História Forced marriage {Imagine Jimin} - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Casamento-forcado, Jimin, Tragedia
Visualizações 39
Palavras 852
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tomara que gostem, nunca fiz uma fanfic aqui, e também é a primeira vez que faço uma do nosso amado Park Jimin.

Kisses😙

Capítulo 1 - O aviso


Fanfic / Fanfiction Forced marriage {Imagine Jimin} - Capítulo 1 - O aviso

Depois de anos fazendo faculdade de Medicina na China eu finalmente voltei a Coreia, minha linda Coreia, rever meus amigos e familiares será maravilhoso, sem duvidas, ver meu irmão e meu pai vai ser a melhor coisa que ja aconteceu após ir a China, pego as malas daquela massarela onde passam as malas e saiu do aeroporto, vi uma limusine na frente com a sigla J.S, que ja sabia quem era.

-Jung Simon - sorri e corri ate meu pai e dei um abraço nele, logo depois do outro lado Hoseok saiu todo estiloso.

- Não vai dar um abraço no seu irmão mais velho S/n? - ri e fui ate ele e o abraçei, meu pai mandou o motorista colocar as malas atras e assim fez

- Srt.Jung é bom vê-la novamente, vê-la com o jovem mestre me faz lembrar de quando os vi quando pequenos - sorrimos e eu me afastei um pouco do Hoseok

- Oh vovô (ele não é o avô deles) - bati de leve nas costas dele e eu e Hoseok entramos

-Pode dirigir Kwon - disse meu pai batendo de leve no ombro do Kwon que levou-nos a nossa casa, ou melhor mansão

- Aqui não mudou nada - sorri olhando para o lugar, Kwon colocou o carro na garagem e eu, Hoseok, papai, e o senhor entramos na casa, subi correndo para meu quarto e vi que nada mudou

- Nada mudou - sorri boba vendo meu quarto que era de adolescente, senti Hoseok colocar o braço em torno do meu pescoço

-Papai ate queria mudar, mas eu não deixei, seria melhor você decorar do jeito que quisesse - o maior abriu um lindo sorriso

- Obrigada Oppa - o abraçei encarando o quarto.

- Faz tanto tempo que não ouço essa palavra, sempre é "Hyung" ou "Senhor Jung" - Ri e em sentei na cama- Tenho que ir mocinha, trabalho me chama - fiz bico e ele riu - Volto depois

- Promete? - ele concorda

- Prometo! - ele juntou os pés

- Não fica como naquele dia, a madrugada toda trabalhando - me levantei o olhando

- Não vou, eu deixei algumas coisas para ir te ver, tchau baixinha - ele bagunçou os fios do meu cebelo antes de sair do quarto e provavelmente deixar a casa, me levantei e fui ver meu closet que estava com algumas roupas que tinha deixado, maioria das minhas roupas da mala são que comprei na China, peguei um moletom e uma calça leggin e entrei no banheiro e tomei meu banho, é bom ver que vou ver meus amigos novamente, inclusive meu melhor amigo.

Terminei meu banho e coloquei a roupa que tinha pegado, sai do banheiro com a toalha secando meus fios, desci as escadas e fui a cozinha e peguei uma maçã.

- Saldade de roubar comida cozinha? - ri e assinto - Filha, eu tenho que te falar uma coisa, sabe que o papai faz muita parceria por ter uma empresa famosa na Ásia ariental certo? 

- Sim, mas por......

- Vou explicar, eu fiz parceria com outra empresa que é famosa em toda Coreia do Sul e China, e nós queremos que isso se transforme em uma empresa só, ja que as duas são famosas, e então alguem terá que casar.

- O senhor vai casar? - ele nega - Hoseok vai casar? - ele nega - Eu vou casar? - esperarei sua resposta e ele assentiu - Paai

- Desculpa mas era o único jeito, mas se quiserem não precisam viver como casal, mas para a mídia - suspiro e me sento na bancada

- Serio isso pai? -ele assente

- O nome do jovem é Park Jimin, tem 22 anos (idade coreana) e.....

- Pera ai, eu vou chama-lo de Oppa? - ele concorda, joguei o resto da maçã no lixo e me sentei na cadeira que tinha em um pequena mesinha

- Desculpe minha linda, mas ja esta marcado o dia da visita deles aqui em casa

- Você ta me usando, para ganhar dinheiro?  - me levanto e ele suspira

- Não é isso S/n, eu apenas fiz uma parceria e você tem que....

- VOCÊ ME VENDEU! - lagrimas começaram a rolar em meu rosto, como ele podia fazer isso?

- Eu não te vendi - ele se vira para sair - E ja esta avisada, daqui a uma semana eles vão vir para lhe conhecer

- Não quero saber - sai dali batendo em todo obstáculo que tinha, mas a única coisa que queria era chegar no meu quarto. A chegar la fechei a porta e me deitei na cama, ouvi a porta se abrindo porém não virei - Sai daqui

-Sou eu S/n - Hoseok se sentou na cama, eu me virei pra ele e o olhei - Você ja sabe ne?

- Você sabia? Hoseok, você sabia que eu vou ser vendida?

- Não é vendida é apenas - me sentei na cama

- Você também? Sai daqui por favor, quero ficar sozinha - me viro novamente olhando a janela

- Isso não vai mudar, mesmo com birra,  o tempo bebê do papai ja passou S/n Jung - ele se levanta e ouvi a porta se batendo.

~ Minha vida não vai ser a mesma ~



Notas Finais


Gostaram? Querem mais? Deixem os comentários e.....

VAMOS DAR AMOR A WANNA ONE E AO SAMUEL obg🌚❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...