História Forever. ||AOMG|| - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias GRAY, Jay Park, LOCO, Simon D.
Personagens GRAY, Jay Park, LOCO, Personagens Originais, Simon Dominic
Tags Gray, Jay Park, Loco, Simon Dominic
Visualizações 79
Palavras 1.029
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - XI - Kwon Hayeon.


"Não. Estou dentro..." Meu irmão estava sentado ao meu lado conversando no telefone.

Estava me sentindo tão nervosa com a primeira consulta que isso foi a única coisa que ouvi de sua animada conversa.

Depois que ele, Yunseo e Banryu chegaram no apartamento, que contei o ocorrido e de toda animação de ambos - Banryu estava no seu sono de beleza. Meu irmão me obrigou vir ao término do final de semana até uma clínica para ter minha primeira consulta com um obstetra.

Passei minhas mãos por minhas coxas deixando ali qualquer vestígio de suor. Engoli seco quando vi a porta do consultório se abrir e uma mulher uma pouco mais velha do que eu, sorriu em minha direção.

"Kwon Hayeon?" Perguntou olhando para os papéis em suas mãos.

"Sim." Sorri nervosa me levantando.

"Entre." Pedi gentilmente e olhou para meu irmão que ainda estava no telefone. "Ele está com você?" Questionou e assenti.

"Kiseok, você vem?" Perguntei chamando sua atenção.

"Vou. Calma aí!" Sorriu em minha direção e se levantou. "Vou desligar... Não, está tudo bem... Tchau, Hyukwoo!" Finalizou a ligação ficando ao meu lado.

"Hyukwoo? Você estava esse tempo todo falando com ele?" Questionei um pouco nervosa.

"Sim. Estávamos falando sobre o novo investimento do Jay..." Deu de ombros. "Vamos? A médica está esperando!" Colocou a mão em meu ombro me incentivando a entrar no consultório.

"Boa tarde, é um prazer conhecer vvocê!" A médica sorriu estendendo sua mão em nossa direção depois que entramos e Kiseok fechar a porta.

"O prazer é todo nosso, doutora!" Sorri fraco antes de apertar sua mão e me sentar a sua frente junto com Kiseok.

"Primeira consulta? Está sendo mamãe de primeira viagem?" Perguntou colocando as mãos sobre a mesa.

"Sim para as duas perguntas." Respondi fazendo uma careta.

"Você tem alguma dúvida?" Questionei anotando algo em uma folha.

"Não. Perguntei algumas coisas para minha cunhada que já é mãe, e mesmo sabendo que nossa gravidez podem ser diferentes, tirei todas as minhas dúvidas!"

"Agora ela vai pedir para você se deitar para fazer o ultrassom..." Kiseok sussurrou ao meu lado enquanto mexia em seu celular.

"Vamos fazer o ultrassom... Deite ali, por favor!" Pediu a doutora se levantando e apontando para uma maca ao meu lado esquerdo.

"Sou demais..." Meu irmão se gabou fazendo a médica nos olhar de maneira estranha.

"Fica quieto, irmãozinho!" Sussurrei enquanto me levantava indo em direção a maca.

Me deitei e levantei um pouco minha blusa para que a médica pudesse passar aquele gelado gel.

"Preparada?" Questionou e eu simplesmente, assenti olhando fixamente para a tela do aparelho. "Vamos começar!" Sorriu e começou​ com todo o procedimento.

Para falar a verdade, só consegui ver borrões. É um pouco difícil de acreditar que tinha um bebê ali.

"Você ainda está com um pouco a mais do que um mês, então eles são bem pequenos e é quase impossível de você achar eles na imagem..."

Pareceu que ela havia ouvido meus pensamentos.

Espera.

O quê?

"Eles?" Perguntei junto com meu irmão.

Olhei para Kiseok sentindo um misto de emoções invadindo meu corpo.

"Sim, eles. Você está carregando gêmeos!" Exclamou apontando para dois lugares no meio daqueles borrões.

"Meu Deus, Hayeon!" Kiseok comentou dando risada.

