História Frenesi - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas, Mitologia Grega, The 100
Personagens Anya, Clarke Griffin, Costia, Lexa, Octavia Blake, Raven Reyes
Tags Ação, Aventura, Clexa, Drama, Fantasia, Mitologia, Romance, Sobrenatural, The100
Exibições 224
Palavras 5.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


Esse capítulo está um negócio muito louco!Rs
Espero que gostem, beijos, abraços e até mais =^.^=

Capítulo 29 - Remember Me


Priscila Pov

O plano tinha começado e ambos os grupos estavam se posicionando em seus locais marcados para começarmos com o show, eu caminhava da frente junto com Zambune que parecia desconfiada de tudo até mesmo de algumas borboletas que voava perto dela, e atrás uma mal humorada Costia e Octavia nos seguia.

'' Calma Zambune essas borboletas não vão te fazer nada'' Falei vendo ela olhar com raiva para as pequenas que voavam por cima de sua cabeça

'' Esse lugar é estranho'' Zambune bufou

'' Queria ter ficado em casa?''

'' Não'' 

'' Você por acaso está assim por que não gosta de estar na forma humana?'' Perguntei meio rindo 

'' Eu apenas não entendo o motivo de você querer salvar essas pessoas'' Zambune respondeu olhando para trás e vendo Costia mandar um olhar maligno para ela 

'' Da mesma maneira que você salvou a vida da Raven e olha que eu nem te pedi nada!'' Olhei para ela que parecia um tanto confusa

'' Essas pessoas são diferentes eu não sei explicar, eu me sinto bem quando estou perto delas'' Falei enquanto chutava alguns galhos que apareciam na minha frente

'' E não vai contar para elas sobre o que Kyle estava fazendo? Sabe elas pensam que só você é a única horrível da história'' Zambune respondeu assomprando uma borboleta para longe dela 

'' Acho que elas já possuem problemas demais para lidar, mas não se preocupe no momento certo eu vou contar tudo'' Falei passando a mão da cabeça de Zambune que sorriu

'' Será que as duas poderiam parar logo com o cochico e começarmos de uma vez com esse plano?'' Costia perguntou parando de andar já irritada

'' Acho que esse grupo foi feito de forma irônica só pode!'' Olhei para o rosto das duas mulheres que me odiavam mais do que tudo

'' Ou talvez Anya tenha nos dado uma oportunidade de resolvermos logo as coisas'' Octavia falou juntando os punhos e me olhando furiosa

'' Se acha que pode me derrotar humana vai em frente!'' Provoquei olhando para Octavia que trincou os dentes em resposta 

'' Você por acaso está pedindo uma briga? Porquê se for eu vou fazer questão de arrebentar essa sua cara'' Costia ficou na frente de Octavia me ameaçando

'' Gente...'' Zambune entrou no meio 

'' E você sai da minha frente também cobrinha se não também te arrebento!'' Costia ameaçou

'' Espera Costia ela salvou a Raven'' Octavia interferiu

'' Idai? Eu não confio nessas pessoas'' Costia respondeu brava

'' Nem eu confio em vocês duas'' Falei olhando com tédio para elas que pareciam querer voar em mim

'' Gente...'' Zambune interferiu de novo e ninguém deu atenção

'' Olha aqui Priscila eu conheci o Kyle muito antes de você, e eu nem fazia ideia da sua existência para que você pudesse jogar aquela porra de feitiço em mim!'' Costia respondeu irritada

'' Olha eu fiz o que eu achei melhor'' Falei ignorando ela e virando de costa

'' Então me matar, matar o meu filho que nem nasceu ainda e me fazer matar o tio de Octavia é o que você chama de melhor?'' Costia respondeu tentando passar por Zambune que impediu seu caminho

'' Você não sabe de nada Costia...você apenas vê o que te faz melhor!'' Respondi já perdendo minha paciência e me aproximando dela 

