História Forever jikook - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags jikook namjin vhope taegi vkook jihope
Exibições 93
Palavras 1.108
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura filhotinhus^-^

Capítulo 16 - Capitulo 16-Não é nada do que esta pensando...


Fanfic / Fanfiction Forever jikook - Capítulo 16 - Capitulo 16-Não é nada do que esta pensando...


                      POV Jungkook

-Não é o que você esta pensando-disse jimin se levantando nervosamente. Eu riria se não também estivesse nervoso.

-Eu não acredito...-Disse minha mãe mais eu a interrompi.

-Omma, nós podemos explicar-Não sei como ira dizer a ele que não era o que ela estava pensando. Que, sem querer, eu escorreguei e cai de boca na boca de jimin? Não sei, mas tentaria. Porem ela me interrompeu.

- Vocês não fazem ideia do quanto eu torcia para vocês dois namorarem.-ele falou e eu me surpreendi. Como assim ela torcia.

-O QUE?- Jimin começou a tossir como se tivesse engasgado.

-Não...es..tamos namorando...-Ele disse entre as tosses.

-Na minha época a gente só se beijava quando estavamos namorando, antes disse, nem na mão pegava.- Falou ela esncostando no batente da porta e gargalhando.

-Ah...na época que precisava sair de capacete na rua para os dinossauros não pisar na sua cabeça? ata.- sussurei, mas acho que ela escutou porque ela pegou um cubo magico que ficava na mesinha do meu computador e tacou em mim. Por sorte desviei. Jimin caiu na cadeira rindo-Você quer me matar sua louca ?!-falei fingindo estar indignado.

-Não sou tão velha quanto parece.-falou-Ahh, Jimin sua mãe está te esperando lá em baixo, mas ela disse que se você quizer ficar e dormir aqui, você pode.

-Ahh, vai jiminie. Dormi aqui. Por favor- afinei a voz.

-Acho melhor não...-falou.

-Por... Favor-fiz meu melhor aegyo fazendo ele suspirar derrotado.

-ta bom, mas só porque eu estou com muita saudades de você. De vocês ,né? -Ele fez coraçãozinho para a minha omma e apertou minhas bochechas.-Irei falar com a minha omma que vou dormir aqui. -Jimin levantou da cadeira e saiu do quarto.

Hoje será uma das noites mais felizes da minha vida, A noite mais feliz da minha vida, depois de Jimin ter ido embora. Enquanto ele falava com a omma dele, a minha já tinha descido também, eu resolvi tomar um banho. Fui em direção ao banheiro, me despi e me Enfiei em baixo do chuveiro, quente como sempre, deixando meus músculos relaxarem. Tomei um banho rápido. Coloquei uma bermuda preta, só tinha levado a bermuda e esqueci a camisa, e sai do banheiro. Fui para o meu quarto dando de cara com um Jimin olhando umas fotos nossa quando pequeno que eu guardava na ultima gaveta da minha mesa. Ele estava sorrindo bobo, parecia que estava viajando no tempo com as fotos.

-É feio mexer nas coisas dos outros sabia. -Disse me sentando na cama o encarando.

-Eu lembro desse dia-Disse sem tirar os olhos da foto, ainda com o sorriso modelando seus lábios. Me inclinei para ver melhor a foto e nela estava eu deitado com a cabeça nas pernas de Jimin que estava sentado no chão. Eu estava chorando, com o joelho todo ralado.-Nós tinhamos 8 e 10 anos. Eu estava tentando fazer você aprender a andar de bicicleta sem as rodinhas-Riu anasalado-Não deu muito certo. Você caiu, se ralou todo e eu estava tentando te acalmar. -Ri lembrando dessa cena. -E o mais engraçado foi que você caiu por que uma boboleta passou voando na sua frente. -Gargalhei alto me jogando na cama.

-Tempos bons. Otimas lembranças. -Eu estava encarando o teto quando escuto Jimin falar.

