História Forever Brothers - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Hentai, Incesto, Romance, Shoujo
Exibições 119
Palavras 1.134
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Heey =3 Mais um Capítulo. Boa leitura, Comentem e favoritem!

Capítulo 9 - Capitão?


P.o.v Mark

Acordei e vi que Liz estava quase caindo da cama antes dela cair a peguei com cuidado e a pousei na cama saí da cama e fui pro banheiro fiz minha Higiene e tomei um banho Saí de lá e Liz ainda dormia eu vesti uma bermuda da nike e uma camisa simples cinza —Bom dia - Disse liz se espreguiçando —Bom dia bela adormecida —Obrigada, por ontem —Não agradeça, apenas fiz oque devia, Liz... Vou sair e não quero que você saia pra nenhum lugar Ok? —Ta papai kk —Tô falando sério —Desculpa —Liz...  - Sentei na beira da cama —Hm? —Você tem que tomar cuidado... Existem pessoas... Que não são muito como aparentam... E eu ne preocupo com você —Porquê me deixou sozinha lá então? —Porquê eu... Eu... Estava com ciúmes —Aawwn, Mark pode pegar uma pipoca pra mim? —Mordomo serve pra isso né - Saí do quarti emburrado e ouvi um “Eu também te amo” de liz, sorri com seu ato fui até a cozinha e botei uma pipoca no microondas e depois de uns minutos tava pronto e eu fui pra sala e lá estava Liz, linda como sempre —Tá aqui madame - Entreguei a ela e a mesma me agradeceu com um beijo —Beleza, to vazando —Tchau Mozão —Nem te conheço - Falei sorrindo —Ai, Insensível —Te amo Liz —Também te amo - Saí do apartamento e liguei para André 

Ligação On

—Fala Corno

—Eae André nem pra mandar mensagem Filha da puta

—Maus cara, é que eu tô namorando 

—Mentira 

—É verdade porra

—Parabéns Minha puta!

—Valeu,Depois levo ela pra te conhecer

—Ok, Cara... Cê tá aonde? 

—Eu tô a uns 4 quarteirões do apartamento 

—Depois posso conversar contigo? 

—Claro

—Beleza depois agente se vê 

Ligação Off

Agora vou ir para a academia de policiais *QUEBRA DE TEMPO* Entrei e fui pra recepcionista —Olá Senhor —Oi, meu nome é mark, recebi uma ligação de alguém daqui me dizendo que eu poderia ne tornar um capitão se fizesse algum tipo de treinamento —Ah, fui eu mesma, entre na sala 7-A e será examinado, Boa sorte —Obrigado Moça, Aliás qual seu nome? —Mônica Senhor —Me chame de mark Mônica —Ok Mark - Ela sorriu e eu retribuí e então fui para a sala e bati na porta, ouvi um “Entre” e assim fiz —Olá mark, sou Marcos Vinicius e sou o atual capitão do quartel e vou me aposentar breve, e pelo seu currículo parece perfeito como meu substituto permanente, mas antes precisará ser examinado —Tipo mira e essas coisas? —Sim, está vendo aqueles alvos? —Sim —Atire neles e tente acertar, Aqui - Ele me deu uma Glock 23 e um tampão de ouvido e ele colocou um também e eu fiz o mesmo peguei a arma e ele fez um movimento com a mão e na mesma hora atirei nos alvos todis certeiros na cabeça e então ele me deu uma faca e apontou para um boneco de luta e eu lutei contra o boneco e depois ele me deu um fuzil, M4A1 com silenciador e eu atirei nos alvos de novo um alvo no coração outro na cabeça e outro no ombro ele tirou os tampões e eu também —Estou impressionado Mark, Acho que você é até melhor que eu —Nunca vou superar o mestre senhor —Meus parabéns Mark, você é o novo capitão do quartel —Obrigado senhor! —Aqui está sua farda e sua arma - Ele me deu uma farda da policia militar e uma Deagle —Lembre-se, Você tem que ter licença para usá-lá —Certo senhor —Você trabalha de 18:00 Hora até 06:00 da manhã —Ok - Ele saiu da sala e então eu saí junto ele foi para outro lugar e eu fui para a recepcionista —Vejo que conseguiu Mark, Fico feliz, Capitão —Obrigado Mônica, acho que poderíamos ser ótimos amigos - Eu sorri gentilmente —Também acho, qual seu número? —Meu número é...  - Ela anotou e eu acenei pra ela com a mão e saí voltei pro apartamento e abri a porta —Querid...  —Oie Lindinho - Jessica estava junto de Liz no sofá —Oi... Olá Liz —Oii Maninho - Disse ela sorrindo, Algo está estranho —Advinha quem é o mais novo Capitão do quartel? —Aaaaiii que tudo Mark! - Liz disse e me abraçou —Que bom Gostosinho - Disse Jessica —Pode não chamar ele disso na minha frente? —Ta bom —Vou Pro meu quarto —Posso ir junto? —Não —Oque? —Nada - Ela me seguiu —Pra que veio junto? —Pra te beijar - Ela ia me beijar mas esquivei —Puts, Agora que lembrei, i André vai vir aqui —André... Mó gostoso —Aff - Vadia —Tô brincando Lindinho - Peguei meu celular e mandei uma mensagem para o André falando pra ele vir aqui e ele falou que ia trazer a namorada dele e eu deixei meu celular na cama e jessica me roubou um beijo eu apenas deixei mas não fui junto e ela entrelaçou seus braços pelo meu pescoço e eu comecei a imaginar Liz, e Jessica havia virado Liz, Foi aí que agarrei sua cintura e a puxei para mais perto chocando nossos corpos e eu apertei sua bunda e acariciei, nossas línguas estavam lutando —Te amo tanto Liz —Também te amo Maninho - Essa voz...Merda!O quê eu tô fazendo?! É  a um puta da jessica! Como ela ousa me chamar de maninho?! Separei o beijo —Porquê parou? —Você quis se passar pela Liz... —Eu só...  —não fale nada Jessica...  - Ouvi alguém bater na porta —eu atendo - Faleu e abri era o André —André! Que bom te ver cara —Eae mark, Bom te ver também, então essa é Carol, Carol esse é mark —Olá Carol, Prazer —Oi, prazer é o que temos na cama Lindinho  —Meu deus, Mano... Ela aprendeu com você velho? Carol, corra enquanto é cedo —Kkkk - Os dois riram —Liz, André tá aqui —Oiie André - ela o abraçou, senti um fogo sair do olho de Carol, Ciúmes? —Oi Liz, Carol essa é Liz a namorada do Mark —Oi - Falaram elas en coro —André pesso falar com você Rapidão? —Claro - Puxei ele pro meu quarto e jessica ainda estaca lá —oi André —Oi —Você pode dar licença Jessica? —E se eu não quiser? —Sai logo porra! —Aii, Ta bom, Grosso —E grande também - Bati na bunda dela e antes que ela falasse algo fechei a porta —André, promete não me matar? —Vamos ver... - Falei de tudo principalmente da chantagem da Jessica —Nossa cara... Incesto? Legal... Mas... A Jessica chantagear vocês? —Sim...  —Oque você vai fazer? —Quero arranjar um jeito de tirar a posse das fotos dela...  —Qualquer coisa tô aqui cara —Valeu, Você é o melhor amigo que já tive —É nois —Vou dormir, avisa pras garotas lá —Tá, bons sonhos - Ele saiu e fechou a porta eu apenas dormi


Notas Finais


Bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...