História Forever Together - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Akashi Seijuro, Aomine Daiki, Himuro Tatsuya, Hyuga Junpei, Izuki Shun, Kagami Taiga, Kise Ryouta, Kiyoshi Teppei, Kuroko Tetsuya, Midorima Shintarou, Momoi Satsuki, Murasakibara Atsushi, Personagens Originais, Riko Aida
Tags Anime, Comedia, Esportes, Kagami, Kagamixkuroko, Kuroko, Kuroko No Basket, Lemon, Mangá, Yaoi
Exibições 71
Palavras 1.716
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 20 - Um novo amor


Fanfic / Fanfiction Forever Together - Capítulo 20 - Um novo amor

~ Kuroko on ~

  Drake e eu andávamos em direção ao quarto do moreno, era um pouco longe do local da festa mas mal conseguia ouvir a música dentro da casa.

— Não se preocupe com a festa, os quartos tem paredes especiais, elas fazem com que fique bem difícil ouvir algo dentro ou fora deles — explicou Drake.

— Entendo...— respondi enquanto olhava a casa.

O local era muito espaçoso, nem parecia uma casa e sim uma mansão.

— Bem, meu quarto fica atrás dessa porta, espero que goste — disse Drake abrindo a porta do quarto.

— Nem se preocupe com isso...wow....— Falei surpreso.

O quarto era do tamanho de uma sala de estar!

— Eu vou no banheiro, já volto — ele disse entrando mais fundo no quarto.

— Ta, mas o banheiro não é lá fora? — perguntei confuso.

— Sim, mas eu tenho um aqui no quarto também! — ele gritou.

Sua voz parecia distante... O quão grande é essa casa!? Enquanto ele não voltava eu resolvi olhar o quarto...a cama era de casal e estava arrumada, tinha um tapete grande no centro do quarto, uma TV em cima de uma cômoda, um grande roupeiro, janelas do tamanho de portas e nas paredes...

— Isso é...— falei surpreso.

— Ah! você achou meus posters de basquete...— disse Drake meio envergonhado.

— Todos são do Seirin! — falei olhando mais de perto.

— É meu time preferido — o moreno respondeu.

Quando voltei a olhar para ele, notei que suas roupas mudaram, agora ele usava uma bermuda e uma camisa de manga curta, aparentemente era o seu pijama.

— Bem...eu não sei como você estava acostumado a dormir com o Kagami mas...eu coloquei um pijama...não queria deixar você desconfortável na primeira vez que dormimos juntos...— Explicou Drake.

Ele estava claramente envergonhado! Sua bochecha estava rosada e ele estava falando pausadamente.

— Drake, você está com vergonha? — perguntei.

— É....mais ou menos...é a primeira vez que durmo com alguém — ele disse olhando para o chão.

Eu me aproximei lentamente e abracei o grandão.

— Você é tão fofo! — falei apertando-o.

— Valeu...— Ele retribuiu o abraço.

Agora que reparei ele era muito mais alto que o Kagami-kun, meu rosto encostava abaixo de seu peitoral. Trocamos um curto beijo e ele foi se deitar na cama.
Tirei meu terno, e quando comecei a tirar minha camisa ele virou o rosto para o lado.

— Algum problema? — perguntei confuso.

— N-não, é só que...é...tipo...você vai colocar o quê depois? — ele perguntou corado.

— Não tenho a mínima ideia — falei rindo.

Ele se levantou da cama e abriu seu roupeiro absurdamente grande, ele procurava alguma coisa.

— Aqui, tenho outros pijamas se você quiser colocar...— ele falou ainda tímido, sendo que eu estava apenas sem camisa.

OK....eu admito que pensei bobagem quando ele me convidou para o quarto dele, mas ele só queria dormir mesmo, e eu aqui pensando em outras coisas. Acho que fiquei mal acostumado.

— Hum...talvez eu vou colocar só a camisa...— falei me vestindo.

— Por que? — ele me olhou confuso.

— Bem...é que sua camisa da quase um vestido em mim! Olha isso aqui, quase chega nos meus joelhos ! — falei rindo.

