História Forever... - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Albert Spencer (Rei George), Cora (Mills), David Nolan (Príncipe Encantado), Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood
Tags Ação, Drama, Magia, Romance
Exibições 5
Palavras 1.504
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Me desculpem o atraso, eu havia esquecido de postar o capítulo, mas aqui está!

Capítulo 4 - ERA UMA VEZ... A outra "Terra"


Bom, agora que estamos a sós... - Rumplestiltskin diz se aproximando de Cora - Chegou a hora de você me dar algo que eu sempre quis - ele diz se aproximando ainda mais de Cora.

E o que você sempre quis, meu caro? - Cora diz ficando praticamente 'colada' em Rumplestiltskin

O seu coração! - ele exalta a voz, e com um movimento rápido retira o coração pulsante do peito de Cora, tal movimento brusco a faz gritar.

O que vai fazer? - Cora diz tentando recuperar o fôlego - Está pensando em me matar? Saiba que se fizer isso você nunca vai achar o seu precioso Bealfire - Cora diz tentando pegar o seu coração de volta.

Não me importaria em te matar agora, já sei onde Beal está! - ele diz se distanciando dela.

Já sabe? Como? - ela o pergunta curiosa e ao mesmo tempo espantada.

Já lhe disse várias vezes querida que tudo é uma questão de tempo e... estratégia. Você separou o meu filho de mim, mas tenha certeza de que será por pouco tempo. E quando eu encontrá-lo eu juro Rainha Cora que vou te matar! - ele diz isso e tudo que Cora faz é rir.

Acho que tem alguém delirando aqui. Você nunca vai achar o seu filho, nunca! Aquele era o último feijão, não existem mais portais para uma nova "terra". Então lamento, pode devolver o meu coração agora? - ela diz mais uma vez se aproximando dele e tentando pegar seu coração, mas claro sem sucesso.

Ele ri e passa a falar logo em seguida - Como você é ingênua! Não existe apenas uma forma de chegar à essa nova terra, e você irá descobrir da forma mais cruel possível. E quanto ao seu obscuro coração, vai permanecer comigo, planejo grandes coisas com ele. Então Rainha, creio que já acertamos tudo, já pode se retirar - Rumple diz guardando o coração de Cora em uma caixa.

Isso não ficará assim Senhor das Trevas, terá volta... - ela diz, mas Rumplestiltskin a interrompe.

Eu sei que terá, e vai ser a minha volta - ele diz pegando o coração de Cora... - Agora, Rainha Cora, sua filha está à sua espera na carruagem. Vá até ela - ele diz com o coração bem próximo à sua boca e a Rainha vai como ordenado. Isso só aconteceu porque corações podem ser controlados se estiverem em posse de outras pessoas.

Flashback Off

"É claro que Rumplestiltskin não contou para Zelena que ele está com o coração da Rainha Cora, pois ele sabia o que isso causaria já que a Rainha mandou por diversas vezes pessoas recuperarem o seu coração, mas sem resultados. A única coisa que Rumple contou à Zelena foi sobre o bracelete que ainda permanece em seu braço o que faz Zelena questionar-se já que ela não se lembrava de já ter conhecido o temível 'Senhor das Trevas'".

Só um minuto. Está me dizendo que essa não é a primeira vez que vim aqui? Mas como? Não me lembro de já ter te conhecido. Por acaso apagaram a minha memória? - questiona se levantado da cadeira em que estava sentada enquanto Rumple estava a contar os fatos ocorridos em anos anteriores.

Talvez... mas isso não vem ao caso. Agora quero lhe fazer uma pergunta! - ele diz se aproximando dela.

À vontade - ela responde na mesma hora.

Aceitaria ser treinada por mim, ou seja, adquirir controle e manipular a sua magia e dessa forma não permite que nem a magia nem a sua querida mamãe manipule você - ele gesticula enquanto fala.

Pensei que eu não pudesse usar a mágica - ela se afasta ficando de costas para ele.

E não pode se estiver usando esse bracelete, é claro - ele se reaproxima dela pegando em seu pulso.

Mas eu já tentei retirar isso por diversas vezes. Então não há jeito, não posso usar magia - diz se virando ficando de frente para Rumplestiltskin.

Isso por que alguém sem magia não pode remover algo que tem magia - responde tirando puxando o bracelete de Zelena do braço da mesma.

Como fez isso? - pergunta impressionada olhando para o seu pulso por diversas vezes.

Parece que você não é muito atenta, mas iremos melhorar isso. Esteja aqui amanhã algumas horas após o nascer do sol - diz à ela que entristece na hora, talvez por curiosidade de saber o que ela pode fazer agora ou quem sabe como irá controlar sua magia até amanhã.

