História Forest of Fears - Capítulo 28


Escrita por: ~ e ~Gaby_Tavares

Postado
Categorias Ed Sheeran, One Direction, Zayn Malik
Personagens Ed Sheeran, Harry Styles, Josh Devine, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Abo, Alpha, Beta, Bottom, Hentai, Larry, Larry Stylinson, Ned Shoran, Ômega, Romance, Tops, Yaoi, Ziam Mayne
Exibições 145
Palavras 1.957
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey gente, desculpas por não ter postado antes.
Boa leitura!

Capítulo 28 - Aceito


Fanfic / Fanfiction Forest of Fears - Capítulo 28 - Aceito


Point of view - Autora 
    As semanas se passaram num piscar de olhos, os dias pareciam não ter horas e o prazo de Simon estava cada vez mais perto, já era 23 de Dezembro e Louis não havia tomado a decisão que mudaria sua vida. Passar um tempo com os amigos e Harry ajudavam a esquecer sobre isso, mas no momento que Louis ficava sozinho a pergunta vinha a tona: perder a chance de sua vida, conhecer seus dois outros irmãos ou deixar sua família, amigos e planos que fazia a tempos? Aguentaria deixar Harry, o amor da sua vida? E se o convidasse para ir com ele? Harry deixaria sua família para seguir um sonho que nem era seu? A decisão estava tomada, ele diria não, não se mudaria para Geórgia, venderia suas ações e seguiria seus planos desde o início. Discou o número de Cowell em seu celular e esperou alguém atender:
    "Alô?"..."Louis?"
    E por um momento a mente de Tomlinson se tornou pura confusão e deu a resposta:
    - Eu aceito. 
    "O quê?" Simon não acreditava no que ouvia. 
    - Eu vou assumir a empresa, me mudarei para Geórgia.  - suspirou ao terminar a frase. 
    "Você não tem noção de como estou feliz." soltou uma leve risada do outro lado da linha "Ah, Louis. Temos tanto o que conversar"
**
    Louis estava sentado em uma sorveteria com Harry, Brad e Tristan, haviam deixado Esteven brincando com as outras crianças enquanto Felicite e Charlotte tomavam conta deles, o Ômega menor iria contar a notícia, só estava esperando o momento certo, convidaria o namorado para ir consigo e torcia com todas as forças para que ele aceitasse. 
    - E então, Louis. Pensando muito sobre a carta? - perguntou o primo Lúpus com um pequeno sorriso. 
    - Muito, ultimamente tenho dormido pouco pensando sobre o assunto. - suspirou deixando os olhos caírem sobre seu colo, era agora - Mas eu já resolvi isso.
    - Como assim? - Harry virou-se para o namorado tirando o braço de seus ombros para poder olha-lo melhor - Você já decidiu se vai ou não para Geórgia? 
    - E-eu... - gaguejou sem ter coragem de olhar o maior, seus olhos se encheram de lágrimas e ele completou com a voz falha e baixa - Eu aceitei.  
    - V-você aceitou? - a pergunta ficou no ar, sem resposta, mas não precisava já que todos haviam entendido bem, os primos resolveram não comentar sobre o assunto já que aquilo era entre o casal.
    - Hazza... 
    - Você vai me deixar? Vai acabar com todos os nossos planos? - o tom de Styles já estava alterado, ele já estava alterado - Do que valeu as declarações? Todo o amor que demonstramos sendo que na primeira proposta você foge? Eu não acredito. 
    - A-amor, você n-não entendeu... - Louis tentou se pronunciar já derramando as lágrimas que reprimia. 
    - Não me chame mais assim. - resmungou se levantando - Por favor, não fale mais comigo. 
    Foi a única coisa que Harry disse antes de se retirar da sorveteria deixando Louis o olhando embaçado por conta das lágrimas, Tristan não sabia se ajudava o primo ou corria atrás do Lúpus que saia furioso pela rua.
    A mente do Ômega rodava cheia de inseguranças e dúvidas, Styles não o havia deixado falar, ele achava que Louis o deixaria e isso era a coisa mais ridícula do mundo, Tomlinson era loucamente apaixonado por Harry. Mas as coisas não ficariam assim.
