História FORBIDEN LOVE (amor proibido) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Min Yoongi
Visualizações 94
Palavras 3.142
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eae tudo bom? Como vai?? Vou bem ai mais um cap para vcs bjs. 😘😘😘

Capítulo 6 - O dia da apresentação


Fanfic / Fanfiction FORBIDEN LOVE (amor proibido) - Capítulo 6 - O dia da apresentação

- o que faz aqui?

- nada, so vim conversar. - disse vindo até onde eu estava na cama e se sentou ao meu lado, me afastei chegando mais para o lado da cama. - calma Hani eu não vou te machucar eu so vim conversar - disse rindo.

- quem deixou você vim aquí?

- sua mãe, ela quer que nós nos dê muito bem, para casarmos termos filhos e eu administrar a empresa de seu pai e fazer uma aliança entre os parks e os wangs. - disse soltando um suspiro.

- e você quer isso?

- sim... Mas não com você, eu quero encontrar a garota não ser obrigado a conhecê-la sabe? Eu quero viver está indo para o elevador e uma garota entrar e começarmos a conversar, trocar números e se apaixonar.

- então você não que casar comigo?

- não - disse dando um sorriso ladino- acho que eu so quero ser seu amigo nada mais que isso, eu te admiro sabia?

- eu? Porque?

- porque você faz o que quer, eu queria mecher com música também.

- e porque não fez faculdade de música?

- fui obrigado pelo meu pai a fazer faculdade de administração para ocupar seu lugar, e como sou único filho....

- você tem que continuar de onde ele parou- o enterrompi

- isso. - ele pegou seu celular e me entregou fiquei o olhando com uma cara de interrogação - me passa seu número, não iremos namorar mas podemos ser amigos certo? Assim sua mãe achará que teremos algo e vai parar de te infernizar.

- certo, - passei meu numero para ele- sabe Jackson gostei de você acho que podemos ser ótimos amigos- sorrio amigável e o mesmo retribui- agora pode me dar licença eu to com sono e quero dormir.

- tudo bem vou indo boa noite hani-chan- ele fala e me manda um beijo no ar e reviro os olhos, isso é meio infantil e ele saiu rindo.

Talvez com isso minha mãe e deixe em paz, mas quando ela ver que realmente eu e ele não vai rolar ela vai voltar a me inferniza.

                          […]

Faltava meia hora para o Yoongi sair do trabalho, e falta 1h para eu ir em sua casa. Meus pais estão muito ocupados preparando a inauguração da empresa que será daqui à um mês, sinceramente isso tudo é exagero, esperar isso tudo para abrir uma empresa.

Ja se passou uma hora e estou em frente ao guarda roupa exagerado, na verdade closet, resolvo colocar um short uma blusinha de alça preta com estampas de flores de tulipas e uma blusa de frio pano fino, acompanhando de um tênis normal, amarro meu cabelo e desço, vendo meus pais na sala c vários papéis sobre a mesa de centro.

- Aonde vai toda arrumada querida? - meu pai me pergunta me olhando por debaixo de seus oculos que ele usa para ler.

- vou ir na casa de um amigo- falo indo em direção a porta.

- Que amigo querida? -minha mãe pergunta toda sorridente, taivez ela estava achando que seja o Jackson.

- um amigo da faculdade, vou Indo tchau. - saio porta a fora meio que correndo antes que meus pais comecem a fazer perguntas, ja do lado de fora fico pensando em como ir para a casa de Yoongi, resolvo ir de metrô pegando o caminho direito mas lembro que minha carteira está na minha bolsa que esta na cass do Yoongi, conclusão terei de ir à pé.

Deu uma linda e bela maravilhosa caminhada até o prédio do Yoongi e ainda subir escadas oh my god estou exausta, mas vamos lá né.

Bato em sua porta mas niguém atende, bato novamente e novamente niguém atende. Será que ele ainda não chegou? Quando vou bater na porta novamente, a porta é aberta e minha mão vai direto para a testa de Yoongi.

- ai! - disse passando a mão na testa, ele estava com o cabelo molhado e com uma toalha em volta do pescoço, hummm estava sexy.

