História Four girls and Four loves - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 41
Palavras 2.802
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olaaaa, segunda fanfic!!! A minha primeira foi "Os dois youtubers" (nd mlhr do q fzr aquela divugaçaozinha basica), que vai ser bem diferente dessa... Dizemos q essa é mais "formal"...

Vamos pro capitulo de hj!!!

Capítulo 1 - The damn doll


Fanfic / Fanfiction Four girls and Four loves - Capítulo 1 - The damn doll

 10 ANOS ATRAS...

 - 8... 9... 10... LA VOU EU!!!- gritei e corri em busca da Vick, da Mel e da Maddu

 Procurei atras do sofa, atras da cortina, até embaixo do armario. Então vi uma mãozinha atras da arvore do meu jardim, corri até a arvore e trombei no meu pai...

 - Filha, ja esta na hora, vamos?- ele falou

 Sou Luanna Russell, tenho 11 anos e moro aqui em Nova York, eu e minha familia iremos fazer uma visita de 1 semana para meus avós. Ja estava na hora, ja que meu pai me chamou. O Vini desceu as escadas com suas malas, ele é meu irmão mais velho, tem 16 anos e ele é bem chatinho, nem gosta de brincar comigo de Barbie. Minha mãe apareceu da cozinha, o seu nome é Mariane e ela é de origem brasileira, por isso sei falar portugues. E meu pai, Will, estava olhando em seu relogio.

 - MENINAS, JA ESTOU INDO!!!- gritei pra elas e todas sairam de seus esconderijos.

 - Você ja vai Lua?- perguntou Melissa

 - Uhum... Daqui uma semana a gente brinca mais!!!- falei

 - Ta bom!!!- falou Vick animada

 - Promete mesmo?- disse Maddu

 - Prometo!!!- falei e fizemos o que fazemos ha anos

 Melissa colocou sua mão, depois Maddu, depois eu e depois Vick. Gritamos quando levantamos as mãos:

 - AMIGAS PRA SEMPRE!!!

 Meu pai e o Vinicius sempre reclamava disso, ja minha mãe dizia que era coisa de criança, eu estava com ela, por que não podemos fazer isso?

 Até que se ouve um choro, ja estava na cara de quem era... Ah sim, eu tenho uma irmãzinha, e tipo, ela chora por tudo, mas ok. O nome dela é Bella, e ela ta com seus 3 aninhos.

 - Que foi Bella?- minha mãe falou a pegando no colo

 - Minha bonecaaa!!!- e começou a chorar novamente- Num vo ir sem a Ariane!!!

 - Vamos procurar pra você, ta?- falou Maddu

- Era só o que me faltava...- bufou Vinicius

 - Eu quis dizer... Vocês tem que ir logo!!!- Maddu falou. Dizemos que ela é apaixonadinha pelo meu irmao e puxa muito o saco dele.

 - Oh Deus...- comentei revirando os olhos

 - Filha, ja ta em cima da hora, ta? Depois a gente encontra ela- falou minha mãe com calma

 - Mas se a gente não encontrar ela, a gente vai ter azar...- ela falou

 - Puta merda...- disse Vinicius e minha mãe deu um tapa na boca dele- Que foi? Olha o que essa garotinha ta falando!!!

 - Shiu Vinicius!!!- falou Vick

 - Olha filha, nada de ruim vai acontecer, ta?- meu pai falou para a Bella- Agora vamos!!!

 - Tchau meninas!!!- me despidi de minhas amigas

 - Tchau Lua!!!- elas falaram juntas

 Minha familia e eu fomos para a garagem, colocamos as malas no carro e fomos para a viagem!!!

 1 SEMANA DEPOIS

 -  Foi muito bom te-los aqui!!!- gritou minha avó por ultimo e o carro partiu

 Passaram-se 10 minutos com o carro em silencio, ok, isto esta estranho. Meu pai ligou o radio dele, e estava tocando uma musica chata demais para meus ouvidos, deveria ser da epoca dele.

 - Pai, desliga isso fazendo o favor?- perguntei

 - Isso sim é musica boa filha!!!- ele falou dançando e começou a cantar o refrao da musica de olhos fechados

 - Amor, presta atençao na estrada, por favor?- comentou minha mãe

 - Esta tudo tranquilo amor, relaxe- ele falou- MELHOR PARTE!!!

 E cantou de novo... Foi ai que a confusão começou, o Vinicius que estava quieto e desenhando no seu caderno jogou um bolinha de papel em mim.

 - Ouu!!!- reclamei- Da pra você me deixar em paz?