'' CARALHO QUEREM PARAR COM ISSO? A PORRA DOS LOBISOMENS JÁ ESTÃO AQUI!!!'' Zambune gritou empurrando ao mesmo tempo eu e Costia para trás

'' O quê?'' Olhei para Zambune confusa 

'' Eles já chegaram em nosso perímetro, se vocês querem se matar façam isso depois'' Zambune respondeu dando bronca em todo mundo

'' Eu não reparei....'' Respondi me afastando de Costia que também fez o mesmo

'' Claro que não! Você estava muito oculpada brigando'' Zambune respondeu irônica olhando para mim

'' Zambune olha como você fala comigo!'' Parei na frente dela que se escolheu inteira com minha ameaça

'' Me desculpa minha mestre essa forma humana é cheia de emoções desnecessárias'' Zambune abaixou à cabeça

'' Então controle suas emoções e preste atenção na sua missão!'' Falei séria vendo ela concordar 

'' Sim senhora''

'' Vou construir uma barreira para proteger Octavia'' 

Fiz um corte em meu braço com uma faca e com o sangue comecei a realizar o ritual para erguer uma barreira que iria impedir os ataques dos lobisomens, logo depois transformei Zambune em sua forma original de naja e mandei que ela ficasse escondido para dentro da floresta. Costia contra sua vontade ficou ao meu lado de forma defensiva, enquanto Octavia que segurava uma arma estava mais afastada perto da barreira que eu criei.

'' Quando eles vierem não me atrapalhe'' Costia sussurrou para mim 

'' Idem'' Respondi não olhando para ela e logo vendo o primeiro lobisomem aparecer 

Lexa Pov

Caminhávamos em direção ao cheiro de Clarke enquanto Anya sempre em alerta tentava prever as ações dos lobisomens transformados. À medida que eu caminhava por entre as imensas árvores da floresta me enchia de lembranças dos momentos que passei junto com Clarke, e a cada novo passo que eu dava em direção dela um sentimento de felicidade e medo me assombrava!

'' Lexa vai ficar tudo bem'' Anya apertou minha mão enquanto me olhava preocupada e insistia em me dizer aquilo

'' Eu sei...estou bem!'' Respondi ela olhando para baixo

'' Ravenzinha está aqui e não deixarei nada de ruim acontecer com você'' Raven colocou seu braço em volta do meu pescoço enquanto sorria brincalhona e segurava sua arma na outra mão 

'' Já estamos perto Anya?'' Niylah perguntou andando atrás

'' Sim'' Anya olhou para trás e sorriu para ela 

'' Esse lugar....'' Parei de andar fazendo as meninas também pararem e finalmente prestei atenção para onde estávamos indo

'' Nossa...'' Raven olhou para mim também parecendo se lembrar

'' O que foi?'' Anya e Niylha olhavam curiosas

'' Por que Clarke voltou pra cá?'' Perguntei para mim mesma observando um pedaço da cabana ao longe

'' Ela voltou para o mesmo local que sempre fica talvez tenha se lembrado de algo'' Raven me olhou esperançosa 

'' Pelo menos os planos de Luna estão sendo arruinados os lobisomens invés de ficarem na cidade estão indo para as montanhas'' Anya disse

'' Influência da lua quanto mais alto você estiver mais perto dela ficará, além disso as florestas das montanhas são um ótimo lugar para se esconder e caçar'' Niylah respondeu  

'' Droga...'' Anya fechou os olhos e respirou fundo logo se virando em direção ao oeste 

'' O que foi Anya?'' Perguntei vendo ela ficar com uma expressão estranha

'' Os lobisomens transformados que estavam com Clarke estão indo na direção do outro grupo'' Anya respondeu

'' Clarke agora está sozinha?'' Perguntei 

'' Sim'' Anya confirmou 

'' Vão ajudar o outro grupo que eu vou me encontrar com Clarke'' Falei vendo elas me olharem em negação

'' Lexa eu não vou deixar você lutar sozinha'' Anya me puxou pelo braço para um canto

'' Anya quantas vezes eu já te decepcionei?'' Perguntei fazendo ela me olhar confusa

'' Várias vezes'' 

'' Então coloque mais uma na lista'' Falei rindo fazendo ela me dar um soco no ombro

'' Lexa eu estou falando sério!'' Anya me olhou brava

'' Não foi você que disse que iria dar tudo certo? E que não era para eu desistir?'' 

