História Forever - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Jimin
Exibições 81
Palavras 626
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente. Vocês mal sabem o que espera por vocês. Não me odeiem por favor. Não é nesse capítulo mas nos próximos.

Capítulo 28 - #Luto


Fanfic / Fanfiction Forever - Capítulo 28 - #Luto

Você entrou no avião. Já estava acostumada a viajar para lugares longe. Você não queria dormir durante o vôo mas não conseguiu segurar. 

Você acordou morrendo de fome. Não sabia quanto tempo estava no avião e nem queria saber. Só estava morrendo de fome e queria que a aeromoça passasse pelo seu corredor para pedir comida. 

Ela apareceu e finalmente  você matou sua fome. Finalmente sentiu a vobtade de saber que horas são. Já estava a 11 horas no avião. Como assim dormiu tanto?

Estava tão cansada. Tinha acontecido tanta coisa. O sono te ajudou a melhorar sua tontura. E finalmente pode dormir direito. 


Quando você desceu do avião, tinha muita gente te esperando, seus tios, primos e avós. 

Suas saudades eram enormes. Você correu para abraça-los. Primeiramente ajoelhou para abraçar seus primos pequenos. Como você adorava crianças, a sensação era muito boa. 

Você chorou de novo no ombro de seus tios. Pelo menos ainda tinha gente do seu lado, que te amava e te protegeria para sempre. 

Seu coração estava a mil por hora. 


Depois de um tempo para decidirem aonde você ia dormir. Optaram pela casa de sua tia (a que tinha te ligado). 

Pra falar a verdade, você não gostava muito dela. Ela era muito exigente. E agia como se fosse a dona do mundo.

Você não estava com cabeça para discutir com ninguém.  Mas não ia ser boazinha com todo mundo. 

Sua tia te levou para a casa grande dela. Pois ela é da classe mmédia alta. Sua tia era meio fresca e por isso começou a criticar tudo de errado que você fazia. Poxa ninguém é perfeito. 


Quando sua tia te guiou ao quarto de hóspedes, você logo se acomodou. Se bem que você pensava que não iria ficar naquela casa por muito tempo.


Você logo se arrumou para o velório. Como sempre. Colocou um vestido preto até o joelho. Simples. Não estava com vontade de pensar em beleza num momento como aquele. 

Você saiu do quarto e desceu as escadas. Sua tia estava sentada no sofá tomando uma xícara de chá. 

Ela te viu e falou:

- (S/N) sente-se aqui. Preciso falar com você. 

Você nem discute. Pois sabia que iria vir bomba. Mas senta mesmo assim ao lado dela no sofá. 

- Você sabe que eu te amo né? 

Você acena com a cabeça. Mas acreditava que ela estava de fingimento.Ela continua:

- Então, eu fiquei sabendo que você está namorando alguém famoso.

- Sim. Mas não entendo o que isso tem a ver com o amor que você tem por mim. - Você diz essa última parte com sarcasmo. 

- Eu queria saber se você não poderia me ajudar com dinheiro. Apenas um pouco. Para eu reformar a casa. -Ela diz na maior cara de pau.

Você tinha falado a si mesma que não iria discutir mas ela passou dos limites. 

- Você só pode estar de brincadeira. - Você diz.

Ela responde:

- Querida. Não estou entendendo.

Você responde:

- Meus pais morreram e você só pensa em dinheiro? Meu Deus. Você não tem coração. Isso que dar ter uma tia interesseira. 

Sua tia faz uma cara fingida de espanto e diz:

- Não fale assim comigo. Eu sou sua tia.

-FODA-SE!!!

Depois que a sala fica em silêncio por um tempo. Você fala:

- Olha com licença. Meus pais estão num caixão agora e eu não quero perder meu tempo com você. 

E você sai da sala.


No local do velório aconteceu coisas que acontecem em velórios. Você por mais incrível que pareça não chorou. Mas a dor no coração era enorme. 

Até que chegou o momento de você se levantar e beijar a testa de sua mãe. Quando se inclinou para beijar, você desmaia pela milésima vez. Só que agora em cima do corpo de sua mãe. 

A sensação foi horrível





Notas Finais


É isso por hoje. Espero que tenham gostado. Desculpa novamente pela demora. Bjs♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...