 - Não, não dá!!!- ele falou e tacou outra em mim

 - Seu desgraçado!!!- falei

 - Calma crianças, pelo amor...- falou minha mãe- Para com isso Vinicius!!!

 - Ta bom mãe- ele disse, pegou uma canetinha azul e riscou meu rosto inteiro

 - Ei!!!- então parti pra cima dele- SEU IDIOTA!!!

 Não seria problema se a Bella não estivesse no meio, pois não dava pra eu bater nele, não estava o alcançando. Minha mãe foi tentando organizar a confusão, mas eu mesma digo, tava complicado. Depois de gritos, agressao e empurra-empurra, ah e claro, musica chata. Meu pai se virou e deu uma bronca em mim e no Vinicius, por tudo...

 - AMOR!!!- minha mãe gritou, interrompendo meus pensamentos, e foi a ultima coisa que ouvi...


 Acordei... Estava em um hospital, vi alguns arranhoes em meu braço, mas acho que estava tudo bem. A ultima cena que me lembro foi quando meu pai bateu o carro, eu bati minha cabeça no vidro com tanta força que acabei desmaiando. Vi um homem de branco com certeza um medico, analisando alguns papeis preocupado.

 - Moço?- falei com voz fraca- Cade meu pai, minha mãe e meus irmãos?

 O medico veio ate mim, e se abaixou perto da cama. Eu estava chorando, por ele ter feito isso, algo de muito ruim aconteceu.

 - Olha querida... Seu irmão, o Vinicius esta bem, até melhor que você por estar do outro lado da batida, sua irmã teve só alguns machucados leves- foi então que ele parou de falar...

 - O que foi?- falei com a voz leve

 - Seu pai... Esta em estado grave...- ele percebeu que eu estava quase desabando então completou- Mas ele tem muitas chances de sair daqui... ok?

 - E minha mãe?- falei aos soluços

 - Então... ela foi morar com Deus...- ele disse lentamente- Olha... com o impacto da batida, que foi ao lado dela, ela teve um traumatismo cranianio, e não conseguiu chegar no hospital com vida...

 - Você esta falando que minha mãe morreu?- falei chorando mais

 - É... mas pense, ela esta melhor no cé...- ele falava mas o interrompi

 - Me deixe um pouco sozinha por favor...- pedi

 Foi aquela maldita boneca, se não fosse ela estariamos em casa, felizes, eu com minhas amigas, e ainda, com minha mãe. A Bella estava certa, infelizmente. Não teria mais a preçensa de minha mãe na minha vida... Quem vai me ajudar na liçao de casa? Quem vai me ajudar a cuidar do Tobby, o nosso cachorro? Quem vai me amar e cuidar de mim pra todo o sempre? Eu não era nada sem ela, e agora ela se partiu... Eu sei, tenho meu pai e meus irmaos... mas... Não é a mesma coisa. Eu a amo, eu a quero, AGORA!!!

 EM SETEMBRO DE 2016...

 - Pai, esta na hora do remedio!!!- falei o dando seus 3 comprimidos com agua

 - Filha, cade o Vinicius?- ele perguntava isso todos os dias, pois quem dava os remedios pra ele era o Vinicius

 - Pai, lembra que ele se mudou com a esposa?- eu perguntei

 - Ah, claro... A Bella também foi?- ele perguntou

 - Foi sim...- eu respondi

 Ah, vocês não devem estar entendendo nada. Meu nome é Luanna Russell, estou com meus 21 anos. Depois daquele acidente, meu pai ficou com amnesia, por isso não se lembra que o Vini e a Bella se mudaram, as vezes ele ate pergunta sobre a mãe.

 Fomos ate o medico dele hoje, ele falou em particular comigo que meu pais estava com a amnesia muito forte, que nem esses remedios de 3.000 reais que dou sara sua doença.

 Estamos sobrevivendo com a ajuda de alguns parentes, e também com meu salario de 1.500 reais como garçonete de um restaurante japones, ah e ele ganha uma aposentadoria também.

 2 MESES DEPOIS (30.11)

 - MINHA VIDA É UMA MERDA!!!- gritei quebrando um vaso de enfeite

 Meu pai morreu, sim, ele morreu. Faz 1 mes ja. Quero me mudar pro Brasil e ficar com minha prima la, é o melhor que tenho a fazer. O problema é mudar de faculdade e achar um emprego bom la, mas eu dou meu jeito. Falei com o Vinicius e a Bella, e eles concordaram em eu me mudar. Eu sofri bastante na minha vida, e passando, sei la, uns 5 anos no Brasil vou poder descansar um pouco.

