História Forever - Imagine Baekhyun - EXO - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Exo, Imagine, Kai, Lay, Suho, Xiumin
Visualizações 255
Palavras 1.358
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores! Era pra esse capítulo ter sido postado mais cedo mas n deu tempo, espero n se importem
Boa leitura :3

Capítulo 5 - New Competition?


Fanfic / Fanfiction Forever - Imagine Baekhyun - EXO - Capítulo 5 - New Competition?

 

- Ele disse que você fingiu ser a namorada dele e Sunhee acreditou, é sério isso? - Sook comentou rindo, depois de ter conversado com Chanyeol 

- O que eu não faço por você, né? 

- Você sabe que ela poderia ter descoberto que era mentira. Eu não confiaria muito em você como atriz. 

- Qual é o problema de todo mundo, falando que não sei atuar? Eu sou boa sim, afinal ela acreditou ou não?

- Mas no caso dela, ela é burra. 

- Eu ainda vou provar que sou boa em atuar. - Eu sei que sou, só falta o resto dessa gente desalmada acreditar - E me conta, o que ele tanto falou?

- Ele me disse que queria pedir desculpas pelo que ele fez e... - ela sorriu e abaixou a cabeça - Me chamou para um encontro! - dei um grito de alegria por ela. Eu queria ter sorte no amor como ela, de qualquer forma, eu tô muito feliz.

- Acho que vocês formam um lindo casal. 

(...)

O intervalo começou e eu ainda estava pensando no que ele quis dizer naquele bilhete, se sou "igual as outras pessoas".

- Amiga, pode ir, eu não vou poder ficar  no pátio com você hoje. - eu disse para Sook

- Por que?

- Segredo. - pisquei

- Acho bom você me contar depois, hein. 

- Posso pensar. - ela negou com a cabeça foi em direção à cantina

Comecei a andar, dessa vez sem pressa à procura dele. Andei pelo pátio inteiro e já soube que ele não estava lá. Por que ele tem que ser tão difícil? 

Eu não sou uma pessoa que desiste fácil. Comecei a andar dentro do prédio da escola, entrei nas salas do primeiro andar e nada. Pensei que ele poderia estar na sala dele, sozinho. Fui para o segundo andar e entrei na sala do segundo ano e logo vi algo, ou alguém. Tive que entrar para saber.

- Oi? - entrei e fechei a porta. A pessoa levantou a cabeça, parecia estar lendo um livro. Me arrepiei ao vê-lo novamente. Estava com saudades de uma pessoa que mal conhecia. Era ele mesmo!

- Oi!

- Você passa o intervalo na sala de aula?

- Eu não gosto muito de ficar lá em baixo. Tem muita gente - deu de ombros e voltou seu olhar para o livro - Se quiser se sentar, pode sentar do meu lado. - sentei na cadeira que estava em seu lado e ele me olhou e sorriu. Que sorriso! Sorri sem graça de volta.

- Então... Agora que nos reencontramos, qual é o seu nome?

- Baekhyun. O seu é (s/n), né?

- Como você sabe?

- Você escreveu no bilhete. - É claro, (s/n), sua burra!! 

- Me desculpa, eu tinha esquecido...

- Não tem problema. - ele disse e ficamos no silêncio. O que eu falo agora?

- Você tem amigos?

- Não...

- Como não? Você é tão lindo, nenhuma menina dá em cima de você? - Depois me dei conta do que falei. Eu nunca deveria ter aprendido a falar quando era pequena, para evitar falas como essa. Ele corou

- Ninguém nunca me disse que sou bonito, na verdade. - abaixou a cabeça. Ou essa gente é cega ou tem algum problema grave de visão. Prefiri não falar mais sobre isso para não deixar ele sem graça. Nem deveria ter entrado no assunto. 

- Você vai na viagem do colégio?

- Não tem por quê eu ir. 

- Você iria se divertir, eu acho.

- Mas tem que dividir o quarto com outra pessoa, e eu acho que não irei me dar bem. Ninguém parece saber que eu existo. 

- Eu posso ser sua amiga! E para não se sentir sozinho, podemos pedir para eu dividir o quarto com você... Se você quiser.

- Sério?! - levantou a cabeça e fez uma cara de surpresa. - Quer dizer, você seria minha amiga? - ele falou um pouco envergonhado 

- É claro que sim, e você pode conhecer os meus amigos também.

- Quem são seus amigos?

- Eu acho que alguns deles estudam na sua sala. Tem a Sook, minha melhor amiga, acho que você iria gostar dela. - ele assentiu -O Xiumin, o Chanyeol, o Kyungsoo, Jongin... 

