História Friends With Benefits - Simon Dominic - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Simon D.
Personagens Simon Dominic
Tags Aomg, Simon D, Simon Dominic
Visualizações 310
Palavras 1.999
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Friends With Benefits - Simon Dominic - Capítulo 1 - Capítulo Único

S/n POV on

Ter um amigo, com quem você pode dividir suas melhores experiências sexuais, é muito bom, mas ter um amigo, com quem você possa vivê-las, é ainda melhor.

Simon era esse amigo.

Nos conhecemos durante o primeiro ano do ensino médio, e somos amigos até hoje, sendo oito anos de amizade. Não nos casamos e nunca namoramos com outras pessoas, tivemos apenas parceiros de uma noite. Nossa amizade durava, pois tínhamos muito liberdade, tanta liberdade, que as vezes nos trocavamos um na frente do outro. Outra coisa que nos deixava ainda mais próximos, eram nossos gostos super parecidos, apreciavamos e detestavamos praticamente as mesmas coisas.

De uns quatro anos para cá, começamos a deixar claro, nossos interesses relacionados à sexo. E em uma das conversas, acabamos revelando a atração sexual que sentíamos um pelo outro. E fizemos algo que muitos afirmam não dar certo: somos amigos, mas transamos sempre que possível. O único combinado, foi de não nos envolver com mais ninguém, pertencendo um ao outro apenas.

Já tive muitos parceiros sexuais antes, mas Simon foi o que se destacou, ele sabe muito bem o que faz...fode como ninguém. Temos muita sintonia também, então isso ajuda a saber qual será o clima da noite, se queremos um "amorzinho" ou um "sexo digno de 50 tons de cinza". Mas sinceramente, apreciamos muito um sexo mais intenso, gosto de ser submissa e ele de ser dominador. Sou sua baby girl, e ele é meu daddy. Perfeito!

Gostamos de provocar um ao outro, principalmente em horas inoportunas. Certa vez acompanhei Simon em um evento de sua empresa, e ele passou a noite toda me provocando, seja passando as mãos em minha intimidade por debaixo da mesa, ou acariciando meu bumbum quando estávamos de pe e de costas para as pessoas. Eu também não ficava para trás, sempre arrumando uma maneira de roçar em seu membro, seja a mão, quadril, ou o próprio bumbum.

E hoje, eu também estava disposta a provocar-lo. Estávamos a quase dois meses sem ter uma noite juntos, pois as coisas estavam um pouco turbulentas na empresa onde trabalho, me deixando sempre sem tempo, e muito cansada para pensar nisso(mesmo que isso não saia da minha cabeça). Mas hoje, nada impediria. Passei todo o dia pensando em Simon, e quando cheguei em casa, tomei meu banho, e nua, deitei na cama, para me tocar pensando em suas deliciosas carícias.

Quando meus gemidos ficaram mais altos, gravei uma mensagem de áudio, e mandei para ele.

S/n POV off

[Mensagem on]

[18:40]S/n: (Áudio)

[18:41]S/n: Escute apenas com fones, ou quando não houver ninguém por perto

[19:05]Simon: Estava se tocando baby girl?

[19:06]Simon: Não lhe dei permição pra fzr isso

[19:06]Simon: Saiba que será punida

[19:11]Simon:O membro do seu daddy esta duro como pedra, e não posso me tocar :'(

[19:20]S/n: Oh, que pena daddy :'(

[19:21]S/n: Me comportei mal, desculpa

[19:22]S/n: Porque esta se comportando mal baby girl?

[19:23]S/n: Quero que me puna!

[19:24]Simon: Não brinque com isso baby girl, posso ser muito mau com você

[19:26]S/n:Então seja mau, muito mau comigo

[19:26]Simon: Na minha casa ou na sua?

[19:27]S/n: Pode ser na sua

[19:27]S/n: Que horas você me pega?

[19:28]Simon: A noite toda se Deus quiser, e se eu aguentar kkkk

[19:29]S/n: Você sempre aguenta kkkk

[19:29]Simon: Eita porra, to gostando disso

[19:30]Simon: Fique pronta, em dez minutos estou aí

[19:30]S/n: Ok

[Mensagem off]

S/n POV on

Já estava vestida,então eu apenas esperei ele chegar. Peguei meu celular e as minhas chaves. Ele havia falado que chegaria em dez minutos, mas chegou em cinco.

-Ansioso você em- Disse rindo e ele me deu um selinho

-AH minha querida, são dois meses esperando por isso- Ele disse rindo, e passando a mão pela minha cintura, me conduzindo até o carro

Ele abriu a porta do carro, me sentei no banco do carona, e o esperei entrar.

