História Friends - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Lilith "Lily" Page, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada)
Tags Emma Swan, Regina Mills, Swanqueen
Exibições 99
Palavras 835
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - O dia da praia


POV REGINA

Acordei e não vi Emma comigo no colchão. Ouvi vozes e creio que estavam conversando na cozinha. Fiquei pensando nisso que estamos fazendo. Sentia como se ela realmente fosse minha, mas não era e isso incomodava.

Levantei e segui até à cozinha e peguei uma conversa pela metade.

— Lily perguntou por você. - Mary estava falando com a boca cheia. 

— Ah, vi ela esses dias.

— Ela disse que você estava com sua namorada e ela a fuzilou. - Ambas riram.

— Na próxima fuzilo de verdade. - Falei abraçando Emma por trás. - Bom dia Emms, bom dia Mary.

— Regina, Regina, deixa disso. - Mary disse balançando a cabeça negativamente.

— Ela deixou Emma, vai ciscar em outro canto.

— Ciumenta, olha o alerta. - Mary disse zoando.

— Emma me defende. - Falei e ela riu, não gostei e sai.

Ok, acordei meio fina? Sim. Na verdade tudo que envolve Emma me deixa alterada, começar o dia escutando falar daquela mulher, argh, ninguém merece.

— Ei. - Escutei Emma na porta e continuei mexendo em minhas coisas. – Sério que ficou brava?

— Você me acha uma doida ciumenta?

— Eu não disse isso. - Respondeu arqueando a sobrancelha.

— Nem precisa né. - Respondi impaciente, dando de ombros.

— Difícil lidar com você. - Escutei Emma dizer e a olhei.

— Não precisa lidar comigo! - Rebati. Ela me olhou, suspirou e saiu. Pude ouvi-la batendo a porta da frente.

— O que houve Regina? - Mary entrou no quarto.

— Emma me acha uma doida, Mary. Vocês acham! - Falei.

— Eu falei isso, Regina. Ela não. Desde que Lily saiu da vida dela, Emma não dá atenção pra ninguém como da pra você. Você já surtou umas duas vezes e ela não te xingou. Essa é uma parte que nós conhecíamos pouco. O que você quer realmente? Está com curiosidade sobre como é ficar com mulher? Está carente? Ou sente algo por ela?

— Eu não sei. - Respondi sincera. - Eu me sinto diferente com ela sabe? É bom. Mas não sei.

— Você vai se machucar e machucar ela. - Mary disse saindo do quarto.

Me troquei, a ajudei a arrumar a casa, minha cabeça girava em torno de tudo que houve.

— Vai falar com ela, Regina. – Mary disse quando passava das cinco horas e eu estava de cara feia na sala.

Respirei fundo e fui até o apartamento.

— Kill. - Falei dando um beijo em sua bochecha.

— Já sei, veio ver a Emma. - Ele disse animado e assenti. - Quase que você não nos encontra aqui, vamos à praia. Quer ir?

— Mas ela nem me chamou, deixa quieto. - Falei sem graça.

— Vamos Regina e chama a Mary, vinte minutos. - Emma disse aparecendo na porta do quarto.

POV EMMA

Cada dia era mais difícil lidar com Regina, ela simplesmente surtava por tudo. Tudo mesmo. Brigávamos como um casal de verdade. Mas não era isso.

Passei o dia com os meninos tentando me animar, filme, jogo, comida. Eles eram os melhores. Por fim decidimos ir à praia. Regina apareceu e iria também, Mary provavelmente levaria o namorado, o que talvez não fosse uma boa ideia.

Saímos em dois carros. As meninas foram comigo e logo chegamos. Queria ver o céu mudando de cor, naquele horário ficava lindo.

O namorado de Mary chegou e eles sentaram em um canto, David e Kill em outro, Regina próxima deles e eu mais atrás olhando o mar.

Vi Regina olhar em todas as direções, acho que me procurando, Killian mostrou onde eu estava e ela me olhou. Não conseguia ficar brava. Sorri e acho que ela entendeu. Veio até mim e se sentou entre minhas pernas, passei a mão em torno de sua cintura e apoiei a cabeça em seu ombro. Sei que ela queria falar.

— Está brava? - Perguntou e assenti. - Desculpa. Nunca me senti insegura antes Emma e agora eu realmente tenho medo de te perder. E estou confusa.

— Confusa?

— É, eu não quero que ninguém respire perto de você, não quero saber da Lily, não quero que fique com outra pessoa. Sinto coisas. - Ela falava de maneira confusa.

— Eu espero. - Falei dando um beijo em sua bochecha. - Quando desfazer a confusão, ainda vou estar aqui.

— Promete? - Disse manhosa.

— Sim. - Me levantei e a abracei por trás.

— Olha o céu. - As cores se misturavam em azul, alaranjado, amarelo, era lindo. O vento batia em nossos rostos. E eu fiquei feliz. Por aquele momento.

Regina se soltou correndo e me chamou para pega-la. Esperei um tempinho e corri atrás dela. Duas loucas, sim. Foi difícil alcança-la.

Segurei em seu braço a puxando contra mim. Nossos corpos se chocaram, seu olhar me invadia. Passei o polegar em seu rosto, observando como ela era linda.

— Acho que você eu vou ficar louca. - Falei em transe.

— Só se for comigo. - Regina respondeu pegando minha mão. Meu coração se manifestava a cada mínimo toque dela. Sabe quando você sabe a merda que está fazendo e mesmo assim não para?

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...