História From darkness to love - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Hyoyeon, Jessica, Seohyun, Sooyoung, Sunny, Taeyeon, Tiffany, Yoona, Yuri
Tags Hyuyeon, Jessica, Seohyun, Soosun, Sooyoung, Sunny, Taeny, Taeyeon, Tiffany, Yoona, Yoonhyun, Yulsic, Yuri
Exibições 157
Palavras 2.680
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Orange, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 38 - Trevas...


POV Tiffany

Dizem que com o sofrimento nós nos tornamos fortes e com ele aprendemos que a vida é cheia de surpresas,sejam elas boas ou ruins.Para mim,a vida pode ser comparada com uma rosa na mão,onde precisamos segurar nos espinhos para protegermos as pétalas.Por muito tempo segurei nos espinhos esperando minha rosa desabrochar,quando finalmente aconteceu,cometi um grande erro e esse erro foi esquecer que para manter minhas pétalas terei que segurar nos espinhos.

Eu não sei quanto tempo se passou,pra mim parecem séculos,mas podem ser horas ou até mesmo minutos.Eu só sei que Taeyeon está nas mãos do Nichkhun e querendo ou não,é por minha culpa.Desde de o começo eu estava ciente de minha situação,dos meus problemas,dos limites que deveria ter amorosamente falando com qualquer outra pessoa.Então eu conheci Taeyeon e talvez por puro egoísmo,eu simplesmente  ignorei todos os meus limites,os meus problemas,eu esqueci que  mesmo involuntariamente estou presa a Nichkhun.Eu a meti em um sofrimento que não pertence a ela e agora estou tendo as conseqüências.Meu estado físico não é um dos melhores,sinceramente, pareço um saco de batatas jogado em um lugar sujo,meu estado mental nem se fala...

Nichkhun acabara de falar com Taeyeon.Ele fez questão que eu ouvisse a conversa me torturando de diversas maneiras,sendo elas físicas para torturar também a Taeyeon e mental por ter que escutar o desespero da Taeyeon,por ver que ela está nas mãos dele igualzinha a mim,por saber que com certeza esse reencontro que Nichkhun irá “proporcionar” para a Taeyeon e eu será o nosso ultimo.

-Então Fany-ah,ansiosa para o reencontro de vocês duas?-Nichkhun fala mostrando o quanto pode ser cínico,não digo nada,apenas fico quieta contendo minhas lagrimas.Ele se senta ao meu lado e tenta acariciar meu rosto,mesmo fraca,lentamente afasto meu rosto de sua mão,pelo menos para mostrar o desprezo e nojo que possuo a ele.-Fany-ah...-Ele segura em minha nuca.

-P-por favor N-nichkhun,não m-machuque el-ela...-Minha voz sai rouca demais e falhando muito,minha boca está seca,estou com fome mas não quero dar o gostinho a ele de me ver pedindo algo.

-Impossível meu amor...Ela atrapalha nosso relacionamento e isso não pode continuar.-Ele diz fazendo o gesto de carinho em minha nuca,mas nada que venha dele será considerado por mim carinhoso.Meu lábio treme por eu querer chorar,acho que nem pra isso eu tenha força o suficiente.

-E-eu não sou seu amor e nunca vou ser...-Murmuro,fecho meus olhos e recupero o meu fôlego que perdi com essas poucas palavras.Escuto ele suspirar pesado,talvez esteja irritado.

-Você está comigo agora Fany-ah,você pertence a mim...-Ele segura em meu maxilar e levanta o meu rosto.-Olhe pra mim Fany-ah.-Não o faço,não consigo.-Abra os olhos Tiffany!-Ele aperta o meu maxilar e assim mesmo com dificuldades agora faço o que ele pede.-Você é minha,entendeu?-Ele pergunta com uma de suas expressões assustadoras que agora para mim,não faz mais tanta diferença.