Mas eu quero saber mais, preciso saber como vou controlar esse poder dentro de mim até amanhã! - encara Rumplestiltskin.

Isso você mesma terá de descobrir! O controle deve vir de você e não de algo que eu possa fazer ou dizer - responde se virando de costas para ela. - Hora de ir minha cara - ele diz a empurrando até a saída do castelo.

Mas... Senhor das Travas, espera - reluta.

Adeus Zelena - diz após já ter empurrado Zelena para fora do seu castelo.

Não pode ser - Zelena diz a si mesma já do lado de fora do castelo - De que forma chegarei ao meu reino agora? - pensa ela - Como será que o Senhor das Trevasfez para mandar a minha mãe de volta para casa? Será que... - fala a si mesmanovamente e resolve tentar algo para chegar em casa - se eu pensasse no lugarpara o qual desejo ir a minha magia me levaria para lá? - pergunta nervosa a simesma. - Certo! Tentar não me custará nada - e assim como dito ela o faz e o resultado? Elachegou em casa (em seu quarto mais especificamente)!

Não posso acreditar... eu consegui, consegui usar e controlar a minha magia! - Zelena diz dentre os risos que dava.

***

O que fez Rumplestiltskin? O que fez com ela? - Cora diz entrando furiosa no castelo de Rumplestiltskin estava.

Do que você está a falar Cora? - Rumplestiltskin diz dando uma de desentendido.

Da Zelena! O que fez com ela? Já faz dois dias que ela não aparece, então sugiro que não tente me enganar! - Cora diz irritada.

Calma Rainha, não se agite. Sua filha está em um lugar melhor agora! - Rumplestiltskin diz tentando acalmar Cora o que apenas aumenta a ira dela.

Você a matou? - ela diz

Não, eu não seria capaz. Ela ainda me é muito útil! - ele diz se aproximando da Rainha.

Então o que fez? Para onde a mandou? Não, não me diga que a mandou para... - diz sem completar após ver que o sorriso de Rumplestiltskin indicava a resposta para a pergunta a qual ela estava prestes a fazer. E o que de fato houve com Zelena? A doce menina que apenas desejava uma família que a amasse como ela é, havia sido enviada para uma nova Terra, ou seja, "a nossa Terra".

Flashback

Deixa-me entender! Está me dizendo que a minha lição de hoje será em outro lugar? - Zelena pergunta totalmente confusa - ela pergunta confusa.

Sim, é exatamente isso. Mas esse tal lugar não será aqui nesse mundo! Será em outra Terra. - Rumplestiltskin diz causando mais confusão na mente de Zelena.

Ainda não estou entendendo. Como assim "outra terra"? Quantas existem? E por que vai me mandar pra lá?

Não tenho ideia de quantas existem, mas a questão é que já te fiz diversos favores Zelena e agora é o momento de retribuir! - Rumplestiltskin diz pegando uma varinha de dentro de uma caixa.

Mas o que eu vou fazer nessa outra terra? - ela pergunta já interessada (talvez).

Você irá achar o meu filho! - acaricia de leve a varinha e depois passa a encarar Zelena que passa a olha-lo curiosa e assustada.

Como seu filho foi parar nesse tal lugar? - pergunta se sentando em uma cadeira que estava à sua frente.

Sua mãe! Ela o mandou para lá, mas isso não vem ao caso. O fato é que você precisa ir! - ele diz girando a varinha e a direcionando para a parede e um portal aparece na mesma.

Eu vou - diz se levantando da cadeira o que causa surpresa a Rumple, pois ele pensou que ela relutaria.

Ele ri - Boa escolha, mas antes de ir preciso avisar-lhe sobre uma coisa! - ele a puxa pelo braço antes que ela entre no portal. E Zelena apenas balança a cabeça em concordância. - Esse lugar para o qual você vai não tem magia, por isso não será difícil para você lidar com ele. E preste bem atenção, pois achar o meu filho não vai ser o único desafio que você vai encontrar lá!

E quando voltarei? - pergunta, mas Rumple não a responde e ela pergunta novamente. - Rumple, quando e como eu vou voltar? - mas ele a empurra para dentro do portal a deixando sem resposta.

Eu não sei - ele sussurra para si mesmo depois que o portal se fecha.

Flashback Off

A viagem de Zelena à nova, ou seja, a nossa terra não foi tão longa assim e ela chegou em Storybrooke (Maine) no ano de 1997 e um mundo totalmente diferente do qual ela tinha vindo a rodeava. Um mundo totalmente moderno.

- Meu Deus, onde é que eu estou?


Notas Finais


Próximo capítulo sai nesta sexta!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...