História Force Of Nature - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Backstreet Boys
Personagens AJ MacLean, Brian Littrell, Howie D, Kevin Richardson, Nick Carter
Tags Aj Mclean, Backstreet Boys, Brian Littrell, Howie D, Kevin Richardson, Nick Carter
Exibições 31
Palavras 1.084
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 31 - Try


Dei-me conta do que estava fazendo e afastei-o.

- Por que você fez isso?

- Porque eu sei que você sente algo por mim! - Rodrigo disse, tentando me beijar novamente.

- Para com isso! Quantas vezes eu vou ter que te dizer que somos amigos?

- Fica comigo! O Alex foi embora. Vamos tentar!

- Rodrigo... Eu tenho uma atração por você, mas é só isso! Atração física, nada mais! O que sinto pelo Alex nunca senti e nem sentirei por ninguém. Eu o amo e é com ele que quero ficar. Por favor, para com isso! Não quero ter que me afastar de você, mas não vejo outra saída.

- Eu gosto de você.

- E é assim que você demonstra o que sente? Se aproveitando da minha carência, da minha tristeza? Isso não é gostar, Rodrigo. Você quer entrar em uma disputa besta de homem. Mas saiba que você vai perder. E feio!

- Não é disputa! Eu...

- Por favor, vá embora!

- Espera! Me desculpa! Eu prometo que...

- Você não promete nada! Chega! VAI EMBORA!

Levantei e abri a porta para que Rodrigo saísse. Eu não queria mais que ele estivesse ali, não o queria perto de mim. Por mais que eu tivesse certa atração física por ele, nunca demonstrei e sempre o respeitei. O que aconteceu conosco era passado e não significava nada para mim. Rodrigo saiu e eu bati a porta com ódio. Carla levantou correndo, perguntando o que estava acontecendo porque ouvira o barulho na porta.

- Como é que é?  Ele te beijou? Perdi a melhor parte...

- Não estou achando graça.

- Desculpa. Esse cara não desiste!

- Isso é orgulho ferido porque eu decidi ficar com o Alex. É coisa de homem, orgulho de macho. Que babaquice!

- Vamos dormir?

- Não consigo... Tô pilhada! Vou tomar um banho!

Quando saí do banheiro, Carla estava dormindo. Deitei ao lado dela, me revirando na cama até que adormeci...

Acordei cedo. Eu mal havia dormido, pois ainda tentava digerir a noite passada. Alex se divertindo na balada, Rodrigo me beijando... Confesso que fiquei mexida com o beijo, mas estava com raiva e triste e aquilo não poderia ser levado em consideração.

Levantei e fui para a cozinha fazer um café para mim. Quando peguei meu celular, tinham inúmeras notificações das meninas no nosso grupo querendo saber o que tinha acontecido e por que Alex estava sozinho em Orlando. Mandei um áudio para elas explicando o que tinha ocorrido, pois a única que sabia era Carla. Peguei meu café, sentei no sofá e comecei a procurar mais fotos ou vídeos da noitada de Alex e achei apenas algumas fotos de fãs que também estavam por lá e conseguiram tirar foto com ele. Procurei na conta de Kevin e sua última postagem era do vídeo. Aquilo me deixava um pouco mais tranquila, pois caso Alex tivesse aprontado algo em público, com certeza estaria nas redes sociais. Em compensação, eu tremia com a possibilidade dele ter feito algo fora do campo de visão das pessoas. Não suportava pensar na hipótese de Alex estar nos braços de outra mulher e resolvi olhar suas redes sociais. Ele postou alguns vídeos curtos da balada com Kevin e algumas fotos. Na outra rede, ele postou um vídeo dizendo que tinha sido um dia difícil e cansativo, mas que ele tinha a ajuda de seu amigo Kevin e que ele superaria todos os obstáculos, pois amigos eram para sempre. Aquele vídeo me deixou triste... Alex estava visivelmente abatido – tanto quanto eu – e seu tom de voz estava sério, melancólico... Eu já tinha visto o vídeo várias vez quando Carla acordou.

- Bom dia. Está melhor?

- Bom dia. Não... mal dormi... estou péssima! Ainda mais depois de ver esse vídeo...

- Qual?

Carla foi até a cozinha, pegou uma xícara de café e sentou ao meu lado no sofá.

- Ai, Elaine... tadinho do Alex... olha como ele está abatido! Ele está triste...

- E eu estou o quê? Feliz por acaso?

- A culpa é sua! Que maldade isso! Cara, eu não entendo essa sua cabeça, viu!

- Ai, Carla... por favor...

- É impressionante o poder que você tem de sabotar a sua própria felicidade. Você já fez isso milhares de vezes! Se eu fosse ele, não queria mais saber de você! Ele te ama muito mesmo!

- Ah, muito obrigada pela força!

- Amiga é pra isso! Pra falar a verdade na nossa cara!

- Acho que já estou sofrendo o suficiente, obrigada.

- Sofrendo por uma decisão sua! Você está aqui sofrendo e ele lá, também sofrendo, porque você é uma burra!

Nesse momento, as meninas mandaram vários áudios depois que ouviram o meu. Elas não acreditavam que estávamos separados depois de passarmos dias românticos em Paris. Elas brigaram muito comigo, enquanto eu me sentia cada vez pior. Até que Bya comentou para que eu visse a foto que Alex tinha acabado de postar porque ela não havia entendido. Entrei rapidamente em sua conta e vi a imagem, chorando imediatamente.

- Deixa eu ver... Parece letra de música.

- E é.

Alex havia postado uma imagem com um trecho de uma música do Bryan Adams. Aquela música tinha um significado muito importante para nós, pois da primeira vez em que reatamos, Alex cantou essa música para mim, dizendo que ela expressava o que ele sentia e das outras vezes, ele seguiu o mesmo ritual. A música era "I will be right here waiting for you" e na hora em que vi, entendi o que ele quis dizer.

- "Whatever it takes. Or how my heart breaks. I'll be right here waiting for you". Isso parece um recado. Elaine, é um recado! Ele quer dizer algo!

- Essa música é muito especial pra gente, Carla. Alex sempre cantava pra mim, principalmente depois que reatávamos de alguma separação. Ai... eu amo tanto esse homem...

- Então faz alguma coisa, cacete! Liga pra ele! Diz que você tá arrependida, que quer casar, ter um monte de filhos, sei lá!  Faz qualquer coisa! – Carla dizia exaltada, andando de um lado para o outro.

- Ainda é madrugada em Orlando...

- E daí? Ele está acordado! Fala com ele!

- Não! Vou fazer melhor que isso. Vou ligar pro Juan.

- Oi?! Agora você enlouqueceu de vez...

- Você não imagina o quanto! - Eu respondia, enquanto ligava. - Juan. Hi! I'm sorry to call you so late but I need your help...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...