História Freak Out And Love Bieber - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Justin Bieber
Tags Bizzle, Chaz Somers, Christian Beadles, Imagine Belieber, Justin Bieber, Kidrauhl, Ryan Butler
Exibições 139
Palavras 2.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Magia

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capítulo pra vocês amores, espero que gostem!



Boa leitura babes! 💜

Capítulo 6 - Being Cared❗


Fanfic / Fanfiction Freak Out And Love Bieber - Capítulo 6 - Being Cared❗

— Desencosta Justin - murmurei me afastando dele. Ele chegou mais perto ainda - Ta carente do que hein? - falei me sentando na cama -

— Porra Jullien, não da nem de ser legal contigo né - disse se fazendo de coitadinho -

— Claro que da, mas se agora eu falei que não quero nada você tem que respeitar! - falei irritada -

— Ta bom, mas depois não vem dizer que me quer porque vai ser tarde demais - disse sínico -

— Mas saiba que eu só estou aqui pra te ajudar, e nada mais! Ta, mas onde que ta o remédio que to mal de novo? - perguntei levantando da cama e o procurando -

— Ta aqui! - disse com o remédio na mão dele -

- Da aqui! - falei indo pegar o remédio, mas o engraçadinho tava me fazendo de boba -

— Não ta conseguindo pegar é, Jullien? - perguntou rindo -

— Idiota! Da essa merda de remédio aqui que não ta mais fazendo feito e to sentido dor de novo!?! -  eu ja corria atrás de Justin pra tentar pegar aquele remédio, e parece que ele estava achando engraçado tudo isso - Eu desisto! - disse me jogando na cama, até que senti um formigamento em minha bunda, é Justin me deu um tapa! - Eeei, pode parando seu tarado - falei rindo -

— Tarado é? - perguntou vindo até mim - Sou mesmo! - em questão de segundos nossos corpos estavam colados, pude sentir sua respiração ofegante batendo contra meu rosto, e eu não estava muito diferente dele -

— Justin vou falar pela última vez, se afasta! - falei entando se soltar de seus braços -

— Me obriga! - falou rindo do meu estado, eu estava tentando me soltar dele a qualquer custa -

— Justin, para de ser chato e me solta, você só ta fazendo piorar minha dor! - resmunguei -

— Só com uma condição! - disse sínico -

— Qual? - revirei os olhos -

— Eu quero um beijo! - disse com um sorrisinho nos lábios -

— Ah, nem começa - falei fazendo careta -

— Nem começa o que? - falou se fazendo de desentendido -

— Com esse papinho de "Ai, eu quero um beijo" - falei lhe imitando -

— Eu não falo assim! - disse rindo -

— Ah, fala sim! - falei rindo também -

— Ta, mas e aí? Vai aceitar a proposta ou não? - perguntou sério -

— Amn - pensei um pouco - ta bom! - lhe dei um beijo na bochecha -

— Não vale na bochecha! - falou colando mais nossos corpos -

— Aff - revirei os olhos e lhe dei um selinho rápido -

— Também não vale! - disse óbvio -

— Se isso não é considerado beijo eu não sei o que é... - falei me fazendo de brava -

— Quer que eu te mostre então? - perguntou malicioso -

— Sai fora, eca! - fiz cara de nojo -

— Até parece que nunca tenha me beijado antes - disse sínico -

— Não significou nada pra mim - falei no mesmo tom que ele -

— Dúvido! - disse rindo -

— Pode duvidar, eu não ligo mesmo! - falei séria -

— Então não significaria nada se você me desse outro? - disse sorrindo de lado -

— Eu dava é um beijo no Chaz, isso sim! - falei rindo e ele me olhou com cara de nojo -

— Você não teria coragem? - perguntou sério -

— Porque não? Se ele me trata muito melhor que você, quem você acha que eu escolheria? Alguém que me trata como uma garota deve ser mesmo tratada ou alguém que não ta nem aí pra mim? Mesmo não sendo tão atraente não teria problema nenhum da minha parte! - falei tentando imaginar como seria, mesmo sendo impossível -

— Peraí, você me acha atraente? - perguntou com um sorrisinho nos lábios -

— Não foi isso o que eu disse! - falei tentando reverter a situação -

— Aah, foi sim que eu ouvi muito bem dona Jullien! - falou sorrindo mais ainda -

— Ta bom, confesso que sim. Satisfeito? - falei me rendendo -

— Hmn, bom saber! Mas até que tu também é gostosinha - olhou por todo meu corpo - é, até que sim - confirmou e eu fiquei vermelha, eu pude sentir meu rosto ficar vermelho, apenas abaixei a cabeça - O que foi, ficou com vergonha, é? - perguntou levantando meu rosto com seu dedo indicador em meu queixo -

