História Forever Calzona - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Grey's Anatomy
Personagens Addison Montgomery-Shepherd, April Kepner, Arizona Robbins, Calliope "Callie" Torres, Erica Hahn, Leah Murphy, Theodora "Teddy" Altman
Tags Arizona, Callie, Calzona, Drama, Grey's Anatomy
Visualizações 228
Palavras 1.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente super sorry pela demora ja faz meses q eu nao posto capitulos dessa historia, é q eu tina começado a trabalhar e isso me ocupou todo o tempo, mais agr q eu nao trabalho mais o meu tempo ta livre e eu vo me dedica as minhas fics. Sem mais enrolação e vamos ao capitulo

Capítulo 41 - Ela é muito boa no que faz


Arizona
Depois que a Sofi entregou o bilhete para a Callie eu fiquei observando atenta esperando a sua resposta, assim que ela termina de ler o seu olhar emocionado vem de encontro aos meus e posso escutar ela dizendo la da cozinha
- É claro que eu aceito
No momento em que ela me respondeu meu coração quase erra a batida, por conta de tamanha emoção que eu estava sentindo. Sequei as minhas lagrimas que teimaram em cair e fui me juntar as duas mulheres da minha vida na cozinha para jantarmos.
O jantar foi otimo, a Sofia ficou falando da Taylor o tempo inteiro, ela ficou bem empolgada com a ideia de ter uma nova amiguinha, e enquanto eu e a Callie escutavamos tudo o que ela falava nós trocavamos olhares apaixonados.
Terminamos a nossa refeição e eu fui colocar a Sofia pra dormir, ela estava tão cansada que foi so ela encostar a cabeça no travesseiro que seus olhinhos se fecharam, então eu desci ate a sala novente pra ficar com a minha noiva, pela segunda vez.
Cheguei na sala e me deparei com uma Callie semi-nua me chamando pra ir ate ela, e foi o que eu fiz porque quando se tem uma mulher como a Callie a gente não nega um chamado desses, assim que eu me aproximei a Callie me puxou pela cintura me prendendo em um beijo de deixar qualquer um enlouquecido.
- Nossa Callie que beijo foi esse, eu adorei. - Falei meio ofegante quando terminamos o beiijo. - Acho ate que a calcinha que eu estou usando vai daqui direto pro lixo. - Ela me sorriu ainda mais maliciosa.
- Esse é só o inicio da nossa comemoração de noivado. - Seus olhos estavam carregados de desejo e malicia. - Agora tira logo essa roupa que eu quero você todinha pra mim.
Essa latina me enlouquece com essa voz sexy e mandona, fiz o que ela me pediu e depois me deitei por cima dela, e fui arrancando o seu sutiã não perdi tempo e ja abocanhei um de seus seios , depois o outro enquanto a Callie soltava leves gemidos.
- Arizona anda logo que eu quero sentir voce dentro de mim. -Atendendo ao seu pedido eu fui descendo deixando um rastro de beijos pelo caminho, cheguei no seu sexo e tirei a sua calcinha com a boca, e a joguei bem longe.
Passei a mão pela sua buceta e ela estava toda molhada esperando por mim, entao sem rodeios eu lhe penetrei dois dedos e fui fazendo movimentos de vai e vem bem rapidos e chupava o seu clitoris, enquanto a Callie apertava ainda mais a minha cabeça entre as suas pernas.
- Hammmmm...isso Ari...eu to quase lá. - Só de ouvir a Callie gemendo daquele jeito alto de prazer eu ja podia gozar. Eu passei entao a estoca-la com a minha lingua e os seus gemidos aumentaram, pude sentir as suas unhas cravarem nas minhas costas e isso com toda a certeza vai arder depois, suas paredes começaram a se contrair quando...
- Meu Deus, voces duas não tem quarto não. - A Rachel chegou em casa junto da Leah, eu juro que eu mato essas duas depois.
- Voces tem......que se mudar da minha.......casa.- Disse a Callie com um olhar mortal para a irmã e a voz meio descompassada.
- Sumam daqui voces duas. - Falei com raiva no tom de voz.
- Vem Leah, vamos pro quarto. - E elas finalmente foram embora.
