História "Friends" - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, A 5ª Onda, A Culpa É Das Estrelas, A Marca de uma Lágrima, A Melhor Festa do Ano (Prom), A Menina Mais Fria de Coldtown, A Menina Que Roubava Livros, A Orfã, A Seleção, A Última Música, A Verdade Sobre Nós, American Horror Story, Amizade Desfeita (Unfriended), Amor e Inocência (Becoming Jane), Anjos da Lei, As Branquelas, As Panteras, As Virgens Suicidas, Brinquedo Assassino, Carrie, A Estranha, Cidades de Papel (Paper Towns), Cisne Negro, Como Eu Era Antes de Você, Crush - Paixão Mortal, Deadpool, Deixe-me Entrar, Doce Vingança (I Spit on Your Grave), Duro de Matar, E se fosse verdade..., Ela Dança, Eu Danço (Step Up), Esposa de Mentirinha, Esquadrão Suicida, Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado, Finalmente 18, Forever: Uma Vida Eterna, Friends, Garota Exemplar, Garota Infernal, Garota Mimada, Girls in the House, Halloween, It: A Coisa, It's Okay, That's Love, Jogos Mortais, Kick-Ass - Quebrando Tudo, Lost, Lucy, Need for Speed, No Limite do Amanhã (Edge Of Tomorrow), No Ritmo (Shake It Up!), O Chamado, O Iluminado, O Lado Bom da Vida, O Quarto do Suicídio (Suicide Room), Once Upon a Time, Orange Is the New Black, Os 13 Porquês (13 Reasons Why), Para Sempre (The Vow), Ponte Para Terabítia, Pretty Little Liars, Prison Break, Rebelde, Remember Me, Resident Evil, Rush - No Limite da Emoção, Scream Queens, Se Beber, Não Case! (The Hangover), Se Eu Ficar, Secret Garden, Sempre ao Seu Lado, Sex and the City, Sexta-Feira 13, Simplesmente Acontece (Love, Rosie), Skins, Sr. & Sra. Smith, Street Dance, Supernatural, Teen Wolf, The 100, The Duff, The Lover, The Vampire Diaries, The Walking Dead, Turma da Mônica Jovem, Uma Noite de Crime (The Purge), Velozes e Furiosos
Tags Cebonica Xavenise Casgali
Visualizações 89
Palavras 1.694
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie 😅🏃
Bom como prometido eu trouxe mais um capítulo e espero que gostem...🏃🏃

Capítulo 6 - Party 1


Fanfic / Fanfiction "Friends" - Capítulo 6 - Party 1

Conforme fomos nos aproximando, fiquei somente poucos centímetros daquela pessoinha, porém como ela é muito esperta, aproveitou este momento de distração e conseguiu se soltar de mim e me dar uma joelhada no meu abdômen e se levantou dando por último uma voadora em mim, resumindo vitória da pirralha dos Infernos !

- É Júnior, você precisa se concentrar mais em, até às "princesas" sabem bater meu amor- Assim dito a mesma retirou as faixas, saiu do ringue, as guardou e foi para seu quarto improvisado tomar um banho provavelmente- Oignon bye ! (Tchau Cebola em francês)

Depois de 5 minutos de respiração e descanso, me levanto e vou atrás dela. Assim que chego vejo que ela estava debruçada na mesa dormindo, como sei que amanhã ela estaria com uma dor e uma torcicolo horríveis, a pego em meus braços e a coloco em sua cama, arrumo tudo, guardo as  coisas que a bagunceira deixou espalhadas pelo local, a cubro e apago as luzes e fecho a porta. Com tudo checado, trancado, os alarmes de segurança acionados, os telefones bloqueados e desligados e tudo apagado e seguro, dirijo-me para meu quarto e caio de qualquer jeito na cama adormecendo no mesmo instante em que minha cabeça tocou o colchão.

POV Mônica

Assim que acordo com a luz do sol, faço minhas higienes matinais, me troço e vou preparar o café da manhã para nós dois. Começo a pegar todos os ingredientes da nossa mini-cozinha e todos os utensílios que precisarei, até que me sobressalto com um bilisco em minha cintura e um beijo na bochecha.

- Bom dia princesa !- Diz me dando um sorriso enorme- O que a senhorita irá preparar hoje ?- E começa a meter a mão em tudo que eu peguei.