-Ahh, não creio que você ainda tem isso. -falou e me lavantei para ver o que era. Ele estava segurando o caderninho que ele tinha me dado no meu aniversário. Meu caderninho de poemas. -Quanto tempo tem isso, cara. Te dei quando você fez 9 anos. -Na hora que ele ia abri o caderninho eu corri e peguei de sua mão.

-Ehh... Que você...não pode ler isso... -ele fez um cara de confuso. -É pessoal. Meus poemas.

-Não sabia que escrevia, desde quando escreve-perguntou me encarando.

-Desde...que... Você... -cocei a garganta -foi... Embora.

-Ou... É sobre mim então? -assenti-Posso ler?.

-ãh...qualquer dia desses eu deixo. Tenho vergonha-Falei e guardei o caderno no guarda-roupa.

-Vou cobrar em-Sorriu-Agora irei tomar um banho. Eh... O banheiro fica no mesmo lugar?

-fica sim. Ah, tem toalha no banheiro e pode vesti essas roupas minhas-entreguei uma camisa e uma bermuda para ele. -Fica a vontade.

-Obrigado kookie-sorriu e saiu do quarto. Peguei meu celular e me joguei na cama. Resolvi mandar uma mensagem para o V, perguntando se ele estava bem e tinha chegado em casa bem. Depois de cinco minutos ele me respondeu dizendo que tinha chegado bem, mas que não estava bem. Disse que ainda estava muito abatido. Falei para ele tenta dormir, sei que é inutil, que amanhã eu iria passa a tarde com ele. Escuto a porta abri e vejo um Jimin para do na porta com a minha camisa, que por sinal fico larga e muito fofa nele, e estava sem a bermuda que eu havia dado. Estava apenas de box. JESUS CRISTO.

-Ficou um pouco grande-Disse abrindo os braços e se aproximando da cama.

-Ficou bonito. Ta muito fofo. -Me aproximei dele apertando suas bochechas. Sei como ele odeia isso.

-Aigoo, você sabe como eu odeio que apertem minhas bochechas-falou fazendo um bico muito fofo. As apertei de novo.

-Eu sei, estou te provocando. Algumas coisa não se perdem no tempo não é mesmo.?

-Pois é. Mas então, onde irei dormir?
-Aqui. Comigo. -falei apondando para a cama.

-Fechou. -disse se jogando na cama e se cobrindo.-sorri com seu ato.

-Aish. Hyung, você é folgado.-sussurei, mas ele escutou.


-Como? -Me esncarou esperando que eu repetisse.

-Meu professor é folgado eu disse-inventei qualquer coisa para não apanhar.

-Ata, tinha entendido outra coisa. -gargalhei. Me cobri e me vire para encarar jimin que se encontrava com os olhos fechados. Deslizdu meus dedos contornando seu rosto. Ele era perfeito.

-Senti tanta a sua falta hyung. Você não faz ideia. -sussurei, sorrindo de lado.

-Faço, porque eu tambem senti sua falta. Mais do que você imagina-abriu os olhos sorrindo. Me aproximei e selei nossos lábios logo os separando. jimin estava extremamente corado. Puxei ele para que deitasse sua cabeça no meu peito. -Boa noite Jiminie. -depositei um beijo no topo de sua cabeça.

-Boa noite kookie- depositou um beijo inocente no meu peito nu. -sonhe com um anjo.

-Vulgor você-sorri fechando os olhos, ouvindo jimin rir baixo e afaguei seus cabelos.

Senti tanta falta de dormir desse jeito com Jimin. Isso tudo parecia uma sonho. O sonho mais belo que já tive. E se for, por favor, nunca me acorde. Jimin era extremamente perfeito. Se não foi Jimin que criou a beleza, então não sei quem foi.

E afagando as madeichas ruivas de jimin me permiti ser consumido pelo sono, sentindo o suave cheiro doce que jimin exalava. Não existi, e nem vai existi, coisa melhor do que dormir ao lado de que você realmente gosta. 


Notas Finais


Deculpem me qualquer erro. Desculpa a demora. Entrarei de férias, então ficara melhor para escrever e terei mais tempo parame dedicar a essa fic. Se cuidem.

Kissus de Nutella<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...