História FOREVER - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amizade Colorida
Tags Adolescentes, Amor, Drama, Mutilação, Romance
Exibições 9
Palavras 1.470
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - SORRY


Fanfic / Fanfiction FOREVER - Capítulo 14 - SORRY

Eu me acordo num lugar totalmente diferente é um campo todo cheio de grama verde, flores, árvores, e no fundo parece ter um rio passando lá atrás, e vejo uma pessoa vindo na minha direção essa pessoa é alta, bonita, claramente da para ver que é um homem quando ele se aproxima mais eu me levanto, e quando me levanto percebo que quem é o homem é o Zed ele chega para mim e diz "Seu namorado morreu"  eu entro em convulsão interna, mas não posso gritar, não consigo gritar, eu entro em desespero, eu começo a chorar e ele me segura pelos braços e me leva pra longe dali eu grito mas ninguém me escuta.

 

Eu me acordo num sobressalto, e num grito, suando, o Zed abre a porta só de cueca e corre perto de mim "Manuh o que houve? Manuh se tá bem?" eu olho pra ele e falo "Foi só um p-pesadelo" digo gaguejando e ele fala "Vem cá agora se vai dormir comigo, mas antes vamos tomar uma água" eu me levanto e esqueço-me que estou de calcinha e sutiã saímos, descemos as escadas chegando a sala enorme daquela "REPÚBLICA" e vamos pra cozinha é quando ouvimos alguém andando na sala e o Zed fala baixinho "Fica aqui vou ver o que é" e ele pega um taco de golfe e vai ver o que é e eu desobediente vou atrás, eu vejo que ele vai por trás da pessoa e da uma tacada na cabeça dela e ela desmaia eu ligo a luz e vejo Justin no chão corro até ele e grito "Justin meu amor" ele abre os olhos e fala "To bem Manuh para de grita " e sinto o cheiro de álcool da boca dele e me da vontade de vomitar Zed me tira de perto dele e ajuda Justin a se levantar e fala "Ei irmão desculpa pensei que fosse um ladrão vai saber né" e ele fala "Não tudo bem só vim aqui pra toma banho e dormir mesmo minha mãe me deixo pra fora de casa" e ele da risada e Zed fala "Tudo bem" voltamos pra cozinha eu e Zed, vejo Justin subindo as escadas e nem ligo, eu pego meu copo de água ainda tremendo da cabeça aos pés do susto que levei de Justin e do sonho -que não era bem sonho, hahaha, e Zed pergunta "Eai me diz o que aconteceu?" eu falo "Nada deixa pra lá foi só um pesadelo já passou" ele segura minha mão e eu termino de tomar a água desligamos as luzes e subimos juntos eu pergunto "Vou pro seu quarto?" ele fala "Se tu quiser tu pode tentar ir dormir com o Justin vai lá fala com ele" eu balanço a cabeça e ando o corredor até a porta do quarto de Justin bato na porta e ele fala lá de dentro " O que que é?" furioso e abre a porta eu me assusto com sua raiva toda e dou um pulo pra trás ele fala "Ahh é você traíra" eu falo "Não fale assim comigo Justin" ele revira os olhos e fala "O que você quer agora sua ridícula?" eu seguro as lágrimas e falo "Posso dormir com você?" ele revira os olhos e fala "Mas é ÓBVIO QUE NÃO, velho você me traiu" eu tento segurar as lágrimas que insistem em cair e meus olhos me traem e as lágrimas escorrem sinto aquele líquido quente no meu rosto frio, e ele começa a falar outras palavras e eu coloco meu dedo na boca dele e falo "Justin para já ouvi demais por hoje vou dormir no quarto de Zed fica ai" dou as costas e ouso a porta bater atrás de mim,        -Hãn bater não né estourar eu quis dizer , e continuo andando e pressiono os olhos fortemente que chego a ver fogos de artifício o Zed abre a porta ao ouvir aquele barulho estrondoso e corre até mim e pergunta "O que houve Manuh? O que ele te fez?" eu falo limpando as lágrimas aos soluços quase não conseguindo falar do nó que se criou em minha garganta falo "E-ele não me deixou dormir com ele falou que eu era ridícula, Zed eu sou tão ridícula assim? é demais pedir amor e carinho?" ele fala "Não não Manuh você é perfeita ele que não ta te merecendo eu sei que a culpa foi tua naquela hora mas tipo tu não tinha entendido sabe? tu não tem bola de cristal pra saber das coisas." eu dou uma risada em meio aos soluços e falo "Só você pra me fazer sorrir numa hora dessas" ele revira os olhos e fala "Que nada é isso que os amigos fazem eles se ajudam" eu abraço ele bem apertado que chega a faltar o ar dele e ele fala "Manuh chega" e solto ele e damos risadas entrando no quarto dele fico meio envergonhada pois percebi que estou só de calcinha e sutiã Zed fala "Pode deitar eu deito no chão" eu falo "Não Zed eu durmo no chão" ele revira os olhos e pergunta "Manuh posso dormir contigo ai na cama é que tipo o chão é muito duro" eu falo "Mano se esqueceu a cama é sua" e dou uma risadinha e ele fala "Ahhh é" e da aquele sorriso que eu amo ver, aquele sorriso ámavel, aquele sorrio lindo dele, e falo "A cama é de casal" ele fala "Mas da pra dois dormirem" eu me deito primeiro e ele deita atrás de mim e me abraça eu me sinto meio culpada por ta fazendo isso com o Justin mas foi ele quem pediu, no meio da madrugada acordo de novo, é Justin quase arrebentando a porta do quarto de Zed eu me levanto Zed ainda está dormindo eu abro a porta e Justin está em lágrimas, com o rosto vermelho e inchado, ele cai de joelhos na minha frente e fala "Por favor vem dormir comigo Manuh" eu me assusto e falo "Justin ta chorando por que?" eu falo com os olhos arregalados e ele fala "Por que eu te amo e não quero te perder me perdoa Manuh pelo amor de Deus?" eu faço que sim com a cabeça ele me pega pelas pernas e me levanta no ar e me joga no ombro dele e me leva pro quarto dele me joga na cama e  eu me deito ele deita atrás de mim e me abraça e fica fazendo cafuné, derrepente ele levanta e fecha a porta do quarto dele, e volta pra deitar comigo ele fala "Senti tanto a sua falta" eu falo "Eu também senti a sua pensei que iria te perder" ele revira os olhos e fala "Eu também pensei isso" e me beija na testa e ficamos ali até adormecermos. 