-N-nunca!A única que me t-tem é a Taeyeon,não im-importa se você tem o m-me-eu corpo,o me-meu amor perte-pertence a ela e a m-ais ni-ninguém.-A cada palavra que eu digo ele vai apertando com mais força meu maxilar,mas mesmo com a dor insuportável que por conseqüência faz com que as lagrimas caiam involuntariamente termino de falar a verdade.Ao que termino ele me fuzila com os olhos e com força joga o meu rosto para trás.Ele se levanta me encarando com ódio.

-Aah Tiffany,eu odeio quando você não facilita pra gente.-Ele diz quase rosnando,ele desce suas mãos até cinto,o mesmo  o desabotoa e logo depois a calça também.-Vou ter que te dar uma lição!-Ele diz exaltado.Fecho os olhos com a força que me resta por saber o que estar por vir,mas nunca vou me arrepender de ter dito aquilo.Eu sempre serei da Taeyeon.Não sinto nada,abro um dos olhos ainda com medo do que pode acontecer,o que vejo é o Nichkhun de calças arreadas falando com alguém pelo celular,sua expressão é seria e arrisco dizer preocupada,quando percebe que estou o encarando,um sorriso assustador se forma em seu rosto,sinto um calafrio terrível percorrer o meu corpo.-Pode deixar ele vir,Tiffany vai gostar de saber disso...-Ele diz e desliga o aparelho.-Eu tenho uma surpresa pra você Tiffany!-Ele fala levantando as calças e abotoando a mesma,logo depois o cinto.-Seu pai também irá vir!-Ele diz com uma animação assustadora.Arregalo os olhos com a noticia.-É um máximo não é?!Eu realmente tenho que agradecer a ele por ter me dado você quase que de presente,e claro,eu penso em você também amor,você vai poder se despedir do seu pai antes de irmos!

-Você é u-um mo-monstro N-nichkhun.-Digo começando a chorar.Ele sorri mais uma vez.

-Só estou batalhando pelo nosso amor,Fany-ah!-Ele se defende,fecho  os olhos dizendo para mim mesma que tudo não passa de um pesadelo e que quando acordar  estarei nos braços da Taeyeon. Mas eu sei qual é a minha verdadeira realidade.

POV Taeyeon

Recebo uma mensagem pelo celular dizendo o endereço do local marcado pelo Nichkhun.Ligo o GPS do carro da Yuri e digito o endereço,o mesmo é um pouco afastado da cidade.O desgraçado pensou em tudo,o tempo que eu vou levar para chegar lá é bem em cima da hora que ele marcou.Que porra!Ligo o carro e quando vou dar a partida,a porta do passageiro da frente é aberta.Olho assustada para o homem que entra dentro do carro.

-O que é isso?!-Pergunto exaltada para o pai da Tiffany.

-Acha que vou deixar você ir atrás da minha filha sozinha?!-Ele pergunta colocando o sinto.

-O-o quê?!Do que você ta falando?-E se isso for um truque do Nichkhun?E se esse monstro estiver tramando algo junto com o Nichkhun?!Sinto meu coração acelerar muito rápido.

-Acha mesmo que ninguém iria desconfiar do seu jeito na delegacia?!-Ele pergunta debochado.

-Eu não sei do que você está falando!Saia do meu carro,agora!-Peço quase gritando.

-Fala baixo,ou aquele policial vai nos ouvir!-Ele sussurra.-Você não pode me impedir Taeyeon!Você querendo ou não,ela é minha filha!Eu não posso deixar  aquele desgraçado ficar com minha pequena!-Ele diz exaltado mas mantendo o tom baixo.

-Como você tem coragem de falar essas coisas?!Depois do que fez a ela,você destruiu a vida dela e pior!Queria usá-la para se livrar da cadeia!Eu tenho nojo de um homem como você!Saia do carro,Tiffany não precisa de você!-Digo furiosa sentindo meus olhos marejarem,ele me encara por segundos sem dizer nada.

-Só você não conseguirá salvar a Tiffany,pense Taeyeon!É a vida dela que está em risco!-Ele fala nervoso.Infelizmente ele está certo,apenas eu não será o suficiente para salvar a Tiffany.

