História From Hell To Paradise - Capítulo 73


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Drama, Lauren Jauregui, Lésbica, Romance
Exibições 164
Palavras 2.307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLHA QUEM DEUS AS CARA LOGO CEDO.
mas só apareci porque vou trabalhar a tarde. E porque eu disse a um ser humaninho que iria ve se postava ontem a noite, mas eu apaguei então... Cá estou eu...

vamos lá

Capítulo 73 - Capitulo 72 - Bônus Michelle


BÔNUS – Michelle Jauregui

Meu deus do céu que saco. 

Tenho que ir la na casa da minha irmã, Lauren, eu inventei de ajudar a minha cunhada delicinha  há tira-lá de casa, pra fazer elas curtirem um final de semana digno de muitas e muitas fodas. Afinal estou devendo, eu prometi  que iria ajudar Camila e eu vou.

Camila é uma menina de ouro, não sei como eu fui capaz de odiar ela. Na verdade eu sei, eu estava  envenenada  pela minha própria mãe. Que Deus ou o Capeta oh tenha.

Garças a Deus eu resolvi sair  dessa vida enquanto foi tempo, depois da morte de mamãe eu vi que  eu não poderia ter feito escolha melhor. Claro que eu estou triste, perder uma mãe nunca vai ser legal, por pior que ela seja, ela era minha mãe. Mas eu já superei o seu triste e fim trágico, porém ela mesmo escolheu assim.

Melhor esquecer esse assunto  e focar no que vai acontecer daqui a algumas horas. Bom, eu só  vou invadir a casa de Lauren e Camila e acorda-las em plena madrugada, mas só pra que assim elas possam chegar em uma boa hora, e que de pra aproveitar o resto do dia da viagem que eu planejei.

Resolvo pegar logo meu celular que está ao lado da minha cama numa escrivaninha. Acabo sorrindo  ao olhar uma gostosa, linda e bela mulher deitada sobre os meus lençóis  com o corpo totalmente desnudo sendo coberto apenas pelos lençóis  que estão sob a cama.

Eu não sei qual foi o tipo  de feitiço que Sofi jogou em mim. Eu nunca fui de sair com a mesma mulher mais de uma vez, mas faz três dias que saiu com Sofi. Ela é encantadora, tem bom papo, sabe foder como ninguém, e além  de tudo da vontade de descobrir tudo sobre ela. A principio ela não  quis se envolver comigo, mais como ninguém consegue resistir ao meu  charme, hahaha.

O ex namorado dela foi muito  trouxa em perde-la. Mas sorte a minha que a encontrei. Não sei por  quanto tempo ainda a terei. Então irei aproveitar ao máximo que eu conseguir.

Mas agora eu preciso de um banho rápido mas relaxante. Já são 3h45min da manhã. Preciso me arrumar  e ir pra casa de Lauren.

Dei uma ultima olhada em Sofi e rumei para o banheiro. Já que estava despida mesmo só fiz entrar  no box e tomar meu banho rápido. Logo rumei pra meu grande closet e peguei uma roupa confortável, me vesti. Não irei me arrumar muito  pra ir na casa da minha irmã em plena madrugada.

Eu estava a cerca de cinco  minutos observando Sofi dormindo. Ela parece uma bonequinha. Meu deus. Melhor eu sair logo daqui.

Antes de fazer tal ato, fui ate a cama me limitei em sentar na beiradinha e beijar sua testa. Com esse gesto ela me remexeu, resmungou algo que não entendi, mas logo  em seguida abriu os olhos com um pouco de dificuldade.

- Mi, cê tá arrumada ? - ela diz enquanto me encara com um pouco de dificuldade ainda

- estou sim, meu bem. - me limito em dizer

- pra onde você vai uma hora dessa, tá de noite ainda? - ela diz manhosa.

- meu deus  não faz manha Sofi assim vou acabar desistindo de sair.- falo soltando um riso nasal - não está de noite e sim de madrugada. Eu to indo na casa da minha irmã.- explico.

- Mas cê tem que ir essa hora ? - ela questiona

- uhuum – mumurro enquanto faço carinhos em seus cabelos

- vai não Mi fica aqui comigo – ela diz me puxando pra cima de seu corpo nu.

- Eu adoraria ficar aqui e te foder inteira – digo sorrindo safadamente – mas eu tenho realmente que ir la. Você não quer ir também ?

- Huuum – ela diz sorrindo – é não, eu posso ficar aqui?

- Claro, pode sim. Fique a vontade, agora tenho que ir antes que eu desista. - falo sorrindo.

Sofi apenas  me olha e sorri. E logo em seguida me beija. Beijo calmo com gosto  de quero mais.

- assim eu não resisto. - falo saindo de cima dela.

- Vai la. Quando cê chegar a gente fazemos maratona – ela diz sorrindo safada.

- Não vou mentir, adoro marota de sexo – digo gargalhando - com você então melhor ainda.

- Beijo.

Sai do  quarto sorrindo alegremente, afinal quando chegar não terei descanso  e nem darei descanso. Já falei o quanto Sofi é maravilhosa?

(...)

