História Forever jikook - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags jikook namjin vhope taegi vkook jihope
Exibições 108
Palavras 1.156
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sobre wings e o MV ? Eu n tenhu mais sanidade nem vida. Eu morri. Deus mi deu mais uma chance. E agr eu so uma alma vagandu pela terra. Disculpa ,eu mi inpolgay.

Boa leitura filhotinhus. *-*

Capítulo 9 - Capitulo 9-Meu primeiro beijo...


Fanfic / Fanfiction Forever jikook - Capítulo 9 - Capitulo 9-Meu primeiro beijo...


         POV Jungkook (on)

Essa semana tem passado muito rapido. Taehyung de vez em quando vem aqui em casa e eu na casa dele. Nós nos conhecemos tem pouco tempo, mas é como se eu já tivesse anos de convivencia com ele.

Ontem eu surtei. Literalmelte.
Ontem foi o aniversario do...jimin. pois é. Jimin está fazendo 16 anos e pela primeira vez, não irei passar o seu aniversario ao seu lado. Então ontem eu me tranquei dentro do meu quarto. Chorei igual a uma criança fazendo pirraça e me cortei. Sim eu me cortei. Meu corpo todo. Braços. Pernas. Barriga...Teria cortado o meu pescoço se o Tae não tivesse aparecido e arrombado minha porta.

Parece meio idiota, se cortar por uma pessoa que você nem sabe se ainda se preocupa com você. Sim é bem idiota. Mas na hora você não pensa em nada. Só vê o estrago depois. As vezes é bom. Pelo melos a dor me distrai e eu não preciso ficar pensano nele.

Se o Taehyung perguntou o porque deu estar surtando, chorando e me cortando? Claro que perguntou. E eu tive que responder, se não ele não ia me deixar em paz. Taehyung era daquelas pessoas que precisam saber o que estar acontecendo e se você não falar ele faz da sua vida um inferno até você contar.

Hoje é domingo, acabei de acordar e tomar banho. V me chamou para ir na cada dele. Coloquei uma calça preta rasgada nos joelhos, uma regata azul e um tenis preto. Peguei meu celular ,mandando uma mensagem para ele dizendo que eu já estava saindo de casa. Desci as escadas, dei um beijo na minha omma, que estava aasistindo televisão.

A casa do Tae não era tão longe da minha, dava para ir a pé de boa. O taehyung não tem casa, ele tem uma mansão. Caralho é muito grande e perfeita. Parei em frente a casa dele e toquei a campainha. Depois de alguns segundos a porta se abriu revelando uma mulher um pouco mais baixa que eu.

-ah ola, você deve ser o amigo do taehyung-disse estendendo a mão para mim.-eu sou a mãe dele, kim soo.

-sou eu mesmo-corei pela vergonha e apertei a mão dela-prazer senhora kim.

-senhora estar no céu-falou sorrindo dando passagem para mim entrar-me chame apenas de tia, se preferir.

-pode deixa tia-falei sorrindo de lado e entrando.  A casa dele era ainda mais bonita por dentro.

-KIM TAEHYUNG SEU AMIGO BONITÃO CHEGOU!!!-ela grito do pé da escada. Corei imediatamente e violentamente, abaixei a cabeça. Taehyung gritou de volta dizendo que já estava descendo.-pode senta no sofá para esperar se quiser.

-ata, obrigada.-fui andando em direção ao sofá-era todo de couro preto-fiquei até com dó de sentar, mas sentei. Depois de uns cinco minutos o V chega bem devagar atràs de mim e me da um baita susto.-QUE SUSTO cacete-dei um soco no braço dele e no xinamento falei baixo para a mãe dele não escultar.

-AII CARALHO-grito masageando o local onde depositei o soco-relaxa ,minha omma não liga de xingar dentro de casa. Bora lá em cima?

-bora-subimos as escadas e fomos para um corredor cheio de portas. Na ultima porta o Tae abri e entra.

-bem vindo ao meu universo-disse dando passagem para mim poder entrar.-não repara na bagunça não.

-wow-falei entrando e observando cada canto do quarto dele-Que quarto foda.

