História Frans: Best Moments - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Tags Frisk, Sans, Undertale
Exibições 45
Palavras 402
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drabs, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Tinha que postar hoje. e..e
Boa leitura!

Capítulo 4 - Um encontro.


De noite na superfície tudo era mais bonito. O céu escuro, porém estrelado, era uma das melhores visões que Sans poderia ter. 

Frisk já havia visto aquilo antes, mas ver a reação de Sans deixava tudo mais interessante. Ambos estavam sentados na grama, observando o céu. 

Papyrus que o forçou a ir naquele encontro, pois ele era fã número um do casal. Sans, de primeira, preferia ficar em casa, claro. 

Mas depois, ele se sentiu tão a vontade que já nem queria voltar mais. 

— Agora podemos fazer os nossos desejos. — disse Frisk, quebrando o silêncio e fazendo Sans virar o rosto para encará-la. — Qual é o seu desejo? 

Sans riu. 

— Heh. Bom, eu desejo estar em um encontro com alguém que eu goste muito. — Frisk sorriu, desviando o olhar — Acho que se tornou realidade. 

Ele parou para analisar o seu rosto por alguns segundos. 

— Você tá bem, pivete? Tu tá meio quieta. — ela soltou um riso. 

— Sabe qual é o meu desejo? — Sans olhou para ela — Que todos os dias.. sejam sempre iguais a esse. 

Sans a puxou para mais perto, fazendo ela deitar a cabeça em seu ombro. 

— Quer saber de uma coisa? — ela fez um pequeno ruído com a garganta, demonstrando que estava ouvindo — Ir pra superfície nem era tão atraente assim, mas agora., 

Ele riu. 

— Eu tô bem feliz. 

— Se alguém nos ver aqui, nunca mais irão nos deixar em paz. — até que eles ficaram em silêncio, e conseguiram ouvir alguns burburinhos. — Ouviu algo?

— Sim, parecia a voz do.. 

Sans se aproximou de um arbusto, olhando quem estava atrás dele. 

— Papyrus. — Papyrus parecia ter sido pego de surpresa. Ele se aproximou de outro arbusto ao lado, olhando quem estava atrás — Mettaton. 

— É claro que eu tinha que vir! — disse Mettaton, fazendo uma pose — Eu que dei a ideia para a Frisk, queridos! 

Ela jogou uma de suas pernas em cima de Papyrus, fazendo ele arregalar os olhos ao ver tudo aquilo. 

Sans se aproximou de outro, olhando quem estava atrás. 

— Undyne e.. Alphys?! — Alphys deu uma risada constrangedora.

— Fuhuhuhu! Eu não podia perder essa!  

— Uhh.. e-eu vim por causa da U-Undyne.. heh.. — disse Alphys, um tanto constrangida com a situação. 

— É claro que eu tinha que vir! — disse Mettaton, fazendo uma pose — Eu que dei a ideia para Frisk, queridos! 

— SIM, EU TAMBÉM NÃO PODIA PERDER ESSA. — disse Papyrus — EU NUNCA VI O MEU MANINHO NUM ENCONTRO. 

— Ninguém merece.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...