'' Eu sei disso mas...

'' Anya eu vou conseguir confia na sua irmãzinha, sim?'' Olhei séria para ela que bufou dando um soco em uma árvore 

''É melhor que quando eu voltar aqui você esteja inteira escutou Lexa? Eu juro que não vou te perdoar se algo te acontecer enquanto eu estiver longe'' Dessa vez Anya ficou com uma expressão sinistra que me dava até medo

'' Eu vou ficar bem eu prometo!'' Respondi vendo ela se afastar um pouco

'' Ótimo, então nós nos vemos em breve!'' Anya finalmente se rendeu sorrindo com minha resposta, e se despediu arrastando com ela uma Raven e Niylah confusas e bravas pelo caminho

'' Agora é apenas eu e você Clarke'' Falei para mim mesma respirando fundo e continuei meu caminho até meu destino final 

Costia Pov

O bicho estava pegando para todos os lados da floresta, os lobisomens transformados não tinham medo de uma boa briga e vinham para cima da gente com tudo, mesmo se fossem se arrebentar no processo. Em um dos lados da floresta Octavia atirava com sua arma automatica naqueles lobisomens que estavam mais longe e que voavam, e se mantinha escondida atrás da barreira invisível criada por Priscila. E em falar na peste Priscila se mantinha fazendo seus feitiços macabros utilizando-se de seu próprio sangue para criar clones dela mesma, e confundir os lobisomens que sem aviso prévio tinham suas cabeças cortadas por ela ao correr atrás dos clones falsos. Já eu me mantinha mais na defensiva por causa de Andras usando da minha alta velocidade para desviar dos ataques, e também criar situações favoráveis para que as outras meninas pudessem atacar os lobisomens.  

'' Gente minhas balas estão acabando!!!'' Octavia gritou atrás da barreira

'' Então não sai dai'' Priscila gritou de volta para ela fazendo outro feitiço macabro jogando sangue de seu braço no chão e criando vermes azuis minúsculo que quando entravam em contato com a pele dos lobisomens invadiam o sistema nervoso deles fazendo com que Priscila pudesse controlá-los como bem quiser

'' Sua vadia então foi assim que você conseguiu me controlar?'' Perguntei irritada enquanto olhava Priscila ordenar que os lobisomens afetados pelos vermes se atacassem e eles realmente o fizeram 

'' É sério que você quer descutir sobre isso agora?'' Priscila respondeu de forma sarcástica se esquivando do golpe de um lobisomem que vinha por trás dela, e logo o lobisomem foi mordido por Zambune que apareceu furiosa por trás dele

O pior veio depois quando dois lobisomens pularam em Zambune e começaram à morder o corpo dela fazendo com que Zambune se contorcesse em dor e Priscila caísse no chão de joelhos com sangue escorrendo por sua boca. E foi então que notei o que realmente estava acontecendo, e por qual motivo Priscila tinha se irritado tanto quando Zambune havia vomitado aquelas dois lobisomens mais cedo. As duas estavam conectadas de alguma forma e quando uma era atingida imediatamente à outra também sofria os danos causados. 