- E-espera... Você é amiga deles?

- Sim, você os conhece?

- E-eu... Me desculpe. - ele abaixou a cabeça - Eu acho que seus amigos não gostam de mim. Se você começar a falar comigo, tem chance de não ser mais amiga deles. Não quero que isso aconteça. Por favor, vai embora.

- Mas por que? Eles fazem alguma cosia para você? - logo depois o sinal tocou 

- Volta para a sua sala!

- Baekhyun, quero que me explique! O que eles fazem para você?! 

Ele se levantou rapidamente e pegou minha mão, me puxando para fora da sala.

- Me segue. - ele soltou minha mão e subiu todas as escadas até chegar no topo do prédio. Nunca tinha ido lá. Tinha um banco então sentamos.

- Não se importa em matar aula? - perguntei

- Nem um pouco.

- É que... Você parece nerd. - (s/n), para de falar tudo que você pensa sobre os outros!! Já é a segunda vez!

- Não é porque eu sou quase invisível aqui que sou nerd... Mas, tudo bem se você matar aula?

- Tudo, só acho que Sook vai ficar preocupada mas depois eu explico para ela. Agora, me fala o que os meninos fazem com você?

- Eu só quero que não fale mais comigo, entendeu? Se não quem vai se prejudicar é você. Pelo menos se falar comigo perto deles.

- Não vai me falar o que eles fazem?

- Não 

- Isso soou um pouco grosso.

- Não vai dizer que você se importa.

- N-não, tudo bem. Eu entendo você. Mas se eu ficar sabendo que eles maltratam você, que fiquem sabendo que tenho duas mãos para dar na cara de cada um. - eu disse e ele riu

- Isso seria engraçado.

De repente ouvimos passos de alguém subindo a escada, vindo em direção à onde estávamos. Se for algum monitor da escola, nossa passagem para a diretoria já está garantida. 

- Vem! - sussurrou e me puxou para trás do banco 

Ficamos agachados e como o espaço era pequeno, ficamos em uma distância mínima e muito perigosa. Nossos corpos já estavam se encostando, só faltava alguns centímetros para os rostos também. Engoli em seco e tentei controlar a minha vontade de beijá-lo. Não vou mentir, eu estava quase. 

Olhei pelo buraquinho que tinha no banco e vi que era uma faxinera, que no caso nunca tinha a visto na escola. Ela parecia jovem e bonita. Quando Baekhyun a olhou, levantou no mesmo instante. 

- Yumi! - Está acontecendo o que eu to pensando? - (s/n), pode levantar. A Yumi não vai nos dedurar, não é? - ele me ajudou a levantar e foi até ela, a abraçando.

- E aí, Baek? - Quem além de mim tem uma faxineira na escola jovem e bonita e ainda tem cara de quem vai ser sua concorrente? - Oi! - ela acenou para mim 

- Oi. - Depois disso não sei se pretendo ser gentil com ela. Ciúmes? Não sou assim. Eu acho.

- Parece que não se conhecem. Yumi, essa é a (s/n) e, (s/n) essa é a Yumi. - forcei um sorriso para ela

- Ela é sua nova amiga? - ela perguntou 

- É, eu acho que sim...

- Ah que bom! - isso é ser falsa. A palavra "falsidade" tava estampada na cara dela

- Baekhyun, você disse que não tinha amigos na escola. - tive que perguntar, mesmo tendo que tentar esconder meu pequeno ciúmes 

- Foi mal (s/n). Agora você sabe... eu e ela nos conhecemos a muito tempo - ele disse apoiando o braço no ombro dela

O sorriso dela para mim eu traduzi como: "Você não tem chance nenhuma"

- Foi bom conhecer você, mas acho melhor eu voltar para a aula, minha amiga deve estar me esperando. Tchau! - andei depressa até as escadas. Não sou obrigada e ponto final. 

- (s/n), espera aí! - gritou Baekhyun e ignorei ele, continuei descendo a escada.

 -----^^----- Sem olhar para trás fui andando até sentir ele pegando meu braço, me impedindo de andar mais um passo. -----^^-----

















Notas Finais


Finalmente o reencontro com o nosso amorzinho Baek s2
Hmm, coisas já estão rolando hehe
Desculpa pelo capítulo dnv, a mesma coisa do anterior, escrevi com um pouco de pressa mas me esforcei o máximo pra ficar bom. Desculpem dnv pq eu tô escrevendo capítulos pequenos, os próximos vou tentar aumentar.
Espero q tenham gostado mesmo assim,,♡♡
Bjsk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...