História Forças do Destino - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Itachi Uchiha, Jiraiya, Karin, Kushina Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha, Shino Aburame, Suigetsu Hozuki, Tsunade Senju
Tags Lemon, Mpreng, Romance, Sasunaru, Yaoi
Visualizações 366
Palavras 2.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Cheguei!!!!

Olá pessoas, tudo bem com vocês? Hum, o ultimo capitulo foi bem tenso não é mesmo? Hum, continuaremos com a tensão mais um pouco ok? Mas, mesmo que umas lágrimas rolem por seus rostos continuem acompanhando a fic ok? Rsrsrsrsrsrsrsrs.

Kissus e boa leitura

Capítulo 22 - O que mais me doe!!!


Fanfic / Fanfiction Forças do Destino - Capítulo 22 - O que mais me doe!!!

  

Sasuke ............

 

Não, eu não posso aceitar que ele me deixe. Eu realmente não posso aceita isso – pensei ao estacionar o carro no estacionamento do aeroporto de qualquer forma – Não posso permitir que ele vá em embora dessa forma, não mesmo – pensei decidido enquanto seguia em direção ao guichê de informação o mais rápido que minhas pernas conseguiam.

- Mi scusi, ho bisogno de alcune informazioni (Com licença, eu preciso de uma informação) – pedi a recepcionista – Eu preciso saber onde é o embarque dos passageiros do voo com destino a Londres.

- O embarque está ocorrendo no portão onze, senhor – informou solicita – O voo está saindo daqui a trinta minutos – alertou pensando que eu seria um dos passageiros.

- Grazie (Obrigado) – afirmei correndo em direção ao local informado.

Quando eu cheguei lá estava completamente sem folego, mas, isso é o que mesmos importa no momento. Afinal, eu simplesmente não posso perdê-lo.

- Cadê você Naruto?! Cadê você – perguntei a mim mesmo começando a procurar entre as pessoas presentes no saguão.

Mas, mesmo depois de procurar por uns cinco minutos mais ou menos não consegui encontra-lo. O que consequentemente acabou aumentou mais ainda o meu desespero.

- Droga onde você está Naruto? – indaguei nervoso – Onde você está?

Droga, eu não posso permitir que você me deixe – pensei bagunçando meus cabelos – Não dessa forma, não posso.

- Por gentileza poderia me informar se existe algum outro local de embarque para os passageiros com destino a Londres? – indaguei a um segurança depois de não encontra-lo em lugar algum no saguão – Não estou conseguindo localizar uma pessoa que está prestes a embarcar por aqui.

- O senhor sabe informar se o passageiro já se encontra no aeroporto? – perguntou solicito.

- Sim, ele já está aqui – confirmei ansioso.

- Bom, então, o único local que ele pode estar é aqui no saguão ao na sala VIP, senhor – informou tranquilamente.

- E onde seria essa sala VIP? – perguntei recebendo sua orientação de como chegar ao local – Obrigado, obrigado – me apressei em agradecer antes de sair correndo em direção ao local indicado.

Enquanto corria com destino a essa sala, mil e umas lembranças se passavam pela minha cabeça.... Desde o momento que o conheci nesse mesmo aeroporto, a todas as confusões que ele já me meteu e até mesmo os momentos que ele simplesmente tirou meu folego, apenas com seu olhar ou sorriso direcionados a mim.

- Você não pode me deixar Naruto, você não pode – essa era a única coisa que conseguia passar por minha cabeça no momento – Você simplesmente não pode me deixar assim, não pode.

Assim que cheguei ao local indicado, fui barrado por dois seguranças que estavam na porta da sala.

- Lamento senhor, mas, o acesso a essa sala é apenas as pessoas autorizadas – informou um dos brutamontes.

- O que? – indaguei sorrindo de nervoso – Você não está entendendo, eu preciso falar com uma pessoa que está nessa sala – informei tentando passar por ele.

- Eu já disse senhor, só pessoas autorizadas podem entrar nessa sala – repetiu educadamente se colocando a minha frente.

- Eu vou entrar nessa sala e você não vai me impedir – afirmei irritado começando a gritar por ele – Naruto?! Naruto?! Está me ouvindo Naruto?! – gritei tentando chamar sua atenção – Naruto?!

- Senhor eu peço que se retire ou serei obrigado a chamar a polícia – informou o outro segurança também impedindo a minha passagem.

- Pois, você pode chamar até o Papa que eu estou pouco me linchando – resmunguei tentando escapar de seu bloqueio – Só me faça o favor de sair da minha frente entendeu? – grunhi sem paciência - NARUTO?! NARUTO?! – voltei a gritar assim que o vi me olhar pela a janela de vidro.

