História Fragmentos. - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Anybeauty

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Divórcio, Drama, Gaaino, Long-fic, Naruhina, Personagens Originais, Revelaçoes, Saino, Sasusaku, Shikatema
Exibições 29
Palavras 651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


シ Essa é minha primeira longfic sendo postada e eu estou um pouco nervosa, rs.
ღ De início, era para ser algo dentro do próprio universo Naruto, mas eu não me dou muito bem escrevendo sasusaku dentro dele. A personalidade fiel do Sasuke é horrível e eu não consigo simplesmente escrevê-lo daquela maneira, por mais que eu goste muito do personagem. Então, se alguém aqui se incomoda com algumas mudanças de personalidade, sinto muitíssimo.
ღ A fic é meio dramática, vocês podem esperar bastante enrolação por parte de alguns personagens e também conflitos grandes entre eles. Porém, vou fazer o possível para não deixá-la cansativa.
ღ Irá ter presença de mais outros três casais, o último em especial à @Anybeauty, seu amado GaaIno. Eu adoro esse casal mas sou caída por Saino também, então é fogo. Mas o casal mesmo será GI, não se preocupe rs.
ღ Eu espero mesmo que gostem da fanfic, e qualquer dúvida quanto à ela (eu com certeza não sou confiante com explicações), não temam em vir tirá-las comigo.

Capítulo 1 - Capítulo 0.0: Problemas em pensamentos conturbados.


0.0 - Problemas em pensamentos conturbados.

Era o seu quarto maço de cigarro em apenas um dia, num curto período de tempo entre pulos de duas horas. Seus pulmões pediam arrego e ele sabia bem disso, mas aquela droga tóxica fazia-o tão bem quanto um bom gole de vinho gelado às sextas à noite.

Um suspiro cansado junto a uma última tragada. Jogou a cabeça para trás e de repente sentiu-se tão cansado. Estava cansado para falar a verdade. Não havia feito nenhum esforço físico ou algo do tipo, mas seu psicológico pesava tanto que Sasuke cogitava na ideia de ir a uma psicóloga.

Mas essa ideia logo saia de sua cabeça, com um aceno de cabeça de quem dizia patético e uma expressão de quem contraria os pensamentos.

“Onze e quinze da noite”, murmurou para si mesmo, atento ao relógio da cozinha. A mesa de mármore gelada lhe causava arrepios, mas nada parecia tão ruim quanto o silêncio daquela noite perturbadora. “Ela já deve ter ido para cama, mas será que eu deveria ir também?”

Bem, depois da briga que tiveram à tarde, não tinha tantas certezas assim. Céus, quando aquilo iria acabar? Os papéis de divórcio já estavam quase prontos, mas Sasuke não sentia que assinar àquelas folhas seria uma escolha certa a se fazer.

Resolveu não perder mais tempo. Apressou-se ao limpar as cinzas que caíram pelo chão, guardando o cinzeiro que de nada serviu e encarando aquele corredor mal iluminado. Não sabia o que o esperava após aquele meio-breu.

Em passos lentos, porém calculados – não queria fazer barulho e talvez acordar a esposa adormecida -, acabou desfazendo sua postura cuidadosa ao vê-la ali; sentada no canto da cama. Parecia concentrada, por isso se assustou ao notar sua presença. Foi um curto momento de uma troca de olhares. Não foi algo romântico e tampouco bonito, digno de filmes clichês; foi uma troca de olhares pesadas, que em palavras mudas choravam rios.

“Pensei que não viria”, ela disse cautelosa, com sua voz calma e semblante fechado.

“Não sabia se deveria”, disse. Se perguntou por um momento se nessas horas o importante era responder ou apenas ficar calado.

Ela o olhou. Mas que grande filho da puta eu sou, Sasuke pensou, e presumiu que a resposta deveria ser a segunda opção. Calado.

Não havia certo ou errado ali, mas apenas uma tensão incômoda.

“Você sabe que sim”, Sakura continuou, calma. “É o seu quarto, sua casa, seu terreno. É seu. Você sabe quando ir e vir. ”

Mais uma onda de silêncio. Sasuke encarava Sakura com atenção, mas esta não retribuía na sua intensidade. Sabia, a discussão de mais cedo havia mesmo a afetado, de forma que suas próprias palavras foram usadas contra si, saídas da boca dela. Ela não parecia querer escorrer veneno, mas estava claramente chateada. E estava certa, pois mais uma vez foi um completo idiota.

Observo-a suspirar, balançar a cabeça em sinais claros de desistência e enfim, deitar-se. Aquele mesmo espaço dividido por lençóis brancos, separando seus corpos. Nem mesmo o calor confortante que irradiava do corpo da mulher à sua frente era capaz de aquecer aqueles sentimentos tão frios e desgostosos que estava sentindo.

Tão incômodo. Nunca havia percebido o quanto seu relacionamento havia caído. O quão distante havia ficado, e o quão frio havia se tornado. ­

No final, era tudo culpa sua. E mesmo que ferisse seu orgulho ao dizer aquilo, era um fato que precisava de aceitar. Não adiantaria chorar pelo leite derramado, não é mesmo?

E em meio a pensamentos conturbados, recheados com seus problemas e questões que a vida lhe punha à frente, adormeceu, novamente separado do calor do corpo daquela que dantes acendera seu coração.

E talvez ainda vá a acender mais, porém, por enquanto, não há brasa o suficiente para tal acontecimento. E no fim, deveria contentar-se com o frio que ainda o envolveria por várias noites.

Continua...

 


Notas Finais


Os capítulos tendem a ser maiores, porém esse é apenas um tipo de prólogo, então por isso é tão curtinho ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...