História Frisk x Sans - Uma história de amor - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne
Tags Frans, Frisk X Sans, Romance, Shoujo, Undertale
Exibições 155
Palavras 798
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


VAI DAR MERDA VAAAAI!
Mais um caaap! Boa leitura minaaaa! :3

Capítulo 14 - Por favor, me ajude


Fanfic / Fanfiction Frisk x Sans - Uma história de amor - Capítulo 14 - Por favor, me ajude

(P.O.V Frisk  on)

-Hã..?- Eu acordo e sinto uma dor insuportável em meu pescoço. Eu estou amarrada em uma cadeira. Chara está em minha frente.

Eu começo a me debater na cadeira.

-Ora, ora, ora...- Chara sorri...

-Parece que isso realmente faz efeito...- Ela diz segurando uma seringa... foi com isso que ela me atacou...

-H-hey... o que você fez comigo..?- Eu tento me soltar mas parece impossível.

-Eu apenas queria alguém para brincar...- Ela diz com um sorriso psicopata.

 Eu vejo a verdadeira face de Chara agora...

-M-mas por que... eu?- Minha cabeça dói de mais...

-Bem... foi sua culpa... você está dificultando a morte de Sans...- Espera... Ela está falando do Sans?

-Acho que ele sequer se lembra de mim... ele não me cumprimentou hoje quando me viu indo para a escola...- Ela faz uma cara desapontada.

Parece que eles já se conheceram...

-Eu n-não sabia que você conhecia ele...- Sans sequer falou sobre ela...

-Mas, como você sabe sobre mim?- Eu pergunto confusa...

-Digamos que Sans fez um estrago na perna do meu amigo...- Ela começa a rir.

-E-Emanuell?- Eu começo a suar... não pode ser...

-Isso mesmo... Emanuell sempre foi meu amigo... eu queria ajuda dele para matar Sans, mas aí... VOCÊ apareceu... e se livrar de você não estava sendo fácil... até agora- Ela fica rodeando a sala.

-P-por que me trouxe aqui, que lugar é esse!?- Eu pergunto olhando para todos os cantos desse lugar completamente desconhecido.

-Demorou para perguntar... estamos em um lugar onde NINGUÉM poderá nos encontrar... a não ser uma pessoa...- Ela destranca uma porta no canto da sala.

Emanuell entra na sala que logo é trancada por Chara novamente.

-E-EMANUELL??- Eu fico cada vez mais nervosa... o que eu vou fazer agora??

-SOCORRO!- Eu grito por ajuda.

-Pode gritar o quanto quiser... ninguém pode te ouvir aqui...- Os dois começam a rir.

Sans... Cadê você..?

(P.O.V Sans on)

Droga, droga, droga!

Eu já cansei de perguntar para as pessoas sobre Frisk...

Eu me apoio em uma árvore para descansar... mas ainda preciso continuar procurando por ela!

-H-hey...- Uma garota fala por trás de mim.

-Ah, oi...- Eu olho para ela... ela usa um jaleco branco e um óculos.

-M-meu nome é A-Alphys... você é Sans, n-né?- Ela olha ao redor. Eu aceno que sim.

-E-eu fiquei sabendo que e-está procurando p-por uma garota chamada F-Frisk...- Ela parece nervosa.

-AI MEU DEUS... VOCÊ... VOCÊ VIU ELA? VIU?!- Eu coloco minhas mãos nos ombros dela e começo a sacudi-la.

-P-pela descrição... eu tenho c-certeza que era ela...- Ela diz confiante.

-MESMO?! ERA ELA MESMO?- Ainda com as mãos em seus ombros, eu voltei a sacudi-la.

-E-eu vi uma garota levando ela n-no colo... eu pensei q-que fossem irmãs... ela parecia estar adormecida... mas tinha s-sangue em suas roupas...- Ela fica nervosa. Eu solto ela assustado.

-S-SANGUE?! PARA ONDE ELAS FORAM?!- Não... eles não podem machucar ela...

-E-eu vou te mostrar... mas vai ser d-difícil chegar até ela...- Ela diz ajeitando seus óculos.

-Como assim?- Eu fico cada vez mais preocupado.

-B-bem, você conhece o Mettaton, né?- Ela espera ansiosa pela resposta.

-Sim, conheço sim!- Eu afirmo.

-B-bom, ele pode nos ajudar... eu sou uma cientista... eu sou muito amiga do Mettaton... v-você pode me acompanhar até meu l-laboratório?- Ela aponta ao horizonte.

-Antes, poderia me dizer exatamente onde é esse laboratório?- Eu não tenho muito tempo...

-S-sim...- Ela me passa o endereço certinho.

-Ok...- Eu seguro o braço de Alphys e nos teleporto até lá.

-WOOOW, o-o que foi isso?!- Ela pergunta assustada.

-Eu apenas nos teleportei... desculpe por isso de repente...- Ela abre um sorriso.

-Eu já vi monstros com variados poderes... mas o seu é mesmo incrível!- Ela ajeita seu óculos novamente.

-Você conhece a U-U-Undyne... né?- Ela diz corada.

-Sim! Pelo jeito você conhece meus amigos... como eu não te conheci antes?- Eu pergunto indignado.

-B-bem, de qualquer forma... eu tenho que dar um jeito de te ajudar a encontrar a Frisk...- Ela diz com um sorriso.

(P.O.V Frisk on)

-Quanto tempo Frisk...- Emanuell vem até mim com suas muletas.

-O que você... c-como?- Por que ele está aqui?!

-Você pensou mesmo que eu iria embora?!- Ele dá gargalhadas que fazem eco na sala.

-O que vocês querem comigo?- Eu pergunto já não sabendo o que fazer...

-Você irá se arrepender... aquele desgraçado... ele vai saber a dificuldade de andar, sem uma perna...- Ele tira uma faca do bolso e começa a rir.

Ele se aproxima de mim cada vez mais, em passos lentos e assustadores...

-De novo não... por favor não façam isso...- Eu me debato numa tentativa falha de me soltar.

-Dessa vez... vai doer bastante...- Emanuell começa a rir incontrolavelmente.

Chara apenas observa ao lado com um sorriso assustador.

-NÃÃÃOOOOOOO!!!- Eu entro em pânico...


Notas Finais


Eita Jorel, e agora?
Erros? Me corrijam!
Espero que tenham gostaaado... Agradeço as dicas pessoal! Kisses :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...