Droga garoto, o que você está pensando hein? Porque está fazendo isso comigo moleque?  Como pode aceitar que seu pai te leve embora dessa forma, sem nem ao menos protestar? – Eram as perguntas que eu queria pergunta-lo, mas, enquanto ele me olhava de forma culpada alguém o pegou pelo braço e indicou outra saída da sala.

- NÃO, NÃO, NÃO droga Naruto?! – gritei irritado – Uma ova que você vai embora assim sem me dizer nada entendeu? Eu não vou permitir isso – grunhi empurrando um dos seguranças e saindo correndo em direção ao portão de embarque.

Se eu não pude entrar na sala, também não permitirei que embarque nesse avião, não permitirei – pensei enquanto voltava correndo ao portão de embarque onze.

Quando eu cheguei ao local ele estava prestes a entrar pelo portão de embarque, mas, parou assim que gritei seu nome.

- NARUTO?! – gritei irritado sendo segurado por dois seguranças assim que tentei me aproximar dele – Não vá, por favor – pedi enquanto tentava avançar a distância que nos separava – Fique aqui comigo, não me deixe – pedi olhando em meus olhos – Por favor, não vá embora.

- Sasuke?! – o ouvi murmurar enquanto lágrimas molhavam seu rosto – Eu...eu ..eu realmente lamento, mas, não posso ficar – disse me dando as costas – Esqueça o que aconteceu entre a gente – pediu  sem ter coragem de me olhar nos olhos – É o melhor a ser feito.

O que? Esquecer? Do que você está falando? – pensei em perguntar, mas, não foram essas as palavras que saíram da minha boca.

- Não, não, não diga isso – murmurei irritado – Como acha que eu posso esquecê-lo hein? Como eu posso te esquecer depois de toda a bagunça que você fez na minha vida hein? ME DIZ? – exigi saber – Como pode me pedir para esquece-lo depois de tudo que me fez sentir hein? Como?!

- Naruto?! Entre nesse avião agora – mandou o maldito do pai dele de forma irritada – Pare de testar a minha paciência, está me ouvindo moleque – disse entrando no avião depois de sussurrar algo no ouvido do Naruto que não consegui escutar.

- Naruto?! Naruto?! – voltei a chamar assim que percebi que ele estava obedecendo ao pai e seguindo até o avião – NARUTO?! SOLTEM-ME, SOLTEM-ME – exigi me debatendo para escapar dos seguranças – NARUTOOOOOOOO?! – gritei desesperado vendo o olhar em minha direção e perceber seus lábios de moverem em um pedido mudo de adeus.

- NARUTOOOOOO?! – ainda gritei, mas, era tarde demais ele tinha embarcado. Ele resolveu ir embora sem me dar nenhuma explicação – Naruto?! Naruto?! – me debati tentando passar pelos seguranças para entrar naquele avião e o tirar de lá a força se fosse preciso, porém, mais seguranças chegaram e acabei sendo imobilizado e trancado em uma sala do aeroporto enquanto a polícia não chegava. 

Depois disso, eu fiquei trancado nessa sala por quatro malditas horas enquanto aguardava a polícia. No final da noite eu estava preso e sem o amor da minha vida, mas, o que mais me doe é não saber o que está acontecendo.

- Porque você me deixou hein?  – murmurei ao ver o sol nascer e iluminar a cela da delegacia – Por que Naruto? O que vivemos não significou nada para você é isso? – me indaguei ainda sem acreditar em sua atitude.

- Falando sozinho irmãozinho?! – indagou Itachi me olhando do lado de fora da minha cela – O que você aprontou para parar em uma delegacia em Sasuke?! Não lembro de você ser tão irresponsável assim sabia? – me repreendeu.

- Tem muitas coisas que você não sabe sobre mim – murmurei olhando em sua direção – O que você está fazendo aqui hein?

- Não é obviou? – indagou suspirando – Eu vim te tirar daqui é claro.

- Obrigado – agradeci me sentindo envergonhado.

- Não tem de que – respondeu – Aproveitando o momento, eu preciso dizer que tenho que voltar o mais rápido possível para a Itália Sasuke – afirmou – Você vem comigo ou não? Eu preciso saber agora – informou seriamente.

- Sim, eu vou contigo – afirmei decidido – Mas, antes preciso ir até Londres.

- O que pretende em Londres?! – perguntou curioso.

- Preciso entender algo e a única pessoa que pode me fazer entender está lá – afirmei seriamente – Depois de saber o “porquê” irei com você para a Itália, Itachi.

- Ok, então – concordou.

Eu realmente preciso entender, preciso saber porque me deixou Naruto..... Só assim poderei seguir com a minha vida.

 

Naruto .........

