História Fragmentos de Lua - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 30
Palavras 657
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Laços familiares


         ♤.

Acordei sentindo uma leve dor de cabeça, os poucos raios de sol adentraram no quarto. Sentei-me na cama, tentando me lembrar do que aconteceu mais cedo, mas não tive sucesso. 

Ouvi batidas leves na porta, e logo o autor das batidas foi revelado, o meu querido primo Chen.

- Está sentindo alguma coisa? - Chen se aproximou, sentando na cama ao meu lado.

- O que aconteceu? - Fui direto ao ponto, vendo o mesmo engolir em seco. - Quem me trouxe para casa?

- Soube que você e a Momo estavam desmaiada em um rua deserta...- Ele direcionou seu olhar para o chão. - Seus amigos te trouxeram carregada.

- Amigos? - Olhei para ele confusa. - Eu não lembro de nada disso...

- Hum... - Finalmente ele olhou para mim e os seus olhos âmbar se encontravam com  o meu. - Os pais da Momo pediram para ela passar alguns dias com você.

- Ah, tudo bem..

Os olhos de Chen sempre me deixaram intrigada. Meus tios sempre disseram que era por conta dos remédios contra uma doença, que deixava seus olhos assim. 

Nunca acreditei nessa história, até porquer os olhos do Tae e do Jungkook tinham a mesma coloração da do Chen. Sai do meu transe, com o estalar de dedos em minha frente,  fazendo eu balançar a cabeça, afastando os pensamentos.

- O que tanto pensa? Hum? - Chen perguntou dando um risinho baixo. - Irei sair, deixei a comida pronta na cozinha!

- Tudo bem, e obrigada! - Sorrir e o Chen deu um beijo no topo da minha cabeça.

Chen se dirigiu até a porta, me deixando sozinha no quarto. Após alguns minutos, desci para sala, vendo a Momo dormindo tranquilamente no sofá. Peguei a coberta que estava caída no chão e a cobri.

Um barulho estranho veio do andar de baixo, lugar onde eu nunca ia, o porão. Meu pai nunca deixava eu entrar naquele lugar, que até hoje para mim, é desconhecida.

•~•~•~•~•~•~•~•~

- Papai, porquer no porão faz tantos barulhos esquisitos? - Perguntei enquanto papai acabava de me arrumar.

- É um lugar onde existe vários segredos, minha filha... - Ele disse acabando de arrumar o meu cabelo. - Você nunca deverá ir até lá!

- Porquer?  - Perguntei tristonha.

- Porquer lá é perigoso, minha filha! - Ele me pegou no colo, me levando para o sofá. - Não quero que se machuque... - Ele disse me fazendo cosquinha.

- Tá bom, tá bom.. - Disse rindo.

•~Off

•~•~•~•~

- Eu terei que descobrir o que tem lá em baixo! - Falei comigo mesma.

Andei até a cômoda e a abri, pegando uma velha lanterna que ali ficava. Fui até o corredor e me deparei com a velha e apodrecida escada, que dava para o porão. Suspirei e comecei a descer a escada, e a cada passo, um barulho ecoava pelo cômodo.

As caixas empoeiradas e cheias de telhas de aranhas,  estavam amontoadas em um canto, me aproximei olhando as caixas.

Abri uma das caixas e vi várias coisas: Fotos em família, livros velhos e utensílios de cozinha. Um objeto me chamou a atenção, um livro vermelho, que nela continha uma caixinha vermelha presa.

Peguei o livro, tirando a poeira e revelando o nome " seres da noite". Coloquei o livro na mesa e abri a caixinha, vendo um lindo pingente de estrela.

- Nossa, como é lindo! - Falei colocando a lanterna no pingente, para observar melhor.

Me assustei com um barulho de correntes, fui até onde o barulho vinha, coloquei a lanterna no lugar e vi um garoto sentado no chão, mãos amarradas, e pele bastante pálida.

- Como está crescida ______! - Me assustei com a voz do garoto e deixei a lanterna cair no chão. - Não precisa ter medo de mim...

- Q-quem é você? - Falei e rapidamente peguei a lanterna do chão e foquei no rosto do garoto. - O que faz preso aqui?

- Suga, ou melhor, Min Yoongi...- O garoto levantou a cabeça me olhando, e me hipnotizei por seus olhos. - Min Yoongi, ao seu dispor!


Notas Finais


Realmente eu sou péssima com nomes de capítulo.. desculpe! :")

Finalmente o Yoongi apareceu aeeeee!!!
Até o próximo capítulo!!👏😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...