História Forever destined - Capítulo 47


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts
Visualizações 53
Palavras 967
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Meu Deus do céu!!!!!!!!!!! 50 favoritos ❤❤❤ sério gente obrigado por estarem apreciando meu trabalho, quando eu comecei a escrever essa fic eu não esperava que alguém iria se interessar, mas ai a cada capítulo mais e mais pessoas lê minha fic, e se intercessão e acompanham e isso me deixa muito feliz, e eu espero que esse número continuei crescendo a cada capítulo .... Agora deixo vcs com mais um capítulo feito de coração para meus 50 favoritos e os que se tornaram meus favoritos, Espero que gostem anjinhos....

Capítulo 47 - "A História não contada 4"


Fanfic / Fanfiction Forever destined - Capítulo 47 - "A História não contada 4"

Mas isso não vai ficar assim não princesa, eu vou ter minha vingança.

*Quebra de tempo*

Ela e os dois seres que eu estou planejando como matar ficaram me olhando por um  tempo, os dois ficara confusos com Meu comportamento pois é evidente que eu estou com ciúmes.

Eu fiquei observando eles conversarem entre si, pois comigo quase não trocaram palavras, pra ver que tipo de relacionamento esses três possuem, me parecem ser amigos íntimos.

Então depois de vários assuntos e situações presenciadas, meu ciúme foi sumindo aos poucos, acabei percebendo que São pessoas legais, e não tem interesse na minha Akira além da amizade.

Até me pediram desculpas quando descobriram que eu sou o noivo dela, pois apesar de não terem mas intenções, pareciam entender o meu lado, talvez já tenham passado por isso ou algo parecido.

Eu meio que gostei deles, parecem ser pessoas incríveis, eu me diverti só  de ficar olhando eles, são realmente comédias ambulantes.

E o melhor de tudo, eles me proporcionaram ver várias vezes o sorriso da minha princesa,  por um lado é bom ver o sorriso dela, mas por outro, esse sorriso nunca foi pra mim, e isso me deixa muito triste.

Ela deve estar pensando que por eu ter me entendido com eles, eu e ela estamos acertados também, coitada melhor deixar ela se iludir por enquanto, farei que minha vingança venha de forma prazerosa... De várias formas....

Eu já comecei de leve, fiquei provocando ela com olhares, que ela sabia reagir muito bem, eu estava rindo por dentro pois sei que agora ela provavelmente se arrepende por ter me afastado no carro horas antes, agora vejo que ela quer tanto quanto eu, e é assim que cumprirei minha vingança, provocarei ela ao máximo, fazer esse tipo de coisa sempre foi um dos meus talentos....

Depois de conversamos e a enfermeira nos liberar eu tive um momento único com ela no carro, que foi drasticamente interrompido, por um certo motorista, que ficará sem ticket de alimentação esse mês ( é brincadeira), esse carro já está virando tipo um ponto de pegasão pra nós dois, e após esse momento Quase perfeito, eu só quero mais ainda tela por completo.... Eu já tenho certeza que ela sente algo forte por mim,  mais quero ouvir ela dizer, eu quero muito isso, quero que ela confesse, porque eu tenho certeza sobre meus sentimentos por ela.

Eu a levei ao médico, e outra vez eu pude carrega-lá em meus braços, além da parte física que é incrível a sensação dos nossos corpos tão próximos, a maciez da pele dela, o cheiro dela a forma carinhosa e também a forma ardente de desejo que ela me olha dependendo do que Fasso ou digo, dês de o momento do carro, além disso tudo que está me deixando louco, ainda tem esse sentimento dentro de mim, que cresce na medida de tempo que eu passo com ela, esse sentimento de querer protege-lá de tudo e de todos, de cuidar dela de fazer ela feliz, isso tem crescido dentro de mim, me fazendo querer mostra a ela meu melhor lado, que é pra poucos, que eu demonstro, só para aqueles que eu...... Amo.

E tudo que eu quero, é que ela me ame, como eu a amo.... 

Mas mesmo com todos esses sentimentos super românticos, e tudo mais, eu não consigo parar de provoca-la, não perco uma oportunidade, é inevitável, digo coisas que fazem o corpo dela estremecer nos meus braços, isso vem naturalmente de mim, é um talento.

O médico disse que ela teria que ficar em casa por 15 dias, ver a carinha dela de decepção, me lembrou quando éramos crianças e o pai dela disse que ela não poderia comer a sobremesa até terminar o jantar, me deu vontade de rir mas não seria muito apropriado para o momento.

Eu a peguei novamente no colo e fomos em direção a rua esperar meu caro amigo atrasado, e ficamos conversando e eu finalmente vi ela rir pra mim, finalmente foi pra mim aquele sorriso incrível, e o melhor foi o que ela disse, "também quero te fazer rir", em outro contexto poderia ser, quero te fazer feliz, então ela se ajeitou em meus braços tipo me abraçando, me fazendo sentindo uma felicidade que não cabe dento de mim, eu pude sentir nesse momento que nós finalmente tínhamos nos acertado, finalmente estávamos agindo como noivos, eu até suspeito que ela já esteja apaixonada por mim, finalmente ela estava deixando transparecer o que ela sente de verdade.

Nos encontramos com uma amiga dela que atrapalhou nosso quase beijo, parece que as pessoas planejaram atrapalhar minha vida amorosa hoje, acordaram com esse propósito.

E depois de um longo tempo gasto em explicações e outras coisas nos despedimos da amiga dela, que parece ser uma pessoa maravilhosa, e entramos no carro, A irmã dela me ligou deu uma broca depois desculpas a minha Akira.

Eu estava determinado a ficar com ela na minha casa pelos próximos 15 dias, só que ai eu recebi uma mensagem que acabou com essa ideia, meu Irmão acabou de chegar, e não daria certo, e eu não poderia ficar 15 dias com ela no meu apartamento sozinhos eu não me responsabilizo por mim mesmo, e realmente não dá com meu irmão lá em casa, mas eu não quero me separar dela esse noite, quero poder fazer tudo que eu sempre desejei por esses anos ( não pensem besteira), ser carinho poder cuidar dela, faze-lá rir, muito, implicar faz parte, etc, claro que ter um contato mais íntimo, beijar aqueles lábios macios está no topo da lista.... Definitivamente ela passará essa noite comigo.( ele não tem uma lista)

Então chegamos, eu disse o horário que o Namjoon deveria vir busca-la, e a levei ao meu apartamento.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado anjinhos...
Obrigado mesmo....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...