'' Inferno Zambune o que você está fazendo?'' Priscila reclamou tentando se manter de pé enquanto mais um lobisomem pulava em Zambune mordendo ela

'' Octavia atire neles'' Ordenei e ela logo fez atirando nos três que não pareciam se importar e avançavam para cima de Zambune cada vez mais

'' Que droga!'' Corri na direção de Zambune e fui para cima de um dos lobisomens o mordendo bem no pescoço e impedindo que ele se virasse e me machucasse

'' Essas pragas não morrem nunca eu vou atirar na cabeça!'' Octavia continuo atirando e acertou um deles que caiu no chão depois de levar um tiro bem em sua cabeça

'' Eles vão se ver comigo!'' Priscila se levantou e assim como fez com um de seus braços ela enfiou uma faca em uma de suas pernas fazendo um profundo corte e deixando o sangue escorrer e cair no chão criando uma pequena poça

'' Ficou louca?'' Olhei para ela em choque depois de conseguir derrubar o lobisomem que faltava de cima de Zambune que agora gemia de dor por causa do que Priscila tinha feito

'' Desculpa Zambune aguente um pouco!'' Priscila falou e logo criou um circulo com o sangue no chão enquanto pronunciava algumas palavras estranhas fazendo o circulo brilhar e começar a criar um formato de algo em seu interior

Fiquei em choque novamente quando o formato dentro do circulo feito por Priscila criou vida e virou um enorme leão negro que parecia mais com um tigre dente de sabre. O ser que tinha uma áurea maligna em sua volta correu com tudo na direção dos lobisomens os mordendo com tanta raiva que parecia mais uma máquina feita apenas para matar, tirei minha atenção dele e olhei para Priscila que parecia orgulhosa de ver seu novo bichinho de estimação derrubar todos os lobisomens que se aproximavam facilmente.

'' Você está bem?'' Priscila logo se aproximou de Zambune passando a mão em uma das enormes cabeças e logo recebendo uma lambida em seu rosto como resposta fazendo com que Priscila desse um lindo sorriso que até me contagiou 

'' Essa coisa que você criou...'' Falei vendo Priscila olhar para mim

'' Leonidas'' Priscila respondeu como se estivesse ofendida por eu ter chamado sua nova crianção de ''coisa''

'' Ele é como Zambune?'' Ignorei a cara feia dela e perguntei

'' Não, eu apenas posso trazer um deles para o mundo humano e como trouxe Zambune e ela está aqui comigo logo meu feitiço vai enflaquecer e Leonidas vai sumir'' Priscila falou ofegante parecendo exausta e eu não poderia culpá-la, eu nem sabia como ela ainda conseguia se manter em pé depois de ter perdido tanto sangue em seus feitiços

'' Minhas balas acabaram'' Octavia choramingou ainda atrás da barreira

'' Acho que estamos com um grande problema aqui!''

 Falei notando que logo Leonidas iria desaparecer e a cada minuto surgia mais e mais lobisomens em nossa volta, além disso todas nós já estávamos em nosso limite e não iriamos conseguir durar por muito mais tempo!


Lexa Pov 

Eu nunca tinha me embrenhado tanto para dentro da floresta como estava fazendo agora, parecia até que quanto mais eu caminhava para perto da Clarke ela se afastava cada vez mais de mim, o que era no mínimo estranho já que sempre o que acontecia era ela vir ao meu encontro querendo me matar. Respirei fundo e me concentrei no cheiro dela continuando meu caminho até finalmente chegar em um local bem escuro pela densa presença de árvores enormes que bloqueavam a passagem da luz não deixando iluminar todo aquele local. O silêncio do ambiente assim como aquela parcial escuridão me deixava agoniada, e ainda mais sabendo que Clarke estava ali escondida em algum canto apenas esperando sua chance de me derrubar, e eu tinha que admitir Clarke era muito inteligente ao ponto de deixar seu cheiro forte por todo local não me deixando ter exata certeza de sua posição.   

'' CLARKE!!!''

