História Friendzone - Oneshot - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 31
Palavras 848
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 1 - Friendzone


  Ela era a menina mais bonita que eu já tinha visto, seus olhos castanhos, seu cabelo, seu corpo e principalmente seu sorriso encantador. Aquela menina me encantava, me fazia feliz de um jeito que ninguém nunca conseguiu. Mas...  era só uma amizade. Sim, eu estava na friendzone. E essa é a pior coisa que existe. Vc é amigo de uma pessoa e tem sentimentos por ela, que não teria por nenhuma outra pessoa. Era uma coisa especial. Eu queria muito faze-la  feliz....
  Todos os dias na escola ela me abraçava e me dava um beijo... o cheiro dela era o melhor perfume que e eu poderia sentir logo de manhã, os lábios macios dela entrando em contato com minhas bochechas era a melhor coisa que eu poderia sentir. Mal sabia ela que isso era a melhor coisa que ela poderia fazer por mim depois do que eu passei.

(Flashback on)
 
  Minha mãe era sempre muito cuidadosa, falava pra mim sempre tomar cuidado quando fosse atravessar a rua, não falar com estranhos entre outras coisas. Por isso ela sempre ia me buscar na escola. Eu me dava muito bem com ela, era uma mulher muito doce, gentil, simpatica e com um sorriso maravilhoso, meu pai era um homem de sorte.... mas certo dia, ela não foi me buscar e isso me deixou preocupado, não estava tendo um bom pressentimento em relação a isso. Até que meu celular começa a tocar, era uma ligação do meu pai...
  - Filho, você foi a melhor coisa que aconteceu na vida da sua mãe... - ele falou com uma voz de choro.
  - Pai, o que aconteceu com a mãe? Por que você ta falando isso? Eu nao estou te entendendo. - disse preocupado quase chorando.
  - Eu não vou esconder de você, você quer saber o que aconteceu? - ele perguntou.
  - Sim. Quero, o que aconteceu? - disse mais apreensivo.
  - Sua mãe sofreu um ataque cardíaco, e foi levada pro hospital ja.... - Eu já sabia o que ele ia falar, e isso foi a pior coisa que eu pude ouvir em toda a minha vida. Meu celular simplesmente caiu da minha mão e lágrimas começaram a escorrer no meu rosto. Uma atrás da outra. Minhas pernas ficaram bambas e me ajoelhei. Eu comecei a chorar desesperadamente, não ligava se tinha gente olhando ou não. Minha mãe tinha morrido e eu não pude fazer nada. A mulher que eu mais amava nesse mundo tinha morrido.
Eu desabei naquele mesmo momento, memórias dela vinham a minha cabeça o que me fez chorar mais.... até que sinto alguém me abraçar, quando eu olho era Ela. A menina que eu gostava veio me reconfortar com palavras calmas.
  - Ei, vai ficar tudo bem. Agora vamos sair daqui. Eu te levo pra casa. - Só essas palavras já me fez sentir especial.
Me levantei e fomos pra uma praça que era bem perto da escola, fomos pra lá abraçados. Quando chegamos lá comecei a falar.
  - Meu pai me ligou e.... - falei com voz de choro ainda.
  - Ele falou que minha mãe sofreu um ataque cardíaco e foi levada pro hospital ja morta... - quando disse isso, ela colocou as mãos no rosto e fez uma cara de espanto e logo uma lágrima escorreu em seu rosto. Ela me abraçou e ficamos em silêncio por um tempo, isso me deixou melhor.

( Flashback off)

  Depois que isso aconteceu, minha relação com Ela ficou cada vez melhor. Ficamos mais próximos e isso me deixava feliz. E foi ai que meus sentimentos por aumentaram. Eu estava ficando apaixonado pela minha melhor amiga. Mas como pra ela eu era só um amigo, ela me contava histórias sobre caras que ela já tinha ficado, eu apenas ficava calado e tentava mudar de assunto. Se ela soubesse o quanto isso me doía não falava essas coisas pra mim nunca mais.
  Um dia eu cheguei na escola e ela estava conversando com um menino, eles riam, faziam brincadeiras, pareciam até um casal, e isso me preocupava eu estava com medo de "perde- la" porque chance com ela eu não teria, mas eu acreditava que algum dia, alguma coisa boa poderia acontecer em relação a isso, eu só me iludia. Mas por incrível que pareça, acreditar nisso me confortava. Eu só queria que isso acabasse logo... na hora do intervalo eles não se desgrudavam e isso me machucava. Eu acho que eu não tenho o direito de ter ciúmes, eu era só amigo dela, nada mais.
     Uma semana depois, ela veio me falar que estava namorando esse menino. E Ela veio me falar isso com uma felicidade impressionante, acho que ela nunca tinha ficado tão feliz. Eu só dei um sorrisinho e um "parabéns" porque era a única coisa que eu consegui dizer.
   Eles estavam felizes, Ela amava ele de um jeito profundo, e ele também.
   Foi ai que eu percebi, que ela me amava, mas nao do jeito que eu queria. Nao poderia obriga-la a isso. Mas se isso acontecesse eu seria o menino mais feliz do mundo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...