- aish, me desculpe eu ia Bater e...

- tudo bem, entre - me deu espaço para passar, minha bolsa estava no mesmo lugar jogada. - não deu tempo de arrumar a casa... - fechou a porta atrás de si.

- tudo bem, - vou até seu sofá e me jogo no mesmo.

- folgada.

- eu vim à pé da minha casa até a sua, e ainda tive que subir escadas eu mereço ouviu?

- ouvi, dona. - me levantei e o emcarei brava.

- eu não sou dona.

- ta, OK então você é...

- aish vamos logo começar isso- o interrompo.

- vamos, vou pegar as coisas.

As ideias ia fluindo em minha mente e na dele.

- Nae gieogui guseok

Han gyeote jarijabeun galsaek piano

Eoril jeok jip anui guseok

Han gyeote jarijabeun galsaek piano. - ele começou a repassar a primeira parte para ver se tava tudo OK.

- que tal colocarmos : Geuttae gieokhae

Nae giboda hwolssin deo keotdeon

Galsaek piano geuge nal ikkeul ttae

Neol ureoreobomyeo

Donggyeonghaesseone

Jageun songarageuro neol eorumanjil ttae

I feel so nice, mom I feel so nice

Geujeo son gadeon daero geonildeon geonban

Geuttaen neoui uimireul molla n

sseone

Barabogiman haedo johatdeon geuttae?

- é ta ficando legal espera- ele voltou ao papel- agora repita essa parte. - fui falando e assim foi o dia juntando nossas ideias na musica.

- aaah até que enfim acabamos- digo jogando as mãos para o alto.

- sim- suspirou- escrever sobre pressão é complicado mas fazemos um boa dupla.

- calma, vamos parar por ae, não vamos comemorar dizendo que fazemos uma boa dupla, primeiro vamos ver que nota vamos ganhar nesse trabalho dependendo se for alta saimos para comemorar a dupla foda que fazemos juntos caso for baixa, nunca mais faremos duplas juntos novamente que tal?

- humm... - fingiu pensar - OK, se ganharmos nota alta para onde iremos?

- à um restaurante de churrasco coreano?

- Hani, churrasco coreano é caro.

- então vamos fazer algo mais simples, que tal um cinema? Mas não no shopping, mas sim na minha casa?

- AA não sei Hani.

- tudo bem vamos ver primeiro a nossa nota depois resolvemos isso tudo bem?

- tudo. - ele se levanta se espriguiçando.- quer comer algo? Eu sai do serviço e passei na loja de coviniência, e comprei algumas besteiras,ja que não sei cozinhar.

- você mora sozinho e não sabe cozinhar? Meu Deus suga.- digo gargalhando.

- suga??

- an...sim é um apelido que te dei- ele fez uma careta- é melhor do que eu te chamava e alem disso combina com você,pois você é muito branco parece neve e seu sorriso e doce.- volto a rir

- e do que você me chamava antes de suga?- disse me fitando curioso.

- de garoto da neve - volto à gargalhar

- é... Suga é melhor que garoto da neve- ele se levanta e vai até a cozinha e volta com uma vasilha cheia de salgadinho e com duas latinhas de refrigerante, ele me entrega uma e coloca a vasilha em cima da mesinha de centro.

Quando vou abrir meu refri ele espuma e cai em cima da minha blusa.

- oh shit, mas que merda MUKATSUKU- xingo como se isso resolveria minha blusa molhada. - vejo suga rir- o que foi??? Fica ai mesmo rindo da desgraça dos outros abestado.

- desculpa, e alem disso não entendo japonês e não sou bom com inglês.

- ta ta, e agora???

- eu te empresto uma blusa minha calma .- ele se levanta e vai até seu quarto e eu o sigo. - seu quarto era arrumado, cheio de posters de rappers e rock.

- você gosta de Eminem??

- sim

- e de artic monkeys?

- amo os dois.

- você tem um ótimo gosto sabia?? Eles são muito fodas. - vou para outro canto do seu quarto e vejo pôster de link Park, e imagine dragons. - você também Curt imagine dragons. E link Park.