Gritei o nome dela querendo atrai-la logo na minha direção, eu não estava afim de brincar de esconde-esconde muito menos de pega-pega, apenas queria poder resolver logo aquela situação toda e poder ir para casa junto com Clarke, e depois claro arranjar um jeito de dar umas belas porradas em Luna. Gritei mais algumas vezes e nada dela aparecer, foi então que fiquei pensando se eu estivesse no lugar dela o que eu estaria fazendo? Me lembrei então das diversas vezes que Clarke tentou me atacar e de como ela me atacava, e assim uma lembrança apareceu na minha mente me causando arrepios, ergui minha cabeça olhando para cima e lá estava ela como uma aranha virada na minha direção quase babando com aquela boca aberta mostrando seus afiados dentes para mim. 

'' Merda...'' 

Clarke pulou em cima de mim me derrubando no chão e arranhou minha clavícula fazendo um enorme corte descendo até parte do meu braço esquerdo, empurrei ela para o lado mas ela voltou desfirindo outro golpe que pegou minha perna superficialmente me fazendo arrastar para longe dela um pouco e dar um chute em uma de suas mãos me fazendo ter tempo de me lenvatar e me afastar dela me colocando em modo de ataque

'' Não se lembra mais de mim Clarke? Eu não acredito que vamos ter que começar tudo do zero!'' 

Falei vendo ela não se importar nenhum pouco com minhas palavras e partir para cima de mim tentando me acertar com suas perigosas e enormes garras, me desviei dos ataques e consegui dar um empurrão nela à fazendo dar passos para trás e depois me olhar com tanta raiva que senti vontade de correr e foi o que eu fiz! Sai correndo entre as árvores e podia ouvir Clarke correndo atrás de mim e grunhindo coisas como se estivesse irritada pela minha atitude, foi então que escorreguei em algumas folhas acumuladas no chão enquanto corria e senti Clarke me agarrar por trás e me levantar do chão facilmente logo depois me dar uma mordida perto da minha costela, aquela dor era tão intensa que acho que todo mundo que estava naquela área poderia escutar o grito que eu dei;

O pior foi que fiquei com tanta raiva e dor que não percebi que quando girei meu corpo para me livrar do aperto de Clarke e de sua mordida eu toquei nas costa dela e ela começou a se queimar, Clarke deu um berro de dor e saiu como louca correndo pela floresta enquanto se batia nas árvores tentando retirar aquele fogo que estava queimando o corpo dela. E eu fiquei paralisada vendo aquilo sem entender enquanto olhava para minha própria mão que parecia ter esquentado como um forno de assar pão, logo voltei para a realidade e sai correndo atrás de Clarke que não parava de soltar berros horríveis de dor pelo caminho, quando a alcancei Clarke estava rolando em um poço de lama tentando se livrar do fogo que tinha queimado parte de sua costa deixando um ferimento horrível que me fez querer me bater por aquilo;

Quando Clarke finalmente parecia ter se livrado um pouco da dor e se levantado da lama ela me deu um olhar que já passava da fronteira de apenas raiva, o olhar dela parecia queimar em puro ódio e se antes ela já não gostava e não se lembrava de nossa conexão agora que ela não iria mesmo querer se lembrar. Clarke caminhou na minha direção me encarando e dessa vez ela vinha em linha reta sem correr, sem se esconder, ela queria se vingar pelas coisas que eu tinha feito e mesmo eu sabendo que não foi de proposito também caminhei na direção dela, eu também estava com raiva pelo que ela tinha feito com Raven, pela mordida e o arranhão que ela me deu e o que me machucava ainda mais era ela não se lembrar nenhum pouco de mim, não se lembrar de absolutamente nada que passamos juntos e apenas querer me matar.

