História Frio - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags 100temas, Bad, Frio/neve, Original
Exibições 12
Palavras 868
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá de novo!
Quem olhar no meu perfil vai ver que decidi participar do desafio dos 100 temas com a @Chimichurri e que ela escolhe o tema que eu iria fazer, pois bem ela escolher o 54 que é uma fanfic com neve e frio.
Eu ia inicialmente fazer uma fic bonitinha, porém a bad da sexta a noite acabou batendo na porta e eu a abri para escrever isso.
Espero que gostem!

Capítulo 1 - Lembranças


Fanfic / Fanfiction Frio - Capítulo 1 - Lembranças

A neve caia com força no chão, na televisão havia passado um aviso para ninguém sair de casa por causa de uma nevasca de cinco dias, apesar disso havia um carro rua. O carro parecia estar por pouco a perder o controle, a sua motorista mal conseguia ver o que havia na frente e mesmo assim dirigia com determinação.
-Alice, você não pode desistir agora.
Alice Kilbers falava consigo mesma enquanto continuava a tentar ver o caminho, então com dificuldade parou o carro na frente de uma casa escura e aparentemente vazia. Sua respiração estava ofegante por nervosismo, por um momento a morena deteu sua caminhada e olhou ao redor.
Lembranças vagaram na mente de Alice como se ela pudesse ver a si mesma com três anos de idade abrindo olhando da soleira encantada a neve caindo com os pais logo atrás. Logo depois tinha cinco anos e puxava o pai para brincar na neve enquanto sua mãe segurava seu irmão recém-nascido, Jonathan.
"A neve é tão fofinha"
Ela repetia isso toda vez que a neve começava a cair e esticava a língua para pegar algum floco. Então, ela tinha dez anos, puxava Jonathan com cinco anos para fazerem bonecos de neve e brincarem de guerra de neves.
"Está tão frio"
Diferente de Alice, o irmão não gostava muito da neve e do frio que esse trazia. Enquanto isso, a menina dizia não sentir frio por estar feliz demais para isso e por isso segurava a mão de Jonathan lhe lançando um grande sorriso.
"Fique comigo e você não sentirá frio, eu sempre lhe protegerei."
Alice podia ver sua versão menor abraçando seu irmão pequeno e depois sumindo no meio da nevasca, lembrando que a morena com vinte anos estava na frente de sua casa antiga e com muito frio. Respirou fundo, pensando na possibilidade de estar alucinando, porém voltou a caminhar em direção a casa e assim que abriu a porta viu Jonathan de sete anos passar por ela correndo com uma Alice de doze anos logo em seguida.
"Isso não é justo, você devia ter esperado mais" reclamou a menina.
"Você que se distraiu, agora vamos ficar lá dentro no calor" respondeu o garoto satisfeito.
"Mas eu gosto da neve" reclamou a pequena Alice.
"E eu do calor" respondeu Jonathan criança.
Os dois caminhavam na direção da Alice maior, porém assim que passaram por ela sumiram e morena piscou algumas vezes confusa. Talvez seu namorado estivesse certo e ela precisasse de ajuda, talvez fosse um erro voltar para casa depois daquilo tudo.
A verdade era que Alice se lembrava de cada coisa que estava vendo, pois eram coisas que havia realmente vivido. Porém, isso não queria dizer que era uma boa coisa estar revendo aquilo, sua mente estava lhe pregando peças.
Um vento frio bateu em seu rosto, provavelmente estava congelando e então com passos pequenos caminhou para dentro da casa que agora parecia tão vazia. Passou pela sala de estar e observou Alice de quinze anos sentada com seu irmão e pais na frente da lareira, eles contavam historias e bebiam chocolate quente, pareciam tão felizes que a atual Alice se aproximou apenas para vê-los e eles acabaram desaparecendo, então lágrimas se formaram nos seus olhos.
Se virou para continuar a andar parando na cozinha observando a si mesma com dezoito anos dizendo que iria para uma faculdade no Estado vizinho, vendo seus pais preocupados e seu irmão triste olhando para si.
"Por que não faz faculdade aqui?" Perguntou o pai.
"Porque desejo me ver mais livre de vocês"
"Você vai voltar quando a neve cair de novo?" Perguntou Jonathan
"Não sei, talvez" disse ela com desdém
A cena sumiu da sua frente como todas as outras, porém dessa vez Alice se sentou em uma cadeira colocando as mãos no rosto sem conseguir segurar o choro com a cena de dois anos atrás. Ela agiu como não se importasse com os pais, como se eles fossem um problema enquanto eles só queriam o seu bem e agora não poderia nem se redimir por aquilo.
-Me desculpem - disse em meio ao choro.
Faziam dois anos que Alice havia saído de casa para fazer faculdade em outro Estado, tinha partido em meio de discussões com os pais e por isso não os viu durante esse período. Então, naquele ano os pais junto do irmão iriam visita-la no período de neve para se divertirem juntos como no passado, no entanto seu carro derrapou na nevasca fazendo os três sofrerem um acidente grave e falecerem.
-É tudo culpa minha - comentou baixo.
Alice havia vindo quase na mesma hora mesmo seus amigos e o namorado dizendo ser perigoso por causa da neve na estrada, por causa da nevasca. Afinal, não havia nenhum avião para aquela direção e tudo que ela pode fazer foi dirigir durante quase um dia inteiro, como não poderia fazer nada acabou por ir para sua antiga casa.
-Eu queria tanto passar mais um inverno com vocês.
Lágrimas molhavam a mão da garota que não sabia mais o que fazer a não ser chorar. Naquela casa sozinha sentia o maior frio da sua vida, pois agora havia percebido que o calor vinha de sua família.


Notas Finais


Eu não sei o que me deu pra escrever isso, mas quis fazer algo diferente com essas lembranças (alucinações) no meio da fic, espero que não tenha ficado muito confuso.
Espero que tenham gostado!
Beijos e até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...