-Isso não muda nada entre a gente,eu não gosto de você e nunca vou te perdoar pelo que fez a minha namorada.-Digo partindo com o carro.

-Eu não preciso do seu perdão,eu quero somente o da minha filha.
                                       

                                            ~~~~~~~~~~~~~~~~~~

O caminho inteiro foi silencioso,apenas com os meus pensamentos me perturbando.Eu vou poder ver a Tiffany,mas corre um grande risco de que eu não saia viva desse reencontro,Nichkhun é imprevisível e o pior é que nada posso fazer,se eu não fazer o que ele pede,o mesmo pode machucar a Tiffany ou até pior...Tudo depende dele agora e esse é meu medo,ele pode fazer o que quiser,me matar e ter a Tiffany,ou matá-la por vingança e como uma forma de me torturar ou até mesmo os dois.Como eu queria que isso fosse um pesadelo,como eu queria que Tiffany não estivesse sofrendo.Eu daria minha vida se isso pudesse salvá-la.

Chegamos a frente de um grande armazém e pelo estado do mesmo ele é abandonado,estamos um pouco mais de quinze minutos atrasados.Estaciono o carro perto de uma arvore,dou uma rápida olhada pelo local e logo vejo um homem armado de guarda na entrada do armazém.Respiro fundo apertando o volante com força,estou tremendo por medo,não pelo o que talvez vá acontecer comigo e sim pela minha mulher,eu tenho que de algum modo salvá-la não importa o quê.

-Taeyeon.-O Sr.Hwang me chama.

-Diga.

-Aconteça o que acontecer,não deixe que minha filha morra.-Ele fala também transpirando medo.Mas seria por ter a chance de perder a filha ou a  própria vida?Eu realmente não sei,não espero mais nada de bom desse homem.

-Ela não vai morrer.-Digo o olhando pelo retrovisor,o mesmo assente um pouco mais relaxado.Poder falar isso em voz alta me ajuda bastante também.Saímos do carro e a passos ligeiros andamos até a entrada onde está o homem armado,ele nos para e vasculha nossas roupas,o mesmo assente dando permissão nós podermos passar.Entramos dentro do armazém e o mesmo  é oco por dentro e por isso logo de cara já vi a Tiffany amarrada em uma cadeira.Meu coração acelera dando a sensação que ele está na minha boca,minha respiração fica pesada e minhas mãos começam a suar.De primeiro momento penso que ela está desacordada me provocando um desespero inigualável,mas conforme eu vou me aproximando percebo que ela está apenas de cabeça para baixo e isso com certeza não diminui o meu desespero.

-Ola Taeyeon!Chegou atrasada,heim?Mas tudo bem,o importante é que você chegou!-O desgraçado do Nichkhun fala com uma animação cínica.Ele coloca a mão no ombro da Tiffany,já ela não faz nada apenas continua de cabeça abaixada.-Opa!Olha quem veio também,o Sr.Hwang!- Ele fala surpreso.Merda!E se ele levar de uma maneira ruim eu ter trazido ele?!Caralho...-Eu deixei Taeyeon?-Nichkhun pergunta sério,meu corpo gela e eu paro de andar,arregalo os olhos por medo e desespero.-Olha a cara dela Fany-ah!-Ele segura nos cabelos da Tiffany e levanta a cabeça dela fazendo a mesma me encarar.Meu sangue ferve mas infelizmente não posso fazer nada.Tiffany me olha quase sem expressão,seu olhos estão marejados e não demora muito para que dos mesmos caiam essas lagrimas acumuladas.-Relaxa Tae,eu sei muito bem que ele veio com você,mas fiquei chateado pois  você não deu a iniciativa de me avisar que estava acompanhada.-Ela faz um bico.Como eu queria acabar com a cara desse desgraçado!

-Nichkhun,o que você quer?Eu faço qualquer coisa para que liberte a Tiffany.-Digo com a voz um pouco falha mas em geral bem firme.Ele começa a rir.