'' Então vamos resolver isso logo Clarke! Pode vir...'' Ameacei ela chamando com o dedo e ela logo veio furiosa para cima de mim

Nenhuma de nós duas parecia estar agora raciocinando direito apenas guiadas pela raiva, dor, estresse e claro à nossa própria vingança! Clarke me deu um arranhão que atingiu um dos meus olhos me fazendo dar em seguida um soco no estômago dela jogando ela para bem longe, coloquei minha mão em cima do olho ferido e tinha bastante sangue saindo e eu não conseguia mais enxergar nada! Clarke logo voltou com tudo me derrubando no chão e com minha raiva transbordando dei vários socos da cara dela a fazendo sair de cima e me deixando ficar de pé novamente, e dessa vez fui eu que pulei em cima de Clarke mordendo o pescoço dela pela frente e me prendendo em seu corpo com meus braços em volta de sua cintura, ela tentava se livrar de mim me puxando pela costa com suas garras mas eu não iria sair dali facilmente; 

Mas Clarke tinha uma diferença enorme dos outros lobisomens transformados além da força bruta ela era muito esperta e foi questão de segundos para ela me dar uma cabeçada que me fez soltar ela e cair no chão, eu nem consegui me recuperar e senti ela morde meu ombro só que as coisas não ficariam assim, senti aquela força descomunal em mim voltando e quando percebi já tinha apertado um dos braços de Clarke o fazendo queimar como brasa, e para minha surpresa ela mesmo assim não se soltou de mim me mordendo ainda com mais força parecendo quebrar meu ombro com seus dentes afiados. Nós duas agora berravamos parecendo travar uma batalha de quem aguentava mais aquela dor, aquele sofrimento e quem no final iria sobreviver naquela luta que agora não fazia mais sentido nenhum

Anya Pov

Já tínhamos chegado no local aonde as outras meninas estavam lutando, logo Raven se juntou com Octavia e deu outra arma para ela poder se defender. Niylah foi ajudar Costia e ficou no lugar de Priscila que parecia acabada e precisava descansar pelo menos por uma hora antes de voltar para a batalha de novo, já Zambune assim como sua dona não parecia bem mas mesmo assim continuava a lutar como podia mordendo e jogando para longe os lobisomens que apareciam perto dela, e eu lutava na frente arrancando a cabeça de todos os malditos que apareciam na minha direção e que me irritavam pelo simples fato de terem me separado de Lexa. E minha preocupação com ela só aumentava a cada novo cheiro de sangue que eu sentia não só dela mais também de Clarke que pairava no ar, as duas loucas com certeza estavam lutando e isso não era nada bom ainda mais com Clarke estando transformada e Lexa ter adquirido aquele novo poder que queimava tudo em sua volta.

'' Anya se concentra'' Niylah me repreendeu derrubando um lobisomem que vinha na minha direção no chão e torcendo o pescoço dele

'' Estou preocupada com Lexa e Clarke'' Respondi e ela bufou vindo na minha direção

'' Elas estão bem acorda!'' Niylah deu um soquinho na minha cabeça 

'' Isso doeu idiota'' Resmunguei

'' Quanto mais rápido terminarmos aqui mais rápido vamos poder ir ajudar elas'' Niylah respondeu me olhando com uma expressão apreensiva 

'' Você também está preocupada não é?'' Perguntei sorrindo vendo que até em situações assim Niylah preferia manter sua máscara de orgulhosa do que mostrar desespero

'' Para com isso e vamos lutar'' Niylah se afastou de mim bufando e foi atacar mais lobisomens me fazendo rir

Do outro lado uma Octavia parecia sinistramente empolgada atirando nos lobisomens acho que ela por fim estava tentando redirecionar sua raiva em alguma coisa, e Raven também atirava em alguns lobisomens mas ela parecia atraida em ver Zambune que mesmo cansada já tinha derrubado vários lobisomens e jogado eles no ar como se fossem pedaços de isopor, foi até um lobisomem se aproximar dela pela costa e Zambune perceber praticamente pulando na direção de Raven que virou uma estátua quando Zambune passou por ela e atacou o lobisomem o mordendo e tirando ele de perto

