História From The Beginning It Was Wrong - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Suga
Tags Jimin, Oneshot, Suga, Termino, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 7
Palavras 1.865
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe os erros e boa leitura.
No vemos lá baixo. ^^

Capítulo 1 - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction From The Beginning It Was Wrong - Capítulo 1 - Capítulo único



A luz fraca do abajur do meu quarto me ajudava a observar cautelosamente cada detalhe do seu rosto angelical em sono profundo enquanto as gotas da chuva lá fora ecoava pelo cômodo me fazendo sentir a nostalgia daquele momento, seus traços finos e bem detalhados me faziam querer o olhar cada vez mais e guardá-los minusiosamente  e secretamente em minha memória, sua respiração descompassada ao meu pescoço eriçava meus pêlos me transmitindo uma corrente de choque elétrica por cada pedacinho do meu corpo insistindo em me lembrar da noite passada e de todas as outras em que você se encontrava comigo. O seu calor me aquecia naquela madrugada fria, o seu cheiro me embriagava, uma leve mistura de seu perfume amadeirado, com Uísque, menta e cigarro.

Quem o olhasse daquele ângulo - naquele momento - viria uma figura  dormindo serena de traços quase infantis, diriam que até uma pintura feita pelos deuses de tão delicado e bem esculpido que era seu rosto, nem sequer imaginariam que esse aparentemente frágil ser carregava uma história solitária e assustadora, líder do maior comercio de drogas do local.  

Naquele momento me pegava com lágrimas nos olhos e coração acelerado, esse era o efeito que você tinha sobre mim, meu corpo antecipadamente já reagia as  possíveis consequências que estariam por vir. Meu corpo e mente temiam a despedida, ansiavam por ainda mais contato seu.

Seus fios de cabelos macios e sedosos estavam enroscados em meus dedos num carinho subito e suave, enquanto você dormia docemente sobre meu peito enquanto minha outra se encontrava entrelaçada na sua.   Agora, fracamente podia ser ouvido também os sons dos carros do lado de fora e a luz do amanhecer tentavam incansavelmente escapavar pelas minhas cortinas grossas insistindo em entrar. Meu peito doía enquanto você  belamente descansava nele, e nem sequer coagitava a idéia de te acordar porque sabia que logo você não se fazeria presente ali. Como sempre fizera.

Eu, Park Jimin, 22 anos, estudante de artes cênicas, aprendi da pior maneira possível o qu é o amor e suas mil e uma maneiras que pode nos machucar. 

Doloroso, Inconsequente, Distante. 

Enquanto eu era o seu porto seguro Yoongi, você era meu abismo. Enquanto eu inútilmente me achava o certo para você, você incansávelmente me mostrava o quanto era o errado para mim. 

Me sentia perdido em sua presença e te negar era travar a batalha impossível de se vencer e, droga! você sabia disso, se aproveitava disso, eu sei. Já tinha virado rotina te ter todos os domingos em meu quarto com nossos corpos transpirando em desejos enquanto nossas bocas murmurava palavras de carinho e lúxuria. 

Enquanto de mim sempre era ouvido o quanto te amava, de você só saía, não faça isso Jimin, não me ame. Te proíbo de MW amar.

E céus! aquilo doía, dóia como o inferno.

Nesse dia prometi a mim mesmo não chorar mais, não dizer mais nenhuma palavra sobre nós dois, não correr todas as manhãs para comprar o jornal rezando para que não tivesse nenhuma notícia tua.

Prometi a mim mesmo não lhe pedir mais um chance, não inútilmente ligar para seu celular todos os dias, não esperar ansiosamente as suas malditas batidas em minha porta. Yoongi, naquele dia prometi não sofrer quando você passasse por aquela porta para talvez nunca mais voltar. 

Foram quase dois anos, que me entreguei e aceitei ser a sua válvula de escape. A ser seu outrém. Sim, eu ja sabia das suas ligações e tramites pelo poder. Tudo por ele certo Yoongi? Eu já previa tudo isso e mesmo assim continuei, me aproximei de você o máximo que pude. Quão tolo.

