História Friends With Benefits -- Imagine Yoongi - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 39
Palavras 1.015
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aahh, finalmente uma atualização! Esse é narrado pelo Tae..

Pessoas, sorry os erros e boa leitura. ^^
Até as notas finais..

Capítulo 25 - " Promessas "


Fanfic / Fanfiction Friends With Benefits -- Imagine Yoongi - Capítulo 25 - " Promessas "

[...]

Olhos arregalados, sobrancelhas arqueadas, boca entreaberta. Era como ela estava. Isso, por fora. Imagino que por dentro devia estar ainda pior. Uma confusão, era o que sua feição denunciava. 

- A festa.. - sussurrou quase inaudível. Vê-la daquela forma me machucava.

- S/n... - tentei falar mas nada saía. Meus olhos ardiam enquanto eu tentava controlar a vontade de chorar.

- T-tae.. - olhou-me mas rapidamente desviou o olhar. Tentei engolir o nó na minha garganta. 

- Me desculpa s/n, por favor, não se afasta de mim.. - praticamente implorei desesperado. A última coisa que eu queria era que minha menina se afastasse de mim. 

Por que minha vida é tão dificil? Por que esses sentimentos tiveram que aparecer? Sei que s/n ja gostou de mim, a mesma ja me contou tal história, mas porque eu não poderia ter me apaixonado por ela enquanto eu poderia ser correspondido?! 

Definitivamente não mandamos no nosso coração. Não sei quando comecei a gostar dela mas, percebi tal coisa quando comecei a sentir um certo ciúmes dela em relação a outros caras. No começo achei que era normal. Quer dizer, s/n é minha melhor amiga, eu teria ciúmes dela, assim como todos os meninos do grupo tem. Mas, no momento em que eu comecei a ver a boca da brasileira e, ao invés de falar "que boca perfeita", como sempre falava por sua boca ser perfeitamente definida, mas falar "eu quero essa boca perfeita na minha", eu percebi que estava lascado.

- Tae eu... - ponderou por alguns longos segundos - Preciso pensar. 

- É melhor eu ir então.. - minha voz embargada pelo choro me fez odiar-me por parecer tão fraco na frente dela. Mas esse era seu efeito sobre mim. S/n me deixava fraco, sem chão. 

- Hey.. - chamou devagar e me encarou um pouco hesitante, envolvendo minhas mãos com as suas. Seu toque me fez estremecer, senti um comichão na boca do estômago. Seus olhos estavam marejados - Tae, eu te amo mas.. você sabe...  - desviei o olhar. 

- Não da mesma forma, eu entendo. Sei que gosta do Suga eu... so queria que você soubesse. - falei desviando o olhar para nossas mãos juntas. 

- Sabe que eu gosto do Suga?! - olhava-me com os olhos cerrados e deixei que um sorriso ladino me escapasse. 

- Isso é evidente. Que você gosta dele assim como ele gosta de você. - suas bochechas atingiram um tom rosado, deixando-a ainda mais fofa. - Olha s/n, eu gosto de você, você gosta do Suga, e eu fico feliz por você gostar dele e ser correspondida. Por favor, so não se afasta de mim, eu preciso de você. Não me importa como, mesmo que sejamos apenas bons amigos. Só peço que nossa relação não mude. Eu gosto de estar com você e do jeito que vc me trata, e peço que isso nao mude por essa confissão. - uma lágrima escorreu pelo canto do seu olho esquerdo, ao mesmo tempo em que eu desmoronava em lágrimas. Parecia uma criança, praticamente implorava. 

 - Não vai mudar. - falou convicta, olhando em meus olhos. Sussurrei um "obrigado", mesmo sabendo que aquilo não era verdade. Sempre muda. Mas eu espero que o clima entre nós não fique ruim. 

- Me prometa duas coisas, s/n. - pedi olhando em suas orbes. A brasileira assentiu e prossegui - Me promete que as coisas não vão ficar tensas entre nós dois, vamos fingir que nada disso aconteceu. Sim?! - olhou-me por alguns segundos, provavelmente cogitando a ideia, e acabou por assentir. 

- Tudo bem Tae, vamos ficar bem, ok?! - seu tom era calmo, como se tentasse me acalmar também. Assenti - Qual a outra coisa?! 

- Que não vai deixar, de jeito nenhum, Suga saber sobre isso. Sobre eu gostar de você! - ela balançou a cabeça negativamente rindo e assentiu. Pelo menos consegui faze-la sorrir... - É sério, eu prezo pela minha vida! - reclamei e ela soltou uma gargalhada gostosa, fazendo-me rir junto. 

Senti seus braços me envolverem em um abraço que logo retribui.

- Tudo bem, Tae. - sussurrou em meu ouvido, causando-me um leve arrepio. - Mas você também tem que me prometer algo. - soltou-me me encarando. Assenti, pedindo que prosseguisse. - Por favor, me prometa que não vai se prender a mim. Que vai seguir em frente. Não quero ver você sofrer.. - sorri com seu pedido, mas apenas assenti. - Hey!! - chamou - Prometa! 

- Eu prometo. - falei sorrindo levemente e logo pude ver seu sorriso também. 

Ótimo, acho que estamos bem.. Eu espero. 

...

|s/n|

Liguei para o suga e perguntei se o mesmo poderia vir até minha casa. Ele apenas respondeu com um "to saindo" preocupado. Deve ter notado minha voz de choro.

Quando Tae saiu, eu chorei. Deixei as lágrimas que prendi rolarem por minhas bochechas quentes. Senti o gosto salgado da angustia. Suas palavras me atingiram. "Sei que gosta do Suga, e fico feliz por você ser correspondida". Eu sabia como ele se sentia, ja passei por isso. Até um tempo atrás eu era a rainha da friendzone, e isso é uma das piores coisas da vida. 

Eu apenas precisava me distrair. Tentamos resolver as coisas e, por mais que me doa agir como se nada tivesse acontecido, eu vou tentar. Claro, tomar mais cuidado em relação a me "agarrar" em outros caras em sua frente, ele já deve ter sofrido muito me vendo assim, mas eu ia agir normalmente. 

Não contarei nada ao Suga. Por mais que eu saiba que ele vai querer arrancar, nem que seja a força, o motivo de eu estar chorando. E não posso nem mentir, o açúcar me conhece tão bem que as vezes praguejo tal coisa. De qualquer forma, ele vai acabar descobrindo de alguma forma, ele sempre consegue o que quer.. Mas vou manter minha promessa, não quero decepcionar mais o Tae. 

Sentei no sofá, liguei a tv, buscando algum filme para assistir com Yoongi, quando o mesmo chegasse. Coloquei um qualquer e logo ouvi a campainha. 

Agora, uma preparação psicologica para enfrentar o interrogatório do branquelo.. 



Notas Finais


Gente; eu fiquei muito tempo pra escrever isso, e me perdoem mesmo se estiver uma porcaria. Vou me esforçar pro próximo sair melhor, okay?!

Esperem por um Yoongi bem amorzinho. ^^

Beijiinhoss amores!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...