Estacionei  carro em frente ao portão de entrada. Um dos seguranças chato de Lauren  veio ate o mesmo saber quem era .

- Grande Aaron – saldo o mesmo.

Nem tão  grande assim. Acabo rindo dos meus pensamentos.

Ele é motorista. Deve ter acontecido algo com o segurança da noite.

- Senhorita Michelle. Vai entrar ?

- não Aaron vou ficar aqui fora. Claro que vou entrar, abre logo  a joça desse portão. - digo irritada. Que diabos de pergunta é essa. Não é obvio.

- Senhorita Lauren não informou que a senhorita iria vir. - ele diz

- desde de quando eu tenho que informar que vou visitar a minha irmã?

- Todo mundo avisa senhorita – ele diz calmo

- eu não sou todo mundo Aaron, ainda não percebeu. Eu sou Michelle Morgado Jauregui. Abre logo a merda desse portão sem da mais um pio ou eu acabo com você, esqueceu de ontem eu vim ? - falo intimidando o mesmo.

- Não esqueci não senhora. Desculpe, só estou fazendo meu trabalho. - ele diz nervoso.

Muito bom  saber que ainda intimido as pessoas.

- pois trate de fazer seu trabalho quando for uma pessoa desconhecida querendo visitar Lauren, e não comigo que sou a copia dela. Me poupe. - digo brutalmente

- sim senhora.

- Agora sai do meu caminho. Meu limite de paciência foi atingido.

Dito isso  ele abriu o portão e eu rumei pro um canto qualquer perto da garagem.

(...)

A mansão  que Laur chama de casa esta totalmente escura. Não tem ninguém pela casa. E nem barulho algum.

Subo as  escadas sem fazer barulho. Chegando em frente ao quarto de Lauren.Tentei abrir mas não consegui.

Parece que alguém aprendeu a não deixar mais a porta do quarto aberta. Hahaha. Parece que alguém não quer mais ser atrapalhada quando está quase  rolando uma bela e maravilhosa foda. É Lauren, você queria me impedir  de entrar mais não vai adiantar muito.

Peguei meu chaveiro e arranquei um arame pequeno e logo depois comecei a mexer   na fechadura e  ouvir a porta abrir segundos depois. Não perdi a pratica. Sou demais  mesmo.

Observo o   quarto. Totalmente escuro. Encarei a cama e tem dois ser humano deitados  na cama de conchinha. Eu rir.

É agora  como vou acorda-las. Pensa Michelle. Pensa.

Elas  estão tão fofas. Seria uma pena alguém vulgo eu pular em cima delas . Hahaha.

Sorri diabólica  tomei distancia da cama. E logo depois corri e me joguei  em cima. Ouço Lauren resmungar.

- ai Camila. Isso doeu - Lauren diz – afasta amor, tá machucando.

- Mas eu quero ficar aqui – eu falo rindo tentando imitar Camila

- Mas tá doendo – Laur resmunga – pera aí.

Eu to  encarando Lauren que me empurra me fazendo rolar na cama e cair só  a merda no chão.

- aí caralho. - reclamo de dor

- O QUE VOCE TÁ FAZENDO AQUI A ESSA HORA MICHELLE? - Lauren grita

- eu vim fazer uma surpresa. - digo sorrindo – SURPRESAAA – Grito de volta agora já em pé e de braços abertos.

- Mich volta pra tua casa me deixa dormir. - diz minha cunhada

- dispenso sua surpresa.- Lauren diz emburrada

- você despensa nada. Você é quem mais vai me agradecer.

- Cunhada minha filha, levanta essa bunda gostosa dai e vai se arrumar o piloto do avião disse que ira sair de 5h – foi a hora que eu marquei, mas ela não precisa saber disso.

- O QUE VOCÊ DISSE ? - Lauren diz alarmada

- que o voou sai de 5h. - falo normalmente

- ISSO NÃO. QUE DESAFORO MICHELLE. VOCÊ VEM ATE A MINHA CASA. A INVANDE. ARROMBA MEU QUARTO. E AINDA DIZ QUE A BUNDA DA MINHA, MINHA MULHER É GOSTOSA. É MUITO DESAFORO. - Lauren diz bufando de raiva

- amor calma – minha cunhada diz tentando acalma-la.

- É calma. - repito.- foi por uma boa causa. Eu vim pessoalmente lhe falar onde vocês vão ficar e tudo mais. E sou tratada desse jeito.- digo fazendo drama.

- Não invada mais a minha casa no meio da noite, e ainda tenho certeza que ameaçou o segurança.

- É eu fiz isso. - aquele idiota queria me barrar

- Isso é a sua cara mesmo.

- LAUREN MEU AMOR, PRECISAMOS TOMAR BANHO E NOS ARRUMAR. MEU DEUS SÃO 4H30MIN.

- Vão mesmo. Acho que vocês não vão querer perder essa viagem magnífica que eu planejei né? Afinal são meses de tesão reprimido. Isso não faz bem pra saúde. - digo sentada na cama.

(...)

Com elas  já arrumadas e correndo de um lado pro outro pegando o máximo de  coisas que conseguirem e pondo na mala. Eu irei leva-las ao local  onde o avião irá sair.