- sim, link Park me ajudou muito ele e Eminem me ajudaram a superar quando fui expulso de casa, principalmente Eminem. Sempre que fico abalado ouço eles- ele oega uma camisa e joga para mim- pode vestir essa.

- obrigada, tiro a blusa que estava e vejo o mesmo dar uma olhada e desviar o olhar- afinal por que foi expulso de casa? - digo colocando sua camiseta- pde olhar agora

- por nada, quem sabe mais a frente não te conto mas não agora não hoje.

- então pretende continuar conversando comigo depois desse trabalho?

- hum... Porque não? Afinal agora posso dizer que te conheço ja que me contou um pouco da sua vida.

- e você quase nada da sua.

- minha vida é complicada e falar dela me deixa abalado não quero falar disso OK? - o mesmo ja estava se alterando.

- OK, voi esperar,- fomos para a sala e nos sentamos e começamos a conversar animadamente, suga não é frio, ele so usa isso como escudo, ele é fofo e anteciso e brincalhão quando esta de bom humor.

- sabe retiro o que eu disse de você. - ele fala olhando para a latinha em sua mão.

- o que você disse?

- que você é uma patricinha riquinha mimada, você não é, me desculpe.

-ah! Isso... Eu nem me lembrava mais, mas tudo bem eu nao me importo, ja estou meio que acostumada... Sabe eu não queria ser filha de pais ricos. - me ajeito no sofá.

- por que?

- porquê minha mãe me pressiona muito para eu me casar com alguém que possa administrar a empresa de meu pai ja que eu escolhi a música, mas eu não quero casar forçado, quero me apaixonar sentir as borboletas em meu estômago, senti o calor do amor sabe? - olho para ele e o mesmo assenti. - e também ficar ouvindo que sou mimada.

- olha me desculpe mesmo, eu não tw conhecia muita bem.

- tudo bem suga eu não ligo - me surpreendo por ele começar à rir- o. Que foi..?

- você - e volta à rir.

- eu o que??

- você me chamando de suga.

- aish, eu vou so te chamar assim é fofo e combina com você.

- e engraçado também. - olho no relógio e vejo que demorei de mais.

- suga, eu vou ir, ja demorei muito. - me levanto ajeitando minha roupa.

- eu te levo, não sou frio igual a neve para deixar você ir sozinha e à pé.

- irônico, gostei. Então kajja. - voi até minha bolsa pego a mesma e descemos até o estacionamento.

-chegamos- ele fala parando a moto em frente a minha casa.

- obrigado- desço da moto e entrego o capacete à ele- bom acho que até segunda né.

- É, até segunda, tchau se cuida- ele sai e entro em casa dando de cara com minha mãe.

- quem era o rapaz?

- meu amigo da faculdade. - digo dando de ombros.

- você ficou com ele? - paro imediatamente.

- não mãe,porque acha isso?

- você esta com uma camiseta de homem.

- não mãe eu não dormi com ele, o refrigerante caiu em minha blusa e ele me emprestou a dele, agora se me.... - sou interrompida pelo meu celular tocando, era um número desconhecido.

Ligação on

- alô?

- ah, oiii Hani aqui é o...

- Jackson?

- isso.

- aaa sim.

- então, eu queria saber se amanhã você não estaria disposta à tomar sorvete comigo, claro como amigo.

- claro, aonde?

- amanhã você vê, eu vou te buscar as 14:00 pode ser.?

- claro, vou estar pronta, tchau até amanhã.

Ligação off

Olho para minha mãe e ela estava com um sorriso no rosto na qual ja sei o que significa.

- vai sair com o. Wang amanhã?

- vou mãe.!

- ai que ótimo que vocês estão se dando bem. - disse batendo palmas.

- é acho que sim... - subo para o meu quarto.

                    […]

Acordo com preguiça, e vejo que são 13hrs, é nisso no que dar virar noite vendo séries, me arrasto até o banheiro e tomo um banho para me acordar.