- Bom dia para você também !- Com isso dito dou um tapa na mão dele- Pare de ser intrometido e vaza !

- Nossa mau começou o dia e já está estressada, sabe que isso te faz ficar mais velha ?- Jogo a colher de pau em sua direção e o mesmo a agarra- Quase lá coisinha, quase.- E dá aquele lin... Quer dizer, aquele sorriso de lado que só ele tem.- Posso te ajudar ?

- Com tanto que não me atrapalhe pode sim - E lá vem ele- Quero que você faça o seguinte: pegue 3 ovos, a frigideira, o óleo, a cebola, o cheiro verde, o presunto, uma maçã, 3 morangos, algumas ameixas, passas, amoras, framboesas, a granola e o açaí.

- E aonde está tudo isso ?

- No armário atrás de você, na geladeira do canto, na fruteira a sua esquerda, debaixo da pia, em cima da estante e ao seu lado, mais alguma coisa ?

- Não

- Então vamos ao trabalho- E Assim começamos a preparar a nossa refeição, sorte que hoje é sábado.

Depois de ter montado a mesa, lavado e cortado as frutas, arrumar as coisas novamente em seus lugares e preparar as omeletes, fomos desfrutar de nossas obras primas.

- Mônica ?

- Eu ?

- Como você aprendeu a cozinhar tão bem ?

- Lembra que quando nós tínhamos 12 anos, eu fui para a França e para a Espanha por dois anos ?

- Sim

- Bom aquilo foi um pretexto para a Alana se livrar de mim por um tempo, me colocando em um curso intenso e integral de culinária nacional e internacional. Porém seu um jeito de ser expulsa antes de completar dois anos, mas eu consegui absorver e aprender umas coisas, só que como eu sempre ficava e ainda fico sozinha naquela mansão, pedi para a Rosa me ensinar a cozinhar e a me virar dentro de casa.

- Bom isso tudo valeu muito apena, porque eu não me canso da sua comida.

- Obrigada

Depois de satisfeitos, vamos lavar a louça, mas como nem tudo é perfeito...

- Porra Cebolácio !- Aquele babaca havia jogado água e espuma em mim- Você me paga- E pego um pote que ainda continha água e espuma derramo tudo nele

- Agora é guerra !- E pegou uma pistola de água, que não sei aonde ele tinha tirado e me entregou a outra começando a disparar- Todos a seus postos ! FOGO !- E lá fomos nós novamente em guerra de água e outros objetos que encontrássemos pelo caminho.- Então já se cansou princesa ?

- Nem um pouco - Disparo em sua direção e corro para atrás do sofá- Você pode se surpreender comigo senhor -E disparo novamente, porém não o acho- Morreu ?

Como sei que isso é uma armadilha, não ouso sair de onde estou, mas preciso ficar bem atenta aos movimentos e... Ahá ACHEI você, atirei mais uma vez acertando em cheio suas pernas e jogo travesseiros, balões d'água e almofadas, aproveito que ele ficou meio destraído e pulo em suas costas, começando a amarra-lo com a cordo que havia achado no canto ali, amarro seus tornozelos e pulsos na barra de ferro e fico observando sua cara de ódio e sarcasmo.

- Pelo visto te treinei bem coisinha- O mania de me dar variados apelidos- Agora me solte, reconheço que você venceu e me rendo- Ele acha que eu sou uma dissimulada por acaso ?

- Nem a pau Juvenal ! Tenho cara de idiota ?

- Não, mas é sério me solta

- Te vira aí meu amor, você não é o bam bam bam ? Então dá seu jeitinho e usa essa cabeça aí- E fui para meu quarto me trocar, fui em seu quarto também buscar algumas roupas para ele e as deixo lá no sofá para o idiota e também fui no armário buscar panos e todos para limpar a nossa bagunça.

Quando retornei o mesmo já não estava mais lá e em lugar nenhum pelo visto, pelo menos tinha se trocado já que as roupas já não estavam mais lá. Ingnorei esse pequeno detalhe e comecei a secar e arrumar as coisas, porém como já desconfiado ele apareceu atrás de mim e me agarrou, clássico demais. Agarro-o pelo pescoço e dou impulso, me jogando totalmente para cima dele e libero meu peso nele e quando retorno para o chão, dou uma cambalhotas com ele ainda me prendendo e o jogo no chão, assim ficando por cima.

