História Forced marriage - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 8
Palavras 729
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


A imagem de capa é foto da mansão do pai da Melanie

Capítulo 4 - A Grande noite


Fanfic / Fanfiction Forced marriage - Capítulo 4 - A Grande noite


Melanie...

Quando cheguei na casa do meu pai eu vi uma movimentação diferente, haviam vários seguranças e pessoas indo pra lá e pra cá com coisas de festas em mãos, será que iria ter uma festa e não to sabendo? Entrando em casa fui recebida pela governanta Meg, que assim que me viu abriu um grande sorriso, Meg trabalha para o meu pai desde que eu tinha 5 anos, e é claro que eu a considero parte da família por isso.

Meg- Querida Melanie, ai que saudades que eu estava de você, você tem que vir aqui mais vezes, uma vez por semana é muito pouco- disse com voz de criança e fazendo careta, oque me fez ir e da um grande abraço nela.

Eu- Pode deixa que tentarei vir mais vezes, más só se você fizer aquela torta deliciosa de limão pra mim que você sabe fazer- disse com uma cara de pidona.

Pai- Ouvi fala torta de limão?- disse saindo do escritório com uma cara de pidão

Eu- Oi pai- disse indo abraça ele

Meg- Ta bem seus esfomiados eu vou fazer a bendita torta pra vocês- e todos começamos a rir.

Depois disso Meg voltou a cozinha e fui para o escritório com o meu pai.

Pai- Mel hoje vai ter uma grande festa aqui em casa e amanhã sairemos para um dia em família, por isso você só voltara para casa na segunda de manhã- disse se sentando na cadeira

Eu- Tudo bem pai, más provavelmente não vou conhecer ninguém aqui, posso trazer a Liby?

Pai- É claro que sim minha filha, só não se esqueçam que a festa irá ser a traje rigor, te amo- disse saindo do escritório.

 

Fui para o meu quarto e liguei para Liby.

Eu-Oi vaca, vai ter uma festa aqui no papis hoje e é pra você vir, lembrando que é a traje rigor

Liby- Tudo bem cretina, já estou indo para a Mansão Collins- disse rindo- ah e você não vai acreditar, um cara loiro e do sorriso lindo me mando solicitação no facebook e estamos conversando desde ontem- disse super empolgada

Eu-Amiga acho que é o mesmo que me mandou esses dias, más enfim, quero sua felicidade, não se esqueça de vir pra cá.

Liby- Estou indo perua- e encerrou a chamada

 

Logo depois disso resolvi da uma volta no jardim da mansão, estava uma correria que só, estamos no outono, normalmente essa época aqui é mais linda do ano pra mim, estava admirando a beleza quando lembro que essa é minha ultima semana de aula e logo depois disso, irei para a Russia por dois meses com o meu pai para fazer um curso que ele não me falou doque. Sou tirada de meus desvaneios por Meg.

Meg- Menina oque está fazendo, está quase na hora da festa e você está ai parada no mundo da lua e a Liby te procurando pela casa, vai se arruma agora mocinha!- Disse autoritária.

Eu- Ta bem, ta bem, não precisa manda duas vezes

Sai do jardim e fui para o meu quarto, encontrando Liby praticamente pronta, assim que me viu só apontou para a porta do banheiro e entendi na mesma hora. Tomei um banho rápido, porque se não a Liby me mataria pela demora, quando saio vejo minha roupa em cima da cama e fico deslumbrada com aquele lindo vestido, quando olho para o lado a Liby está com o secador em mãos e uma escova.

Eu- Oque que você ta fazendo

Liby- Arrumando você sua lerda- disse me puxando me fazendo sentar na penteadeira.

Ela fez um coque no meu cabelo e uma maquiagem linda em mim, depois me vesti e descemos para receber os convidados, estávamos lindas as duas e todos diziam isso, o incrível era como alguns ficavam incrédulos quando meu pai me apresentava como filha, ouvia muitos dizerem que não sabia que ele tinha uma filha mulher, depois de comprimentar a todos eu e Liby finalmente fomos curtir a nossa noite, estávamos dançando quando meu pai me chama.

Pai: Melanie querida a festa está apenas começando, você terá uma surpresa hoje, afinal, festa na mansão Collins não são a toa- disse sorrindo

Quando ia responder vi um rapaz lindo o abraçando, perai! Era o cara que estava lá em casa, como assim ele tá aqui? Quem é ele? Estava de boca aberta quando ele me olhou, meu pai percebeu e disse

Pai: Melanie minha querida esse é o Taylor, seu futuro esposo.

Eu: Oque? Meu futuro Oque?


Notas Finais


Melanie mal sabe más isso é só o começo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...