Coloco um vestido basico de dormingo pois será so um almoço, deixo meu cabelo solto mesmo e não estou nem ai. Olho no relogio e ja são 14:02. Ouço minha mãe me chamar.

Pego meu celular e desço vendo Jackson com roupa formal, e uau.

- ooii Jackson.

- pode me chamar de Jack.

- OK, então vamos?

- vamos, até senhora Park.

Jackson para em frente à uma sorvetira toda rosa. Muito " cheguei " .

Ja sentados em uma mesa a garçonete da sorvetira vem perguntar qual sorvete iríamos querer.

- vou querer de chocolate tudo de chocolate, incluindo a cobertura.

- certo- anotou no bloquinhos - e o senhor? - sorvete de morango. - a garçonete sai. - então como sua mãe ficou quando soube que você iria sair comigo.

- ficou tipo " oh my god, " - reviro os olhos.

- ja imaginava, mas me diga você tem namorado.?

- não.

- então gosta de alguém?

- talvez, não sei, aish gosto estou gostando, mas não sei se é recíproco.

- porque? - apenas dou de ombros- ele ainda não enchergou isso, homens são meio lerdos no quesito amor. - rimos.

Ficamos conversando e Jack é legal, ele não tem nenhuma intenção à mais comigo do que amizade notei isso hoje.

- me diverti muito hoje, Jack. - paramos em frente a minha casa.

- eu também, você é muito legal e fala muitoo.

- ha, tem certeza que eu falo muito?

- nos dois falamos.

- deve ser por isso que nos damos bem- dou de ombros - bom vou entrar, até mais Jackson perfect.

- aah, você não vai esquecer isso? - disse fazendo bico.

- não! Não mesmo, tchau - entro rindo muito em casa e logo vejo minha mãe sentada no sofá toda feliz.

- como foi o encontro?

- não foi encontro mãe - tiro meus sapatos. - foi um passeio de amigos.

- sim, claro, amigos! - ela fez uma cara maliciosa na qual so revirei os olhos. - o que achou dele? - disse me seguindo até meu quarto.

- ele é legal mãe - dou de ombros ja entrando no meu quarto.

- e o que...

- mãe, porfavor eu posso descansar? Eu estou exausta depois eu respondo todas as suas perguntas, mas por favor eu quero deitar.

- tudo bem descanse, logo vorei te chamar para o jantar. - e sai do quarto. Aproveito tomo um banho e troco de roupa logo ja me jogando na cama.

Acordo com minha mãe me chamando mas digo que não quero comoda que quero apenas dormir e assim foi.

[…]

Acordo e faço o de sempre, coloco uma roupa básica, e desço para tomar café.

- bom dia mãe, pai- me sento na mesa.

- bom dia- eles respodem junto.

- minha carteira ja ficou pronta?

- querida ainda nao resolvemos isso, estamos ocupados preparando a inauguração.

- hum... - como o restante do café calada, e no caminho a faculdade também vou calada.

Me despeço de meu eu vou à noite entrada da faculdade, dando de cara com jimin.

- bom dia jimin- chego perto dele.

- bom dia Hani. - ele me abraça.

- cade os meninos?

- ainda não che...

- HANIII!!! - ouço a voz do hobi olho Lara trás e vejo ele e os meninos.

- bom dia meninos .

- bom dia Hani- todos falam em uníssono.

- gente vamos para o refeitório acordei atrasado e estou com fome. - jin fala fazendo careta.

- vamos lá - no caminho para o refeitório jimin rodeia seus braços em. Volta do meu pescoço. Olho para o lado e vejo suga, quando vou chamar o mesmo ele sai apressado. Nos sentamos na nossa mesa no refeitório.

- então Hani como foi fazer dupla vom o Min? - nam pergunta.

- foi legal - digo e foi mesmo, suga não era frio como aparentava ele apenas criou esse escudo. Mudamos de assunto e ficamos conversando sobre coisas aleatórias até dar o horário de nossas aulas, em vez de ir para a a sala de auka normal seguimos para a sala de instrumentos.

Entro na sala e suga ja estava la, junto com a professorao professor e alguns alunos, pego e me sento na cadeira ao seu lado.

