História Friends in Love. - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias David Luiz, Oscar Emboaba
Personagens David Luiz, Oscar Emboaba
Exibições 104
Palavras 1.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


CHEGUEI! Aqui está um baque pro David ficar louco, e a Sofie? Será que ela vai ficar chateada com o David pra sempre?

Capítulo 21 - Como assim, um filho?


  Sofie.

Acordei e David não estava mais na cama e eu vesti uma camisa sua e fui para sala onde ele e Oscar estavam conversando sobre a noite passada, ele e Manu se beijaram e ele parecia uma criança.

- Ela é incrível. - ele disse sorrindo.

- Sofie também. - David disse e eu apareci.

- Falando de mim? - perguntei sentando no meio deles e colocando as pernas em cima das de Oscar.

- Bom dia. - recebi um beijo dos dois de cada lado do rosto.

- Tenho uma novidade para contar. - eu disse.

- O que? - Oscar perguntou.

- Eu não vim pra cá pra passar um tempo com vocês.   - eu disse e David me olhou.

- Ah não amor, eu...eu não acredito. - ele disse chateado.

- Eu vim pra morar aqui, arranjei um emprego. - eu disse e ele sorriu.

- Sério Sô? - Oscar perguntou animado.

- Sim. - sorri assentindo.

- E onde é esse emprego? Se quiser a gente te leva lá. - David disse.

- No Chelsea. - eu disse e seu sorriso desmanchou.

- No...no Chelsea? - David gaguejou e eu estranhei.

- É, não gostou da notícia? - perguntei.

- É que a Thalita trabalha lá, ela pode criar algum atrito entre vocês. - Oscar disse.

- Ah, não se preocupa não...é só eu não dar ouvidos a ela. - sorri.

- A Manu ainda dorme? - perguntei.

- Sim, eu vou acordar ela. - David disse indo pro quarto de Oscar.

- Me conta tudo. - eu disse.

- Sobre? - ele tentou disfarçar.

- Sobre você e a Manu, não enrola Oscar. - eu disse e ele riu.

- A gente passeou e dividiu um sorvete, ai tiramos algumas fotos da London Eye e ela estava tão feliz mas eu tentei avançar e ela disse que ainda não era o momento porque a última relação que teve fez muito mal a ela. - ele explicou.

- Roger, ele era um canalha. - lembrei.

- Mas aí a gente ficou se encarando e rolou aquele clima gostoso...e nos beijamos. - ele disse sorrindo e eu bati palmas animadamente.

- Olha quem acordou. - David disse trazendo ela.

- Seja simpático mas finja que nada aconteceu ontem e ela vai falar com você. - eu sussurrei pra ele que assentiu.

- Bom dia maninha. - sorri.

- Bom dia, tô cheia de fome. - ela disse rindo.

- Bom dia Manu, porque vocês não tomam um banho enquanto a gente prepara o café. - Oscar sugeriu.

- Bom dia, obrigada. - ela sorriu pra ele e foi para o banheiro.

Tomei um banho e aproveitei para lavar o cabelo, coloquei uma roupa fresquinha e quando ia saindo do quarto ouvi uma terceira voz e pude ver que era a tal Thalita, percebi que David não queria atendê-la mas ela insistiu.

David.

- Outra hora a gente conversa. - eu disse meio nervoso.

- David, é sério...a gente precisa falar sobre o beijo. - ela disse e eu arregalei os olhos.

- Que beijo? - Oscar perguntou confuso.

- Você me beijou e eu deixei bem claro que não havia nada entre a gente. - expliquei.

- Mas e aqui? Na sua casa? Na sua cama? - ela perguntou.

- David! - Oscar me repreendeu.

- Eu não te beijei Thalita! Você entrou aqui e me beijou...eu já te disse que eu não quero nada com você. - eu disse já impaciente.

- Você beijou ela, David? - Sofie apareceu na sala com a voz baixa.

- Não, ela quem me agarrou. - eu me defendi.

- Thalita, fala pra ela. - eu pedi.

- Você está atrapalhando a nossa história. - ela disse para Sofie.

- Bom, me desculpe. - Sofie pediu.

- Vai embora Thalita. - Oscar disse abrindo a porta pra ela.

- Eu não vou sair daqui. - ela disse.

- Ah, você vai sim! - Manu apareceu empurrando ela pra fora.

- Amor, me escuta. - eu pedi e ela sentou no sofá.

- Vem. - Manu puxou Oscar para o quarto.

- Eu estou ouvindo, David. - ela disse ainda com a voz baixa.

- Ela quem me agarrou, ela me beijou mas eu juro pra você que eu não tenho nada com ela. - agachei a sua frente e ela olhava pro chão.

- Porque você estragou tudo? - ela perguntou.

- Você acha que eu seria capaz de fazer isso com você? - perguntei.

- Eu não sei. - ela secou suas lágrimas.

- Você ainda gosta dela? Quer dizer...ela era seu amor aqui. - ela pergunto me olhando.

- Claro que não princesa, eu não sinto mais nada pela Thalita faz anos...a única pessoa que eu realmente gosto é você. - eu disse.

- Eu...eu vou dar uma volta. - ela disse.

- Sofie, não vou deixar você sair daqui chateada comigo. - eu disse e ela levantou do sofá.

- Se eu ficar aqui chateada com você vai ser pior. - ela respondeu.

Saiu sem dizer mais nenhuma palavra e eu fiquei sentado no sofá me sentindo um lixo e começou a cair uma chuva horrível na cidade, duas horas depois ela apareceu completamente encharcada e eu fui até ela.

- Você está bem? - perguntei mas ela não respondeu.

Ela foi direto para o banho e eu liguei para Thalita, marquei um encontro com ela aqui perto de casa e não estava nem aí para a chuva, ela demorou um pouco pra chegar e eu pedi um café enquanto esperava.

- Desculpa a demora, tive que pegar um táxi por causa da chuva. - ela disse sentando na mesa.

- Vai ser bem rápido o que eu tenho pra te falar. - eu disse.

- Também preciso te dizer uma coisa. - ela disse.

- Primeiro eu. - eu disse.

- Quero que você pare com esse cinismo porque eu já disse que não quero nada com você, o que teve entre a gente terminou faz muito tempo. - eu disse irritado.

- Eu sei que não tem nada entre a gente, mas deveria ter... - ela disse.

- Não, eu amo a Sofie e eu estou com ela. - eu disse.

- Namorando? - perguntou.

- Pretendo pedi-la em namoro, se possível hoje mesmo. - respondi.

- Então avisa pra ela que você tem um filho comigo. - ela disse e eu arregalei os olhos.

- O que? - perguntei chocado.

- Sim, você foi embora e eu estava grávida. Você tem um filho comigo David. - ela disse.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...