Já dentro  do carro Camila curiosa do jeito que é não aguentou e quis saber  pra onde iria viajar aqui a alguns minutos.

- você é muito curiosa cunhada delicia – digo isso e Lauren bate em meus ombros.

Eu só  faço rir. Como ela é ciumenta .

- da pra falar logo. Que mistério. - Lauren diz irritada

- claro madame.

- ótimo.

- Não me de ordens se não desisto de levar vocês. - digo

- amor fica caladinha e deixa Mich falar – Camila diz calmamente.

- Obrigada cunhada. - falo sorrindo – como eu ia falando. Vocês vão pra Recife – PE. Mais especificamente Porto de Galinhas. Eu até pensei em outros lugares mas não tão incrível como Porto de Galinhas.

- Que maravilha. - Camila diz entusiasmada

- mas a gente precisava ir tão cedo? - questiona Lauren.

- Sim. São 4h de viagem. Eu queria que vocês chegasse lá cedo. Pra aproveitar o dia. Porque eu sou uma cunhada e uma irmã muito boa, ne.

- MARAVILHOSA – Camila diz e me beija a bochecha.

- Estou ansiosa pra chegar lá e ver o que me aguarda. - Lauren diz sorrindo alegremente.

- Quer mesmo que eu falei o que lhe aguarda. - digo e olho pra ela safada. - bom além de minha cunhada inteira totalmente pra você. E pra vocês se satisfazerem, Além disso  eu já agendei uns passeios pra vocês curtirem e visitarem outras praias aos redores do porto de galinhas. E agendei um dos melhores hotéis de la. Então não tem nada pra da errado.

- Vai ser perfeito – Camila diz dando um selinho e Lauren.

- Vai sim amor, só em ter você comigo vai ser maravilhoso.

- Que lindo, mas chega me melação – digo cortando o clima e gargalhando.

- chata – diz Camila.

(...)

Faltava 5  min pra da 5h quando eu estacionei o carro próximo ao avião.

Já estamos  ao lado do avião só aguardando passar os minutos. Pra que elas possam entrar no mesmo.

- outra coisa que eu quero avisar a vocês. - falo sorrindo por vê a felicidade que elas estão.

- Diga Madame. - Camila diz sorrindo largamente

- bom a viagem não vai ser só esse final de semana.

- Como não ? - questiona Lauren

- vai ser a semana inteira. Já está reservado. E você vai ter bastante coisa pra fazer nessa uma semana, e muitas fodas é claro. Pra acabar logo com esse mal humor. Porque Lauren ninguém mais aguenta. - falo gargalhando.

- cala a boca – Lauren reclama

- to dizendo.

Eu amo  irrita-la. Meu passa tempo predileto.

- há Mich. Não deixe Sofi ligar pra Sam. Ela vai tá bastante ocupada. - Camila diz sorrindo tão safada.

- O que ? Porque ? - digo não entendendo.

- Ela e o papai vão se acertar. - ouço isso e fico super feliz.

Papai  ser feliz, e com certeza Sam é a felicidade dele. Eu super apoio , assim como Laur e Tay também.

- Dindo vai tirar o atraso – Camila fala sorrindo.

- Credo Camila não me faz imaginar meu pai fodendo com a Sam. Cruz credo. - digo fazendo careta – que nojento. A imagem do capeta. Sai de minha mente.

- Amor fica calada, não quero imaginar isso. - Lauren diz

- ele vai tirar o atraso igual vocês. Não vou mentir adoro. - digo gargalhando.

- Sai pra lá. - Camila diz. - mantenha Sofi ocupada.

- Gostei dessa missão. Deixe comigo. Ela nem vai lembrar que celular existe. - falo gargalhando.

- Eu não duvido. - minha cunhada diz.

- Vocês tem que ir, já são 5h.

- ok. tchau mana. - Lauren diz e me puxa pra um abraço.

- Tchau. Qualquer coisa me ligue certo ? - digo e a mesma solta um ''unhum'' .

Me solto dela e logo sou abraçada por Camila.

- tchau Mich. Obrigada - ela diz sorrindo.

- De nada. Afinal vocês merecem não é.

Ela se  afasta de mim e vão subindo pro avião particular da família.

- EI – grito – BOAS FODAS.

Camila começa  a rir, e Lauren me manda o dedo do meio.

- PENSEM EM MIM QUE EU VOU TA PENSANDO EM VOCÊS – grito gargalhando

- VÁ  SE FODER MICHELLE  – grita Lauren antes de fechar a porta do avião

- TAMBÉM TE AMO MANA.

Essa viagem promete. Assim como essa semana inteira.

Não vai  ser nenhum sacrifício ter a Sofi uma semana inteira comigo.

Adentro no carro e vou logo pra casa afinal tenho uma bela garota me esperando para fazermos maratona. 


Notas Finais


Eu nem ia postar esse capitulo. pq pra mim nem era um cap, escrevi ele por diversão. mas eu gostei tanto que resolvi postar. então é isso.
ATÉ DOMINGO. <3

BEIJOS.

COMENTEM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...