- bom dia suga. - ele me olha me dando um sorriso bem pequeno.

- bom dia Hani. - ele fala mas volta a prestar atenção no professor de musica e na professora de literatura. 

Foram dupla por dupla, estava distraída quando ouço chamarem meu nome e o do suga.

Fomos até o piano e nos sentamos colocando a musica em nossa a frente. Ele começa tocando os primeiros toques, falando sua parte.

- Nae gieogui guseok

Han gyeote jarijabeun galsaek piano

Eoril jeok jip anui guseok

Han gyeote jarijabeun galsaek piano.

Geuttae gieokhae

Nae giboda hwolssin deo keotdeon

Galsaek piano geuge nal ikkeul ttae

Neol ureoreobomyeo

Donggyeonghaesseone

Jageun songarageuro neol eorumanjil ttae

Geuttae gieokhae

Chodeunghakgyo muryeop

Nae kiga neoui kiboda deo keojyeotdeon geuttae

Geutorok donggyeonghaetdeon neol deunghansihamyeo

Baegok gatdeon geonban geu wi meonjiga ssahyeogamyeo

Bangchidwaetdeon ni moseup

Geuttaedo mollasseoji

Neoui uimi naega eodi itdeun neon hangsang geu jaril

Jikyeosseuni geureonde

Geuge majimagi doel jul mollane

Idaeron gajima you say.

Naega tteonado geokjeongeun hajima

Neon seuseuro jal haenael tenikka

Neol cheoeum mannatdeon

Geuttaega saenggakna

Eoneusae huljjeok keobeoryeone niga

Uri gwangyeneun machimpyoreul jjikjiman jeoldae

Naege mianhae hajima

Eotteon hyeongtaerodeun nal dasi mannage doel geoya

Geuttae bangapge dasi majajwo

Geuttae gieokhae

Kkamake itgo isseotdeon

Neol dasi majuhaetdeon ttae yeollesal muryeop

Eosaekdo jamsi dasi neol eorumanjyeoji

Gin sigan tteonaisseodo jeoldae geobugam eobsi

Nal badajwotdeon neo

Without you I'm nothing

Saebyeogeul jinaseo duriseo hamkke manneun achim

Yeongwonhi neoneun naui soneul nohjima

Nado dasi neol nohji anheul tenikka

Ele cantava e tocava com tanto amor, sia voz estava tão suave que quase perco minha parte.

Começo acompanhá-lo no piano e minha parte na musica.

- Naega tteonado geokjeongeun hajima

Neon seuseuro jal haenael tenikka

Neol cheoeum mannatdeon

Geuttaega saenggakna

Eoneusae huljjeok keobeoryeone niga

Uri gwangyeneun machimpyoreul jjikjiman jeoldae

Naege mianhae hajima

Eotteon hyeongtaerodeun nal dasi mannage doel geoya

Geuttae bangapge dasi majajwo

Geuttae gieokhae

Kkamake itgo isseotdeon

Neol dasi majuhaetdeon ttae yeollesal muryeop

Eosaekdo jamsi dasi neol eorumanjyeoji

Gin sigan tteonaisseodo jeoldae geobugam eobsi

Nal badajwotdeon neo

Without you I'm nothing

Saebyeogeul jinaseo duriseo hamkke manneun achim

Yeongwonhi neoneun naui soneul nohjima

Nado dasi neol nohji anheul tenikka. - na última parte cantamos juntos. - eu estava tao aprofundada no toque em sua voz que so despertei quando ouvi as salvas de palmas para nós.

Nos levantamos e fomos no sentar em nossos lugares, enquanto os professores combinavam a dupla para ganhar o presente, eu ainda ouvia a voz do suga em. Minha cabeça.

- Lembrando que todos foram bem, porem a dupla que escolhemos para ir ao cinema ver o filme tazza uma cartada mortal é... Min Yoongi e Park Hani. - me levanto e vou ate a professora pegar os ingressos. 


Notas Finais


Beijo na bunda até segunda. 😘😘😂😂 thanks pot lerem até aqui.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...