- E agora meu amor, o que a gente vai fazer? - Perguntei
- Agora a gente vai pro quarto pra você me fazer gozar na sua boca e depois voce vai gozar bem gostoso pra mim. - Subimos até o nosso quarto e trancamos a porta para que ninguem nos interrompa novamente.
Rachel
Depois de pegar a minha irmã e a Arizona transando na sala em cima do sofá, eu e a Leah subimos para o meu quarto.
- Nossa Rach voce viu como a sua irmã gritava alto, eu consegui escutar ela lá da calçada mais eu aposto que ela só estava finjindo pra Arizona.
- Eu tenho certeza de que ela não estava finjindo nada. - Falei me lembrando do tempo que eu namorei com a Ari, e um risinho escapou por entre os meus labios. - Ela é otima no que faz.
- Não acredito que voce tem a coragem de falar isso, assim, de boa na minha cara. - Essa parte saiu mais alto do que eu pensei, e a Leah foi se deitar chateada na cama.
- É que voce me interrompeu amor, eu disse que ela é otima no que faz, mas voce é muito melhor do que ela minha linda.- Me sentei por cima do seu quadril e passei a beija-lá. - Porque voce não mostra pra elas como você é muito melhor que a Arizona e me faz gemer alto?
- Acho isso uma otima ideia. - Ela me virou na cama me deixando por de baixo dela.
Eu adoro provocar ciumes na Leah porque depois ela fica super selvagem na cama, e eu amo isso nela.
Callie
Acordei super cansada, pois depois da minha irmã atrapalhar o meu orgasmo na sala eu e a Ari fomos pro quarto e ela me deu 6 maravilhosos orgasmos, e uma das partes mais interessantes é que em certo momento a minha irmã e a Leah começaram a competir com a gente pra ver quem gemia mais, e ta na cara que quem ganhou foi o casal calzona aqui, calzona foi o apelido que a Rachel inventou juntando o meu nome e o da Ari, só espero que nós não tenhamos acordado a vizinhança.
Sai da cama, fiz a minnha higiene e desci até a cozinha fazer o café da manha, e enquanto eu preparava eu senti duas maozinhas abraçarem as minhas pernas.
- Bom dia meu amorzinho. - Dei-lhe um beijo na bochecha e em seguida há peguei no colo e ela parecia ter chorado. - Filha porque voce estava chorando?
- Voce promete não ficar brava com eu mama? - Assenti e ela continuou. - É que ontem a noite a Sofi acordou pra tomar agua, e na hora que eu passei perto do seu quarto eu escutei a mamãe batendo em você.
- E por que você acha que a mamãe me bateu? - Como que essa minha filha consegue estar sempre no lugar e na hora errada.
- É que eu escutei os tapas que ela te deu e depois você começo a grita AiAiAi e ainda falo "que tapa forte Ari", e eu não quer as mamães separadas de novo, a Sofi quer as mamães dela sempre juntas com a Sofi. - Eu vou ter que mandar colocar isolamento acustico no meu quarto porque isso não pode voltar a acontecer. - A mama prometi pra mim que voces nao vai briga mais? - Pediu com os olhinhos avermelhados ainda pelo seu choro.
- A mama promete, que voce nunca mais vai escutar isso ta bom? - Ela assentiu e enxugou o seu rostinho. - Agora vem aqui e vamos comer que a mama fez o seu café da manhã preferido. - Um sorriso se abriu no seu rosto, e logo em seguida a Arizona se juntou a nós duas na cozinha.
Comemos tudo o que eu preparei ate que a Rachel e a namorada se juntaram a nós na mesa e a Arizona aproveitou a oportunidade pra contar as duas sobre o nosso segundo casamento.

Notas Finais


Pronto meus amores ta ai mais um capitulo dessa historia eu tenho duas noticias uma boa e uma não muito boa.
A boa é que eu ja tenho mais capitulos prontos então eu vou voltar logo, e a não mt boa é que a fic está chegando nos seus momentos finais.
Bom isso foi só e eu prometo que vou voltar logo com o proximo capitulo, então até a proxima
bjs xxxxxx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...