**
    Louis estava embolado em suas cobertas durante o dia do seu aniversário, depois da discussão com Harry, o Ômega chegou em casa tentando disfarçar o choro e se trancou em seu quarto até o dia seguinte, ninguém havia o visto no café da manhã e muito menos no almoço, o garoto não sentia fome e muito menos vontade de levantar da cama. Quinze para as sete da noite e alguém finalmente bateu na porta, assustado com as batidas, Louis levantou, enrolado em um cobertor, destrancou a porta e deu de cara com Felicite e Charlotte horrorizadas com o estado do irmão, entraram feito furacão empurrando o jovem para dentro e trancando a porta logo em seguida:
    - Louis, você está horrível. - Felicite colocou uma das mãos na testa analisando o desastre. 
    - O que houve com você? - Lottie questionou. 
    - Eu e Harry tivemos uma briga horrível. - respondeu olhando para suas mãos sentindo o peito apertar e seus olhos encherem de lágrimas. 
    - Oh, não fique assim. - a loira acariciou os cabelos bagunçados do mais velho - Tenho certeza que ele virá hoje de noite. 
    - Por que viria? - questionou impedindo as lágrimas de descerem. 
    - Louis, esqueceu da sua festa de aniversário? - o rosto do Ômega se tornou pura confusão com a pergunta deixando as irmãos espantadas.
    - Ah, ele esqueceu. 
    - Que festa? 
    - Aquela que nas duas últimas semanas a mamãe e nós duas vinhamos planejando para você. - comentou Fizzy - Que você concordou com tudo. 
    - Eu não me lembro. - bufou balançando a cabeça. 
    - Claro, ultimamente tem estado no mundo da lua. - a loira revirou os olhos azuis - Mas não importa, viemos aqui te ajudar a se arrumar. 
    - E-eu não quero f-festa. - gaguejou encolhendo os ombros. 
    - Não invente, Louis. Está tudo pronto no quintal de casa, todos os convidados estão para chegar. Não vai fazer com que nós cancelemos tudo. - Fizzy cruzou os braços e por um momento o garoto percebeu que seria injusto com todos que trabalharam na festa. 
    - Tudo bem, teremos festa. - tentou soar animado e as duas comemoraram. 
    - Agora vamos te aprontar para ficar mais gostoso que já é. - brincou a mais nova. 
    - E agarrar seu boy. - as irmãs riram da careta do mais velho e então Lottie corrigiu o final - De novo. 
**
    O lugar estava lindo, talvez lindo não fosse a palavra para descrever aquele jardim. Realmente Jay e as Ômegas haviam feito um ótimo trabalho já que tudo estava impecável; na entrada do local havia um arco de flores brancas, as preferidas de Louis, a iluminação era composta basicamente de velas dando ao lugar um ar romântico, várias mesas estavam espalhadas pelo gramado, todas elas cobertas por panos brancos e verdes -que lembravam muito os olhos de Harry - um lugar a direita perto da casa foi reservado para colocar os vários presentes, uma lista de dança improvisada foi posta entre as mesas e as caixas de som e o que parecia ser uma mesa para o DJ. Sem contar com a ajudinha das estrelas extremamente brilhantes no céu. 
    Os convidados estavam espalhados por todos os lugares, podia ver o pessoal da sua antiga turma, Jade, Perrie, Taylor, Camilla, Lauren, Ally da sorveteria que ainda estava no segundo ano, Jesy, Anne, Normina, Dina, Luke e Mike abraçados conversando com Ash e Calum. Percebeu encontrar Troye e Shawn que felizmente haviam assumido o namoro, Nick estava sentado perto de Charlotte juntos de Josh. Felicite conversava com Eleanor, uma garota da sua turma, legítima Beta, mas Louis pôde perceber um garoto, provavelmente o famoso Connor. A família Styles estava na entrada, de frente era visto Robin com Anne ao seu lado, logo atrás vinham Louise, Kendall e Kylie e Gemma segurando Lux, Brad, Tristan e segurando a mão dos pais, Esteven. Mas, o problema era, Harry não estava no meio. O coração de Louis pareceu se despedaçar e sua cabeça doía, não queria acreditar que o Alpha não estaria no seu aniversário ao seu lado. 
    Por obrigação, o Ômega andou até a Família Styles com um de seus melhores sorrisos, mesmo que a única coisa que queria era de trancar em seu quarto e afundar em lágrimas. 
