História Four Girls - Secrets Dangerous - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Assassinato, Lesbicas, Morte, Sexo, Violencia
Visualizações 12
Palavras 1.577
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Mistério, Policial, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oii amores voltei com mais um capítulo espero que gostem, se gostarem não esqueçam de favoritar e comentar também ❤ as coisas vão começar a acontecer dentre dos próximos capítulos, o killer vai começar a aparecer e entrar mais em ação, nas notas finais conversamos
Boa leitura ❤

Capítulo 9 - Em busca do diário


– O que, ela quer que eu seja a faxineira da casa dela? - Lolly fala lendo um papel 

– Ela quer que eu lave as roupas dela?imagina lavar aquelas calcinhas imunda com fedor de bicho morto! - disse Karen também irritada 

 – Ela quer que eu seja a companheira de shopping, não é tão ruim fazer compras com a Wendy - ela sorri enquanto as meninas encaram ela

 – Não tem graça Julie, ela me colocou para fazer os trabalhos dela, isso porque nos olhos dela eu sou uma nerd - Gleice bufa de raiva 

 – Precisamos dar um jeito de pegar aquele diário, e isso tem que ser hoje mesmo - disse Karen

 ~••~

 Escola

 – Bom dia quarteto das perdedoras - ela fala entre risos com Ana e Bella 

 – O que você quer Wendy? - Julie diz alterada 

 – Oh meu Deus elas estão bravas - ela diz com um típico sorrisinho no rosto mascando um chiclete.- Sorria meninas vocês vão trabalhar pra Wendy Bittencourt

 – Por que você tá com essas ameaças agora? Nunca fizemos nada pra você - Julie fala rangendo os dentes 

 – Você e a Nerdzinha não, porém Jujuba e Lollo fizeram! - ela fala sorrindo - Ana e Bella venham.- elas saem

 – Ela acabou de falar os nossos apelidos, eu vou da cara dessa cachorra - disse Julie levantando 

 – Para com isso, não queira fazer com que a gente fique mais encrencadas que já estamos - Karen segura em seu braço

 – Tá bom canadense, qual seu plano me diga? - ela senta na mesa cruzando os braços 

– Melhor se encontramos na praça depois da aula, aqui não é seguro pra falar da Wendy e do diário - falo sussurrado 

 3 Horas depois no mesmo dia... 

 –Qual seu plano canadense? - ela fala sentando no banco

 – Precisamos entrar na casa da Wendy quando ela não estiver, jujuba você que era amiga dela ela tem horários pra sair e pra voltar? 

– Toda quarta feira 20:00 da noite Wendy se encontra com o professor de inglês no motel atrás da minha casa ela volta cerca de umas 22:20 da noite 

 – Anotado, Gleice e Lolly Eu preciso que vocês duas fiquem de vigia enquanto eu e Julie checa a casa entenderam? 

– Tenho mesmo que participar disso? - ela fala com medo 

 – Claro que tem ô menina, você também está envolvida nessa - disse Lolly revirando os olhos 

– Gleice você precisa perder esse medo, como a Lolly disse querendo ou não você está nessa também - disse Karen pegando em sua mão 

 – Fim de papo, usem preto por favor não quero que ninguém nós veja e nós acabamos encrencadas de novo - Julie disse levantando 

 – Aonde você vai Julie? - Lolly perguntou 

– Pra minha casa cuidar da minha vida - ela sorriu forçada 

 – Meninas eu descobri mais coisas sobre o casal assassinado pelo próprio filho, mas esse tal "filho" nunca foi identificado - ela fala mostrando o notebook

 – Mas o que isso tem a ver com o psicopata que a gente viu? - Julie franzi o cenho irritada 

 – Eu não sei, mas eu gostei do caso e eu vou continuar pesqueiros - ela fala entre risos 

 – Ah...- ela revira os olhos - eu vou indo Tchau pra vocês - ela sai Casa de Wendy

 – Ana, Belle fiquem de olho naquelas quatro, eu não confio nelas eu sei que elas vão querer aprontar uma pra cima de nós - ela lixa a unha 

 – Mas Wendy como nós vamos saber que esse negócio de assassino é realmente verdadeiro? - Ana comenta. 

– Por isso eu tô mandando vocês duas ficarem de olho suas tapadas, me passa esse esmalte rosa - ela aponta 

 – Por que nós duas? Eu odeio fazer as coisas com a Ana ela é tão burra - ela fala pintando a unha de Wendy

 – Escuta aqui suas putas de merda, eu quero informações sobre elas não importa quem é burra ou deixa de ser, eu só não quero que ela veja vocês 

– Aí tá bom - ela fala mascando chiclete.- Você vai encontrar seu boy hoje?

