História Forever - Capítulo 65


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jogos Vorazes (The Hunger Games)
Personagens Katniss Everdeen, Peeta Mellark, Personagens Originais, Primrose Everdeen
Tags Jogos Vorazes
Exibições 36
Palavras 773
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 65 - Dia


Fanfic / Fanfiction Forever - Capítulo 65 - Dia

Pov kat

Se passaram 4 meses. Estou com 22 semanas, 5 meses. Hoje para uma ultrassonografia e Peeta vai junto. Estou um pouco nervosa. Acordei de madrugada com vontade de comer um pão assado com queijo cheddar e uma bela Coca-Cola. Peeta achou loucura já que estava de madrugada e disse que eu ia passar mal. Mass eu não tinha culpa já que estava morrendo de vontade.

No momento são 10:30. Não vamos pra empresa hoje. Ficamos meses preparando um seminário sobre empreendedorismo. Peeta virava noites preparando e eu era a mesma coisa. Hoje eu estou terrivelmente cansada mas daqui pra de tarde posso estar melhor. O seminário começa às 17:30 e não pretendo atrasar.

Tomei um café reforçado e Peeta me fez ficar deitada no sofá. Aproveitei pra assistir algum filme na netflix. Escolhi Truque de Mestre e fiquei assistindo. E manhã passou... devagar. Na hora do almoço eu e Peeta saímos para almoçar em um restaurante aqui perto. Depois passamos nossa nova casa. Pois é. Compramos uma casa em um condomínio. Uma casa linda. Uma sala grande, piscina, 5 quartos sendo todos suítes, uma cozinha ampla, uma sala de jantar, dois banheiros sociais, uma garagem que cabe os dois carros e mais algumas coisas. Enfim. Eu falei pra ele que não precisava de tudo isso mas ele insistiu porquê teríamos maiss filhos. Disse que quer quatro filhos, dois meninos e duas meninas. Eu falei pra ele que precisaríamos de uma babá pra tanta criança e ele falou que não tinha problema.

Depois que voltamos pra casa do almoço fomos pro quarto e ficamos deitados na cama assistindo TV. Eu estava abraçada com Peeta e ele fazendo carinho em minha barriga.  Até que eu sinto um chute leve. No mesmo instante me assusto e sento na cama. Peeta me olha preocupado e senta na cama

- O que foi amor??

- O bebê... ele chutou...

Os olhos dele começam a brilhar e eu começo a chorar. É quando realmente se dá conta de que tem um serzinho dentro de você, que vai precisar de todo amor e carinho que você puder dar. Peeta me abraçou. Estava emocionado também. Ele afastou e colocou a mão sobre minha barriga. Assim que fez isso o bebê chutou novamente. Ele riu. Uma risada tão gostosa. Eu ri dele. Estava todo besta. Ele beijou várias vezes ninha barriga e passava a mão. Depois veio até meu rosto e o segurou com as duas mãos e me deu um beijo demorado. Eu nunca esqueceria esse momento. Depois deitamos novamente e ele continou a alisad minha barriga. Eu sentia como se tivesse borboletas em minha barriga voando de um lado pro outro. Era uma sensação gostosa. Lembrei do dia em que descobrimos o sexo do bebê. Um menino. Peeta chorou junto comigo no consultório. Um menino é tudo o que ele quer. Sinto que vamos ser uma família feliz.


 {Horas depois...}

Depois de tomados banho e devidamente arrumados, eu e Peeta saímos de casa e seguimos pra empresa. Peeta estacionou perto do elevador. Subimos pro salão e estava tudo arrumado. As pessoas já estavam chegando e indo nos cumprimentar. Nossos amigos também chegaram e Peeta fez questão de falar que o bebê tinha chutado e eles disseram que depois deveríamos marcar uma encontro com todo mundo reunido.

Depois de quase uma hora de apertos de mão, sorrisos e pessoas me dando parabéns pelo bebê nós conseguimos começar o seminário. Apenas fizemos a abertura juntos. Depois desci do palco e me juntei a meus amigos na primeira fila e fiquei olhando Peeta falando. Ele estava concentrada e olhava direto pra mim. Depois ele terminou e passou para Finnick e depois para um administrador.

A palestra foi bem interessante. Fez uma dinâmica bem interessante com duas pessoas da plateia e falou de maneira bem clara sobre o mercado de trabalho. Tudo isso foi acabar quase meia-noite. Ele falou bastante. Eu estava cansada, com fome e com sono. Ao final Peeta subiu ao palco para encerrar e depois liberou a todos para irem. Ficamos até todos terem ido embora. Eu fiquei sentada em um banco enquanto as pessoas passavam por mim se despedindo e eu forçava um sorriso. Tudo que eu queria era deitar em minha cama e dormir até...

Quando todos já tinham ido embora, eu e Peeta partimos pra casa. Eu fui quase dormindo no carro. Quando chegamos em casa, larguei minha roupa em algum canto do quarto, tirei a maquiagem, escovei os dentes e me joguei na cama. Nem vi que horas Peeta veio deitar mas sei que ele me deu um beijo de boa noite e entao logo adormeci. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...