Eu queria algo, sabe? Mesmo que no começo eu tenha sido mais um encantado por sua beleza e misteriosidade naquele bar, em dias me via ansiando por mais, mais de você, mais de seus toques. E la estava eu, indo todos os finais de semana para aquele mesmo bar torcendo que te encontraria outra vez. O destino estava a meu favor, eu pensava ao encontra-lo sempre encostado no mesmo lugar com seu uísque e cigarro.

 Eu sabia que era errado, mas não sabia que era tanto Yoongi.

Não antes de ter uma arma apontada em minha direção após tocar seu ombro por trás sem que me visse. Naquele dia eu chorei, e como chorei, e finalmente descobri realmente quem você era, dolorosamente pela sua própria boca.

Achava que poderia com o tempo caminhar ao seu lado, passar mais do que noites contigo, quem sabe nos encontrarmos em um lugar qualquer para almoçar, jantar, namorar.. Mas esse tempo não chegava, ao contrário, você só me mostrava que onde você estava eu nunca deveria estar.

Queria que você entendesse o quando eu te amo e preciso de você, mais do que qualquer outra pessoa precisa.

Mas você era inalcansável Min Yoongi. Como diziam, você era um estupido manipulador e egoísta que viveria e mataria pela sua gangue, seus amigos, sua cidade. Sua cidade.. Ah! Não me diga que era para me proteger, por deus, eu implorava a mim mesmo que algum dia você realmente me percebesse e também entendesse que eu daria minha vida por você. Só por você.

Mas o quão longe você me colocava não via, não percebia que eu ficava ainda mais em perigo quando não estava aqui, por que a cada dia eu sentia que morreria sem te-lo, sem saber o que fazer. 

Eu sinceramente pensei que daríamos certo. 

Você me fazia sentir uma mistura de ódio, amor, desejo, esperança, solidão.. Você era exatamente tudo que eu sempre quis, misturado com o que eu sempre evitei, era loucura, burrice, era amor, uma perfeita ilusão. Você conseguia tirar de mim o sorriso mais sincero, e as lágrimas mas doloridas. Você me presentiava com as melhores coisas que o dinheiro pudesse comprar mas não me dava tão algo simples que eu mais almejava, seu  quebrado coração. Não me importaria se eu precisasse colar pedacinho por pedacinho, você valia isso.

Quando você me olhava nos olhos, eu podia ver sua alma, ao contrário de suas roupas que eram sempre escuras e sem vida, sua alma era colorida e brilhante. Porque você ao meu ver era colorido, pintado das cores mais bonitas e brilhantes que já vi. 

Seu sorriso gengival era a coisa mais linda que em toda minha vida pude presenciar, seus carinhos únicos era tão especiais. Seu toque era quente e acolhedor e eu não não me via nunca longe deles. Seu abraço me fazia sentir em oitro mundo. Nunca lhe disse, mas eu amava quando você me abraçava por trás enquanto eu cozinhava qualquer coisa e sussurava piadas sem graça em meu ouvido, mas  sinceramente eu preferia um milhão de vezes de quando era você que cozinha para mim. 

Você me parecia extremamente feliz  e atrapalhado quando o fazia e eu sentia meu peito se encher só em olha-lo. Era bom saber que pelo menos nesses momentos eu te tinha só para mim, e você podia ser você, porque sim, para mim, aquele Yoongi dono do sobrenome mais poderoso de Seul e temido por onde passasse era tudo uma farsa. Uma completa farsa. Você não é super-herói e nem um bandido Yoongi, você não é o cara que salva todos no final porque não se pode proteger tudo e a todos, ainda mais desse modo, dessa forma. Eu sempre lhe dizia.

-Bom dia Jiminie.

Cabelos desgrenhados, bochechas amassadas e olhos brilhantes.

E se eu pudesse congelar o tempo.

Seria nesse exato momento.

Me diz Yoongi, por que me olha dessa maneira com tamanha ternura? Por que insiste em vir se aqui como diz não é o teu lugar? Por que me acaricia com tamanho zelo como se eu fosse algo tão precioso se você irá me abandonar em poucos minutos? Por que principalmente, não pode me amar de volta?

- Bom dia Yoongi.

Droga! mil vezes droga! Não sorria para mim Yoongi! Não torne as coisas ainda mais dificéis.

Eu sei, que desde o começo não era pra eu me apaixonar por você, não era pra se apegar, não era nem pra se aproximar Yoongi. Isso era o certo.

