela vá acreditar em mim, pois o Aki vai encher a cabeça dela de coisas, e eu estou com medo, jamais me apaixonei... Quero dizer isto já é amor mesmo, e se a perder não sei quando vou conseguir encontrar esse sentimento de novo, acho que nunca mais pois ela e unica pra mim...

um longo silencio se estendeu na sala entre os dois homens se ouvia apenas a TV ligada

- Mas mesmo ele fazendo todas essas coisas, conte para ela o que você sente em relação a ela, conte o que aconteceu com você no seu passado seja uma carta em branco para ela...Ela gosta quando as pessoas são sinceras com ela e não tentam mentir ou esconder, isso faz parte do seu senso de justiça é isso que a faz uma detetive formidável.

- Eu não quero esconder nada dela, mas também não a quero perder!!

- Você sabe que eu no começo não gostei de saber que ela estava apaixonada por você, mas com nossa convivência eu pude te conhecer um pouco melhor e sei que irá cuidar muito bem dela, então conte comigo e com Kimimaru o que pudermo fazer por vocês iremos fazer não se preocupe.... Mas o que houve de tão estranho no seu passado que possa fazer ela mudar de ideia em relação aos seu sentimentos por você ikuto??

- Ha muito tempo quando eu era pequeno e inocente uma mulher me ofereceu um saquinho cheio de besteiras, como meus pais e eu eramos muito pobres eu nunca havia experimentado o que as outras crianças da minha idade comiam... Então eu inocente aceitei achando aquela moça incrivelmente gentil comigo, mas no momento em que eu peguei ela me puxou para dentro do seu carro e tudo a minha volta se apagou, quando eu acordei estava num lugar escuro mal cheiroso havia ratos lá, estava amarrada as minhas mãos e amordaçado, não conseguia nem me levantar de zonzo da droga que ela havia me dado. Quando me dei conta estava no chão novamente e então desmaiei, quando me acordei era um lugar totalmente diferente, eu estava em um palco completamente nu e um monte de mulheres mais velhas que eu gritando, quando me dei conta estava sendo leiloado por uma noite o melhor lance e a mulher me levava para um quarta, fazer o que bem entendia, isso aconteceu por muito tempo aquela é poca eu tinha uns 8 anos, passado nove anos depois eu consegui fujir daquele lugar, era como um labirinto subterrâneo então segui o cheiro de perfume da quelas vadias até a saída, quando cheguei meus olhos arderam com a luz do sol então corri caminhei por horas e quando cheguei perto da minha casa eu avistei minha mãe e quem estava com ela a mulher a quem me levara ouvia a conversa delas queto para não me verem ela estava reclamado que eu havia sumido e se por acaso não me encontrassem ela iria parar de receber pensão, naquele mesmo momento senti um nojo enorme da minha própria mãe. 

ikuto respira profundamente tentando engolir algo de sua garganta que parecia estar o sufocando, então continua...

- Eu sai dali fui procurar um emprego, mas a unica coisa que eu sempre fiz foi sexo minha unica saída foi voltar pra lá, mas antes bolei um plano todas que frequentavam aquele inferno, eram damas de alta classe, então armei todo um esquema alem de roubar suas joias no momento em que elas me usavam eu também pegava o endereço depois de roubar muita coisa eu comprei uma maleta e guardava o dinheiro todo lá, coloquei uma câmera escondida e filmava e tirava fotos de todas e então ia na mansão delas ameaçar a mostrar para o marido delas o que elas aprontavam, mas um dia uma se recusou a me dar o dinheiro e foi o que eu fiz, ele largou e denunciou ela pra policia, esse homem se considera meu tio, ele me adotou como sobrinho o pai do Aki, ele se revoltou com tudo que aconteceu e que como a mãe dele foi presa, mas eu sempre deixei claro a minha aneira de conseguir dinheiro e ele não se importava, ele foi um pai pra mim, me cuidou ajudou muito, mas sabia que eu estava segado pela vingança de cada mulher então todos os pertences de joias que elas colocavam nos seus museus particulares eu roubava logo em seguia marcava um encontro depois levavas pra cama e então as torturava até a morte, isso a policia nunca falou, isso por que os maridos resolveram ficar de boca calada sentiam tanto nojo e repulsa com sua mulheres e falavam

"ela teve o que merecia, sinto muito por você".

Eu tenho uma lista de todas elas, mas quando cheguei aqui os detetives já estavam na minha cola então pensei em me divertir um pouco, mas quando peguei a ficha de Hinamori Amu ( ikuto sorri naturalmente um sorriso leve e calmo), eu me surpreendi com oque estava lendo então resolvi adiar e brincar com ela um pouco mas não previ gostar tanto de alguém assim-

- Espera a Amu fez você desistir por um tempo de sua vingança? ( Shima pergunta como se estivesse engolindo um sapo)

- Sim eu sinto muito por contar isso assim pra você, eu não costumo falar do meu passado...

Shima está com os olhos marejado de lagrimas tentando engolir tudo aquilo, como um garoto conseguiu passar por tudo aquilo sozinho sem ninguém e ainda por cima as pessoas esperarem que ele simplesmente conseguisse superar tudo e viver tranquilo no meio da sociedade, claro que isso iria afetar seu desenvolvimento, mas só o lado dele querer uma vingança, e conhecer Amu realmente fez muito bem a ele.

- Ikuto eu realmente sinto muito por tudo o que aconteceu com você, não fazia ideia do por que você era um gatuno e tudo isso eu não sei o que te falar... Me desculpe por ter te tratado mal em algum momento ou coisa parecido.

- Imagina, mas não queria contar essa história pra ela, desde de tudo isso eu só brinquei com mulheres eu as pegava usava e jogava fora em lagrimas isso sempre me deixou bem, mas com ela não, eu acabei me importando demais com ela. 

- Eu intendo, mas olha pode contar comigo com o que precisar.

- Shima se possível não comente nada ainda com os outros não quero que fiquem sabendo só depois de falar com Amu. 

- Claro pode deixar!!

Quando Shima terminava de falar Hinamori mais e kimimaru estavam descendo as escadas...

- Bom dia!!! (Hinamori e kimimaru)

- Bom dia ( ikuto e Shima)

Quando o telefone toca todos os olham..... 


Notas Finais


Bom por hoje é isso!!
📚Beijão leitores lindos 📚
😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...