De manhã ele levanta e eu acordo e pergunto "Onde tu vai?" e ele "Vou tomar o meu café quer ir junto?" eu falo "Sim vamos" me levanto e coloco meu pijama e minhas  pantufas e descemos as escadas juntos de mãos dadas, a Milena nos ve e fala "Nossa que lindos" e bate palmas desviamos dela e vamos para cozinha Justin prepara um café e nós tomamos juntos. Nos preparamos para aula e saímos, chegando de carro na aula vamos ao café pego o café descafeínado da Milena e entro pra ela e bebo o meu , enquanto andamos juntos eu ela e Justin eu quando vemos um cartaz dizendo que uma banda iria tocar domingo para os estudantes e Justin fala "Odeio essa banda" eu reviro os olhos e falo "Eu amo essa banda" ele fala "Que coisa ãn?" eu falo "Para eu quero ir vamo comigo Miih?" ela fala "Com certeza adoro as musicas deles" e continuamos andando até chegar na nossa aula juntos, nos sentamos, arrumamos os cadernos e o professor chega da a matéria do dia e começamos a fazer relatórios em grupos, na saída o Bruno outro amigo do Justin chega pra nós e fala "Eaee vocês vão na festa da banda?" eu falo "Vamos" e ele fala "Beleza se vai também Justin?" ele balança a cabeça positivamente e fala "Pra acompanhar minha gatinha" ele da um sorriso e se afasta.

O dia passa rápido e logo chega as 18 Justin chega do trabalho e fala "Ai to cansado" eu falo "Quer uma massagem?" e ele brincando "No pinto?" eu dou risada e falo "Vamos dormir?" ele fala "Sim já jantei" eu falo "Sim pois é passei na minha mãe já jantei também, fui lá pra ver ela e meu irmão" ele da um sorriso e tira os sapatos, e a roupa, se ajeita na cama eu me arrumo coloco meu pijama e me deito com ele apagamos as luzes e dormimos... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...