 – Por que você acha que eu estou me produzindo toda? - ela usa um vestido azul colado em seu corpo e um salto preto 

– Está linda - Ana elogia 

 – Linda eu sou todo dia meu amor, hoje eu estou maravilhosa - ela fala se olhando no espírito - Agora eu tenho que ir - pego minha bolsa e saio 

 – Ela está saindo com aquelas duas patetas - Julie fala sussurrando 

– Aí Lolly, não empurra - Gleice reclama 

– Silêncio vocês duas estamos numa missão caramba - Karen fala irritada 

 – Tira essa bunda da minha cara Gleice - ela fala empurrando 

– Ai!.- ela dela um gritinho 

– Shiu Porra! - Julie bate no volante e acaba apertando a buzina

 – Calem a boca infernos - Karen quase gritou 

 – Ela saiu vamos - disse Julie e nós saímos do carro

 Julie On

 - Assim que descemos do carro fomos paras porta do fundo, como eu era a W² eu sabia que a Wendy colocava uma chave reserva de baixo do tapete, pego a chave e abro a porta, enquanto Lolly e Gleice estão se vigia lá fora..Karen teve ideia de pegar o rádio do jogo do irmão dela para nós comunicarmos melhor, começamos a procurar o diário por toda casa, abro a gaveta secreta dela que fica atrás de uma parede falsa e acho o diário, pego e saímos dali 

 •••

 No Carro 

 – Ver se não tem nenhuma folha arrancada canadense - Julie me entrega o diário 

 – Está tudo completo, agora vamos sair daqui? - Falo e ela começa a dirigir 

– Vamos mesmo porque eu tô morrendo de medo - disse Gleice deitando no meu ombro Casa de Julie 

 – Aee, conseguimos! - batemos o copo brindando 

 – Não achei que fosse ser tão fácil assim - Lolly comentou 

– Comigo aqui também né? Óbvio que seria fácil - ela da um gole no suco

 – Meninas eu tenho que ir pra casa agora - disse Gleice colocando o copo na pia 

– Eu também vou Glei - disse Lolly 

 – Vou levar vocês até a porta - Julie levou elas até a porta e voltou 

 – Do que você está rindo? - Pergunto sentando no sofá e ela senta do meu lado

 – Quero só imaginar a cara da Wendy quando ela procurar o diário e não estar mais lá - ela fala entre risos 

 – Foi uma tremenda aventura - lambi meus lábios 

– Foi sim, está com você é sempre uma aventura canadense - ela morde os lábios.- chegamos mais perto e se beijamos, se beijamos como se estivéssemos distante por muito tempo, e assim não resistimos as tentações, ela pede espaço para sua lingua explorar minha boca e eu deixo e assim continuamos a se beijar... 

 ••• 

 – Tchau Lolly, até amanhã - ela acena dando tchau e vai para casa, a rua estava escura Gleice acelerava seus passos e o seu coração batia forte a cada passo que ela dava, um farol do carro clareou seus olhos parando em sua frente, lhe causando um impacto muito forte nos olhos, o carro para e alguém desce do carro indo em direção a Gleice, ela tenta correr mais acaba tropeçando e caindo é pega por trás e é desmaiada e levada para um lugar longe dali.- Dentro do carro 

 – Você sabe demais pirralha, e pessoas que sabe demais tem que sair da lista - começa a dirigir em alta velocidade

 De Volta a casa de Julie 

 - O beijo estava ficando mais quente e mais intenso Julie já estava sutiã, e Karen sem sutiã e de short as duas se beijavam loucamente na cama, Karen empurra Julie na cama mas seu telefone toca ela não da ouvidos e continua beijando o corpo da Loira mais o telefone continua tocando

 – Aí que saco, melhor eu atender é a mãe da Glei, será que aconteceu alguma coisa? 

– Não sei, atende - ela me abraça 

Telefone On

 - Oi Senhora Dina, tudo bem?

 - A Gleice está com vocês? Ela ainda não voltou pra casa estou preparando 

 - Ela saiu daqui alguns minutos atrás, ela já deve está chegando

 - Obrigada Karen, até mais.- desligou o celular 

 – O que ela queria? - ela fala deitando na cama 

 – Saber aonde estava a Glei, mas eu já disse que ela estava indo pra casa, aonde paramos? - Jogo o celular no chão e volto a beija-la 

 06:00 da manhã 

 – Oi meninas, bom dia.- disse Lolly

 – Cadê a Gleice, ela é a primeira a chegar na escola - Julie comentou 

– Olha a mãe dela ali, vamos lá.- Senhorita Dina cadê a Gleice? - pergunto

 – Ela não apareceu ontem, eu vim saber se ela não estava aqui na escola com vocês 

 – Não, ela não está - digo preocupada

 – Aqui estão as três patetas, cadê a nerdzinha da voz de esquilo que não está aqui? - Wendy fala

 – Por acaso está falando da minha filha? - disse a mãe de Gleice 

 – Ela mesma, essas garotas invadiram minha casa e roubaram algo..- antes dela terminar Lolly interrompeu 

– Que não era seu, agora sai daqui que não temos tempo pro seu lenga lenga 

– Precisamos encontrar a Gleice - digo pegando o celular e tentando ligar pra ela 

 Pov Gleice

 Acordo com uma tremenda dor de cabeça meus olhos estavam embaçados, quando abro vejo várias fotos minha e das meninas colada na parede, quatro bonecas semelhantes a nós, isso é tão estranho preciso tirar uma foto disse e voltar pra minha casa imediatamente, quem fez isso deve ser um psicopata muito louco...


Notas Finais


Espero que tenham gostado ❤

Gente próximo capítulo eu quero que vocês façam uma teoria nos comentários, vamos interagir sobre essa fanfic por que essa fanfic tem muito enigma, e muito suspense também..ou pode não ter por agora mais vai começar a ter, então até o próximo capítulo beijos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...