História Forever - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Vocaloid
Personagens Gakupo Kamui, Kaito, Len Kagamine, Lily, Luka Megurine, Meiko, Miku Hatsune, Oliver, Rin Kagamine
Tags Incesto, Len×rin, Vocaloid
Exibições 63
Palavras 671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hoje o capítulo veio mais cedo e vou logo avisando que ele tá grande, vocês já vão descobrir (aquela carinha)

Capítulo 8 - Eu te amo


Fanfic / Fanfiction Forever - Capítulo 8 - Eu te amo

LEN ON

 Eu cheguei em casa exausto, droga eu não suporto palcos, eu vim na frente enquanto Rin conversava com os amigos que ela fez, Rin sempre foi assim, por onde ela passa ela faz amigos, ja eu só fiz apena um que agora está morando em Londres com o pai, eu e kaito éramos muito próximos mas ele teve que se mudar Eu entrei no quarto e fui direto ao banheiro, precisava de um banho urgente, me despi e entrei no chuveiro

  Deixei a água gelada escorrer pelo meu corpo, enquanto isso comecei a pesar em tudo que estava contecendo, e quase impossível ficar longe dela, a noite eu escuto ela chorando baixinho e isso é horrível, logo eu estava imaginando como seria a Rin gemendo, chamando meu nome, imaginei sentindo os lábios dela nos meus novamente 

Eu desci minha mãe até meu membro que a este ponto ja estava ereto e comecei os movimentos de vai e vem com a minha mão, imaginava Rin se entregando por completo a mim enquanto os meus movimentos ficavam cada vez mais rápidos, eu tentava gemer baixo mas a cada minuto eu gemia mais e mais, eu chamava pelo nome da minha irmã até chegar ao meu ápice despejando todo o meu líquido na parede do banheiro 

 - A-Ah... - isso com certeza daria trabalho para limpar, eu estava envergonhado de ter me tocado pensando na minha própria irmã  

Agora estava mais exausto do que nunca, me enrolei em uma toalha mas ao sair do banheiro me deparei com a cena mais deliciosa que eu poderia ver, vi Rin apenas de sutiã de quatro na cama, seus dedos estava inseridos em sua intimidade e ela gemia loucamente, ela levantou o rosto para me olhar e vi ela completamente corada e sua boca salivando, eu não aguentei e fui até ela a beijando quase desesperado, ela subiu no meu colo ainda me beijando, eu e ela gememos ao sentir nossos sexos rossando sendo separados apenas por uma toalha, quando nós separamos ela me encarou com olhos suplicantes 

 - L-len eu não aguento mais, eu quero você dentro de mim! - aquelas palavras foram o suficiente para me deixar louco, fiquei por cima dela e lhe dei um beijo na testa 

 - S-se eu te machucar me avise - disse meio envergonhado

 Eu retirei a toalha e vi os olhos de Rin se arregalarem, a beijei calmamente a tranquilizando. Eu meti primeiro a cabecinha sentindo Rin suspirar, logo eu meti todo o resto, demos um gemido auto no ouvido um do outro, eu senti a virgindade de Rin sendo tirada por mim, apenas por mim, depois que ela se acostumou com a dor eu comecei as estocadas lentas que foram aumentando com o tempo, Rin era tao apertada, tao linfa, no quarto tudo o que se podia ouvir eram nossos gemidos,  ouvir Rin gemendo era a melhor coisa do mundo

 - L-len Aah... - Ela dizia o meu nome 

- M-me chame de Onii-chan, g-gema por mim Rin - dizia ofegante 

 - o-onii-chan Aaah... onii-chan - Aquilo me deixava cada vez mais excitado

 - F-Fique de q-quatro - Ela me obedeceu ficando na posição, a visão de sua vagina aberta para mim foi umas das melhores da minha vida, eu a penetrei novamente com movimentos mais rápidos

 - Len e-eu acho que eu vou AAAH AAAAAR aahh - senti sua intimidade enrrigecer e um líquido quente molhar meu membro, pouco tempo depois senti que iria gozar também porém fui rápido e retirei antes depositando tudo na cama, afinal estávamos sem camisinha

 - R-Rin  aaaah - meu ápice chegou, ela e eu estávamos exaustos deitei na cama e puxei Rin para meus braços, e a beijei calmamente, não havia tamanho para a minha felicidade 

 - Eu te amo Len - me senti a pessoa mais sortuda do mundo ao escutar isso,  nao pude deixar de sorrir com essas palavras

 - Eu também te amo Rin - disse por fim me aconchegado e adormecendo junto a ela   


Notas Finais


Gente o que acharam desse Hentai? Eu achei que ficou leve, da próxima vez eu vou caprichar
( sim da próxima vez) HUEJUEHUEHEUEH
Fui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...