- Chega de brincadeiras e de perder Cebola, vem me ajudar aqui agora- O ameaço com o cabo de vassoura em seu pescoço- Acabou?

- Sim senhora capitã !- E o solto- Vamos ao trabalho

É e assim ficamos até a hora do almoço e depois fomos treinar um pouco e eu fui ler um livro e ele assistir Tv, quando terminei meu livro "Trono de Vidro", liguei meu celular para ver se havia acontecido algo e recebi uma mensagem logo em seguida de Luciana, uma conhecida minha da escola:

"Mônica, você tem que vir para casa agora ! Pelo que eu soube seu pai e a sua madrasta viajaram e a sua meia-irmã está dando uma festa gigantesca com várias pessoas de outras e da nossa escola ! Ela vai acabar com tudo !"

Assim que li essa mensagem meu sangue ferveu na hora. Aquela vadia, dando uma festa na MINHA casa e com certeza detonando tudo ?! Nem no quinto dos Infernos, jogo meu telefone para o Ce antes que ele perguntasse o que estava acontecendo e corro para o meu quarto tomar um banho e me arrumar e ele faz o mesmo.

Quando saio, decidi colocar uma roupa mais apropriada para a ocasião: Um vestido preto curto colado até a cintura e um pouco rodado em baixa com um decote trançado com um tecido preto, um salto alto preto, uma make básica marcada com um batom vermelho sexy, uma tornozeleira com pingente de espada, braceletes de ouro gregas e por fim meus cabelos soltos naturalmente.

Assim que acabo de me arrumar me deparo com Cebola que já estava me esperando com as chaves dos carros impaciente, o mesmo usava: uma calça jeans preta rasgada, uma blusa também preta colada, uma jaqueta de couro, uma bota também de couro negro, seu colar que eu lhe dera e seus cabelos rebeldes, como sempre sensualmente bagunçados.

- Você está linda, não linda é pouco, maravilhosa !- E ó mesmo estava me comendo com os olhos- Vamos ?

Fico vermelha e sem reação, mas concordo. Assim que saímos, cada um em seus veículos fomos em direção a minha casa e quando chegamos perto da rua, a música alegre e elétrica já enchia meus ouvidos desde a entrada. Quando chegamos, foi a hora que eu pirei de vez mesmo ! Lá havia pelo menos, mais de quinhentas pessoas no mínimo, bebidas, drogas e outras coisas espalhadas pela calçada e jardim, também como pessoas alucinadas ou tomadas pelo álcool, música no último dos últimos volumes, gente se esfregando publicamente, mijando e vomitando por aí a fora, cara aquela piranha tinha enlouquecido completamente ! A pior parte foi quando nós entramos, tudo estava tomando por aquela gente, que eu nem sabia que existia vasos quebrados, quadros pichados, paredes rabiscadas e sujas, comida pelo chão e bebidas que dariam para abastecer uma cidade, resumindo um inferno.

Cebola continuava ao meu lado boquiaberto e sendo comido e agarrado por várias vadias e tv vários caras tentavam me agarrar, porém eu facilmente me livrava deles.

- Eu vou procurar aquela vaca- Tive que gritar em seu ouvido para que me ouvisse- Te encontro na piscina, se a vir me ligue e não a deixe escapar !

- Ok eu vejo lá em cima !- Também gritou e desapareceu escadas a cima.

Ótimo, era tudo que me faltava mesmo ! Empurro várias pessoas para poder chegar aos fundos e quando chego um armário humano me agarra, assim me grudando contra a parede tentando a todo custo me beijar

- Se eu fosse você pararia agora- O alertei

- Como se uma pequena gatinha pudesse me fazer alguma coisa - começou a passar a mão em mim- O que você esconde aí gostosa ?

- Isso !- E lhe dou uma cabeçada e uma joelhada seguida De um chute em seus testículos e no estômago, o deixando ainda mais desorientado

- Vadia !

- Sua mãe !- E vou socando lhe a cara repetidas e jogando-o na piscina desmaiado- Filho da puta

- O que você está fazendo aqui ?!- Puta que pariu é muita sorte pro meu gosto...

Continua...

 




Notas Finais


É e aí pessoinhas o que acharam ? Espero que tenham gostado e até a próxima 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...