-Sabe Tae,o que eu quero...-Ele diz sarcástico e um homem me segura por trás,tento me soltar por susto,de relance vejo que o pai da Tiffany também está preso.-Calma aí Tae,não queremos que nada aconteça com a Tiffany,não é mesmo?-Ele tira uma magnum 44 de seu quadril e aponta para a Tiffany,no mesmo momento eu paro de me mexer.-Boa garota,agora você sogrão!-Ele diz engatilhando a arma e assim o Sr.Hwang também para de se mexer.

-Como você pode fazer isso com minha filha,Nichkhun?Eu confiei ela a você seu miserável!-O Sr.Hwang fala irado.Seria cômico ver o sujo falando do mal lavado se não fosse uma situação tão delicada.

-Você me chamou de quê?Eu não ouvi.-Nichkhun fala sorrindo esfregando a boca do cano no rosto da Tiffany.Eu juro que esse desgraçado vai me pagar por fazer isso com ela!

-Nichkhun,por favor solte minha filha!-O Sr.Hwang implora recebendo gargalhados do psicopata a sua frente.Encaro Tiffany sendo retribuída por ela,a mesma faz que não com a cabeça,uma de suas bochechas está com um coloração arroxeada,a roupa que ela usa é um pouco mais descente que a que vi pelo vídeo.-O que ela te fez?!

-Eu amo a sua filha sogrão,eu estou apenas protegendo o que é meu!-Nichkhun diz irritado.

-Ela não é sua!Ela nunca vai ser sua!-Digo alto e irritada sem pensar nas conseqüências.Ele fica sem expressão,apenas me encarando,olho de relance para Tiffany,ela está com os olhos arregalados balançando a cabeça freneticamente em sinal de negação.

-Taeyeon,sabe..Eu estava pensando em fazer esse momento durar mais um pouco,só que você não ta facilitando pra mim...-Ele caminha em minha direção,tento ir para trás mas obviamente o homem que está me segurando não deixa,alem disso,o mesmo me empurra pra frente fazendo com que eu me ajoelhe.O desespero invade meu corpo mais uma vez quando o Nichkhun aponta a arma para mim.Então é isso,eu vou morrer assim?Tão fácil?Caralho Taeyeon!Você só faz merda!-Você gosta de complicar as coisas Taeyeon.Se esfrega nas mulheres comprometidas,rouba elas de seus amados e depois quer que eu não te puna por isso?Não é assim que funciona Tae...-Eu não consigo ter expressão nenhuma,estou em choque.-Fany,Fany,gostaria de dizer alguma coisa para a sua amiga?-Nichkhun diz voltando o olhar a Tiffany.-Pera aí,com a boca tampada você não consegue fala,né?-Ele diz e ri de se próprio,o mesmo vai para perto da Tiffany e tira de sua boca o pano.

-N-não Nichkhun!N-não faça isso!Por favor!Não mate a Taey-

-Acabou o tempo amor.-Ele fala interrompendo a Tiffany,o mesmo tenta tampar a boca dela mas ela o impede.-Não seja uma garota m-

-Eu f-faço qualquer coisa,mas deixa ela em paz!-Tiffany fala desesperada.Meu corpo volta a tremer.Eu não posso deixar que isso aconteça.Tiffany com certeza vai-

-Não Tiffany,já era,você mesma disse pra mim,você ama a Taeyeon e a única chance que eu tenho com você é se eu matar ela.-Ele aponta a arma para mim.

Não!Não é verdade!Eu posso aprender a te amar!Eu me esforço!Não deixe que meu erro mate uma inocente.Eu deveria ter deixado-a de lado ou até mesmo a demitido quando percebi que ela seria um problema pára nosso relacionamento. Nichkhun,querido,não suje suas mãos com sangue inocente!-Ela pede desesperada.Eu não acredito que eu estou ouvindo isso,não pode ser,não posso deixar que isso aconteça!Não,não,não!

