História Friends - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Austin Mahone, Barbara Palvin, Cara Delevingne, Justin Bieber, Lily Collins, Shawn Mendes
Personagens Austin Mahone, Barbara Palvin, Cara Delevingne, Justin Bieber, Lily Collins, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Álcool, Amizade, Amor, Arrependimento, Colegial, Conflitos, Despedidas, Drama, Escolhas, Falsidade, Família, Justin Bieber, Passado, Perdas, Revelaçoes, Romance, Suspense, Tragedia
Exibições 9
Palavras 964
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olaaaaaaaa amores e novos conhecidoss!

Essa fanfic esta sendo reescrita, tipo uma adaptação de uma que ja tinha feito na minha conta antiga (Alguns aqui ja conhecem essa historia), bom, talvez voc ja tenha lido! Ou só bateu o olho...
Não estranhe essa coincidencia kkjk
Ela foi postada em uns cinco lugares diferentes pela minha conta antiga e sofreu uma serie de adaptações!

Boa leitura!

Capítulo 1 - Missão


- Só quero que você saiba que... eu só preciso que saiba que fiz isso quando estava com raiva

- Estava com raiva? Não esta mais?

- Logico que não!

- Mas nada mudou, você não percebe? Eu continuo te abandonando sem dizer ao menos uma palavra, eu continuo deixando você. Nada mudou. Aquele moleque do colegial ainda esta aqui na sua frente. – Abriu os braços – Quem garante que eu não vá fazer de novo? – Deu um passo em minha direção – E de novo... – Outro passo.

– Para – Pedi

- De novo... e de novo... eu posso estar mentindo pra você. Eu posso não ser absolutamente nada disso que eu disse, Alice

- Você esta bêbado! Para com isso Felippe, por favor – queria recuar, mas não queria demonstrar que ele estava me afetando

- Não vou para até que você diga tudo que está dentro de você. Tudo o que você não me disse quando estava com raiva

Cada vez mais perto de mim, nossos corpos quase estavam se tocando e eu não conseguia me mover.

- Me diz, me diz tudo o que sempre quis falar

- Covarde – eu disse com os olhos cheio de lagrimas

- Eu não te amo e nunca...

- CALA A MERDA DA SUA BOCA E NÃO SE ATREVA A DIZER ISSO! – Gritei. Mas eu gritei de uma forma tão rude e agressiva que ele arregalou os olhos e recuou – você não vai conseguir fazer isso – apontei o dedo em sua cara – me da essa merda! – tomei a garrafa de sua mão e taquei no chão, espalhando vidros para todos os lados.

- Para de agir como uma menina mimada! Me fala logo

- O que você quer que eu te fale? Como eu me senti todos esses anos? Tudo bem, eu me senti a porra de um lixo! Um lixo porque eu não conseguia imaginar você transando com uma mulher que não fosse eu, mesmo sabendo que você me traia, um lixo porque eu queria te odiar com todas as minhas forças e não consigo.

Ele não disse nada, apenas se apoiou na mureta do terraço e foi escorregando para o chão ate se sentar.

- Era so você ter dito não, não precisava fugir de mim – Ele ia abrir a boca pra dizer algo, mas não conseguia, estava com uma cara estranha

- Eu não tive opção! Você conhece nossas famílias.

- É que.. – então ele virou para o lado e vomitou tudo que havia bebido.

 

4 anos atrás ~~

Missão.

Essa era a palavra para explicar a situação que Jenny estava me fazendo passar por simplesmente resolver tomar o primeiro porre justamente na primeira semana que havia se mudado para Nova York. Depois da primeira missão cumprida, que foi dar um banho nela sem que quebrasse o pescoço, a segunda era arrasta ela na cama, não foi tão bem sucedida assim.

Digamos que a presença inesperada do irmão dela havia deixado Jenny um tanto quanto inquieta, querendo voltar a todo custo para sala e matar a saudades. Ela teria todo tempo do mundo para matar as saudades dele, mas queria fazer isso logo quando estava mais doida que o Batman, antes que eu desse uma surra nela e depois me arrependesse disso depois, deixei que ela pulasse da cama e fosse ate a sala.

Segui os passos dela ate la, pensando sobre meu belo final de noite, do qual passaria cuidando daquela infeliz. Não dava pra acreditar, Jennifer Yong, a nerd certinha, agora mais bêbada que uma porta.

- Eu não acredito que você esta aqui! – ela correu ate o sofá e pulou em cima do Felippe, que quase caiu para fora do sofá

-  Opa – disse, sentando –se direito, logo depois de quase ter caído de cabeça no chão.

- Meu Deus, Felippe esta aqui, ele não se esqueceu da sua maninha – colocou seus bracos ao redor do pescoço dele e aninhou sua cabeça em seu pescoço.

Que bosta, Jenny, que bosta.

Ignorando aquela cena de amor entre os irmãos Yong, revirei os olhos e estava prestes a subir para o quarto.

Felippe é o irmão mais velho de Jenny, okay, ele só tem 16 anos... enquanto eu e ela temos 15! Sim, eu tenho 15 anos.

Ele tinha cabelo cor castanho claro e lisos, bagunçado de um jeito encantador. Seus olhos azuis eram tão lindos, que foi impossível não me apaixonar. E aquelas bochechas avermelhadas? Coisa fofa! Ele usava um jeans surrado, camisa xadrez e um Converse nos pés, absolutamente tudo nele me encantou.

Mas pera!

Vou contar isso direito,

Eu me chamo Alice Clark, filha única de pais separados, herdeira de dois impérios comerciais. Sim, meus pais tem empresas bem sucedidas e a gente tem dinheiro pra carai.

 A um mês atrás recebi a noticia que um investidor ia vim ate Nova York conversar com meu pai.

A duas semanas fiquei sabendo que eles fecharam contrato e o investidor e sua família iam se mudar para cá.

A 5 minutos fiquei sabendo que o homem tem um casal de filhos e a esposa dele é melhor amiga de infância da minha mãe.

E depois disso tudo? Passou uma semana e hoje me encontro na sala da minha casa com dois irmãos se abraçando.

Jenny e Felippe são os filhos desse tal investidor, ela é uma menina mega comunicativa e logo viramos amigas, já ele e meio calado, mas ele é taoooooooooooo lindo, socorro!

Mais alguma coisa que esqueci de contar? Ah, eu só bebo raramente, meus pais dizem que qualquer escândalo ligado a família pode prejudicar a empresa, eles são controladores e as vezes parece que só ligam pra própria imagem.

Basicamente posso dizer que eles mandam até onde eu posso colocar minha língua.

Já deve imaginar onde foi parar essa historia né??

 

 


Notas Finais


POR FAVOR, LEIA AS NOTAS LA NO COMEÇO!!

(vms evitar desentendimentos)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...