História Friends - L3ddy - Capítulo 52


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti
Personagens Lucas "LubaTV", Lucas Olioti
Visualizações 71
Palavras 1.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Estou um dia ou dois atrasada para postar o capítulo, mas é como dizem: antes tarde do que nunca

Boa leitura, as always <3

Capítulo 52 - Má Ideia


Luba On

 

Tudo o que eu andei fazendo durante os últimos dois dias que se seguiram após eu ter mandado a mensagem para meu ex namorado, era tentar colocar em minha cabeça que eu estava decidido à dialogar com ele, para assim perdoá-lo e estando disposto à aceitar sua amizade novamente e nada mais do que isso. Tudo o que eu desejava era voltar a deixar as coisas do mesmo modo que eram antes, mesmo que fosse uma ideia total e completamente estúpida.

Eu estava voltando atrás de tudo que eu havia prometido para mim mesmo assim que o término havia acontecido, estava fazendo tudo errado, mudando o que já estava definido em minha cabeça e que eu pretendia levar a sério por culpa de um maldito sentimento de sete letras: saudade.

Sim, eu sei, é tolice sentir saudades de Olioti depois de tudo que aconteceu entre nós, depois do que ele fez comigo e com a enorme confiança que eu depositava nele, depois do que eu disse para ele durante a briga, depois de tanto ter tentado esquecê-lo... Depois de ter feito tantas coisas para superá-lo, eu ainda sentia saudade dele.

O que não era nem um pouco justo, já que o que eu mais fiz ao lado de T3ddy foi sofrer. E de repente quando eu decido mudar isso e melhorar a minha vida, recomeçando com alguém novo e melhor, eu começo a sentir falta dos braços dele passando ao redor de meu corpo e me deixando confortável, da sua risada que eu adorava imitar para deixa-lo irritado, das vezes como ele me fazia sorrir dizendo coisas bobas sem sentido...

Ok, ok, tivemos recaídas, e muitas, recaídas as quais não me agradam e eu faria toda e qualquer coisa para apagar de minha memória, principalmente essa última que me levou a perder as esperanças em você e tentar te manter longe, mas, de qualquer maneira, não é como se todo nosso namoro tivesse sido feito apenas de maus momentos. Os momentos felizes que passei ao seu lado durante todo esse tempo, sendo como amigos ou namorados, é algo impagável e insubstituí...

Espera, o que eu estou pensando? T3ddy me magoa e de repente eu começo a sentir pena dele e essas coisas melosas me vem à mente? Ah, não, eu não creio no que eu mesmo estou fazendo! Que vergonha de mim mesmo.

Ok, eu não fiquei tanto tempo assim longe do T3ddy, mas fiquei o tempo suficiente para me recompor e enfiar algumas coisas na minha cabeça, a primeira é que: Eu não preciso implorar pelo amor de ninguém para ser feliz. Eu não posso ser uma pessoa dependente, e, oh Deus, era bem aí que eu estava me metendo mais uma vez! Parece que eu nunca sou capaz de aprender com as minhas desilusões amorosas passadas! Segundo: nós dois aparentemente não fomos feitos para sermos nada além de bons amigos, e é isso que eu estou tentando fazer chamando T3ddy para conversar comigo, deixar a mágoa de lado e tentar permanecer com nossa amizade, assim como foi durante esses vários anos.

Isso, o motivo de eu estar chamando Olioti aqui é apenas esse, como já disse antes. Apenas quero arrumar tudo para que possamos voltar a ser amigos. Ah, e para matar essa maldita saudade dele que cresce dentro de mim cada vez mais. Não é como se fosse algo mais do que isso, pff, imagine!

Certo, talvez eu não queira assumir que quem sabe haja uma possibilidade de eu ainda tenha algum sentimento de amor pelo T3ddy guardado em algum lugar e que talvez esse sentimento seja muito grande e eu tive a péssima ideia de tentar superar isso entrando em um novo relacionamento com um outro alguém, mas, sinto-me culpado porque ao meu ver, parece que eu estou apenas usando ele, o que, com toda a certeza é verdade, por mais que eu odeie admitir isso.

Por que eu estou fazendo se acho errado? Porque eu não quero mais sentir o que eu sinto pelo o T3ddy, assim como quero que o que ele sente por mim acabe. Eu não quero acabar agindo por impulso por causa da saudade e voltar para ele, assim, apenas saindo ainda mais machucado do que da última vez. Sinto que a única coisa que vai me segurar para não fazer nenhuma merda vá ser um namoro, então, por que não?

Com esse mesmo pensamento de que apenas o namoro vai me permitir de continuar com a decisão de não voltar para meu ex, eu estou aqui, na casa de Tiago, a pessoa com a qual estou em relacionando no momento, implorando para que ele continue ao meu lado durante toda a conversa que irei ter com T3ddy - mesmo que o pobre coitado não tenha ideia do que aconteceu entre eu e meu querido amigo, Lucas Olioti.

- Não acha mesmo que seria melhor eu ficar distante e deixar vocês dois se resolvendo sozinhos? Não quero mesmo me meter nesse assunto e acho que precisam de privacidade, seja lá o motivo do clima estranho entre vocês - Tiago insistia mais uma vez, enquanto franzia o cenho, observando-me com uma certa desconfiança.

- Não, não precisa nos deixar sozinhos, amor. A sua presença não será um problema, de verdade. Por favor, fica... - Do mesmo modo como ele continuava insistindo que seria melhor se ele não estivesse envolvido na minha conversa com Lucas, eu insistia tentando convencê-lo a ficar por perto, o que parece ter dado certo, finalmente.

Ótimo, não vou falar nada que não devo e provavelmente T3ddy também não falará nada muito comprometedor na frente de Tiago. Vai dar tudo certo e tudo vai sair como o combinado. Afinal, o que poderia dar errado?

Ok, sempre quando essa coisa de que nada pode dar errado vem à tona, tudo acaba... Como eu posso dizer... Acontecendo de um modo totalmente inesperado que com toda a certeza trará grandes consequências no final das contas. Mas, deixemos isso de lado e vamos imaginar que dessa vez, tudo pode realmente correr bem e sem imprevistos no meio.

Antes mesmo que eu fosse capaz de notar, a campainha havia tocado e Tiago foi atender a porta, o que fez com que uma tensão se espalhasse por todo o meu corpo e a confiança e coragem que eu arrecadei durante dois meses, sumissem completamente assim que meus olhos encontraram com os de T3ddy.

Fiquei, durante minutos, observando cada detalhe do corpo de T3ddy, descendo e subindo o olhar por ele, sentindo que o moreno fazia a mesma coisa comigo, o que, por algum acaso, fez com que minhas bochechas esquentassem e tomassem uma coloração mais avermelhada.

Pude sentir meu coração palpitar assim que o vi entrando na casa e mesmo depois de minutos, parecia que meu coração ainda continuava acelerado conforme meus olhos passavam pelo rosto de T3ddy. Parecia que naquele momento toda a mágoa que eu guardava dele havia desaparecido, restando apenas o amor que nego ainda sentir por ele.

Conti um sorriso assim que o mais alto se aproximou de mim, dando passos largos até chegar na minha frente, passando os braços ao redor de meu corpo, abraçando-me fortemente. O ato me deixou bobo, enquanto desejava mentalmente que T3ddy não me largasse tão cedo. Apertei ele com mais força, puxando-o, trazendo seu corpo para mais perto do meu. Eu havia até mesmo me esquecido que não estava sozinho com Lucas naquela casa, tendo assim, uma pessoa logo atrás de nós, observando todos os nossos movimentos e atos.

É, a noite vai ser longa...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...