Mas eu sou cabeça dura, incorrigível, do contra e sempre gostei do errado, e você de longe, é o mais errado que existe. 

E eu amo esse teu errado, não só o errado, droga, amo tudo Yoongi! Amo você por completo! 

Teu toque suave quando vai me beijar, o teu perfume fortíssimo que fica em minha roupa quando me abraça, o teu sorriso, que pelo amor de Deus! não preciso nem falar o efeito que ele tem sobre mim.

Eu não deveria dizer essas coisas, eu prometi. 

-Vai comer sarang, preciso ir!

Não faça isso.

Para de fingir que se preocupa comigo, para de fingir que sou teu lar Yoongi.

Por favor, pára.  

...

Respirei fundo, como se quisesse tirar do ar a coragem que me faltava. 

Te olhei nos olhos para que enxergasse a sinceridade nas palavras que pronto diria. Falei, quase como um sussurro mais o suficiente para que me ouvisse apenas uma vez.

Sim, mais uma maldita vez, lhe disse aquelas palavras.

-Yoongi... eu te amo!

 E aquelas poucas palavras me livraram de um peso, e ao mesmo tempo me pesaram ainda mais. 

Você simplesmente se levantou Yoongi, colocando suas roupas. Como sempre, não tinha mais jeito.

-Jiminnie pára.

Não vou fraquejar. Não agora.

-Yoongi...

-O que você ta tentando fazer Jiminnie?

-Acabou. Eu... Se eu não posso te ter por completo, prefiro não tê-lo.

Droga! As lágrimas já embaçavam a minha visão porém, de qualquer forma eu não queria ver mais nada, não precisava, aliás, não merecia. 

Pois eu sabia que, te ver partir agora seria tortura, tal tortura pela qual já passei mil vezes e não aguentaria passar novamente.

-Agora, vá!

Eu sinto que ele sabia, que cedo ou tarde eu cansaria daquela farsa. Daquela ilusão. E daquela vez, pra valer.

Mesmo com o iniciar do dia e de todo movimento la de fora, agora só pode ser ouvido seu suspiro e o barulho de suas chaves,  e logo prontamente caminhou em direção a porta com sua postura ereta, forte, valente a abrindo e com ela o vento vento frio de uma nova tempestade se formando, mas dessa vez não seria somente lá fora, seria dentro de nós. 

Eu via que tinha algo errado ali. Ele não queria. Eu realmente o via.

Mas foi antes de fechar a porta e perder totalmente a sua visão ele me bombardeou. Com as palavras que mais ansiava em ouvir mas não daquela forma, não daquele jeito. Nunca imaginaria o que estava por vir.

-Talvez você não tenha percebido, mas... essa foi a maneira mais cautelosa e segura de TE AMAR Jimin. Adeus.

E pela primeira vez em seus olhos eu vi a dor antes de fechar a porta atrás de si.

 E de repente eu queria simplesmente arrancar essa dor de você!

Mas já era tarde demais. Eu acabei de quebrar os poucos pedaços inteiros que reatavam.

E mesmo que eu tenha prometido, mais uma vez eu chorei, por que eu mais do que ninguém sabia a sinceridade e o peso das suas palavras. No fundo eu sabia, que ele me amava, que aquela era a única forma possível de me amar. 

Mesmo que nos doesse, mesmo que não nos bastasse.


No final, o egoísta era eu.



E como dizia Shakespeare:

Em nossas ilusões, renunciamos ao que possuímos pelo que esperamos possuir.


Notas Finais


OOOOOOi! Quem é vivo sempre aparece né kk
Então gente, como foi? Huh? Bem, espero que tenham gostado um pouquinho.

Como sabem não sou uma boa escritora e nem faço isso pra ter Telefone Removido favoritos, faço pra passar o tempo e os pensamentos ruins.
Podem ver pela pobre capa e pela fraca escrita. Kk
Então, não tenho tempo nem criatividade para fazer o que me pedem, eu sinto muito mesmo. Queria ser boa a tal ponto. Mas olha ai, nem terminar as fics to conseguindo ( essa já estava feita antes que me xinguem, só finalizei) hehe

Deixo já aqui meu muito obrigada p quem leu e uma fungada no cangóte.

Genteee NOS VEMOS POR AI!

Desculpe pela escrita bosta e não desistam de mim.
😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...