'' Obrigada'' Raven olhou para cima e Zambune com suas 4 cabeças parecia ter entendido o que ela disse logo depois se afastando de Raven  

'' Parabéns ela parece gostar de você'' Priscila que estava sentada em baixo de uma árvore observando tudo falou em meio a sorrisinhos maliciosos para Raven que ficou vermelha como um pimentão

'' Ela é uma naja'' Raven respondeu sem graça

'' Que tem uma forma humana bem sexy'' Priscila piscou para Raven que parecia que iria cavar um buraco e se enterrar ali mesmo

'' O que está acontecendo aqui?'' Octavia se aproximou não gostando nada das coisas que estava escutando

'' É a Priscila idiota'' Raven respondeu se afastando e voltando para seu lugar para ajudar sem antes dar uma olhada na direção de Zambune mais uma vez

Enquanto isso Costia também entrava em uma discussão agora com Priscila que mesmo parada não desperdiçava esforços para provocar todo mundo, Costia apenas ignorava toda hora que Priscila chamava sua atenção para algum lobisomem por perto, ou falava que o soco que ela deu foi de mulherzinha que não quer quebrar sua unha

'' Depois que eu terminar aqui eu vou arrancar o resto do sangue que você ainda tem'' Costia apontou furiosa para Priscila que colocou as mãos para o alto em redenção

'' Calma só estou querendo te ajudar'' Priscila respondeu rindo

'' Vai ajudar sua...'' Costia de repente parou e colocou sua mão na barriga e fez careta fazendo Priscila se levartar rapidamente e ir na direção dela 

'' Você está bem?'' Priscila perguntou e Costia fechou os olhos parecendo estar sentindo dor

'' Andras...'' Costia falou mordendo os lábios

'' Vem é melhor você descansar deixa que eu cuido do resto!'' Priscila iria tocar nela mas Costia bateu na mão de Priscila se afastando

'' De nada!'' Priscila resmungou vendo Costia ir se sentar e ficou no lugar dela na batalha

A batalha com os lobisomens durou mais um pouco e logo tínhamos derrotado todos e alguns que sobraram acabaram indo embora, eu queria logo me juntar com Lexa mas as meninas estavam cansadas e não pareciam afim de se mover por algum tempo. Pensei em ir sozinha mas fiquei com medo de algo acontecer com Niylah enquanto eu estivesse fora, então apenas me sentei ao lado dela e rezei para que Lexa tivesse um pingo de juízo e que algum milagre acontecesse para trazer Clarke de volta!

Clarke Pov

Me sentia afundada em um rio com pedras presas em minhas pernas e em meus braços, e a cada vez que tentava me soltar para voltar na superfície aquelas pedras se tornavam mais e mais pesadas e me afundavam ainda mais fundo naquele rio. Uma parte da minha mente conseguia ver tudo que estava acontecendo desesperada querendo gritar enquanto meus dentes se fincavam mais fundo na pele da garota em minha frente, e a outra não se importava nenhum pouco querendo logo dar um final naquela luta sangrenta. Enquanto minha mente se embaralhava e tentava buscar um sentido naquela situação, tudo de repente parecia ter se congelado por um momento quando olhei para a garota na minha frente e invés de um olhar de raiva foram lágrimas que encontrei caindo de seus olhos. Como se eu tivesse levado algum tipo de choque em meu corpo minha boca automaticamente se abriu e soltei da garota me afastando, ela por sua vez permanecia no chão com a cabeça baixa e as lágrimas caindo por seu rosto inchado;

Quando percebi a garota se levantou e começou a andar bem devagar em uma direção aleatória mas meu corpo não reagia não me fazendo mover para tentar para-lá, parecia até que tinha uma força me impedindo de ir atrás dela e que me falava '' Acorda, acorda, acorda!'', quando dei por mim a garota já tinha se afastado o bastante e meu corpo parecia ter voltado ao seu normal agindo por instinto e logo fazendo meus pés seguirem mais uma vez aquela garota. Quando finalmente achei ela por seu cheiro ela agora estava ao lado de um precipício e olhava para baixo ainda chorando, foi então que a garota se virou para mim e naquele momento parecia que as duas partes da minha mente que brigavam se fundiram em apenas uma, e quando ela começou à falar meu coração parecia querer parar de bater

'' Eu não quero mais brigar com você Clarke, se for para ser assim eu prefiro morrer!''