— Na-Não é isso - falei tentando não ficar mais vermelha do que estava -

— Ah, é sim! Mas não se preocupe princesa, não precisa ficar assim! - falou e eu lhe abracei forte, eu precisava de um abraço. Não resisti e comecei a chorar - Não chore babe. Porque está chorando? - perguntou parecendo meio assustado em me ver naquele estado, foi me guiando até a cama, eu sentei nela e ele sentou no meu lado ainda me abraçando. Eu não conseguia falar nada, eu não conseguia controlar o choro -

— Shhh, tome um pouco de água e se acalme querida - disse me entregando um copo com água. Tomei a água e aos poucos fui me acalmando. Tomei um comprimido e deitei na cama, ele deitou ao meu lado e eu lhe abracei. Uma corrente fria passou pelo meu corpo e eu me arrepiei -

— Está com frio? - assenti e ele puxou o edredom, nos cobrindo -

— Obrigada! — murmurei tão baixo que nem sei se ele ouviu -

— Boa noite princesa! - disse e me deu um beijo na testa -

Me aconcheguei em seus braços e finalmente dormi. E pensar que em alguns minutos atrás nós estávamos discutindo sobre coisas bobas. Ele realmente era um fofo quando queria, mas quando queria ser marrento sai de perto porque ninguém aguenta.
Minhas pálpebras pesaram e logo tudo ficou escuro.

                  (…)

— Jullien, você está bem? - Justin perguntou me acordando -

— Ahn? - Falei não entendendo nada -

— É que você estava chorando, achei que havia acontecido alguma coisa - falou apreensivo -

— To bem, to bem! Só… ah, esquece! - falei afastando os pensamentos -

— Pode falar! - disse fazendo cafuné em mim, tentando me acalmar -

— Amn, não, melhor não - falei o abraçando forte. Olhei para o relógio e eram 06:19 AM. Parece que já estava quase de manhã! - Só me prometa uma coisa?

— Claro! - falou atencioso -

— Esteja aqui amanhã quando eu acordar, por favor! - pedi o abraçando forte -

— Eu vou estar princesa, não se preocupe! - falou retribuindo o abraço -

         Justin Bieber POV's

Jullien estava muito sensível hoje, eu não sei o que aconteceu. Mas confesso que estava adorando passar esse tempo com ela, só nós dois, eu cuidando dela. Sei que isso parece meio gay mas é verdade, as vezes todo mundo precisa de alguém para lhe amar. O amor muda tudo, Jullien estava me mudando.
Depois de ficar fazendo cafuné em Jullien até ela pegar no sono eu finalmente consegui dormir também.

                     (…)

Acordei ainda abraçado com Jullien, ela era extremamente linda dormindo. Havia um temporal lá fora, com relâmpagos e trovões, até que Jullien acordou.

— Bom dia! — falei sorrindo -

— Bom dia! - ela disse e me deu um selinho no canto de minha boca. Ela quer me deixar maluco, é isso né? Jullien deve ter se tocado do que havia acabado de fazer e ficou corada, assim escondeu seu rosto na curvatura de meu pescoço -

— Ei, não fique assim, você não fez nada de errado, babe! - falei tentando a acalmar, mas ela se encolheu mais ainda -

O barulho de um raio tomou conta do ambiente, e Jullien se assustou.

— O que foi isso? - perguntou assustada -

— Não sei se você percebeu, mas está chovendo lá fora! - falei sorrindo de lado -

— Não, eu não havia percebido, me desculpe - disse se explicando -

— Sem problemas, querida! Então, o que vamos fazer hoje? - perguntei tentando pensar em algo -

— Como assim? - perguntou não entendendo nada -

— Vamos sair hoje? - perguntei animado -

       Jullien Hampel POV's

Era isso mesmo? Justin estava me convidando pra sair com ele? Não posso nem acreditar!
Ta certo que ele tá sendo um fofo, mas não imaginei que ele me chamaria pra sair.