"Meu Deus, digo eu!" Retruquei começando a sentir lágrimas escorrem por meu rosto. "A senhora tem certeza?" Perguntei tentando limpar o rastro molhado em minhas bochechas.

"É claro que ela tem, Hay." Kiseok revirou os olhos. "Mostra meus sobrinhos de novo?" Pediu animado.

...

"Você é muito espeta... Vai ser dois de uma vez só e vai passar de mim!" Kiseok reclamou enquanto prestava atenção​ na estrada.

Estamos voltando para o apartamento depois que a médica ter me aconselhado a fazer o pré natal e ter alguns cuidados, e se eu quisesse poderia torná-la minha obstada durante toda a gravidez.

"Você está achando que isso é uma competição? Pela amor de Deus, Kiseok!" Revirei os olhos encostando minha cabeça no vidro da janela.

"Será que eles vão ser que nem a gente?" Perguntou em um tom de voz curioso. 

"Não sei... Espero que nenhum deles puxe você!" Retruquei fechando meus olhos.

"Vai contar pro Hyukwoo quando?"

"Você ficou cheio de perguntas de uma hora para outra... Não vou mais te responder!" 

"Porque você foge desse assunto? Ele me contou que você foi atrás do divórcio." Contou me fazendo olha-lo.

"A intimação chegou?" Perguntei sentindo minhas mãos suarem.

"Chegou, ele não está de acordo com isso. Como um profissional da área, quero que saiba que fez uma grande merda pedindo o divórcio." Deu de ombros.

"Está com a cabeça quente e simplesmente, falei com um advogado!" Confessei abaixando minha cabeça.

"E agora está completamente arrependida." Acrescentou me olhando rapidamente.

"Não é que eu esteja arrependida. Mas agora tem os bebês e tudo mais!" Sussurrei encarando o chão do veículo.

"Você está arrependida!" Afirmou.

Odeio como Kiseok me conhece tão bem.

"E o que você vai fazer daqui em diante?"

Sua pergunta me pegou completamente de surpresa.

Realmente, não sei o que vou fazer.

Não tenho resposta para isso.

Com essa pergunta sem resposta nosso assunto chegou ao fim, e com isso fomos o resto do caminho em completo silêncio.

Achei estranho quando Kiseok estacionou em frente a um playground que existia algumas ruas antes do apartamento.

Era um típico lugar onde família passavam horas dos seus finais de semanas.

"O que estamos fazendo aqui?"

"Yun está aqui com o Ryu!" Me respondeu tirando a chave da ignição e saindo do carro.

Assenti mesmo sabendo que ele não iria ver, e abri a porta saindo do veículo também. Olhei para o lugar procurando os dois e vi Yunseo empurrando lentamente o balanço onde Banryu está se divertindo.

"Olá!" Yunseo exclamou quando nos aproximamos. "Como foi lá?" Se afastou um pouco do balanço.

"Foi tudo bem surpreendente..." Respondi sorrindo fraco.

"O que houve?" Questionou demostrando toda a sua curiosidade.

"Vamos ter que fazer outro gatinho, Hayeon está ganhando!" Kiseok revirou os olhos indo até o filho.

"Como assim? Se nos temos um e você está ganhando. Então quer dizer que são dois ou mais?" Minha cunhada me olhou animada.

Assenti deixando um pequeno sorriso crescer em meus lábios.

"São pequenos gêmeos!" Coloquei minha mão esquerda sobre minha barriga fazendo minha cunhada me olhar com ternura. 

Confesso que estou começando a me acostumar com tudo isso.

"Vamos ter que fazer outro... Estou avisando!" Kiseok falou tirando o Banryu do balanço e o colocando no chão.

"Isso não é uma competição, amor. São apenas crianças!" Yun comentou fazendo meu irmão lhe mostrar língua. 


Notas Finais


Olaaaa!

Como sempre demorei pra caramba para atualizar mas aconteceu alguns problemas familiares e "profissionais", realmente foi mais importante, então meio que deixa a história de lado até que tudo se resolvesse.

Por hoje é só.

Obrigada por ler e até o próximo.

Beijo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...