História Foxy Gentlemen's Club [Sexo, Amor & Ódio] (G!P) - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Originais
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Amor, Camilacabello, Camren, Camz, Fanfic, Fifthharmony, Hot, Laurenjauregui, Lolo, Sex
Exibições 320
Palavras 681
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como prometido ai está seus lindos 😘❤

Capítulo 21 - Destino


Fanfic / Fanfiction Foxy Gentlemen's Club [Sexo, Amor & Ódio] (G!P) - Capítulo 21 - Destino

POV CAMILA

Desci as escadas e fui ao encontro de Ian que me aguardava na entrada da boate, mas algo estava diferente aquela noite, e eu sabia bem o motivo
"Lauren." Por que diabos a menina não saia da minha cabeça?

Senti algo estranho no me estômago parecendo que meu jantar queria pular pra fora, quando vi Ian me aguardado com um sorriso esbanjando felicidade em minha direção, engole a seco aquela sanção de desconforto e coloquei meu melhor sorriso noa lábios e fui em direção a meu amor

- Senti saudades minha princesa - O rapaz fala me dando um beijo no rosto

- Também senti - Falo forçando um sorriso

Ian faz sinal pra mim acompanha-lo até o carro e assim faço, entramos no mesmo e Ian logo partiu em dispara para seu apartamento que eu já conhecia muito bem

O caminho até seu apartamento foi silencioso e eu ainda me questionava por que eu estava tão preocupada com Lauren e por que essa maldita vontade de chorar toda vez que relembro a situação de algumas horas atrás

- Está tudo bem? - Ian questiona sentando ao me lado no sofá de sua casa com duas taças de vinho na mão - Nunca vi você tão pensativa

- Não é nada - Falo pegando uma das taças e dando um gole no vinho - Só estou um pouco cansada

- Então que tal irmos dormir, talvez na cama você fique mais relaxada - Ian fala com sorriso malicioso e eu concordo entendendo perfeitamente o recado

Pela primeira vez aquilo não me deixou nenhum pouco feliz, o fato de nem me pergunta se estou bem ou se preciso de alguma coisa, esse era o cara que estava apaixonada, talvez seja razão que o amor cega algumas pessoas, o fato é que ele queria uma noite de sexo e mesmo se eu quisesse eu não poderia negar, Ian não costumava aceitar não como resposta

Ian e eu deitamos na cama ele como sempre não espero nem eu me deitar, logo veio me beijando e retirando meu vestido me deixando apenas de calcinha e quando vi ele já esta só de cueca

Me jogou na cama devorando meus lábios e apertando meus seios, retirou sua cueca e tratou logo de arranca minha calcinha, esticou até a escrivaninha pegando a camisinha e o controle apagando a luz do quarto deixando tudo escuro

Colocou a camisinha em seu pau e ficou por cima de mim enfiando-o sem a minima delicadeza, doeu.
Mas doeu muito mais minha alma, lágrimas silenciosas começaram a rolar sobre meu rosto e uma angústia enorme tomou conta de mim enquando Ian socava com força dentro de mim , meu corpo podia esta presente, mas minha alma estava perdida em alguns lugar dentro de mim

Nada mais fazia sentindo eu estava entregue esperando que o fim de tudo chegasse logo, e pra minha sorte, eu acho, não demorou a vim, Ian alcançou seu orgasmos e sorriu como se fosse sua melhor noite de sexo, se jogou pro lado e dormiu

E eu continuei ali fitando aquele teto totalmente perdida dentro de mim, e cheguei uma conclusão eu não nasci pra ser feliz, não nasci pra ser amada, deseja ou cortejada por quem quer que fosse, nasci pra ser a porra de uma prostituta que não servia pra nada além de sexo

Afinal que iria me querer, talvez eu fosse uma pessoas muito ruim na minha vida passada e eu estava pagando por meus pegados agora, o fato é que não importa o que eu tentasse fazer, esse era meu destino e eu não podia fazer nada para mudar a não ser aceitar

Aquela noite eu chorei como nunca em toda minha vida, chorei em silêncio bem baixinho para que Ian não acordasse, chorei tanto. Não me pergunte por que, pois eu não teria resposta, só espera que talvez assim o vazia saísse de mim, mas quanto mais eu chorava mais vazia eu ficava e tudo que eu queria naquele momento era desaparecer... E talvez a morte seja minha única escapatória.
   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...