História From paradise to my world - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Armin Arlert, Eren Jaeger, Erwin Smith, Hange Zoë, Jean Kirschtein, Levi Ackerman "Rivaille", Mikasa Ackerman, Petra Ral, Sasha Braus
Exibições 127
Palavras 995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá minna!! Esta é a minha primeira fanfic, estou um pouco apreensiva por minha falta de experiência, sempre pensei em escrever uma história principalmente sobre meu anime preferido, espero que gostem, boa leitura.

Capítulo 1 - Dos sonhos para meu mundo


Fanfic / Fanfiction From paradise to my world - Capítulo 1 - Dos sonhos para meu mundo

Num dia parecido como o domingo, o vento sopra uma leve brisa em meu rosto, e lá estava eu Levi Rivaille deitado abaixo da imensidão azul que chamamos de céu. As nuvens passeiam tranquilamente pelo céu, o calor do sol não estava tão quente, estava razoável, os pássaros cantam uma melodia encantadoramente linda, e dançam no azul do céu. O dia realmente estava belo. De repente ouço uma voz me chamar.

-Levi...- Era uma voz tão doce e serena que parecia uma melodia.

-Quem está aí? -Falei de uma forma que não soasse grosseiro ou rude.

-Levi abra seus olhos.

Quando estava prestes a abrir meus olhos ouço o meu despertador tocar e acordo dos mesmos sonhos que tenho à doze anos. Queria saber quem me chama naquele sonho, mas toda vez que eu abro os olhos, eu só consigo me lembrar dos olhos de uma cor verde que pareciam duas esmeraldas, sua voz serena chamando meu nome e o sorriso mais encantador que já vi. E mais nada, não consigo me recordar do seu rosto. Toda vez que tento ver ou eu acabo literalmente abrindo os olhos e acordo, ou a porra do despertador toca.

Criu coragem para me levantar da cama, levantei e fui fazer minha higiene matinal, deixei uma muda de roupa no banheiro e fui para abaixo do chuveiro, gosto quando a água cai sobre meu corpo, me faz relaxar e me ajuda a colocar em ordem meus pensamento. Quando saio do banho visto uma blusa preta de mangas cumpridas mas dobradas até o cotovelo, calça cor de vinho com um tênis preto, um casaco e um cachecol, pois estava frio. Não estava afim de dirigir e chamei um táxi, pois tinha que ir trabalhar. Trabalho como produtor de festa(em relação a limpeza e organização eu tiro ao pé da letra) e nos tempos vagos vou ajudar um abrigo de animais. Estava organizando uma festa para uma garota chamada Mikasa Ackerman, uma garota de 20 anos tagarela e insuportável, que quando chega e me vê faz mil e uma perguntas ao mesmo tempo.

-Leviii!!!-Falando no diabo.

Me preparei mentalmente para responder as sua perguntas. Respirei fundo e dei um longo suspiro antes de me virar.

-Yo Mikasa.

-vc gosta de doce, eu comprei chocolate.

- Gosto de chocolate amargo.

E mais e mais perguntas, dps parei de responder pq era uma pergunta em cima da outra antes de eu tentar responder ela vinha com outra.

-Levi vc gosta de animais? -Me surpreende, pois só me fez uma pergunta e parou.

-Gosto, mas não criu nenhum em casa, quando estou com tempo vou ajudar um abrigo que acolhe animais de rua.

Mikasa deu um sorriso e me olhou de um jeito que me deu calafrios.

-Oque vc está aprontando hein Mikasa?

-Nada. Só perguntei porque tenho um amigo que gosta de animais e quer adotar um.

Ela me pediu para leva-lá no abrigo amanhã com seu suposto amigo depois do almoço, então se despediu, e por um breve momento acho que a vi sair saltitando. Dei um sorriso e meio e voltei ao meu trabalho. Voltei para casa por volta das 18:00 hrs. Chegando em casa tomei um banho, me vesti e fui comer, dps de comer fui ler um livro "A menina que roubava livros", um livro emocionante, depois de um tempo o sono bateu logo fechei os olhos e adormeci.

Estava tudo escuro, até que uma luz passou pela brecha de meus olhos e... Escutei aquela mesma voz dos meus sonhos me chamar.

-Levi... Estou perto. Abra seus olhos.

Quando estava prestes a abrir meus olhos para ver finalmente o ser que me chama todas as noites em meus sonhos, a porra do despertador toca novamente, respirei fundo e senti duas veias saltarem da minha testa, respirei mais fundo ainda, me levantei peguei a merda do despertador, e atirei contra a parede. Ele ficou em pedaços, fiquei com um ódio daquele despertador, era sábado então não queria acorda cedo, fui tomar banho e fiquei relembrando meu sonho.

-Flashback-

-Levi... Estou perto, abra seus olhos.

-Fim do flashback-

Fiquei pensando por muito tempo oque significa tudo isso, porque tenho os mesmo sonhos à doze anos, essas interrogações rodavam dentro da minha cabeça, nunca cheguei á uma conclusãa. Lembrei que Mikasa me pediu para leva-lá até o abrigo de animais onde eu presto ajuda comunitária. Sai do banho, vesti uma calça de malha grossa e fui limpar a casa, para a invasão da tempestade chamada Mikasa, para mim era uma terapia limpar os móveis e cômodos da casa. Estava terminando de fazer o almoço quando ouvi a campainha tocar, olhei para o relógio e vi que já era 12:00 hrs, pensei que ela viria depois do almoço. Abri a porta e a vi junto de um garoto loiro de olhos azuis, seu nome era Armin Arllet, ele parece ser uma pessoa muito inteligente.

-Olá meu nome é Armin Arllet prazer em conhece-lo. Ele falou e me deu um sorriso.

-Prazer meu nome é Levi Rivalle.

Vi o sorriso de Mikasa se estampar no rosto dela. Servi o almoço e comemos conversando apesar de eu gostar de silêncio quando estou comendo.

-E então Mikasa.Eren vem?

-Não sei, ele disse que viria.

-Mikasa vc não avisou que outra pessoa viria.

-Eu não disse que seria só um.

-Mikasa aprenda a ser mais clara quando se tratar de vir a casa dos outros.- Sinceramente me irritei com a resposta e quase iria ser rude com ela, me segurei .

Escutei a campainha e fui ver quem é, e quando abri a porta levei um susto, não pode ser. Estou alucinando? Estou vendo os olhos verdes dos meus sonhos na minha frente.

-Levi este é Eren Jeager, Eren este é Levi Rivalle.

-Prazer em conhece-lo Levi Rivaille.

E foi ai que conheci o dono dos olhos verdes mais encantador que já vi, o ser que vivia em meus sonhos e veio a minha porta. Eren Jeager...


Notas Finais


Ai ai ai espero que gostem e me desculpem pela falta de criatividade T.T
Espero que gostem, se gostarem colocarei outro capítulo no sábado.
Desculpem pelos erros ortográficos e da gramática eu corrigi novamente, eu estou escrevendo pelo celular então fica terrível escrever, então vou revisar com mais cuidado a fic.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...