-Não faça isso Tiffany!-O Sr.Hwang pede.Balanço a cabeça em sinal de negação freneticamente deixando as lagrimas rolarem por meu rosto.

-É serio Tiffany?-Nichkhun pergunta.Não!Ela não está falando serio!Impossível!Eu não acredito!-Me prova.-O quê?Tiffany o olha surpresa.

-C-como?-Tiffany pergunta.

-Me beije,me beije com vontade Fany.-Ele pede.

-TIFFANY,VOCÊ NÃ- Sou interrompida com um soco na cara feito pelo cara que está segurando o Sr.Hwang,caio de maduro no chão.Já o homem que estava me segurando coloca o seu peso para cima de mim.

-Não deixe que eles machuquem ela,Nichkhun!-Tiffany pede.

-Somente a segurem,não é pra machucá-la.-Nichkhun da a ordem com os olhos vidrados na Tiffany.Tiffany me olha de canto,a mesma morde o lábio inferior por estar tremendo.-Você vai me beijar Tiffany?-Ele pergunta.

-Sim,me desamarre.-Ela pede.

-Por que Tiffany?Por que está fazendo isso?-Murmuro desolada vendo Nichkhun caminhar para trás da Tiffany e a desamarrá-la. Tiffany se levanta e por instantes me fita,seu lábio volta a tremer.Eu não entendo!Tento me soltar mais uma vez,mas o homem a me segurar é mais pesado e forte do que eu.

-Tudo bem Fany,quando você quiser...-Nichkhun fala ansioso. Tifffany fica de frente a ele e segura em seu rosto delicadamente,ela aproxima o rosto no dele e o beija,o beijo é afoito,o desgraçado segura na cintura da minha mulher e com a outra mão aperta a nuca dela contra ele,aprofundado o beijo.Vejo tudo de olhos abertos,como eu poderia  fechá-los e ignorar que a mulher que amo está beijando o cara que acabou com a vida dela?

-NÃO!-Grito e grito,sofrendo com o que vejo.Esse beijo não só está tirando o meu chão,como acabando comigo por dentro.Preferia morrer a ver isso,morrer a ver a mulher que amo ser tocada por alguém como ele.A tortura continua por longos minutos até que o ar faz falta para os dois.-Tiphany...-Sussurro,minhas lagrimas caem desesperadamente.Balanço minha cabeça freneticamente tentando fazer aquela imagem sair de minha mente.

-Acho que já terminamos o que tínhamos que fazer...-Nichkhun fala olhando para seus capangas e entrelaça os dedos com os da minha mulher.Tiffany me encara balançando vagamente a cabeça em sinal de negação deixando um lagrima solitária sair de seu olho,apenas desvio o olhar para qualquer outro lugar.-Vamos Tiffany?-Ele pergunta.

-Vamos.-Ela fala.

-Não filha,você não pode fazer isso!-O pai da Tiffany pede desesperado tentando se soltar dos braços de um dos capangas do Nichkhun.-Você não pode fazer isso!

-Eu vou,eu quero.-Ela diz.Mordo meu lábio inferior com força quase o ferindo.

-SR.HORVEJKUL!SR.HORVEJKUL!- O homem grita em um tom preocupado.Eu já não tenho mais razão para prestar atenção em alguma coisa,apenas ignoro.

-O que foi?-Nichkhun pergunta.

-Os canas estão vindo!-Ele diz ofegante.Por um momento uma ponta de esperança invade meu corpo.Quase que no automático olho para a direção da Tiffany,mas o que vejo não me agrada .Nichkhun aponta a arma novamente para mim.

-Segura a Tiffany!-Ele empurra minha mulher para o homem que acabar de chegar.-Eu disse para você que não era para chamar a policia!-Ele diz irritada e engatilha.

-E-eu não chamei!Eu juro!-Digo  assustada.Ele me encara com fúria,mas ele sabe que estou falando a verdade,pois se fosse o caso ele já saberia,a não ser que-

-NICHKHUN,VOCÊ DISSE QUE NÃO IRIA MACHUC- Ele atira.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...