— Verdade! — ele me acompanhou na risada.

Resolvi dormir de cueca e camisa( se bem que a camisa era ridiculamente larga em mim), então tirei meus sapatos e calça sociais.

— Você vai dormir de cueca? Tipo sem bermuda ou calça? — perguntou Drake.

— Se você não gostar, eu coloco alguma coisa. — respondi.

— Por mim tudo bem! Eu...gostei da ideia... — ele admitiu.

Nos deitamamos na cama de Drake, era muito confortável e espaçosa.

— Kuroko...— ele me chamou.

— O que foi? — perguntei.

— Você deixa eu dormir abraçado em você? — perguntou Drake.

— Tipo de conchinha? — respondi.

— Isso!  — ele respondeu animado.

— Deixo, eu até gosto de dormir assim — falei sorrindo.

Senti os braços do moreno me abraçarem com cuidado e me puxarem para perto de seu corpo. Ele era quente e confortável...eu posso me acostumar à dormir assim.
Fechei meus olhos para dormir e pude ouvir um pequeno sussuro em meu ouvido.

— Te amo — sussurou Drake.

— Também...te...amo... — respondi sonolento.

Senti ele me apertar um pouquinho mais forte ao ouvir minha resposta, mas seu corpo era tão gostoso de sentir que nem me importei, apenas adormeci.

Quando acordei encontrei um moreno lindo trazendo minha bandeja com café da manhã.

— Bom dia mor! — ele disse beijando minha bochecha.

— Bom dia mor...— falei coçando meus olhos.

— Eu trouxe seu café, aqui tem um sanduíche, frutas e um suco caso não queira café com leite — ele disse colocando a bandeja em meu colo.

— Tudo parece muito gostoso,você  vai comer comigo? — perguntei ao notar que não havia mais nada separado.

— Já tomei café um pouco antes, desculpe....— ele com a voz meio triste.

— Não precisa se desculpar — disse tentando deixa-lo confortável.

— Certo, valeu! — ele disse sorrindo.

— Mas Drake, você nunca dormiu com ninguém mesmo? — perguntei enquanto bebia meu café com leite.

— Não. Por quê? — ele me olhou curioso.

— Sei lá. Tipo, você é atraente, com certeza deve arrasar o coração das mulheres — falei elogiando ele.

Notei suas bochechas ficarem meio rosadas.

— Eu só me preocupo com o seu coração — ele respondeu sentando ao meu lado — mesmo que eu tenha arrasado os corações de outras pessoas, o único que arrasou de verdade o meu foi você.

Cara....como ele pode ser tão legal assim!? Primeiro ele me trás um café da manhã na cama, e agora me diz isso...

— Vem cá — o chamei mais perto.

Me aproximei de seu rosto, e o beijei bem devagar, seus lábios quentes e delicados faziam um encaixe perfeito nos meus. Senti o moreno me abraçar durante o beijo.

— Você tem gosto doce — ele disse depois que separamos nossos lábios.

— Como assim? — perguntei confuso.

— Tipo...seus lábios...eles tem um gosto doce, me lembra chocolate. — ele me explicou rindo.

— Obrigado — senti minhas bochechas esquentarem.

O moreno sorriu ao me ver corado.

— Então...planos para hoje? — ele perguntou.

— Tava pensando em ensinar você a jogar basquete. O que acha? — falei lembrando que eu havia dito isso ontem.

— Sério!? Que incrível! — ele falou animado.

Eu terminei de tomar o café e falei para o moreno colocar uma roupa que ele se sentisse confortável para praticar esportes. Ele pegou suas roupas e andou em direção ao banheiro.

— Drake, pode se trocar aqui mesmo, não precisa ir ao banheiro toda vez que trocar de roupa. — falei.

— Tem certeza? — ele perguntou.

— Tenho. Estamos namorando certo? — respondi.

— Estamos...é você tem razão...não preciso ter vergonha perto de você. — ele falou se sentindo melhor.

Quando ele tirou a camisa e a bermuda...meu deus...que corpo gostoso...ele tinha músculos mas não era algo extremo ou quase sem nada, era na medida certa...na mediada de me tirar o ar...a cueca box realçava sua bunda e seu membro....eu acho que babei um pouco.