-Então quer dizer que você quer muito isso daddy?- Disse alisando sua coxa, quando ele entrou e se sentou

-Você não faz ideia-Disse Simon colocando seu cinto, e encarando minha mão

-Acho que faço sim daddy- Disse passando a mão em seu membro, sentindo que ele já começava a ficar duro

-Não faça isso com seu daddy, preciso me concentrar para dirigir- Disse ele ligando o carro

-Perdoe sua baby girl -Disse olhando-o nos olhos de forma profunda, apertando sua coxa, bem próximo a seu membro

-Sua punição se torna pior a cada minuto- Disse ele enfim arrancando o carro

Apenas sorri, e mordi meu lábio inferior ao ouvir aquilo. Sua casa era perto da minha, não levariam muito tempo para chegar, mas ele não perdeu a oportunidade de me provocar também. O sinal fechou. Sem tirar sua atenção da estrada, Simon tirou sua mão do câmbio, e a delisou para debaixo do meu vestido, apertando minha coxa nua bem próximo a minha intimidade, causando arrepios e calafrios em todo meu corpo. Suspirei abafado, mordendo meu lábio inferior. Ele puxou minha perna esquerda, para que eu abrisse um pouco minhas pernas, e colocou sua mão sobre minha intimidade. Mas justamente nesse momento o sinal abriu. Simon tirou sua mão, e a voltou para o volante. Aquele rápido e simples contato fez minha intimidade pulsar

Logo nós chegamos na casa dele. Simon deixou o carro na garagem, e fomos entrar pela porta da frente

-Pode entrar- Ele abriu a porta, e parou próximo a ela, me dando passagem

-Obrigada- sorri para ele

Nós entramos, Simon parou do lado de uma mesa de jantar que havia na sala, e me puxou pelo braço. De forma rude, ele me colocou na sua frente, me apertou contra a mesa usando seu corpo, e em seguida, fez com que eu ficasse inclinada sobre a mesa, com meu rosto apoiado nela, e minha bunda impinada. Ele se inclinou sobre mim, forçando seu membro duro em minha bunda

-Punirei você da forma como merece baby girl- Disse ele em meu ouvido

Levantou meu vestido, e passou a acariciar minha bunda

-Faça isso com sua baby girl, ou ela vai continuar se comportando mal -disse manhosa

-Você continuaria se comportando mal depois disso?- Ele disse e deu um tapa forte em minha bunda

-Sim daddy- respondi manhosa, sentindo minha intimidade pulsar

-Esta muito travessa baby girl -Ele disse e deu outro tapa forte em minha bunda

-Sim daddy- Disse manhosa

-Se arrepende disso?- Ele perguntou massageando minha bunda, me fazendo arrepiar

-Não me arrependo- Disse rindo de forma travessa

Senti outro tapa forte em minha bunda

-Farei você se arrepender- Disse dando uma série de tapas em minha bunda

Senti minha bunda arder, e meu clitóris latejar de excitação

-Oooh daddy- gemi baixinho

-Olha como você me deixa baby girl -Ele disse forçando seu membro exatamente na entrada da minha intimidade

-Aaahh- soltei o ar pela boca, sentindo aquele contato do seu membro duro

Simon se inclinou sobre mim novamente.

-Minha vontade é de te foder aqui, nessa mesa mesmo baby girl - Ele sussurou em meu ouvido, fazendo movimentos de vai-e-vem em minha intimidade, roçando seu membro duro

-E porquê não faz isso daddy?- Disse manhosa, sentindo seu membro

Ele juntou meus cabelos em sua mão, e os puxou, me fazendo ficar de pé

-Porquê na cama é mais confortável- Ele sussurou em meu ouvido e nos conduziu até o quarto, segurando em minha cintura

Chegando lá, me jogou na cama, e parado na beirada da cama, ele retirou sua blusa. Encarei todo seu corpo, sem nenhum pudor. Seu membro formava um grande volume em sua calça

-Você está tão duro daddy...- Disse me sentando na beirada da cama e acariciando seu membro, que ainda estava coberto pela calça

-Logo resolverei isso baby girl -Ele se afastou, e retirou seu sinto de forma violenta, o puxando pela fivela

Me levantou da cama, retirou meu vestido e meu sutiã, me deixando apenas de calcinha , e me virou de costas

-Farei você sofrer muito ainda esta noite -Disse ele prendendo minhas mãos com o cinto

