História Forever - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Drama, Forever, Mistério, Romance
Exibições 2
Palavras 794
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Gente desculpa a demora pra postar, sei que faz quase um século que não posto, mas não tive tempo pra escrever, espero que continuem acompanhando, comentem o que acham, favoritem, bjs.

Capítulo 3 - Desespero


No capítulo anterior:

Vou pro dormitório pra pegar minha bolsa e a Camila chega toda roxa e com a roupa suja de sangue. Fico desesperada.

- Camila, o que aconteceu com você?

[...]

- Amiga, aconteceu uma coisa horrível... – Camila fala chorando.

Khat: Calma amiga, toma uma água e me conta o que aconteceu, estou preocupada com você.

Camila: - Ontem na festa, eu tava ficando com um cara muito lindo...

Flashback Camila:

- E aí gata, será que a gente pode ir pra um local mais reservado?

Camila: - Onde você quer chegar?

- Que tal a gente ir pro meu apartamento, não fica muito longe daqui...

Camila: - Alguém está animadinho hein...

- Você é muito gata e é um desperdício ficar aqui no meio de todo mundo quando a gente pode fazer coisa melhor. Você não acha?

Camila: - Olha não é uma má ideia, mas você nem me falou seu nome ainda.

- Meu nome é Heitor.

Camila: - Que interessante, eu sou a Camila, muito intrigante você Heitor, vamos sair logo daqui.

Vamos ao estacionamento, Heitor pega seu BMW e saímos até chegar em seu prédio.

Camila: - Por aqui é bem calmo né, você é tão misterioso mas isso te deixa mais interessante ainda.

Heitor: - É que eu gosto de calmaria, não gosto de lugares com muitas pessoas, isso me deixa um pouco agitado...

Camila: - Não gosta de lugares com muitas pessoas e tava numa festa? (Rio)

Heitor: - É que algo me dizia que naquela festa tinha alguém que me interessava, se é que me entende.

Vamos subindo pro seu apartamento e Heitor me puxa para mais perto e começa a me beijar, me coloca contra a parede e começa a tirar meu vestido, logo vou tirando sua camisa e ele me beija com mais intensidade. *Seu celular toca*

Heitor: - Desculpa, mas eu tenho que atender.

Camila: - Se é tão importante assim, atende, mas isso tá estragando o momento.

Heitor: - Pode deixar que o momento vai ficar melhor ainda depois dessa ligação.

Camila: - Ui, assim espero.

*Heitor sai e eu fico no seu quarto, resolvo dá uma olhada nas fotos que estão na sua cômoda e esbarro com uma caixa que está no chão próxima a cama. Me abaixo para vê o que é e vejo dentro da caixa várias fotos da Katherine e minha, além dos meninos na faculdade. Começo a ficar assustada e visto meu vestido que está caído no chão quando Heitor volta e vê a caixa descoberta.

Heitor: - Pelo visto você andou vendo coisas de mais né docinho.

Camila: - Heitor o que é isso? De onde você nos conhece e porque tantas fotos da Katherine?

Heitor: - Você até que é gostosinha, mas não posso deixar que você estrague meus planos.

Camila: - Do que você tá falando? Você tá me assustando, que planos são esses?

Heitor: - Você não vai estragar nada, você tá me entendendo? – fala exaltado – Eu demorei muito tempo pra achar a vadia da Khaterine que anda fugindo de mim.

Camila: - Você é louco, eu vou embora agora.

Heitor: - Não vai mesmo, não antes de deixar umas marquinhas em você, desculpa, mas esse corpinho sexy vai sofrer um pouco.

Começo a chorar assustada e Heitor começa a me torturar, e tenta me obrigar a fazer sexo com ele, tento fugir, mas ele acerta minha cara com alguma coisa e logo apago, quando acordo sinto meu olho doendo muito como se tivesse inchado e meu corpo dói como se eu tivesse sido espancada. Heitor chega e se aproxima de mim.

Heitor: - Bom dia docinho, que noite incrível né?

Camila: - Você é doente, eu tenho nojo de você.

Heitor: - Não é isso que eu achava quando você tava me paquerando ontem a noite naquela festa, foi você que pediu.

Vejo um canivete no bolso da sua camisa e tento convence-lo a chegar mais perto.

Camila: - Tem razão, será que você podia me falar mais dos seus planos e dá um beijinho de bom dia?

Heitor: - Agora sim, você tá falando minha língua.

Ele se aproxima e tenta me beijar, mas eu puxo o canivete e enfio na sua barriga, ele começa a sangrar em cima de mim, e eu saio correndo.

Heitor: - Você me paga sua vadia, você e a sua amiguinha, pode ir, mas eu vou te encontrar e diz pra Khaterine que os dias de paz acabaram.

Saio correndo, pego um táxi até chegar de volta na faculdade e vou direto para o dormitório.”

Camila: - Foi isso o que aconteceu, foi horrível amiga. – Fala chorando.

Khaterine: * Fico em choque depois de tudo que a Camila acabou de contar, ele me achou.*



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...