 O problema é outro... Minha melhores amigas. Eu preciso delas pra ser feliz, falei com cada uma delas, elas gostaram da ideia, mas... Tinha que convencer os pais, e sim, somos meninas de 19-21 anos que dependem bastante dos pais. Agora ela devem estar tentando convence-los...

 POV Vick

 - Então, eu posso ir?- perguntei a minha vó

 - Pode, aproveita e fica la pra toda a vida, menos problemas pra mim- ela falou costurando algo

 Ok, irei contar a historia, sou Vicktoria Willians, tenho 20 anos, e sou aqui de Nova York. Tudo começou no Brasil, ah sim, sou brasileira. O que aconteceu foi o seguinte, quando eu tinha 5 anos meus pais morreram em um arrastão em Copacana. Por isso, tive que vir morar com a minha avó paterna, que não gosta muito de mim. Ela só quer viver a vida dela e me esquece, isso é o que mais da raiva.

 - E a senhora me daria dinheiro?- eu falei

 - Menina,te dou até 1 milhão de dolares pra você sair daqui o mais rapido possivel- ela disse, confesso que doeu um pouco

 - Tudo bem então... Mas não preciso de você pra resolver isso, pegarei minhas economias...- falei e ela apenas revirou os olhos

 - E o que eu tenho a ver com isso? Só quero que você saia daqui!!!- ela disse

 Fui pro meu quarto, liguei pra Luanna e falei que eu iria, de qualquer jeito, eu iria pro Brasil...

 POV Mel

 - POR FAVOR, DEIXEM!!!- gritei ajoelhada para meus pais e apenas negaram com a cabeça

 Sou Melissa Evans, tenho 20 anos e sou de Nova York. Sou de uma familia rica, meus pais são brasileiros e vieram para cá para aumentar a industria e essas coisas. Tenho um namorado que amo muito, o nome dele é Calvin, ele é cadeirante, o problema é ficar longe dele.

 - EU JA FALEI QUE NÃO MELISSA, AGORA NOS DEIXE EM PAZ COM ESSA SUA IDEIA MALUCA!!!- gritou meu pai aos nervos

 - Olha, por favor, eu tenho 20 anos, posso muito bem me virar sozinha no Brasil..- eu falei, mas eles foram embora, me levantei e liguei pro Calvin

 LIGAÇAO ON

Mel: Alô? Amor?

Calvin: Oi minha gata!!!

Mel: Preciso falar com você... pessoalmente

Calvin: Ãn... ok, estou indo ai...


 LIGAÇAO OFF

 Agora, apenas o espero, estou com medo de ele terminar comogo, mas... Sinto que tenho que fazer isso... Logo a campainha tocou, esqueci de avisar que ele morava perto, fui ate a porta e a abri.

 - O que foi?- ele perguntou preocupado

 - Entre por favor...- eu disse, ele foi até perto do sofá- Estou pensando em me mudar...

 - OI? PERA... O que?- ele falou- Você não pode fazer isso!!! Seus pais deixaram por acaso?

 - Não, mas eu vou!!!- falei

 - Pra onde você vai? Como você vai sobreviver? Com quem você vai? Você sabe quanto custa morar em outro pais? E seus parentes? E seus amigos? E eu?- ele disse, ok, me comoveu um pouco

 - Respondendo todas as suas perguntas... Brasil, irei morar la. Trabalhando, ué? Com a Maddu, Vick e a Lua. Sei, e também sei que terei que me virar sozinha ja que meus pais não aceitariam. Vão ficar aqui. As melhores vão comigo. E... e... você...- gaguejei um pouco a falar, não sabia o que iria dizer pra ele

 - Vou ficar aqui...- ele completou- Sei que é por causa da cadeira, mas... você  lembra do que a médica falou? Ela disse que eu poderia voltar a andar em alguns anos!!!

 - Não!!! Não é por causa disso!!! Eu só quero conhecer outro país, ficar perto de minhas amigas e só... Eu te amo, com cadeira e sem cadeira... E não vai ser nenhuma deficiencia que vai mudar isso...- eu disse escorrendo uma lagrima do meu olho

 - Melissa, eu não sou um coitadinho, pode falar na cara que você não quer viver comigo por causa das dificuldades, ou que você só esta me namorando ha 6 meses por dó... Eu sei- ele falou chorando- Estou indo embora... Pode ir na sua viagem idiota, e relaxe não irei contar a seus pais...

 Depois que ele disse isso, eu desabei completamente, ele saiu pela porta sem dar nenhum "Tchau". A culpada disso tudo sou eu... Agora ele acha que namorei com ele por dó, ou que terminei por causa das dificuldades, sendo que isso não é verdade. E ainda... nem terminei com ele, eu tentaria um relacionamento a distancia...