 

Já faz uma semana que voltei para a minha vida de antes – pensei deitado em minha cama – Uma semana que estou longe da fazenda Konoha e de todos que eu aprendi a amar....Incluindo ele, o que será que ele está pensando de mim hein?

Será que me odeia? Que me despreza? – me perguntei em pensamento – Eu sei que não deveria ficar pensando nele, mas, eu simplesmente não consigo esquece-lo é mais forte que eu. E por mais que eu tente me ocupar com as coisas triviais que era acostumado a fazer nada consegue me fazer esquece-lo.

Shopping, compras, baladas e nem mesmo meus antigos amigos conseguem me fazer esquecer o que vivi ao lado dele. Eu sinto falta do seu jeito bruto de ser, da sensação de segurança que só senti em seus braços ou até mesmo da forma como ele conseguia me irritar apenas com uma simples palavra.

- Droga, porque de todas as pessoas do universo eu tinha que me apaixonar logo por você hein? – me indaguei sentindo a vontade de chorar crescer aparecer mais uma vez – Me desculpa Sasuke – murmurei ao lembrar de suas palavras e expressão de tristeza no aeroporto – Me perdoe, meu amor.

- Naruto?! Naruto?! – alguém me chamou interrompendo meus pensamentos – Menino está me ouvindo?! Tem alguém a sua procura Naruto – disse uma das empregadas batendo em minha porta.

- Diga que não estou – afirmei irritado – Me deixe em paz.

- Quer dizer que vim de tão longe para você mentir Naruto?! – indagou uma voz conhecida – Pois, fique sabendo que só sairei daqui depois que conversarmos ouviu bem? Nem adianta tentar me expulsar – comentou sorrindo.

- O que está fazendo aqui em Shikamaru?! – indaguei irritado ao abrir a porta do meu quarto e ver seu sorriso – Vá embora e não volte por favor.

- Uau, posso saber o motivo de toda essa hostilidade hein? – perguntou visivelmente surpreso com minha falta de receptividade – Porque está me tratando dessa forma Naruto?

- Hum?! Você é muito cara de pau mesmo sabia? – perguntei pronto para fechar a porta em sua cara, mas, fui impedido quando ele colocou o pé na frente da porta.

- Hei, o que está acontecendo hein? – indagou realmente surpreso – Porque está com raiva de mim? O que eu fiz para te irritar tanto hein?

- O que você fez? – perguntei de forma sarcástica – Você simplesmente destruiu minha vida, destruiu a minha felicidade é isso que você fez – afirmei irritado – Agora faça o favor de ir embora ok? Eu não quero te ver Shikamaru, eu realmente não quero.

- Do que droga você está falando hein? O que eu fiz? – perguntou mais uma vez.

- Não se faça de desentendido ouviu bem? Isso não combina com você – acusei tremendo de raiva – Que saber? Eu vou ser claro, eu sei que foi você que contou para o meu pai que eu estava me envolvendo com o Sasuke, ouviu? E sabe o que mais me doe? É que eu confiei em você sabia? Eu admiti meus sentimentos, eu confiei em você e você simplesmente me traiu ao contar ao meu pai – acusei respirando ofegante – Você conseguiu estragar a minha vida sabia? Espero que esteja feliz, agora vê se me deixe em paz.

- Eu não disse nada ao seu pai Naruto – afirmou magoado – Como pode pensar isso de mim hein? Como pode achar que eu quebraria a sua confiança dessa forma?

- O que você quer que eu pense hein? Meu pai apareceu na fazenda logo depois que você esteve lá – acusei – Logo depois que admiti o que estava sentindo pelo Sasuke a você e você deixou bem claro que não aceitava o meu romance não é mesmo? Como você quer que acredite em você hein? Porque fez isso comigo? Porque?

- Naruto?! – grunhiu irritado – Eu realmente não estava sem por cento confiante com esse seu relacionamento, mas, eu nunca te magoaria dessa forma garoto, eu jamais contaria para o seu pai algo que prometi a você sabia?

- Não, eu não sei – afirmei irritado – Apenas me deixe sozinho tá legal.

- Ok, eu vou embora – concordou – Mas, acredite em mim nunca te magoaria dessa forma, está me ouvindo?

Não respondi, apenas o dei as costas e voltei para a minha cama. O único lugar onde consigo ficar no momento, pois, aqui consigo lembrar...lembrar dos meus momentos de felicidade, momentos que agora só restam em minhas lembranças.

 

Continua...........

 

 

 

 


Notas Finais


E ai minha gente gostaram do capitulo? Bom, algumas surpresas iram acontecer em breve e a história entra no arco da separação do nosso casal. Então, sejam fortes e acreditem no amor desses dois mesmo a autora fazendo a separação ok?

Kissus e até os comentários.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...