— Kuroko? Hey Kuroko! — ele me chamou enquanto estava só de cueca.

Eu não respondi, eu estava ali parado admirando ele...

— Seu bobinho não precisa ficar assim — ele se aproximou — você pode ver muito mais se quiser.

Ele me abraçou na cama e me beijou, admito que eu gostei daquilo....ta eu gostei muito...pra caramba, passei minhas mãos sobre suas costas o puxando para mais perto, senti seu corpo se esfregar no meu e depois se distânciar.
Se ele queria me provocar...ele tinha conseguido.

Nos arrumamos e saímos, antes de ir para a quadra, fomos pra a minha casa onde eu coloquei roupas mais confortáveis para poder jogar e peguei uma bola de basquete. Então fomos para a quadra perto da minha casa.
Mostrei alguns dribles, tipos de arremeços e logo Drake estava jogando basquete, mostrei apenas o básico e ele aprendeu rápido. Ele aparentava ter talento para o esporte e vontade de aprender de sobra.
Jogamos um pouco e nos deitamos na grama, sob a sombra de uma árvore antiga.

— Aah...que cansaço! — exclamou Drake.

— Verdade...E o dia está tão quente.... — falei suspirando.

— Você quer um sorvete? Eu compro pra nós — ele disse animado.

— Quero! — falei animado — por favor.

Ele se levantou e estendeu a mão para mim, fomos até uma sorveteria próxima da quadra.

— O quê seria para os senhores? — perguntou o sorveteiro.

— O que voce prefere Kuroko? — perguntou Drake.

— Hum.... pra mim pode ser uma casquinha de creme.

— Duas casquinhas de creme por favor! — pediu Drake.

Nos sentamos em uma mesa próxima da janela, o sorvete era muito bom.

— E então estava bom? — ele perguntou me olhando nos olhos

— Estava, é a primeira vez que venho aqui — falei enquanto olhava o local.

—Sério? Mas é tão perto da sua casa — ele respondeu confuso.

— Pois é! Nunca vim aqui...acho que por preguiça mesmo — falei rindo.

Nós rimos um pouco e brincamos com o sorvete.

— Enfim...vamos voltar? — ele falou — o sol já esta se pondo...

— Mas já!? Que horas eu acordei? — perguntei surpreso.

— Hmmm era perto do meio-dia, mas eu levei o café da manhã porquê era sua primeira refeição — explicou Drake.

— Nossa...eu dormi demais....— falei.

— Né — ele riu da minha cara.

Seu sorriso era tão lindo...eu podia olhar ele o dia todo.
Saímos da sorveteria e Drake parou do nada.

— Kuroko...podemos andar de mãos dadas? — ele perguntou meio tímido.

— Claro! — estendi minha mão até a dele.

Sua mão era bem maior que a minha, mas ele segurou com cuidado, eu me sentia protegido perto dele.

— Te amo...— falei quando ele segurou minha mão.

— Também te amo, meu baixinho — ele respondeu me abraçando.

Estávamos voltando para casa rindo e conversando quando no caminho encontramos Kagami-kun e Anne, os meus olhos e os do ruivo se encontraram no mesmo instante.


Notas Finais


ME DESCULPEM!!! ;u;

A fic atrasou, mas eu vou explicar o pq: eu to em semana de prova e entrega de trabalhos. É muita coisa pra fazer, e mesmo que eu goste de escrever, fica difícil... Cada capítulo demora em torno de 1hora ou mais pra ser escrito, e eu leio antes de postar( e mesmo assim ainda sobram alguns erros as vezes), MAS eu não vou parar a fic, mesmo que atrase alguns dias, vou continuar até eu terminar essa história.

Enfim oq acharam do capítulo?
Oq estão achando do Drake? Ele ta sendo um bom namorado pro Kuroko?
E oq vai acontecer agora que o Kagami viu os dois juntos?

Espero que tenham gostado e até o próximo capítulo!

~ Tio Kuroko


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...