Ele se sentou na cama

-Venha- Disse ele me fazendo ficar deitada sobre seus joelhos, apoiada sobre minha barriga

-O que fará daddy?- perguntei de forma manhosa e provocante

Ele não respondeu, apenas deu um tapa forte em minha bunda, seguido de mais quatro

-Te Punirei- Ele disse com a voz rouca de excitação

Sentia seu membro duro pulsar em minha barriga

Novamente, ele me deu uma série de fortes tapas, mas agora, seu tapas foram um pouco mais para baixo, em minhas coxas, na mesma linha da minha intimidade

-Oooh daddy- gemi sentindo minha intimidade ficar ainda mais molhada

-Esta gostando baby girl?- Ele perguntou colocando sua mão dentro da minha calcinha e acariciando minha intimidade

Eu apenas balancei a cabeça concordando

-Estou te fazendo uma pergunta- Ele disse e deu um tapa forte em minha bunda

-Sim- Disse manhosa, sentindo sua carícias

-Sim o que?- Ele deu cinco tapas fortes em minha bunda

-Sim, eu estou gostando daddy- Disse quase choramingando

Sem dizer nada, ele me levantou, e me jogou de bruços da cama. Retirou minha calcinha, e se ajoelhou na cama próximo a mim. Abriu minhas pernas, e passou seu indicador suavemente sobre a fenda da minha intimidade, fazendo-a pulsar a olhos vistos. Olhávamos fixamente um nos olhos do outro

-Esta tão molhadinha baby girl- Disse ele de forma pesada, soltando o ar junto

-Você me deixou assim- disse gemendo manhosa, sentindo sua carícias em minha entrada

Simon se levantou da cama, retirou sua calça e sua cueca. Voltou a se ajoelhar na cama, e a me tocar. Mas agora, ele também se tocava, masturbando seu membro de forma lenta. Seus movimentos eram acompanhandos atentamente por mim, e ver ele acariciando aquele grande e grosso membro, fez minha intimidade pulsar forte em seus dedos

-Adoro sentir você pulsar baby girl- Disse ele introduzindo um dedo em minha intimidade, iniciando lentos movimentos de vai-e-vem

-Ooohh daddy- gemi,mordendo meu lábio inferior em seguida

Continuei acompanhando os movimentos que ele fazia em seu membro.

-Preciso de você daddy- gemi manhosa

Ele reitorou seu dedo de dentro de mim, passando a acariciar suavemente minha entrada, para me provocar

-Precisa como baby girl?- Ele perguntou de forma provocante

-Dentro de mim- gemi baixinho

-Não escutei- Ele disse e deu um tapa forte em minha bunda

-Dentro de mim daddy- Disse a ele

-Fazendo o que?- Ele perguntou, voltando a acariciar minha entrada, fazendo-a pulsar

-Me fodendo com força- Disse choramingando sentindo meu clitóris doer de excitação

Simon parou suas carícias, se posicionou entre as minhas pernas, e fez com que eu levantasse minha cintura, ficando com minha bunda impinada

-Você quer...você terá- Disse ele forçando seu membro contra minha intimidade

De forma lenta, ele penetrou todo seu membro, e ficou esperando para que eu me acostumasse. Quando me acostumei, ele já inicou movimentos rápidos e fundos, arrancando gemidos altos de mim

-Ooohh Simon- gemi seu nome

-Isso S/n, geme o nome do seu daddy- Ele disse de forma sensual e deu um tapa forte em minha bunda

-Aaaooh Simon- gemi mais alto, quando ele cravou suas mãos em minha cintura e foi ainda mais fundo

-Aaahh S/n,gostosa- Ele gemeu e deu um tapa forte em minha bunda

Simon ficou me estocando daquela forma por mais um longo tempo, até que senti meu corpo perder as forças e convulsionar de forma intensa, ele havia me proporcionado um orgasmo intenso. E poucos segundos depois, senti seu líquido em minha intimidade. Abaixei minha cintura, e Simon caiu exausto, todo suado, ao meu lado. Que visão sexy era aquele homem completamente suado, seu cabelo colado em sua testa, seu peito subia e descia freneticamente tendo algumas gotas de suor. Ele sorriu ao olhar para mim, e eu retribui o sorriso.

Simon libertou minhas mãos, e ficamos alguns minutos nos recuperando

-Já estou pronto para outra- Ele disse sorrindo de forma maliciosa e alisando minha coxa

-Estava só te esperando...Mas agora sou eu quem vai te fazer sofrer-Disse sorrindo de forma também maliciosa



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...