    - Louis, querido! - Anne o abraçou forte e sorriu gentil - Parabéns, e você está lindo. 
    - Obrigada, Anne. - sorriu e segurou a pequena lembrança que a mulher segurava. 
    - Sua família caprichou na decoração, está tudo realmente lindo. - comentou se distraindo com o lugar. 
    - Hey, garoto. - Robin riu apertando seu ombro em forma de cumprimento e deixou um beijo em sua testa - Está ficando velho. 
    - Infelizmente. 
    - Ah, deixe essa negatividade de lado. 
    - Lou! - Gemma e Louise se aproximaram com Lux - Meus parabéns, garoto. 
    - Obrigada, Gemma. 
    - Feliz aniversário, Lou. - a Ômega o abraçou, mas assim que se separaram percebeu os olhos azuis totalmente ré tristes - Não fique assim, meu amor. 
    - Estou tentando. 
    - Parabéns Louis! - Kendall riu abraçando o Ômega que sorriu, mas murchou assim que viu Kylie. 
    - Parabéns. - a Ômega disse jogando os cabelos para o lado e saindo de perto do aniversariante. 
    - Não ligue para ela, está tudo lindo. - comentou a Beta.
    - Loooooouu! - um coisinha loira agarrou sua perna enquanto tentava falar se embalando com as palavras. 
    - Esteven! - se agachou para abraçar o menor. 
    - Palabéns'. - riu deixando um beijinho estalado na bochecha de Louis que sorriu com o ato. 
    - Obrigado, anjinho. 
    - O Harry tá vindo. - sussurrou como se fosse um segredo. 
    - O quê? - os olhos azuis se arregalaram surpresos com a notícia. 
    - Não pode conta, ta bom? - colocou o dedinho nos lábios em forma de silêncio. 
    - Est! - repreendeu Brad assim que percebeu sobre o que o filho falava. 
    - Parabéns, Louis. - desejou Tristan e abraçou o primo logo seguindo o filho que corria para a mesa de doces. 
    - Brad, do que o Esteven estava falando?
    - Eu não sei de nada. - levantou as mãos em forma de rendição se afastando de Tomlinson. 
    - Bradley. 
    - Tchau, Lou. 
    E ali estava o Ômega olhando para o caminho que os primos haviam feito, sem resposta e cheio de perguntas. Pensou em ir atrás deles, mas sabia que não receberia resposta alguma, foi quando sentiu aquele cheiro maravilhoso, aquele cheiro de Alpha misturado com perfume importado, sabia exatamente de quem era e de onde vinha. Olhou para a entrada de flores, o mundo pareceu parar quando o verde encontrou o azul, e realmente tudo parou já que todos olharam para o casal e era quase impossível não perceber a energia e o amor entre eles. 
    As pernas pequenas de Louis pareciam se mover por conta própria e ele só sabia que estava correndo para os braços da pessoa que ele mais amava, já Harry andava no objetivo de ter a pessoa amada nos braços, poder toca-lo e senti-lo novamente. E os corpos colidiram e todos sentiram aquele choque como se as coisas estivessem no seu definitivo lugar. Os braços do maior abraçaram a cintura fina do Ômega que agarrou o pescoço do Alpha e não queria largar, por mais que eles só tenham passado um dia separados a saudade não cabia em seus corações. 
    - Louis, me desculpa. 
    - Shhh. - sussurrou com a voz trêmula - Eu quem devo desculpas, não te expliquei direito. 
    - Não tem que explicar, você pode ir. Nós daremos um jeito, mas eu vou estar do seu la... - Harry começou a falar, mas Louis o interrompeu com a frase:
    - Harry, quer se mudar comigo para Geórgia? 
    Tudo parou, mas ao mesmo tempo a cabeça de Styles fervilhou e ele só sabia concordar, depois lidaria com sua mãe. Já era maior de idade, sem dúvida iria para onde Louis quisesse. 
    - Mas é claro que eu aceito. - agarrou a cintura do namorado e o girou no ar, estava radiante, não deixaria o amor da sua vida. 
    - EU TE AMO, HARRY! - gritou no meio de todos que urraram animados. 
    - EU TE AMO, LOUIS!


Notas Finais


Não se esqueçam de comentar e favoritar! Conto com vocês.
Kiss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...