História Freal Love (CHANBAEK) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baekyeol, Chanbaek, Freal, Kaisoo, Kristao, Luv, Romance, Xiuchen
Visualizações 37
Palavras 922
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Iae gent! Desculpa a demora, o cap ta meio bosta, mas esse é o inicio de tudo, vocês vão entender.

Espero que gostem ;)

Beijão <3

Camy^^

Capítulo 3 - Acidente


Fanfic / Fanfiction Freal Love (CHANBAEK) - Capítulo 3 - Acidente


 – Nós iremos chegar ai em duas horas...  – Baekhyun estava dormindo em sua cama quando escutou sua mãe falando ao telefone enquanto invadia seu quarto com a cesta de roupas limpas embaixo do braço.

Ela colocou a cesta encima da cama do Byun ainda falando ao telefone e abriu a cortina fazendo a luz do dia explodir nos olhos sonolentos de Baekhyun.

 – Mãe! Me deixa! Eu to de férias! – ele disse com a voz embriagada de sono.

 – Baekhyun, sai dessa cama! São quase dez da manhã – 

 – EU TO DE FÉRIAS, MÃE! – 

 – Em menos de duas horas nós vamos pra casa da sua tia, ela chamou a gente para almoçar lá – ela falou calma enquanto pegava algumas coisas espalhadas pelo chão.

– Eu não vou!  –  O garoto falou se escondendo embaixo de seu cobertor.

 – Baekhyun, sai dessa cama, vai se arrumar, eu não falarei de novo – A mãe falou e finalmente saiu do quarto, deixando um Byun furioso e sonolento.

~~~~~~~~~~~~~~

 – Mãe, é serio eu não quero ir – Baekhyun disse já arrumado casualmente, deitado no sofá, quase cochilando, observando sua mãe guardar algumas coisas em sacolas para ir rumo à casa de sua querida irmã.

 – Baekhyun, da pra você deixar de ser assim? A sua tia ficou longe da família quase dois anos, vamos tentar nos reaproximar, pelo menos uma vez na vida – sua mãe disse calma e distraída.

 – Ta...  – enfim ele concordou prontamente em ir à casa de sua tia.

 – Vamos!  –  A mãe disse paciente observando o Byun se arrastar e pegar algumas sacolas para ajudá-la.

Quando ele saiu porta a fora quase correu para dentro de novo.

Maldita hora para eles saírem de casa, o frio estava quase insuportável.

Colocou as sacolas nos bancos de trás, entrou no carro e mergulhou em um mundo inconsciente encostado sobre o vidro da janela do carro.

Baekhyun estava quase sonhando quando sua mãe já lhe acordava avisando que haviam chegado.

Ela estacionou o carro em lugar onde o chão era de cascalho, parecia ser um mini estacionamento a céu aberto, na frente tinha um grande muro coberto por plantas e flores muito bonito e um portãozinho de madeira chamava a atenção, no mesmo estacionamento se encontrava uma range rover.

– Essa é a casa da minha tia? Você já tinha vindo aqui? – Baekhyun falou incrédulo impressionado com beleza da casa.

– Essa casa é a de Sung-jin, aqui é um pouco afastado da cidade, a da sua tia fica mais próxima a nossa. Aqui é mais uma casa de veraneio, eles ficaram aqui até as férias acabarem.

Minha mãe falava enquanto tirava as sacolas de dentro do carro juntamente a mim.

– Olha só vocês! Já chegaram! – não tia, imagina, agente ta em casa ainda– Entrem!

Quando Baekhyun viu a parte externa da casa ficou maravilhado, na frente tinha um jardim com árvores e flores.

Ele tinha até perdido o sono

~~~~~~~~~~~~~~~

Baekhyun estava com sono novamente.

Sung-jin, sua mãe e sua tia estavam conversando na cozinha animadamente, eles davam altas risadas enquanto cozinhavam, e o Byun estava sentando no sofá confortável da grande sala rústica.

– Baekkie, querido! – minha tia gritou da cozinha me fazendo ir até lá.

– Oi–

– Leve estas toalhas para o meu quarto, docinho? – minha tia pediu gentilmente– e se você ver Chanyeollie, chame ele para ajudar aqui– finalizou me entregando o cesto com toalhas.

Chanyeollie

– Ok–

Fui cantarolando uma música qualquer durante o grande percurso.

Nas paredes da escada tinham varias fotos do casal, todas elas mostrando uma felicidade absurda, e uma dessas fotos era um pouco mais antiga, uma criança incrivelmente orelhuda sentada no colo de Sung-jin, ambos sorrindo abertamente.

Engraçado

Assim que ele chegou ao primeiro andar da casa se deparou com muitas portas, qual será a do quarto da tia era a pergunta, mas ele ignora esse pequeno problema e deixa sua atenção ser cativada por um quadro posto na parede do corredor.

– Olha só quem está aqui! Miss simpatia da Coréia– Uma voz grossa aparece do nada assustando o Byun, e quando ele vira Chanyeol estava escorado na lateral da porta de uma forma seduzente.

– Cala a boca, sua madrasta ta te chamando pra ajudar ela– Baekhyun disse se recuperando do susto– por falar nisso, seja útil e me diga onde é o quarto dela– Baek disse se tortando um pouco ríspido.

– Final do corredor, Byun lindinho Baekhyun– Chanyeol disse mandando uma piscadela– por falar nisso não nos apresentamos adequadamente, é um prazer te conhecer, sou Park Gostoso Chanyeol, mais conhecido como homem que você quer o corpinho nu– Chanyeol disse e riu seduzindo em seguida.

– Não viaja, idiota. Meu nome é Byun Baekhyun, pessoa que quer sua distância– disse finalmente se retirando e indo em direção ao final do corredor, com bochechas rubras.

– Ei! Calma eu vou com você–

– Não! Eu só vou deixar essas toalhas lá, me deixa– Baekhyun disse ainda andando.

– Para de ser chato, Bakkie! O que eu fiz demais para você me odiar?– Chan perguntou manhoso segurando o menor por trás e o surpreendendo.

– Nada, Chanyeol, nada– Baekhyun disse fingindo aborrecimente, afastando o mais alto.

Eles entraram no quarto e quando Chanyeol arriscou bricar com o Byun tentando segura-lo no colo eles pisaram em falso caindo e derrubando o cesto de toalhas em cima de uma caixa, essa caiu no chão seguido por um barulho de vidro quebrado.

– PUTA MERDA! O relógio do meu pai! – esse disse desesperado enquanto saía de cima de Baekhyun.

– Um relógio?! Por que você ta tratado como se fosse ouro? – Baekhyun perguntou incrédulo

– Porque é ouro, esse relógio foi avaliado por quase dez mil dólares, ele vai a leilão daqui a duas semanas, meu pai vai me matar

~~~~~~~~



Notas Finais


eta porra kaksksk
e agora?
bom, a partir de agora os caps serão maiores.
me digam se estão gostando,isso me motiva a escrever.
beijosss
Camy^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...