 Me joguei no sofá e começei a chorar por relembrar nossos momentos juntos... Mas... agora sim, eu irei pro Brasil, escondida ou não...

   POV Maddu

Estava sentada no sofá, assistindo algo que não sei, a espera dos meus pais.

 Ah, sou Maria Eduarda Phillips, ah e eu sei que tenho sobrenome de uma marca de pilha, tenho 19 anos e moro em Nova York... Bom, morava no Brasil até meus 4 anos, e sim eu conhecia a Vick. O que aconteceu foi o seguinte... Meu pai morreu quando tinha apenas 3 meses, minha mãe foi que me criou até os 4 anos de idade. Mas então, ele descobriu um cancêr, bom pelo menos foi isso que me contaram, e ela morreu... Então fui adotada por um casal gay, confesso que estranhei nos primeiro meses mas hoje amo eles demais...

 Finalmente ouço o barulho das chaves e as vozes deles. Eles entram, e eu vou falar com eles.

 - Oie pais!!!- falei alegremente

 - Hmm, o que você quer, hein?- perguntou meu pai, o Jones, brincando


 - Quero morar no Brasil.. Sei que não pode ser uma boa ideia e etc mas... Sabe eu...- eu estava falando mas fui interrompida novamente pelo meu outro pai, agora o Nathan

 - Linda, você ja é maior de idade... pode fazer o que bem entender...- ele falou colocando a mão em meu ombro- Mas, a gente vai ficar preocupado com você, ok? Quero apenas que me diga como irá sobreviver la...

 - Irei com a Lua, a Vick e a Mel... a Lua tem uma prima que mora la, então a gente vai ficar hospedadas na casa dela, e nós arrumamos algum emprego la...- eu respondi

 - Hmm, ok... Mas se as coisas la não estiverem bem... Ligue para a gente, que nós arrumamos algum dinheiro para te trazer de volta, ok?- Jones falou

 - Ok...- respondi

 - Então... quando vocês vão?- perguntou Nathan indo a cozinha preparar um lanche

 - Daqui 1 semana...- falei

 1 SEMANA DEPOIS

 POV Lua

 "SENHORES PASSAGEIROS, COM I DESTINO A SÃO PAULO, POR FAVOR, SE DIRIJAM PARA O PORTÃO 4, OBRIGADA"

 Ouvimos e fomos até o portão 4, apresentamos as coisas que tinhamos que apresentar e entramos no avião, que quando entramos havia umas 30 pessoas. A aeromoça entrou e começou a dizer...

 - Senhores passageiros, coloquem os cintos, o avião já vai decolar. Em caso de problemas técnic...- sim, eu não ouvi o resto, eu peguei meu notebook e começei a mexer nele...

 Ao meu lado a Maddu estava sentada, dizemos que ela tem um "medinho de aviao", então ouviu palavra por palavra do que a aeromoça estava falando. Na nossa frente estava Vick e a Mel, pelo jeito lendo revistas, só por causa dos comentarios: "Meu Deus que corpo lindo!", " Que cara gato, qual o nome dele?", "Nossa, que roupa maravilhosa" e etc... Ao olhar pro lado, vi Maddu tremendo de medo, peguei a mão dela e falei:

 - Vai dar tudo certo, ok?- falei baixo e ela concondou com a cabeça

 Dizemos que a Maddu é mais sensivel entre nós, se alguem a machucar eu juro que o mato, custe o que custar. Ta... eu ainda não matei meu irmão... Mas ele não conta... Ah, lembram que eu falei que a Maddu tinha uma quedinho pelo Vini, então... Quando a Maddu tinha 13 anos e o Vinicius 20, ela se declarou pra ele, ele apenas achou que era uma brincadeira e riu... Depois de mais ou menos 5 dias, ele apresentou a nova namorada dele, o que fez a Maddu ficar beeeem abalada. Mas mudando de assunto...

 Me ajeitei na poltrona e adormeci, pois eram 02:00 da manhã...

 10 HORAS DEPOIS...

 - CHEGUEI SÃO PAULO!!!- Vick gritou quando pisou no aeroporto

 - Aleluiaaa!!! Não aguentava mais esse avião- falou Maddu

 - Minha prima deve estar nos esperando...- falei pegando as malas

 Logo avistei a anãzinha ali, conversando com seus amigos. Corri até ela e a abracei por costas, acho que dei um sustinho.

 - LUANNA!!!- ela gritou ao me ver e se jogou em mim

 - Eitaaa!!! Você é anã mas não te aguento não...- falei a colocando no chão e ela riu

 - Então... BEM-VINDAS AO BRASIL!!!- ela gritou...

  


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...