O quarto do Tae era incrivel, como se fosse uma galaxia. Um universo. As paredes eram todas pintadas em tons de roxo, azul, rosa... como se fosse uma galaxia mesmo. Tinha varias estrelas desenhadas no teto e nas paredes. No criado-mudo tinha varios planetinhas, um abajur em forma de saturno. Na janela tinha um telescopio. A colcha que forrava a cama de casal dele tinha um foguete gigante estampado.

-nem um pouco fisurado em estrelas e galaxas, né?-ele disse se jogando na cama.

-pretende fazer astronomia?-perguntei observando cada canto do quarto.

-sim-falou se sentando e batendo na cama-senta aqui.

-pra que?-perguntei confuso.

-senta logo-falou-antes que eu passe com um onibus em cima de você.

-oxi, calma-falei me sentando-não se precipite.

-olha só isso-ele se levandou, fechou a janela, apagou a luz e se sentou ao meu lado de novo.

-o que você esta fazendo?-estava muito escuro, quase não dava para ver o rosto dele- não me estrupe.

-calma-gargalhou-não vou te estrupar jungkook. Só vou te mostrar um dos motivos pelo qual eu me apaixonei pela astronomia.

Ele passou a mão pelo criado-mudo e pegou um controle que estava em cima dele. Ele clicou em um botão no controle e logo um reprojetor que ficava no teto do quarto reprojetou uma galaxia. A Galaxia em que vivemos. A via-lactia. Era a coisa mais incrivel que eu ja vi na minha vida. Tinha todos os planetas. Desde vénus a neturno.

-wooow-não conseguia descrever o que estava vendo.

-incrivel, não é mesmo-olhei taehyung pelo canto do olho e ele me encarava.-minha mãe estava certa, sabia?.

-sobre o que?-perguntei confuso e encarei ele.

-sobre você ser bonito.-corei violentamente.

-para-dei um tapa de leve na coxa dele- está me deixando sem graça,  porra. -sorri sem graça, mesmo sabendo que ele não poderia enxergar.

-não estou brincando. -falou e percebo que ele estava chegando perto demais.-você é muito lindo.

- você não acha que está perto demais não?-eu estava ardendo de vergonha pela aproximação de taehyung.

-vai me dizer que você não quer? Perguntou passeando sua mão pela minha coxa  foi subindo pelo meu braço,  meu rosto,  meus cabelos até chegar a nuca e começa a acariciá-la.

-ta...talvez-meu coração estava batendo tão rapido e forte que tenho certeza que o Tae estava ouvindo.

Eu estava com tanta vergonha que não conseguia encarar ele, então fechei os olhos. Não sei quanto tempo fiquei pensando, mas fui tirado do meu transe quando senti os lábios de taehyung nos meus. Sim. Era o meu primeiro beijo. E eu não sábia como reagir. Eu não sábia o que fazer com a minha língua, então só me deixei levar pelo momento. Os lábios dele eram tão macios e suaves. A língua dele tinha um gosto muito bom. Nós nos separamos quando nos faltou ar. Ainda estava de olhos fechados. Senti uma claridade bater no meu rosto e quando abri os olhos, Taehyung tinha ascendido a lâmpada do quarto e me encarava.

-era seu primeiro... -não terminou de dizer a frase.

-sim-disse e abaixei a cabeça por conta da vergonha.

-o que ?-senti ele sentar-se ao meu lado-não gostou?

-não é isso... E que... -tentei explicar mas estava meio difícil- é que... Parecía que... Eu... Estava...

-beijando um irmão ?-falou e eu encarei ele afirmando com a cabeça. Ele sorriu de lado. -eu também senti a mesma coisa.

-espero que não mude nada na nossa amizade-disse o encarando.

-não vai. Só muda o fato de sermos irmãos agora. -gargalhou. -bora comer. Estou morrendo de fome.

-grito-gargalhamos levantando. -partiu.-saimos do quarto e fomos comer.

   ~MUITO TEMPO DEPOIS~
                         •••


Notas Finais


Disculpa eu por qualquer erru.

Kissus de Nutella ^_^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...