Em um piscar de olhos me senti na superfície e as pedras que estavam me prendendo afundaram sozinhas me soltando por completo! Em minha mente podia agora ver as lembranças que havia compartilhado com aquela garota...aquela garota...Lexa....sim ela se chamava Lexa. Olhei para ela que se virou de costa para mim e colocou um pé na direção do nada me fazendo correr em sua direção como uma louca!

Aquela garota era Lexa minha namorada

Aquela garota era Lexa quem me protegia

Aquela garota era Lexa aquela que me amava

Aquela garota era Lexa aquela que me salvou

Lexa...Lexaa não me deixeeee!!!! 

Não conseguia gritar para que ela parasse apesar das palavras gritarem em minha mente, quando vi Lexa tinha pulado mas por sorte consegui chegar nela e agarrar ela pela blusa à puxando de volta para cima com meu braço que não estava machucado, e logo depois jogar ela no chão firme ao meu lado. Eu tentava fazer minha respiração descompensada voltar ao normal e olhei para o lado vendo Lexa deitada me encarando em pura surpresa, se não fosse pelo meu estado de completo pânico eu daria outras porradas nela por ter me feito passar por aquilo. Lexa se arrastou para perto de mim e me afastei dela vendo minhas garras, eu ainda estava transformada? Aquilo era estranho eu nunca tinha passado por isso antes, eu me lembrava de tudo e ainda por cima estava transformada.

'' Não se afaste de mim Clarke'' Lexa falou em uma voz baixa o que me fez olhar para ela

Me aproximei dela sem saber o que fazer eu não entendia como minhas lembranças tinham sumido daquela forma, e Lexa me olhava sorrindo como se tivesse ganhado na loteria. Parei por um momento de olhar para ela quando uma última lembrança percorreu minha mente indo direto em uma situação em que eu podia ver Ramiel atirando em mim, e foi isso ele tinha me matado e então Luna apareceu...Luna..foi ela!

'' Clarke o que foi?'' Lexa puxou o meu braço me fazendo olhar para ela

Deitei minha cabeça na barriga de Lexa não sabendo como dizer para ela '' Me desculpa por ter me esquecido de você'', senti Lexa passar sua mão em minha cabeça fazendo carinho. Me levantei e dei uma lambina no rosto dela fazendo ela sorrir e colocar suas mãos em volta do meu rosto.

 '' Você se lembrou? Lembrou de mim?'' Lexa perguntou me olhando nos olhos e apenas lambi mais uma vez o rosto dela querendo gritar um imenso '' Sim, eu me lembro de você''

'' Eu te amo Clarke'' Lexa falou chorando novamente enquanto se esforçava em me abraçar mesmo estando tão machucada

Tanto eu como Lexa estávamos completamente destruídas pela nossa luta e eu não conseguia mais nem me mover direito caindo por cima do corpo de Lexa deixando que ela pudesse me abraçar, nós duas ficamos ali sem nos mover por um tempo apenas compartilhando aquele momento só nosso enquanto tudo ficava em silêncio em nossa volta e apenas podíamos ouvir o bater de nossos corações.


Notas Finais


-O próximo Capitulo de Frenesi vai se passar apenas no céu então vamos ver o desenvolvimento por lá, e vocês vão conhecer algumas pessoinhas interessantes ^^
Obs: Próxima fanfic que vou atualizar vai ser Amazona então aguenta aí!Rs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...