— Mas você não tem problemas para resolver? - perguntei séria -

— Quer que eu mude de idéia? - perguntou se fazendo de ofendido -

— Não é isso, é que… - nem me esperou terminar de falar -

— E o que é então Jullien? - perguntou sínico -

— É que eu nunca saí com nenhum garoto antes - disse abafando a voz contra seu ombro -

— É oque? Não entendi! - se fez de desintendido -

— É que eu nunca saí com nenhum garoto antes - falei rápido -

— Mas então vá se arrumar porque já é quase meio dia, você vai adorar, tenho certeza! - falou e eu pulei da cama, tomei outro comprimido e fui para meu quarto. -

Tomei um banho e fiz minhas higienes, vesti uma calça jeans, um moletom de Chaz que ele havia deixado ali quando veio dormir aqui na casa de Justin, e um vans preto. Fiz a sobrancelha e passei perfume, não estava muito a fim de me arrumar hoje, dias de chuva e tempo nublado me dão preguiça! Desci as escadas e fui até a cozinha, comi um cereal com leite e chocolate quente, Justin o mesmo.

— Então vamos? - Justin disse e eu apenas assenti -

Entramos na Range Rover preta de Justin e saimos de casa.

— Posso saber aonde vamos? - perguntei sorrindo -

— É surpresa! - Justin disse com uma carinha fofa -

— Ah não, não vale isso Justin. - resmunguei fazendo cara feia -

— Vale sim! - fiz cara de brava - Se tu não melhorar essa cara eu volto pra casa e a gente não sai mais, tu que escolhe!

— Mas você também não cansa de ser chato né, pelamor Justin. - falei e liguei o rádio. Fiquei trocando de rádio pelo menos umas 30 vezes até achar uma música que preste, era Roller Coaster! -
 

Where did they go?

Nights like this don’t happen anymore

I need to know

Is it me? Or did I lose control?

 

Para onde eles foram?

Noites como esta não acontecem mais

Eu preciso saber

Sou eu? Ou eu perdi o controle?

 

 

Only overseas

Only memories

Wish I had the key to your heart

People come and go

Baby, they don’t know

What we had before

What it felt before our eyes

 

Só no exterior

Somente memórias

Queria ter a chave do seu coração

As pessoas vêm e vão

Querida, eles não sabem

O que tínhamos antes

O que sentíamos diante de nossos olhos

 

 

Roller coaster, roller coaster

Spinning all around and around for a world, baby

Roller coaster, roller coaster

For a minute, we were up, but the next, we were falling down

 

Montanha russa, montanha russa

Dando voltas e voltas no mundo, querida

Montanha russa, montanha russa

Por um minuto, nós estávamos em cima, mas depois, estávamos caindo

 

 

It’s been difficult

I’m just happy there’s no fights no more

But it’s nights like this that I never ever missed you more

If there’s a reason why this happens for?

 

Tem sido difícil

Estou feliz que não há mais brigas, não mais

Mas são noites como esta que eu não senti mais sua falta

Há uma razão pela qual isso aconteça?

 

 

Only overseas

Only memories

Wish I had the key to your heart

People come and go

Baby, they don’t know

What we had before

What it felt before our eyes

 

Só no exterior

Somente memórias

Queria ter a chave do seu coração

As pessoas vêm e vão

Querida, eles não sabem

O que tínhamos antes

O que sentíamos diante de nossos olhos

 

 

Roller coaster, roller coaster

Spinning all around and around for a world, baby

Roller coaster, roller coaster

For a minute, we were up, but the next, we were falling down

 

Bounce!

 

Montanha russa, montanha russa

Dando voltas e voltas no mundo, querida

Montanha russa, montanha russa

Por um minuto, nós estávamos em cima, mas depois, estávamos caindo

 

Pule!

 

 

Only overseas

Only memories

Wish I had the key to your heart

People come and go

Baby, they don’t know

What we had before

What it felt before our eyes

 

Só no exterior

Somente memórias

Queria ter a chave do seu coração

As pessoas vêm e vão

Querida, eles não sabem

O que tínhamos antes

O que sentíamos diante de nossos olhos

 

 

Roller coaster, roller coaster

Spinning all around and around for a world, baby

Roller coaster, roller coaster

For a minute, we were up, but the next, we were falling down

 

Montanha russa, montanha russa

Dando voltas e voltas no mundo, querida

Montanha russa, montanha russa

Por um minuto, nós estávamos em cima, mas depois, estávamos caindo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuaa!


Notas Finais


Comentem o que acharam por favor! Sei que o cap ficou pequeno, mas prometo que o próximo será maior okay?
xoxo shawtyes! ✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...